PlanetGeek

Como bloquear um iPhone para pedir o código

02-07-2022 | 20:00 | Aberto até de Madrugada

Há um atalho rápido que permite bloquear um iPhone de modo a que não possa ser desbloqueado via Face ID ou Touch ID e obrigue a pedir o código PIN ou password.

O Face ID, ou o anterior Touch ID, são incrivelmente convenientes a nível de facilitar o acesso a um iPhone sem que seja necessário estar a desbloqueá-lo constantemente através da introdução de um código PIN (ou password, no caso de quem quer maior segurança). No entanto, essa conveniência também pode funcionar contra o utilizador no caso de um roubo ou apreensão iminente.

Nos EUA, por exemplo, uma pessoa pode ser legalmente forçada a desbloquear o seu iPhone através do Face ID ou Touch ID, mas não pode ser forçada a divulgar o código ou password de acesso. E, num caso de roubo, o processo de desbloquear um iPhone via Face ID passaria por apontar o iPhone à cara do dono, mas tentar obrigá-lo a revelar o código PIN poderia demorar demasiado tempo ou atrair demasiadas atenções. E em ambas as situações torna-se conveniente ter um método de invalidar esse desbloqueio rápido.

Uma das formas de obrigar um iPhone a pedir um código é desligá-lo. Infelizmente, o processo de o desligar é algo que agora pode demorar demasiado tempo e obriga a olhar para o ecrã; mas felizmente existe uma alternativa.

É possível "bloquear" um iPhone mantendo os botões laterais de power e volume pressionados durante alguns segundos.
Este método funciona tanto com o botão de power + volume up (a mesma combinação para fazer uma captura de ecrã) como o botão de power + volume down. Devendo pressionar-se até que se sinta uma ligeira vibração ou apareça o ecrã que permite desligar o iPhone ou fazer uma chamada de emergência.

O detalhe que a maioria dos utilizadores desconhece é que, assim que se chega a este ecrã, o iPhone fica em modo bloqueado, sendo necessário voltar a introduzir o código PIN ou password mesmo que se tente usar o Face ID ou Touch ID.

É por isso, um processo que será conveniente conhecer - e até treinar de forma regular - para que possa ser usado de forma automática em qualquer ocasião em que tal possa vir a ser necessário.

Como fazer um LED funcional de 50 mm

02-07-2022 | 17:30 | Aberto até de Madrugada

O projecto de hoje celebra os populares LEDs com uma versão em tamanho gigante que pode ser usada como candeeiro de mesa.

Os fãs dos LEDs podem demonstrar o seu fascínio por estes pequenos elementos luminosos de forma bastante mais visível: um mega-LED de 50 mm, dez vezes maior que um LED tradicional de 5 mm.

Apesar de ser um projecto de "LEDs", não têm que se preocupar com questões de electrónica, já que 99% do trabalho tem mais a ver com a criação do molde e a recriação do formato característico do LED, em versão aumentada, em resina.
Este mega-LED replica em detalhe os elementos internos do LED, e utiliza ele próprio um LED de 1 W no seu interior para se iluminar. Quem desejar, poderá testar algumas variantes alternativas, usando - por exemplo - um LED RGB para maior versatilidade a nível dos efeitos luminosos.

LEGO Loop Coaster vem com loop duplo e elevador

02-07-2022 | 15:30 | Aberto até de Madrugada

A LEGO tem mais um conjunto obrigatório para os fãs das montanhas russas, o imponente Loop Coaster.

O LEGO Loop Coaster (10303) é uma mega construção para quem é fã das montanhas russas ou de construções mais dinâmicas, apresentando-nos com um percurso que inclui dois loops após uma vertiginosa queda de uma torre com quase 1 metro de altura.


O sistema conta com um elevador para voltar a levar os carrinhos de volta ao topo da torre, que pode ser de acção manual ou automatizada com um motor LEGO.

Convém apenas certificarem-se que têm espaço para este conjunto, que depois de construído fica com 92 cm de altura, 85 cm de largura e 34 cm de profundidade. Tem 3756 peças e custa 399 euros, estando disponível desde já para os clientes LEGO VIP.

Google Keep já permite arrastar imagens para outras apps em tablets Android

02-07-2022 | 13:30 | Aberto até de Madrugada

Como parte da nova aposta nos tablets, o Google Keep já permite arrastar imagens para outras apps.

A Google parece empenhada em recuperar o tempo perdido de todos os anos que passou a ignorar os tablets, com uma série de actualizações que dá às suas apps algumas capacidades que se poderia pensar que já deveriam estar disponíveis há muito.

