PlanetGeek

Reincarnation of popular PHP Slack API Client Package

13-11-2019 | 11:04 | Manuel Lemos

By Alexander Chibrikin
Many of us developers use Slack to communicate with other team members.

If you use Slack in your team for monitoring, sending notifications, commands or for other purposes you may be interested in a PHP package that can automate the processes that involve your work with Slack.

There are some PHP packages that were popular but they seem to no longer be developed or supported.

Read this article to learn how you can use this PHP Slack Message package to take advantage of the Slack resources, as well how you can collaborate to benefit the community of PHP developers that use Slack.

AirPods Pro precisam de truque para saírem da caixa

13-11-2019 | 09:00 | Aberto até de Madrugada


A Apple pode ter sido uma empresa que prestava atenção aos detalhes, mas essa tradição parece ter sido perdida ao longo dos anos, chegando ao ponto de deixar os clientes intrigados sobre como tirar os novos AirPods Pro da caixa.

Os novos AirPods Pro podem ser um prodígio técnico, com cancelamento de ruído eficaz em formato ultra-reduzido (e com preço a condizer), mas quem estiver disposto a pagar os 279 euros que a Apple pede por eles, arrisca-se a deparar-se com um problema assim que abre a sua caixa: como tirá-los de lá?

I really like my Airpods Pro but there's an entirely new trick to getting those little fuckers out of their charging case and I haven't learned it yet.
— Kevin Fox 🦊 (@kfury) November 10, 2019


Poderia pensar-se que algo que se terá que fazer frequentemente teria sido pensado para ser feito de forma natural por todas as pessoas, mas não é o caso. A processo é tão intrigante que figura em inúmeros artigos que "ensinam" a fazê-lo. Segundo as recomendações mais populares, para retirar os AirPods Pro da caixa, é necessário empurrá-los com o dedo da parte traseira da caixa para a parte frontal.

Não digo que não seja algo que, depois de se saber, seja feito com facilidade e se torne num gesto em que nem se tenha que pensar; mas... o simples facto de inicialmente ser preciso aprender a tirar uns earphones da caixa, parece-me bastante revelador de que já houve alguma coisa que falhou.


... Por outro lado, estamos na era em que os emoji recebem honras de destaque na actualização dos sistemas operativos!

Remember the days when reading the changelog of your OS update revealed powerful features and exciting new technology? Well, they're gone. pic.twitter.com/TmOiAMH8Hb
— Celso Martinho (@celso) November 11, 2019

App do Facebook acedia à câmara dos iPhones em background

13-11-2019 | 08:00 | Aberto até de Madrugada


O Facebook contribui mais um pouco para as teorias da conspiração, com a descoberta de um "bug" na app para iOS que estava a aceder em background à câmara dos iPhones.

O caso foi descoberto por acidente por diversos utilizadores, e replicado por muitos mais, revelando que a app do Facebook estava a aceder à câmara sem que houvesse qualquer motivo legítimo para o fazer. Da parte do Facebook, a resposta foi de completa tranquilidade, dizendo que se deveria "tratar de um bug", e que "seria corrigido em breve".

Ora, o único problema é que, tendo em conta todo o historial do Facebook, este não é o tipo de bugs que se possa dar ao luxo de fazer, ou de tentar desvalorizar. Com todas as acusações e suspeitas de abuso da privacidade dos seus utilizadores, descobrir tal acesso indevido à câmara resulta em preocupações ainda maiores.

... Não me admiraria que, numa próxima actualização do iOS, começará a ser exibido um icon proeminente quando alguma app está a aceder à câmara ou microfone, tal como já acontece com as apps que pedem o acesso à localização. É triste, mas estamos num ponto em que se tem que desconfiar de tudo o que as próprias apps que se instalam possam estar a fazer.

Tarifário NOS Like continua a apostar no zero-rating

12-11-2019 | 21:00 | Aberto até de Madrugada


Quando se esperava que a chegada dos tarifários mobile ilimitados sinalizasse uma mudança de atitude dos operadores nacionais, eis que a NOS nos relembra que não é o caso, lançando um novo "atentado" à neutralidade da net com o NOS Like.

O novo tarifário NOS Like continua a apostar no zero-rating, ou seja, a diferenciar os dados consoante o tipo de app que se utiliza. Tarifários que, por muito bons que pareçam ser à primeira vista, têm como consequência directa que os portugueses fiquem com dados móveis reduzidos e dos mais caros da Europa.