Entre elas está a capacidade de se poder arrastar imagens do Google Keep para outras apps Android. Para isso bastará fazer toque prolongado sobre a imagem, até que a mesma fique seleccionada em destaque, e de seguida arrastar para outra app que se tenha ao lado.
O mais estranho no meio de tudo isto é que esta funcionalidade já está disponível no sistema desde o Android 10, e no entanto, só agora a Google parece se ter lembrado de a adicionar a algumas das suas apps - com ênfase no "algumas". Por exemplo, o Gmail ainda não permite fazer o mesmo tipo de acção sobre os seus anexos, o que contribui para uma falta de uniformidade que penaliza os utilizadores que tentarem utilizar uma função que se pensaria ser transversal a todo o sistema.

NASA mostra primeiras imagens do James Webb a 12 de Julho

02-07-2022 | 11:00 | Aberto até de Madrugada

A NASA anunciou que vai mostrar as primeiras imagens de galáxias captadas pelo telescópio espacial James Webb a 12 de Julho.

Depois do moroso processo de alinhamento e calibração dos seus instrumentos, estamos finalmente na recta final para vermos o resultado das capacidades do James Webb. A NASA vai revelar as primeiras imagens do novo telescópio espacial a 12 de Julho, antecipando apenas que nos permitirá ver mais longe no universo do que nunca.
Mais do que espreitar mais longe no universo, o James Webb tem também a capacidade de detectar com mais precisão a composição da atmosfera em exoplanetas, podendo ajudar a localizar planetas que potencialmente tenham condições para suportar vida.

Mas, por agora contentamos-nos com ver as primeiras imagens daquilo que está a ver. Fica a data marcada para 12 de Julho.


Ruas do Porto no "World's Best Drives" da Mazda

02-07-2022 | 10:00 | Aberto até de Madrugada

Um painel de quatro especialistas elegeu as suas preferências em diversos tipos de cenários de condução, palcos para explorar na perfeição a dinâmica e o prazer de condução tão distinto dos automóveis Mazda e um dos cenários eleitos foi a cidade do Porto.

Melhor percurso urbano: Porto, Portugal

Comprimento: 7,4 km

Ao atravessarmos este património mundial de rara beleza é difícil acreditar que, noutras épocas, pilotos de Fórmula 1 costumavam acelerar através das suas ruas estreitas. Mas é um facto que o fizeram, nos anos de 1958 e de 1960. “O Porto é uma das minhas cidades favoritas”, afirma Odiel Mennink, um dos 4 especialistas que participaram nesta eleição. “É uma cidade onde não precisamos de nada, onde podemos, facilmente, deixar-nos desfrutar de dois ou três dias a vaguear pelas ruas antigas da zona da Ribeira.”

Melhores modelos Mazda para explorar a cidade: Para desfrutar das melhores paisagens há que aproveitar a elevada posição de condução do elegante Mazda CX-5. Já o Mazda MX-30 EV, com sistema de carregamento rápido, mostra-se perfeito para explorar a cidade. Já o pequeno e enérgico Mazda2 foi projectado para um ambiente urbano de grande azáfama, sendo sempre divertido de conduzir.

Outras recomendações: Monte-Carlo (Mónaco); Singapura (Singapura); Montreal (Canadá); Melbourne (Austrália).

Melhor subida de rampa: Pikes Peak, EUA

Comprimento: 19,6 km; Curvas: 156; Diferença de altitude: 1.438 m; Tempo (recorde): 7 minutos 57,148 segundos

Outras recomendações: Hakone Turnpike (Japão); Mount Evans (EUA); Race to the Sky Cardrona Valley (Nova Zelândia).


Melhor passagem de montanha: Irohazaka, Japão

Inauguração: 1954, Diferença de altitude: 396 metros

Outras recomendações: Passo Dello Stelvio (Itália); Trollstigen (Noruega); Jebel Hafeet Street, (EAU); Furkapass (Suíça)


Melhor percurso costeiro: Atlanterhavsvegen, Noruega

Comprimento: 8,3 km; Pontes: 8; Largura: 6,4 metros: Gradiente máximo: 8%
Outras recomendações: Pacific Coast Highway (EUA); Chapman’s Peak (África do Sul); Causeway Coast, (Irlanda do Norte); Great Ocean Road (Austrália).


Melhor Percurso Cultural: Targa Florio, Sicília Comprimento: 446 km; Primeira edição: 1906


Outras recomendações: Franschhoek Pass (África do Sul); The Silo Art Trail (Austrália); Cabot Trail (Canadá).


Melhor Road Trip Épica: Route 66, EUA

Estados atravessados: 8; Fusos horários: 3; Data do comissionamento: 1926

Outras recomendações: The North Coast 500 (Escócia); Hringvegur / Route 1 (Islândia); Trans-Canada Highway (Canadá); State Highway 1 (Nova Zelândia).


[via Pela Estrada Fora]

Citroën apresenta C4 X e ë-C4 X

02-07-2022 | 09:00 | Aberto até de Madrugada

A Citroën revelou o C4 X e o ë-C4 X Eléctrico, para clientes que procuram uma alternativa às ofertas de dois volumes e aos SUV.

Na linha do Citroën C5 X, o estilo dos ë-C4 X e C4 X desafia as definições tradicionais das carroçarias compactas, ao propor aos clientes algo de inovador e distinto: um design que combina a silhueta elegante de um fastback com o visual moderno de um SUV, bem como o requinte intemporal e o espaço a bordo de uma berlina de 4 portas.

Os clientes dos C4 X e ë-C4 X 100% eléctrico irão também beneficiar de uma interface de infotainment de nova geração da Citroën, denominada MyCitroën Drive Plus, uma tecnologia completa dedicada à conectividade e aos serviços conectados.
Protagonista da transição energética, a Citroën dá também o passo ousado de propor apenas a versão totalmente eléctrica ë-C4 X em muitos dos seus mercados europeus onde as vendas de veículos electrificados já se encontram mais amadurecidas. Com o seu motor de 100 kW, com uma autonomia homologada de 360 km (WLTP), o ë-C4 X será o único automóvel 100% eléctrico a oferecer esta atraente combinação de design, conforto e espaço no mercado de carros de grande consumo, no segmento médio. Dispondo de um grande volume de bagageira, de 510 litros, acompanhará as famílias nas diferentes fases das suas vidas, sendo que para os profissionais será o parceiro ideal das viagens diárias na cidade, nomeadamente para motoristas privados ou profissionais.
Os clientes que preferirem um motor de combustão eficiente, nos mercados internacionais, bem como em alguns países europeus, poderão optar entre os blocos diesel PureTech ou BlueHDi, propostas mais que comprovadas e com um excelente desempenho.

As novas versões ë-C4 X e C4 X serão produzidas exclusivamente na Europa, para todos os mercados, na fábrica da Stellantis de Villaverde, nas imediações de Madrid (Espanha), e as vendas começarão progressivamente no outono de 2022.

[via Pela Estrada Fora]

Google facilita transferência de iPhone para Android

01-07-2022 | 20:00 | Aberto até de Madrugada

A Google volta a lançar uma campanha que incentiva a transição de iPhones para Androids.

É normal que, com o passar dos anos, enquanto uns utilizadores se acomodam às limitações dos seus smartphones, outros sintam curiosidade em testar outra plataforma. São estes últimos que a Google quer dar o incentivo final para que considerem mudar de um iPhone para um Android.

A Google já disponibilizou a sua app Switch to Android há alguns meses, que facilita o processo de copiar dados de um iPhone para um novo Android. Agora, reforça isso com uma nova página de transferência para Android que refere várias vantagens da sua plataforma face ao iOS da Apple.
Os 10 pontos destacados pela Google são:
  1. “Express yourself in new ways” – Gboard (emoji mashup stickers), Messages app, e RCS
  2. “Video chat with anyone, anywhere” –  Google Meet, WhatsApp, e até o FaceTime via Chrome
  3. “Tune into your favorite music” –  Referindo que existe a app Apple Music para Android.
  4. “Your favorite apps and more” – Google Play Store
  5. “A privacy-first approach” – Protecção anti-spam e anti-malware na Play Store e nos Google Services, Messages, etc.
  6. “More devices that work better together” – Chromebooks, Wear OS watches, Google TV, Fast Pair headphones, e até a possibilidade de se usarem AirPods com Androids
  7. “Get more done with Google apps and services” – Google Translate, Docs
  8. “Share music, photos and more across devices” – Nearby Share entre Android e Chrome OS, Google Photos, etc.
  9. “Customize your Home screen with Android Widgets” – Possibilidade de maior personalização do home screen
  10. “Technology that’s useful for everyone” – TalkBack e Live Transcribe
Embora sejam pontos válidos, diga-se que muitos deles acabam por ser inconsequentes, já que também os utilizadores iOS têm acesso a isso ou algo equivalente - e com o iOS 16, até passam a ter widgets no lock screen, que o Android já teve e removeu. Dito isto, não se pode discutir que há muito mais abertura no campo Android, a começar pela facilidade de se poderem instalar apps de fora da Play Store, se os utilizadores assim o desejarem; ou de usarem outros browsers que não estão obrigados a utilizar o (único) motor permitido pelo sistema; ou de mudarem por completo o interface do seu smartphone utilizando launchers alternativos.

Mas, nada como experimentar, sabendo que haverá um período inicial de habituação / adaptação em que não se deverá tomar uma decisão precipitada de regressar ao que já se conhece e é mais familiar.