Este NOS Like propõe uma mensalidade base de €16 (1GB, 500min/SMS), €19 (3GB, 1000min/SMS) ou €22 (5GB/1500min/SMS), ao qual se podem juntar packs temáticos:

+€2 para o pack "social": Instagram, Facebook, Messenger e Snapchat
+€2 para o pack "música": Spotify e Apple Music
+€4 para o pack "vídeo": YouTube, Netflix, HBO, Twitch, Vimeo



De notar que estes packs adicionais não são sinónimo de tráfego ilimitado, e na verdade traduzindo-se por limites de 10GB para os serviços de chat (que estão incluídos em todos os tarifários base), 12.5GB para os packs social e música, e 15GB para o pack de vídeo.


Considerando que o tarifário ilimitado da própria NOS começa nos €35 euros mensais, não fica assim tão longe de um destes packs Like completamente artilhado (€22 + €2 + €2 + €4 = €30) e fica-se com total liberdade para gastar "gigas" sem preocupações com que app ou serviço se utiliza. Além do mais, a própria NOS adverte que o tráfego destas apps específicas do "Like" pode ser mal identificado e descontado dos dados base, sendo que "a NOS não pode ser responsabilizada pelos efeitos colaterais que essas alterações provoquem".

Melhor seria ver os operadores a esforçarem-se por promoverem e facilitarem o acesso aos tarifários ilimitados, do que insistirem nestas diferenciações absurdas dos dados (que a UE deveria proibir de uma vez por todas)!

VW oferece DataPlug OBD2 em Portugal

12-11-2019 | 18:31 | Aberto até de Madrugada


A VW está a realizar uma campanha em que oferece um DataPlug ODB2, que permite aos utilizadores acederem a todo o tipo de dados sobre os seus veículos.

Há muito que existem módulos OBD2 Bluetooth para acesso a informação sobre o automóvel, mas neste caso trata-se do módulo oficial utilizado pela VW e que pode ser usado em conjunto com a sua app We Connect Go. Normalmente este módulo custa 39.50 euros, mas a marca tem estado a disponibilizá-los gratuitamente - talvez como forma de compensar os seus clientes pelo caso dieselgate (ou até mesmo, para obter os dados recolhidos pela app para saber que veículos em circulação ainda precisam de ser corrigidos).


Com recurso ao módulo e app, os utilizadores podem aceder a informações vitais sobre o estado da sua viatura, como nível de combustível, bateria, etc. e no até saberem onde deixaram o carro estacionado - sendo esta última uma funcionalidade prometida para uma futura actualização.

Antes de mais, interessa saber se têm um VW suportado, o que podem fazer através da página O meu Volkswagen. Depois, há que pensar se quem mais beneficia com isto são vocês... ou a própria VW. Os poucos euros que este módulos custam à VW são um preço irrisório a pagar pelo acesso ao manancial de dados a que irão ter acesso. Imaginam quanto uma seguradora estará disposta a pagar, para saber se um potencial cliente é um "acelera" ou se conduz calmamente cumprindo os limites de velocidade?

Máquina de barbear Xiaomi Enchen a €18

12-11-2019 | 17:30 | Aberto até de Madrugada


Não devendo ser confundido com as câmaras triplas do iPhone 11 Pro, esta máquina de barbear Xiaomi Enchen tem a vantagem de ser bastante mais económica e não ficar com inveja do modelo que vier a surgir no ano seguinte.

Já por cá passou uma máquina Xiaomi Enchen de cortar cabelo, pelo que será apenas natural que agora se tenha outra para tratar dos restantes pelos faciais. É precisamente o que faz esta Xiaomi Enchen, com design que será imediatamente reconhecível por todos os fãs das máquinas da Philips, incluindo as três cabeças oscilantes independentes, e que neste modelo estão equipados com lâminas de corte duplas.


Esta máquina de barbear Xiaomi Enchen custa apenas 18 euros.

A cabeça de corte é amovível para facilitar a limpeza e lavagem, e nem sequer falta o habitual aparador de patilhas, para garantir o corte "exacto" onde for preciso.

Fazendo aquilo que muitos fabricantes de smartphones ainda nem sequer fizeram, esta máquina já vem com ficha USB-C para o recarregamento; sendo que cada carga será suficiente para cerca de 2 meses de utilização segundo o fabricante.

Notícias do dia

12-11-2019 | 16:30 | Aberto até de Madrugada

Disney+ chega com filmes Star Wars em 4K Dolby Vision e Atmos; os óculos AR da Apple só devem chegar em 2022; actualização para Android 10 já chegou ao Asus ZenFone 6; Chrome vai alertar para sites lentos; nas promoções temos o Xiaomi Mi WiFi Router 4C a €12 (entre outras coisas); e a falha do sistema Galileo durante uma semana em Julho revela labirinto burocrático de problemas.