Viagem ao mundo da droga (no Irão)

01-07-2022 | 19:42 | Gonçalo Sá

"A LEI DE TEERÃO" foi um dos grandes êxitos de bilheteira do cinema iraniano dos últimos anos, teve um pecurso aplaudido em festivais e chega finalmente ao circuito comercial português. Apesar do atraso (estreou-se em casa em 2019), valeu a pena esperar por este thriller à prova de bala, no qual Saeed Roustayi mede o pulso ao narcotráfico.

A Lei de Teerão.jpg

Segunda longa-metragem de Saeed Roustayiy, "A LEI DE TEERÃO" sucede a "Life and a Day" (2016), que não passou por salas portuguesas, e ajudou a despertar atenções em torno do jovem realizador que entretanto já assinou "Leila's Brothers", estreado este ano em Cannes. Mas nem é preciso ter visto esses outros dois títulos para juntar o nome do iraniano à lista de cineastas conterrâneos a seguir. Este policial enxuto, justo e realista é mais do que suficiente para dar prova do seu talento e destaca-se como mais um óptimo motivo para continuar a acolher filmes das mesmas origens por cá - e 2022 já registou outras boas surpresas em "Um Herói", de Asghar Farhadi, ou "O Perdão", de Maryam Moghadam e Behtash Sanaeeha.

Descrito por algumas vozes como uma resposta iraniana a "Os Incorruptíveis Contra a Droga" (1971), o filme partilha o método detalhadamente procedural com o clássico de William Friedkin enquanto também mergulha no submundo do narcotráfico de outra grande cidade. Mas é bem mais do que uma derivação de modelos do policial norte-americano, valendo-se da ambiguidade que tem dominado os melhores exemplos seus conterrâneos, geralmente a partir do drama, e de uma abordagem estética que não esconde a experiência documental do seu autor.

A Lei de Teerão 2.jpeg

Se por um lado "A LEI DE TEERÃO" segue códigos narrativos que facilitam a sua aproximação de um público ocidental - e que também ajudarão a explicar o sucesso dentro de portas -, há muito de singular num thriller que obriga o espectador a reavaliar as suas simpatias pelas personagens, sobretudo ao começar por seguir um agente de uma brigada de narcóticos antes de desviar o protagonismo para o traficante que este persegue.

Propondo um jogo do gato e do rato que vai diluindo o maniqueísmo sugerido ao início, Roustayi concentra-se nas razões, ambições e obsessões dos dois antagonistas, dando bastante mais ênfase aos combates psicológicos do que aos físicos. Não que faltem sequências de acção trepidantes, com o filme a afirmar-se na realização e na montagem - de uma perseguição pelas ruas de Teerão logo ao início à rusga a uma impressionante e degradada zona dominada por toxicodependentes. Mas as disputas verbais são tão ou mais intensas, sublinhando os méritos de Roustayi como argumentista.

A Lei de Teerão 3.jpg

Da sucessão de detenções, interrogatórios e cenas de tribunal resulta um retrato crítico do sistema policial, prisional e judicial iraniano, incapaz de fazer frente ao número avassalador de vítimas da droga no Irão (mais de seis milhões e meio, diz uma personagem a certa altura). O filme aponta em especial os absurdos de uma lei onde a pena de morte se impõe como via única, mas não passa ao lado dos abusos da brigada de narcóticos, tornando-se aí um parente próximo de "Tropa de Elite", de José Padilha, ou das séries "Fauda" (Netflix) e "We Own This City" (HBO Max), que também se debruçam sobre a arbitrariedade da autoridade policial.

Ainda assim, todo este edifício formal e narrativamente sólido desmoronaria sem uma direcção de actores à altura. Felizmente, também aí "A LEI DE TEERÃO" é bem sucedido, com duas grandes interpretações no centro de um elenco sem deslizes: Payman Maadi (excelente actor do excelente "Uma Separação", de Asghar Farhadi), na pele do líder da brigada de narcóticos, e Navid Mohammadzadeh, brilhante como barão da droga cuja angústia chega a níveis quase shakesperianos na recta final de uma das melhores estreias do ano.

4/5

Raspberry Pi ganha Pico W com WiFi

01-07-2022 | 17:30 | Aberto até de Madrugada

Depois do pequeno Pico, passamos a ter um Raspberry Pi Pico W que adiciona o indispensável WiFi.

O pequeno e económico Raspberry Pi Pico veio ampliar a gama de projectos de baixo custo que era possível fazer com um Raspberry Pi, mas a ausência de WiFi limitava a sua utilização. Isso fica agora resolvido com a chegada desta nova variante.

O Raspberry Pi Pico W mantém as mesmas características do Pico mas passa a contar com WiFi. Com isso, o seu preço sofre também uma actualização que é percentualmente substancial (+50%) mas que na prática apenas faz com que o preço base de $4 passe para $6, ainda bastante acessível.