Antes de passarmos às notícias de hoje, temos novo passatempo para gadget da semana, desta vez dedicado a uma Xiaomi Mi Band 4 - participa.

YouTube reserva "direito de admissão" e expulsar quem bem entender



O YouTube clarificou os seus termos de serviço, adicionando uma cláusula de mais fácil interpretação, que diz que o serviço tem o direito de recusar qualquer conteúdo ou cancelar qualquer conta à sua discrição.

Uma clarificação que lançou o pânico entre muitos utilizadores, que interpretaram uma frase que referia o cancelamento de contas que não fossem "economicamente viáveis" como sendo um prenúncio de morte para os seus canais; mas que entretanto foi clarificado pelo YouTube como não sendo essa a intenção. No entanto, fica reforçada a ideia de que o YouTube não é verdadeiramente uma plataforma onde se possa por tudo o que se entender... mas que se terá que aceitar que só lá fica aquilo que o serviço aceitar que fique - e que por vezes até se pode arriscar ficar com toda a conta Google bloqueada por fazer comentários!


Google Camera ganha digitalização de documentos via Lens



A Google está a tornar mais acessíveis algumas das funcionalidades do Google Lens, sugerindo-as directamente no ecrã da app Google Camera, sendo uma delas o modo de digitalização de documentos.

Bastará manter a câmara apontada para um documento por alguns instantes, devendo surgir um pequeno indicador a dizer que foi reconhecido um documento. Nesse modo, será possível endireitar o documento e corrigir a perspectiva, para que a imagem final seja mais útil. É também possível seleccionar o texto da imagem, fazer a sua tradução, etc.


Google revela jogos de lançamento do Stadia



O serviço de streaming de jogos Stadia da Google arranca este mês, e já são conhecidos os 12 jogos que estarão acessíveis no lançamento:
  • Assassin's Creed Odyssey
  • Destiny 2: The Collection
  • GYLT
  • Just Dance 2020
  • Kine
  • Mortal Kombat 11
  • Red Dead Redemption 2
  • Thumper
  • Tomb Raider: Definitive Edition
  • Rise of the Tomb Raider
  • Shadow of the Tomb Raider: Definitive Edition
  • Samurai Shodown

Ainda antes do final juntar-se-ão a eles: Borderlands 3, Farming Simulator 19, Final Fantasy XV, Football Manager 2020, GRID, Metro Exodus, RAGE 2, entre outros.

De notar que o Stadia não é um serviço estilo Netflix com acesso ilimitado aos jogos, e que para além de pagar pelo serviço será preciso comprar os jogos a que se quer ter acesso.


Facebook vai deixar personalizar barra de atalhos



Fartos de serem distraídos por secções que não utilizam na barra de atalhos da app do Facebook? Vai ser possível personalizar as secções que por lá aparecem, de modo a que apenas permaneçam aquelas que cada utilizador realmente considerar importantes.

Uma alteração que ajudará a limpar secções que não se usam, mas que continuamente tentavam atrair a atenção do utilizador apresentando o contador vermelho como se fosse um autêntico chamariz. O Facebook já tinha dito que iria fazer alterações e que as secções seriam dinamicamente seleccionadas em função do grau de utilização, mas assim nem sequer se fica dependente dos algoritmos do Facebook, e cada um escolhe as que quiser.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Pocophone F2 deve apresentar hardware doXiaomi Mi 9T / K20

12-11-2019 | 16:21 | Apps do Android

Depois do sucesso do Pocophone F1 a Xiaomi tem estado bastante silenciosa quanto ao seu sucessor, mas o Pocophone F2 pode estar para breve a adoptar o hardware do Xiaomi Mi 9T / 9T Pro.


Quem se terá descaído foi a Spigen, marca popular de capas de protecção, que revelou no seu catálogo capas para o Pocophone F2 que parecem indicar que este novo smartphone será uma réplica dos Xiaomi Mi 9T / 9T Pro (K20 / K20 Pro na China), sendo também possível que o Poco F2 também surja em versão dupla: normal e Pro.


Seria um pouco estranho se a Xiaomi se limitasse a "remarcar" os Mi 9T com a marca Pocophone, pelo que é ainda possível que existem algumas variações termos de características (provavelmente as câmaras) de modo a diferenciá-los ligeiramente por forma a justificar a diferença de preço, já que se espera que o Pocophone F2 consiga manter a tradição de ser ainda mais competitivo que os smartphones com a marca Xiaomi.

De resto, será esse o elemento essencial que interessa saber sobre o Pocophone F2: qual será o seu preço. Para referência, o Mi 9T Pro já se pode arranjar por menos de 320 euros.