Ter em conta que estamos limitados a WiFi 802.11n nos 2.4 GHz.

A par deste novo Pi temos outro par de novos modelos, o Pico H e o Pico WH, que na prática são os Pico e Pico W mas que vêm com pinos já soldados e com ficha para debug, para quem não quiser o trabalho de estar a fazer isso.

Notícias do dia

01-07-2022 | 16:30 | Aberto até de Madrugada

UE prolonga roaming gratuito até 2032; Apple impedida de usar os seus modems 5G por patentes da Qualcomm; Infinix prepara carregador de 180 W; China aposta em sistema operativo próprio para evitar dependência no Windows; malware ZuoRAT infecta routers e computadores.

Antes de passarmos às notícias, já temos novo passatempo semanal, que desta vez te pode valer um selfie stick / mini tripé Gritin Palo. E, sendo início do mês, é a altura ideal para aderires ao nosso Clube AadM+ para descontos exclusivos e prémios mensais adicionais.

Starlink autorizada a fornecer serviço em movimento

A FCC norte-americana deu autorização à SpaceX para expandir o serviço Starlink a veículos em movimento.

Apesar de já várias pessoas terem testado a ligação Starlink via satélite em veículos, esta autorização abre as portas à oferta oficial do serviço para levar internet a auto-caravanas, camiões, aviões, embarcações, etc. Até agora, a única oferta oficial além do serviço fixo residencial, era a de utilização para autocaravanas, mas destinando-se a ser usado de forma estacionária.

Por agora, a SpaceX enfrenta outro problema "terrestre", já que existe uma potencial expansão da gama de frequências 5G nos EUA que poderá causar bastantes interferências no serviço Starlink.


Netlix com publicidade pode reduzir clientes pagos actuais

A Netflix está em modo de alerta com a perda de subscritores, e já confirmou que iria lançar modalidades mais baratas com apresentação de publicidade - um sistema do qual se tinha mantido afastado até agora. No entanto, a táctica pode não funcionar como a Netflix espera, e ter precisamente o efeito oposto.

Alguns analistas estão a alertar que a introdução de mensalidades mais baratas poderá canibalizar as actuais subscrições, fazendo com que muitos clientes abandonem as subscrições mais caras para adoptarem as novas subscrições mais baratas, preferindo ver um pouco de publicidade. Uma opção bastante provável tendo em conta que a Netflix tem mantido uma mensalidade bastante acima da de serviços concorrentes, como o Disney+ e HBO Max.

Mas, por agora, o que mais preocupará os actuais utilizadores é saber se a Netflix irá mesmo perseguir quem partilha o serviço com vários amigos - outra das tácticas populares para reduzir o valor efectivo da mensalidade.


Amazon facilita cancelamento do Prime na Europa

A Amazon comprometeu-se a abandonar o uso de "dark patterns" para dificultar o processo de cancelar o serviço Amazon Prime na Europa.

O serviço Amazon Prime é excelente para quem faz compras frequentes na Amazon (ou simplesmente quer ter acesso ao Amazon Prime Video ou outros serviços incluídos), mas infelizmente era também um dos maus exemplos em que a Amazon - tradicionalmente tão amiga dos clientes - lhes dificultava a vida, sendo necessário passar por inúmeros passos para cancelar o serviço. Agora, os utilizadores poderão cancelar o serviço com apenas dois cliques, com facilidade equivalente à adesão ao serviço.


Newsblur com interface renovado

O Newsblur tem sido o meu leitor online de feeds RSS desde a morte do Google Reader, e agora sofreu um actualização visual que o torna bastante mais moderno.

Apesar de, para a maioria dos utilizadores de RSS, o essencial serem as funcionalidades - e nesse aspecto, a sua imensa versatilidade de ser configurável de acordo com o que cada um pretende, não ter rival - o novo interface ajudará a cativar novos utilizadores que não queiram perder tempo a tratar dessa configuração. Adicionalmente, além das modalidades existentes, passa também a haver uma nova modalidade premium de $99/ano que garante um arquivo ilimitado de todos os feeds.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: O RSS foi lançado pela Netscape em 1999 no seu portal MyNetscape, mas acabou por abandoná-lo. O sistema ainda é utilizado hoje em dia, como forma de subscrever notícias e sites na web sem necessidade de visitar cada site individualmente.


Licença vitalícia do Microsoft Windows 10 Pro por apenas €13

01-07-2022 | 15:30 | Aberto até de Madrugada

Temos nova promoção com diversas versões do Windows e Office a preço reduzido, perfeita para quem procura um Windows 10 a preço de saldo ou pretende fazer a sua actualização gratuita para o Windows 11.