Chrome vai alertar para sites lentos

12-11-2019 | 15:30 | Aberto até de Madrugada

A Google prepara-se para apontar o dedo aos sites lentos a carregar, considerando a apresentação de um aviso que alerte os utilizadores que o problema da lentidão é do próprio site.

O domínio do Chrome na web faz com que todas as alterações que a Google implemente no seu browser tenham impacto global, e depois de já ter utilizado a velocidade e versões mobile dos sites como factor de classificação nos resultados do Google, prepara-se agora para tornar mais visível o impacto da velocidade dos sites para os utilizadores.

Há muito que a Google alerta para a importância da velocidade nos sites, mas agora prepara-se para apresentar isso com maior destaque, classificando sites que sejam lentos a carregar.

Esse classificação poderá surgir quando os utilizadores tentam navegar para um desses sites, apresentando a indicação de que o site é habitualmente lento, acompanhado de uma barra de progresso azul; enquanto os sites considerados rápidos dispensam o aviso e apresentam uma barra de progresso verde.

Será uma forma de informar os utilizadores que o problema de um site demorar a carregar não ser um problema deles mas sim do site; embora para o futuro a Google indique que poderá apresentar informações adicionais, no caso de poderem haver causas externas a influenciar a velocidade de carregamento do site (como lentidão da própria rede).

Alerta: Aumento de burlas através do MB WAY

12-11-2019 | 15:07 | TecnologiaHoje

Alerta: Aumento de burlas através do MB WAY


Por ser um tema bastante pertinente e onde cada vez mais vemos inúmeras burlas a serem efetuadas utilizando este tipo de esquema, "a Polícia de Segurança Pública (PSP) informa que tem vindo a detetar um aumento de ocorrências relacionadas com burlas através do MB WAY, especialmente em 2019. Existem 99 registos referentes a burlas deste género em 2018, no nosso Sistema Estratégico de Informação. Em 2019, até dia 31 de maio, já existiam 135 registos.

Fruto da investigação e análise do Departamento de Investigação Criminal da PSP, identificamos um MODUS OPERANDI: ainda que haja algumas variações, consiste no aproveitamento feito aos anúncios que as vítimas colocam online para venda de objetos em sites dedicados a este tipo de comércio (OLX, CustoJusto, entre outros). Posteriormente, são contactados telefonicamente por supostos compradores – os burlões, que mostram interesse naquela compra. Na sequência desse contacto, os burlões convencem as vítimas a dirigirem-se a um ATM para, supostamente, efetuarem o pagamento do objeto via MB WAY. Quando conseguem enganar a vítima, aproveitam o desconhecimento que a vítima possui sobre a aplicação MB WAY e, através de indicações enganosas sobre os procedimentos a adotarem, conseguem aceder à conta bancária da vítima e fazer vários levantamentos e compras de forma ilegítima.

A vítima, é, assim, levada a introduzir no ATM o número de telemóvel do suspeito e o fornecimento do respetivo código, associando-o ao seu cartão de Multibanco, convencida de que são os procedimentos próprios para receber o pagamento através do MB WAY, acabando por cair na armadilha. Convencida de que está a ajudar o potencial comprador a pagar o objeto está, efetivamente, a dar-lhe a capacidade de acesso à conta que está associada ao seu cartão de Multibanco, permitindo assim os levantamentos indevidos da sua conta bancária.

A PSP recomenda:

1. Se não compreende o funcionamento da aplicação MB WAY, recuse o pagamento por esta via;
2. Em caso de dúvida, solicite informação ao seu Banco sobre o funcionamento do MB WAY antes de o utilizar;
3. Tente sempre fazer os negócios de forma presencial se estiver na mesma área geográfica do comprador;
4. Tente receber os pagamentos presencialmente ou através de transferência bancária;
5. Nunca siga instruções de desconhecidos para fazer pagamentos por MB WAY."


A dança tem de continuar (mesmo que não seja com rockuduro)

12-11-2019 | 14:01 | Gonçalo Sá

Throes + The Shine live.jpg

"Enza", o quarto álbum dos THROES + THE SHINE, leva mais longe a aproximação à electrónica que o anterior "Wanga" (2016) já tinha vincado. Por muito que o rockuduro tenha ajudado a moldar o ADN da música do trio luso-angolano, estas canções procuram horizontes cada vez mais vastos  tanto nos discos como nos concertos - caso do que assinalou a apresentação do novo registo no B.Leza, em Lisboa, uma das grandes memórias de palco do ano.