Desde o lançamento do Windows 11 pela Microsoft, são muitos os utilizadores que querem fazer a transição para este novo Windows. É uma actualização gratuita para quem tiver um Windows 10 activado, mas também é possível fazer uma instalação de raiz usando uma das novas licenças do Windows 11.

Código de desconto 35%: AB35

Windows

Lifetime MS Windows 10 Pro OEM KEY GLOBAL €13,69 (35% off code AB35)
Lifetime MS Windows 11 Pro OEM KEY GLOBAL €18,34 (35% off code AB35)
Lifetime MS Windows 10 Home OEM KEY GLOBAL €11,26 (35% off code AB35)
Lifetime MS Windows 11 Home OEM KEY GLOBAL €17,62 (35% off code AB35)

Office

Lifetime MS Office 2021 Professional Plus Key GLOBAL €41,36 (35% off code AB35)
Lifetime MS Office 2019 Professional Plus Key GLOBAL €36,58 (35% off code AB35)
Lifetime MS Office 2016 Professional Plus Key GLOBAL €22,52 (35% off code AB35)
Lifetime MS Office Home And Student 2019 Key GLOBAL €29,45 (35% off code AB35)

Combos Windows+Office

Lifetime Windows 10 Pro + Office 2016 Pro Plus CD Keys Pack €34,36 (35% off code ​AB35)
Lifetime Windows 10 Pro + Office 2019 Pro Plus CD Keys Pack €48,02 (35% off code AB35)

O processo de compra é bastante simples, bastando ir adicionando os produtos pretendidos ao carrinho de compras, e inserir o código de desconto no campo respectivo antes de prosseguir para o checkout.
Como activar o código de desconto AB35
Depois de adicionado ao carrinho (botão Comprar Agora), antes de confirmar a encomenda, deverá inserir o código AB35 na caixa "Código de promoção" e clicar em "Aplicar".

É possível fazer o pagamento via PayPal - o que é sempre recomendado como medida de protecção adicional em todas as compras online - e temos à disposição o serviço de suporte via live chat no site ou através do email [email protected]  .


Como activar a licença do Windows 10 / 11
Para activar a licença do Windows 10 ou Windows 11, basta aceder às configurações do Windows e, na secção "Ativação" clicar no botão "Alterar chave do produto". Surgirá uma janela onde se pode inserir o código de activação do Windows que acabou de adquirir.
Ao concluir, será apresentada uma mensagem informando que a licença está activa e validada.
É possível fazer o pagamento via PayPal - o que é sempre recomendado como medida de protecção adicional.

Não se esqueçam que no caso dos Windows e Office, o download continuará a ser feito do site da Microsoft, com a compra a disponibilizar apenas as chaves para activar os produtos:

[Artigo patrocinado por Mediamz]
















Apple impedida de usar os seus modems 5G por patentes

01-07-2022 | 14:30 | Aberto até de Madrugada

Os atrasos na transição para os modems 5G da Apple nos iPhones parecem ser devido a questões de patentes.

Há anos que a Apple está a trabalhar no desenvolvimento dos seus modems 5G para se livrar da Qualcomm, tendo até comprado a divisão da Intel que também estava a trabalhar nisso. Mas o atraso nessa transição, que alguns assumiam dever-se a problemas técnicos, parece estar afinal relacionado com questões de patentes com a Qualcomm.

Os tribunais rejeitaram recentemente os pedidos da Apple para tentar invalidar algumas patentes, e isso faz com que a Apple continue presa à Qualcomm por mais alguns anos. E curiosamente não são questões de ordem técnica do 5G, mas sim coisas bastante mais básicas, como o sistema de cancelar uma chamada com o envio de uma mensagem a dar um motivo, ou a forma como se faz a transição entre uma chamada e uma app.

A questão é que, por agora, a Apple pode implementar esses sistemas por estarem englobados no acordo que tem com a Qualcomm (em vigor até 2025 com opção de prolongamento até 2027), mas se a Apple quiser cancelar o acordo e adoptar os seus próprios modems 5G, a Qualcomm pode processá-la. Por outro lado, essas patentes expiram em 2029 e 2030, pelo que no final da década isso deixará de ser problema - até lá, vai ser interessante ver como é a Apple vai lidar com o caso, já que não é previsível que a Apple espere tanto tempo para começar a usar os seus próprios modems 5G nos iPhones.

China aposta em sistema operativo próprio para evitar dependência no Windows

01-07-2022 | 13:00 | Aberto até de Madrugada

A China está a reforçar a aposta no seu sistema operativo Kylin para evitar a dependência no Windows.

O objectivo da China se afastar dos sistemas operativos ocidentais não é algo novo. Há muito tempo que a China tem apostado no Kylin como alternativa ao Windows, e agora reforça essa aposta.