Depois de "Balança" e "Musseque", "SILVER & GOLD" foi escolhido como single e é dos mais atípicos do grupo de Igor Domingues, Marco Castro e Mob Dedaldino, afastando-se da overdose de energia habitual rumo a uma contenção que também lhe assenta bem. Mas o resultado não deixa de ser dançável, como o videoclip trata de atestar em ambiente de celebração nocturna - agora mais harmoniosa do que explosiva:

Disney+ chega com filmes Star Wars em Dolby Vision e Atmos

12-11-2019 | 14:00 | Aberto até de Madrugada


Ainda vamos ter que esperar (muitos) meses para que o serviço Disney+ chegue a Portugal, mas quem tiver acesso ao mesmo vai poder desfrutar de todos os filmes Star Wars em 4K HDR com Dolby Vision e Dolby Atmos.

A Disney tem andando em autêntico contra-relógio a renegociar os contratos de distribuição que tinha feito, de forma a conseguir recuperar todas as suas produções para o seu próprio serviço de streaming, e uma das vantagens que terá sobre os seus concorrentes é o facto de poder fazer o streaming de muitos dos seus clássicos com a máxima qualidade disponível actualmente: 4K HDR, com Dolby Vision e Dolby Atmos.

Isto aplica-se desde já a todos os filmes Star Wars, incluindo os da trilogia original: A New Hope, The Empire Strikes Back e Return of the Jedi. Isto faz com que o serviço Disney+ seja, por agora, o único serviço onde será possível ver o Star Wars em 4K, e assim deverá permanecer até que, talvez em 2020, a Disney lance uma reedição dos mesmos em Blu-ray Ultra HD (que os fãs há muito aguardam).

Contrastando com a reduzida selecção de conteúdos do Apple TV+, este Disney+ conta com conteúdos com fartura, tirando partido do catálogo de muitas décadas da Disney:
  • Filmes de animação clássicos: "Snow White and the Seven Dwarfs", "Beauty and the Beast", "Pinocchio", "Bambi", "The Lion King", "Lady and The Tramp", "Peter Pan", "The Little Mermaid", "Cinderella", etc.
  • Mega-sucessos como: "Avengers: Endgame," Avatar," e "Star Wars: The Force Awakens"
  • 30 seasons de "The Simpsons"
  • Sucessos da Marvel como: "Captain America: Civil War," "Guardians of the Galaxy," "The Avengers," "Iron Man 3," "Doctor Strange," "Guardians of the Galaxy Vol. 2," "Captain Marvel," "Iron Man," "Thor: The Dark World," "Captain America: The Winter Soldier," "Iron Man 2," "Thor," "Avengers: Age of Ultron," "Captain America: The First Avenger," e "Ant-Man."
  • Milhares de episódios de séries Disney Channel e Disney Junior: "The Suite Life of Zack & Cody," "Kim Possible," "Mickey Mouse Clubhouse," "PJ Masks," e "Jake and the Never Land Pirates" e mais de uma centena de filmes Disney Channel: "Descendants," "High School Musical," and "Camp Rock."
  • Clássicos da Pixar como "Wall-E," "Up," "Monsters Inc.," "Finding Nemo," "The Incredibles," "Toy Story," "Inside Out" e "Brave," assim como todas as suas curtas.
  • Centenas de programas da National Geographic, incluindo documentários como "Free Solo".
  • Os seis primeiros filmes da Saga Star Wars, a par de "Star Wars: The Force Awakens" e "Rogue One: A Star Wars Story".
  • Séries de TV da Marvel dos 70s até ao presente, incluindo os "X-Men," "Spider-Man," e "Marvel's Runaways."

O Disney+ deverá chegar a Portugal durante o próximo ano, mas ainda não foi dada data oficial. Está disponível para os seguintes dispositivos: Roku, PlayStation 4, Fire TV, Apple TV, Android, iOS, Chromecast, Xbox One, Samsung Smart TVs, LG Smart TVs, e browsers. Até lá, quem quiser aceder ao serviço terá que tentar a sua sorte utilizando um serviço de VPN.

Google Home e Amazon Echo enganados por "comandos de voz" via laser

12-11-2019 | 13:15 | A Minha Alegre Casinha


Depois da utilização de lasers para escutar conversas a longa distância, investigadores demonstraram como podem ser usados para transmitir comandos de voz silenciosos para dispositivos como o Google Home ou Amazon Echo.

Há medida que dispositivos com assistentes digitais se vão popularizando em nossas casas, tornam-se também um alvo cada vez mais apetecível para ataques. No passado já vimos como estes produtos podem ser enganados através de comandos de voz enviados por ultra-sons, mas agora a situação torna-se ainda mais curiosa, pois também é possível fazer o mesmo usando... lasers!