A nova iniciativa openKylin conta com a parceria de uma dezena de empresas, e qualquer indivíduo interessado, para contribuir para o sistema operativo chinês. Isto, com o objectivo de o tornar mais apelativo e capaz de começar a ter impacto prático, já que apesar dos desejos da China, o Windows continua a ser usado em 85% dos computadores, e o macOS tem também conquistado cada vez mais chineses por conta dos MacBooks.

Ao estilo do que aconteceu com a Huawei quando lançou o HarmonyOS, e revelou ser apenas um Android disfarçado, também o Kylin é um sistema que é baseado em Linux e tira partido de todo o desenvolvimento já feito pela comunidade open-source (o que não deixa de ser uma excelente opção, em ambos os casos).
Como o caso da Huawei demonstrou, a dependência da China em tecnologia ocidental é um risco, já que a porta se pode fechar a qualquer momento - e por isso faz todo o sentido que tente reduzir essa exposição.

Aliás, é algo que também a Europa deveria fazer. Infelizmente, as iniciativas que tentam substituir o Windows e produtos Microsoft por alternativas open-source acabam quase sempre por ser derrotadas pelo comodismo e pressão da MS, fazendo com que em muitos casos se regresse ao Windows. Mas, com cada vez mais serviços a migrarem para a cloud, começamos a ficar no ponto em que o sistema operativo base vai perdendo importância, bastando que exista um browser para se ter acesso ao que se precisa.

IKEA apaga mobiliário de casa para adicionar móveis em realidade aumentada

01-07-2022 | 12:55 | A Minha Alegre Casinha

A IKEA está a melhorar a sua ferramenta de realidade aumentada, permitindo apagar mobiliário já existente nas nossas casas.

Há muito que a IKEA nos dá a possibilidade de ver como é que peças de mobiliário (e outras) ficam em nossas casas usando realidade aumentada. No entanto, a ilusão da realidade aumentada apenas funciona bem quando é utilizada num local vazio, rapidamente se quebrando a ilusão quando se começa a sobrepor elementos virtuais em cima de móveis já existentes. Daí que agora chegue uma funcionalidade bastante interessante que revitaliza o interesse nesta tecnologia.

Usando o Ikea Kreativ Scene Scanner, não só podemos continuar a adicionar mobiliário virtual às nossas salas, como também podemos eliminar mobiliário existente, para se ficar com uma estimativa mais realista do que seria o resultado final.
Facilmente se pode imaginar como o efeito seria através de óculos de realidade virtual / aumentada como os que se esperam que venham a dominar o mercado nos próximos anos. Apenas há que ter atenção para depois não se tropeçar num móvel que foi eliminado na vista virtual, mas que continua a existir no mundo real.

5 Best PHP Books for Beginners & Advanced Programmers

01-07-2022 | 12:37 | Manuel Lemos

By Manuel Lemos
Books are one of the most popular means of learning about any topic.

Suppose you are a developer willing to become better at any topic about PHP and related technologies. In that case, you certainly are interested to know about good books that others recommend to learn.

Read this short article to learn about some books recommended for beginner and advanced PHP programmers by Anastasiia Lastovetska, a technology writer at MLSDev.

UE prolonga roaming gratuito até 2032

01-07-2022 | 11:00 | Aberto até de Madrugada

Fazendo-nos recordar os tempos em que roaming era sinónimo de pesadelo, temos a boa notícia de que a UE garantiu o roaming gratuito por mais uma década, até 2032.

A iniciativa que permite usar as condições do tarifário doméstico quando se está em roaming noutro país da UE foi prolongado até 2032; e com isso, os europeus podem fazer chamadas e aceder a dados móveis tal como se estivessem no seu país de origem, sem se preocuparem com custos acrescidos por estarem noutro país.

Hoje em dia podemos agradecer a despreocupação com que se pode utilizar o smartphone quando se visita outro país da UE, mas aquilo que parecerá um mito urbano para alguns ainda são memórias recordadas por muitos, dos tempos em que o roaming era quase sempre associado a pesadas contas no final do mês. Em tempo, poderia considerar-se quase mágico estar a receber uma chamada no nosso número de telemóvel mesmo quando se estava noutro país - ainda me recordo claramente da minha primeira chamada recebida em roaming, com um amigo a perguntar "estás em casa?" e eu a responder "nem por isso, estou na Alemanha!".

Nessa altura cada chamada feita, ou recebida(!), era paga a peso de ouro (se bem me recordo as chamadas recebidas eram ainda mais caras, tornando mais conveniente cancelar a chamada e fazer a chamada de volta). E tínhamos ainda os casos de quando se estava perto da fronteira com Espanha, se estar sujeito a que o telemóvel se ligasse a uma rede espanhola e fosse contabilizada como roaming, apesar de se estar em Portugal - muitas vezes com isso a apenas se fazer notar quando a conta chegava.