Sistemas laser que convertem as vibrações de som em janelas, permitindo escutar conversas a grandes distâncias, são conhecidos e presença regular em filmes de espionagem. No entanto, o contrário, por muito improvável que pareça, também pode acontecer. Investigadores descobriram que os microfones conseguem captar a variação de frequência de lasers modulados, e com isso, torna-se possível enviar comandos de voz inaudíveis usando lasers, que enganem equipamentos como o Google Home ou Amazon Echo.


Com isto, temos uma nova vertente de ataque. Já não bastará manter estes dispositivos a salvo de potenciais comandos de voz indesejados (eventualmente via ultra-sons, como referido acima), mas também se terá que contemplar a possibilidade de alguém, a centenas de metros de distância, poder controlá-los desde que os possa ver através de uma janela.

... Uma coisa é certa, todas aquelas coisas que pareciam descabidas da série de TV "Missão Impossível", começam agora a tornar-se bastante modestas face ao que efectivamente se torna possível na realidade. :)

Óculos AR da Apple só em 2022

12-11-2019 | 12:00 | Aberto até de Madrugada


Apesar das referências a óculos de realidade aumentada no iOS 13, parece que será necessário esperar mais dois anos até vermos óculos AR da Apple.

O iOS 13 chegou carregado de referências (internas) a óculos VR/AR, em tal quantidade que até fizeram suspeitar que a Apple pudesse estar prestes a revelá-los publicamente. Infelizmente, parece que a marca da maçã acha que será necessário ainda mais um par de anos até que esses produtos atinjam o nível que considera ser desejado para o consumo público. Segundo as últimas informações os primeiros óculos AR da Apple deverão ser lançados em 2022, seguidos por uma versão mais evoluída e compacta no ano seguinte.

Nos últimos anos os rumores apontavam para que a Apple lançasse os seus óculos em 2020, pelo que este adiamento pode ser indicador de que a Apple também tem sentido as dificuldades que têm atrasado este sector, ao ponto da Google até ter abandonado o seu Daydream VR. Segundo o que é dito, a primeira versão poderá ser semelhante a uns Oculus Quest mais compacto, com capacidade de tracking usando câmaras, e com ecrã de alta-resolução; sendo que a geração seguinte já será mais parecida com óculos convencionais, com lentes que poderão escurecer quando o utilizador está a usar o modo "AR/VR".

Será desta que veremos a Apple a recuperar os tempos do "retina display", quando surpreendeu o mercado ao lançar um smartphone com ecrã com o dobro da resolução e densidade que se tinha na altura, desafiando os especialistas que diziam que isso só seria tecnicamente possível alguns anos mais tarde? Teremos que esperar para ver, mas conscientes que dois anos também permitirão à Oculus, Microsoft, e demais empresas que estão a investir em VR, que melhorem os seus óculos.

App Defense Alliance: Google criou parceria para combater as apps maliciosas

12-11-2019 | 11:40 | TecnologiaHoje

App Defense Alliance: Google criou parceria para combater as apps maliciosas
O sistema Android devido à sua forte presença em mais de 2 biliões de dispositivos a nível mundial é um dos alvos preferenciais dos hackers. Por esta razão, a Google decidiu reforçar a segurança da sua Play Store para continuar a analisar as candidaturas apresentadas de forma eficaz de forma a evitar apps maliciosas.

Neste sentido, a Google anunciou a criação da App Defense Alliance, ou seja, uma parceria entre a google e três fornecedores de antivírus (ESET, Lookout e Zimperium) que irão analisar os aplicativos Android enviados pelos seus criadores e alertar a Google caso seja detetado algum malware ou outros elementos suspeitos.

Como sabemos já existe um sistema de proteção da Google no Android, sistema esse que se chama Play Protect, no entanto, a Google admite que o sistema não é perfeito e como tal a solução encontrada passa por esta parceria com editores especializados. A App Defense Alliance é uma boa notícia para os utilizadores que terão direito a mais segurança.

"Escolhemos estes parceiros com base no seu sucesso na identificação de potenciais ameaças  e na sua dedicação à melhoria do ecossistema. Esses parceiros são regularmente reconhecidos nos relatórios dos analistas pelo seu trabalho", explica a Google.




Android 10 já chegou ao Asus ZenFone 6

12-11-2019 | 11:00 | Aberto até de Madrugada



Dois meses após o lançamento oficial do Android 10, a Asus fez chegar a mais recente versão deste sistema operativo ao seu actual topo de gama, o ZenFone 6.

Com a chegada do Android 10 ao ZenFone 6, a Asus torna-se o terceiro fabricante a disponibilizar esta actualização para os seus equipamentos, apenas atrás da Xiaomi e OnePlus; mas à frente de fabricantes como a Samsung ou a Huawei.

 

Apesar deste lançamento ser positivo, não devemos esquecer que a Asus cancelou recentemente a acualização do Zenfone 4 para o Android 9 Pie, com a desculpa / justificação de "manter o nível de desempenho e estabilidade do ZenFone", gerando algumas dúvidas quanto à eventualidade do mesmo poder vir a acontecer com o ZenFone 6 no próximo ano.

Entre as principais novidades do Android 10 para o ZenFone 6 encontramos o smart reply, o dark mode, a navegação por gestos, as restrições no acesso à localização, entre outras.

Samsung: Código de app revela uma possível utilização de uma câmera 108MP

12-11-2019 | 10:01 | TecnologiaHoje


Como era especulado, seria intenção da Samsung utilizar no futuro a câmera 108MP ISOCELLL Bright HMX, no entanto com este leak cada vez ficamos com mais certezas que será esse o futuro.

O código de uma UI 2.0's câmera app revelou que a câmera Samsung tem adicionado suporte para uma resolução de 12.000 por 9.000 pixels. Isto é 108.000.000.000 pixels totais.

A ideia será a Samsung utilzar o mesmo sistema que o  Mi Mix Alpha ou Mi Note 10, onde existe uma combinação de sensor que se vão traduzir numa melhor resolução e fotografia, querendo com isto dizer que as resoluções das fotos não serão de 108MP mas provavelmente de 27MP ou 12MP fotos, combinando 4 ou 9 pixels, convertendo-os assim em um único pixel, tornando cada pixel efetivamente maior do que qualquer um dos pixels individuais e consequentemente com mais qualidade.



MORE S11 stuff. Here's a nice little leak on the 108MP camera from Samsung. https://t.co/CNGJeX1ohL
— Max Weinbach (@MaxWinebach) November 8, 2019

Ganha uma Xiaomi Mi Band 4

12-11-2019 | 10:00 | Aberto até de Madrugada


Todas as semanas temos gadgets para vos oferecer, e desta vez é uma smart bracelet Xiaomi Mi Band 4.

As smart bracelets para tracking de actividade viram o seu preço cair ao longo dos últimos anos, e chegam a um ponto em que todos os que estiverem interessados na sua funcionalidade as podem comprar. Mas melhor ainda do que comprar uma bracelete como esta Xiaomi Mi Band 4 é não ter que gastar um único euro.


Já sabem como funcionam os nossos passatempos semanais: ao longo dos próximos dias iremos colocando diferentes perguntas no formulário que se segue, e no final o mesmo será oferecido aleatoriamente entre os participantes que tiverem acertado correctamente pelo menos numa delas (sendo que mais respostas certas melhorarão as vossas probabilidades de ganharem - mas atenção, pois apenas conta a primeira resposta que derem a cada pergunta.)

Loading…



Passatempo aberto a todos os participantes com morada em Portugal.

Cat S52 - um smartphone para os "duros"

12-11-2019 | 09:32 | Apps do Android



Se procuram um smartphone que apresente um elevado índice de robustez, o Cat S52 poderá ser uma opção a terem em conta, graças à estrutura de alumínio e traseira em borracha.



A  Cat®  Phones anuncia o lançamento do Cat S52, um  telefone excecionalmente fino e verdadeiramente robusto. O Cat S52 desafia as expectativas dos consumidores e prova que é possivel ter um telefone robusto, combinando a resistência de grau militar com um design que o torna pocket-friendly. É mais fino do que muitos dos smartphone regulares do mercado tendo uma camada de proteção que nenhum dos smartphones comuns consegue oferecer.


Com apenas 9,69 mm de espessura e 210g, o S52 é reforçado por uma estrutura de alumínio com uma fina, mas resistente tampa traseira (tpu) de borracha, garantindo um visual elegante e clássico, assim como garante a sensação de que não escorrega da mão em momento nenhum. A face frontal do equipamento é totalmente coberta por vidro com tecnologia resistente a arranhões e crack-resistant Corning® Gorilla® glass 6, protegido por um rebordo protetor em toda a volta. O equipamento conta ainda com botões com acabamento 100% em metal e connectores isolados à prova de água e poeiras a completar o design resistente mas pocket-friendly.       


Apesar do seu design elegante, o nosso mais recente modelo CAT S52 é tão resistente como se espera de um CAT. Os telefones da CAT são um padrão no mercado, e o CAT S52 não é nenhuma exceção à nossa regra. O modelo foi construído para durar, tendo sido submetido aos extremamente rigorosos testes de queda em aço, 30 vezes a 1,5 metros de altura, incluindo quedas em todas as superficies e cantos do equipamento. É tambem à prova de poeiras e sujidade, e pode ser totalmente submerso em água, com uma classificação de Proteção IP68 e MIL SPEC 810G. Esta última significa que o produto foi posto à prova através de um conjunto de testes de robustez de cariz militar, incluindo choques térmicos extremos de alta e baixa temperatura, testes de vibração, testes de queda e utilização em condições de extremo nevoeiro salino, que conferem ao CAT S52 o grau de proteção militar.


A câmera principal vem equipada com foco rápido e preciso graças ao sensor Sony Dual Pixel, com uma abertura f/1.8 brilhante e o tamanho de pixel de 1,4μm confere-lhe um ótimo desempenho em ambientes de luz reduzida. As especificações do sensor, combinadas com o software avançado de processamento de imagem multi-frame, oferecem uma experiênciade câmera líder de classe para um equipamento robusto.


"Estatisticamente, 1 em cada 3 europeus danificaram gravemente o seu smartphone com quedas e percalços nos últimos três anos – o que se traduz num elevado número de smartphones danificados. Não só este é um problema que afeta muitos consumidores como é extremamente inconveniente e dispendioso. O Cat S52 foi pensado para ser um smartphone do dia a dia que a vida não vai quebrar. É um verdadeiro telefone robusto da CAT , mas com um design cuidado que o torna num smartphone comum. Elegante e resistente – uma preocupação a menos ", diz Peter Cunningham, VP Product Portfolio at Bullitt Group.


O Cat S52 tem um P.V.P. recomendado de € 549.90  e estará disponível a partir de 5 de  Dezembro de 2019  em  www.catphones.com e nas principais lojas de retalho de eletrónica em Portugal.

 

 


Principais características do smartphone Cat S52:

 

Telefone móvel robusto excepcionalmente fino

·       Dimensões: 158,1 x 76,6 x 9,69 mm

·       Peso: 210g


Principais credenciais robustas

·       Queda testada a 1,5 m em aço, 30 vezes, incluindo para todas as superficies e cantos

·       Ingress Protection (IP68):

o   Resistente à areia, poeira e sujidade

o   Impermeável até 1,5 m de profundidade por até 35 minutos

·       Mil Spec 810G:

o   Choque térmico: capaz de lidar com diferenças de temperatura entre -30°C e 65°C por até 24 horas

o   Resistente à vibração: Categoria 4

o   Resistente à humidade e ao nevoeiro salino

·       Sem necessidade de proteções adicionais, Ecrã protegido com Gorilla® Glass® 6


Melhor câmera na classe

·       Traseira: sensor Sony 12MP duel pixel, f/1.8, 1.4μm, PDAF, EIS

·       Frontal: sensor de 8MP


Bateria de longa duração

·       3100mAh (com suporte de carregamento rápido). Íon de lítio não removível


Android smartphone

·       Android 9 - atualização garantida para Android 10, patches de segurança em tempo de vida a cada 90 dias


Ecrã

  • Super Bright 5,65" HD+ 18:9 IPS display (1440 x 720).

  • Ecrã sensível ao toque pode ser utilizado com luvas ou com dedos molhados


Desempenho e conectividade

·       4GB ram, 64GB ROM, expansível com artão microSDc™ para garantir capacidade de armazenamento (microSD™ e SIM slots separados)

·       Processador Mediatek Helio P35 Octacore 2.3GHz

·       LTE Cat 6, (VoWiFi, VoLTE, ViLTE suportado)

·       WiFi dual band (2.4GHz/5GHz), BT5.0, NFC

·       GPS, AGPS, GLONASS/Galileo

·       Nano SIM (variantes SIM duplas e únicas)

·       Sensor de impressão digital

·       USB Type C (impermeável)

·       3.5mm audio jack (waterproof)


Outros

·       Catálogo de aplicativos com curadoria para usuários de dispositivos robustos CAT

·       Garantia abrangente a quedas e desafios extremos.


MS lança vídeos para o Tasks, Yammer e Fluid Framework

12-11-2019 | 09:00 | Aberto até de Madrugada


A Google tem o seu Material Design, mas o nome aplicar-se-ia igualmente bem ao Fluid Framework da MS, com os mais recentes vídeos do Tasks e Yammer a revelarem-se ainda melhores que os próprios programas.

Já estamos habituados a filmes que investem mais no seu trailer do que propriamente no filme, mas neste caso podemos dizer que é algo que poderá ser melhor comparado aos jogos que nos apresentam espectaculares vídeos de introdução... que depois nada têm a ver com o jogo em si. De qualquer forma, não é por isso que não os podemos apreciar, vendo como a inspiração para o design destas apps se transpõe de / para elementos físicos, numa metamorfose digital.

Que todas as apps, por mais "banais" que sejam, pudessem contar com vídeos assim! :)