A política do roaming gratuito é um excelente exemplo de como as coisas podem / devem funcionar num mercado único, mas há ainda muitas outras coisas que devem ser melhoradas, como uma melhor uniformização a nível dos tarifários, que por cá ainda nos fazem mendigar alguns gigabytes de dados, que noutros países são dados com fartura a uma fracção do preço que pagamos. Esperemos que por altura da próxima renovação do roaming, já todos os operadores tenham evoluído para oferta de dados móveis ilimitados a preços convidativos.

Drako Dragon promete ser mais rápido que o Tesla S Plaid

01-07-2022 | 10:00 | Aberto até de Madrugada

A Drako está a prepara novo hiper-carro eléctrico com mais de 2000 cv, o Drako Dragon.

Depois do Drako GTE (na foto abaixo) com cerca de 1200 cv (900kW) e capaz de atingir os 331 km/h, a marca prepara um hiper-carro ainda mais radical.

O futuro Drako Dragon de 2000 cv (1500 kW) superará os 1700 cv do Koenigsegg Gemera, tornando-o no carro de 5 lugares mais potente do mercado, e será capaz de acelerar até aos 100 km/h em 1.9 segundos, velocidade máxima superior a 320 km/h, e fazer os 400 metros em menos de 9 segundos.
[o anterior Drako GTE]

Como não podia faltar num hiper-carro, nem sequer vão faltar as portas de abertura para cima.

Tendo em conta que o anterior modelo tinha um preço de mais de 1 milhão de euros, não é provável que este modelo seja muito mais económico. Ainda assim, a marca diz que este Dragon irá ter um preço "competitivo", devendo isso ser interpretado da forma que cada um quiser.

MicroSD 128GB SanDisk Extreme a €20

01-07-2022 | 09:00 | Aberto até de Madrugada


Os cartões de memória são acessórios sempre bem vindos e e hoje temos mais uma oportunidade para adicionar 128GB de memória aos nossos smartphones, câmaras e demais dispositivos que lhes dêem uso.

Quer seja para ampliarem a memória do smartphone e poderem carregar convosco mais fotos, músicas e filmes, para utilizarem numa câmara fotográfica digital, numa câmara de vigilância ou action cam, ou até mesmo para uma câmara no pára-brisas do automóvel - que se vai tornando cada vez mais recomendada para lidar com os "fenómenos" que vemos nas estradas - há sempre lugar para aplicar um destes cartões microSD classe A2 (podem espreitar o que significa isto das classes dos microSD aqui).


Actualmente podemos comprar este cartão microSD SanDisk Extreme de 128B por apenas 20.50 euros na Amazon Espanha.

As velocidades anunciadas são de 160MB/s de leitura e 90MB/s de escrita. É o tipo de cartão que já pode lidar sem problemas com os requisitos mais avançados de gravação de vídeo Ultra HD 4K, ou para utilizar num smartphone sem que atrase excessivamente o acesso a apps a funcionarem directamente do cartão. Se precisarem de ainda mais espaço, o SanDisk Extreme Pro de 512GB está disponível por 99.99 euros. Em alternativa, têm também o SanDisk Ultra de 64GB por apenas 9.90 euros.


Acompanha as melhores promoções diárias no nosso grupo AadM Promos.

Produtos da Semana

01-07-2022 | 08:00 | Aberto até de Madrugada

A nossa rubrica de Produtos da Semana agrupa uma lista de produtos e notícias que vamos compilando ao longo da semana e que achamos que será do interesse geral.

Philips apresenta novo monitor QHD de 34"

Um novo modelo junta-se agora ao extenso portefólio da Philips Monitors, um que definirá os novos padrões das videochamadas: o Philips 34E1C5600HE.

O Philips 34E1C5600HE tem funcionalidades para todas as profissões, desde as áreasorientadas para o grafismo, como fotografia e CAD-CAM, às áreas orientadas para os números, como contabilidade e finanças. Com o seu painel de alto desempenho de 34 polegadas, a sua resolução CrystalClear UltraWide QHD 3440 x 1440 e a sua tecnologia Ultra Wide-Color, este monitor oferece uma experiência visual excecionalmente vibrante e satisfatória. Amplos ângulos de visão de 178º/178º, combinados com um generoso formato de 21:9, levam a uma maior produtividade com espaço suficiente para comparações lado-a-lado, grandes folhas de cálculo e colaborações confortáveis com colegas de trabalho. Para além da sua performance visual notável, o Philips 34E1C5600HE equipa profissionais que trabalham a partir de casa com funcionalidades convenientes e inteligentes para apoiar o seu foco e produtividade. Por exemplo, videoconferências são agora uma peça fundamental do teletrabalho e este monitor oferece a qualidade, fiabilidade, e segurança que os utilizadores procuram. Uma webcam de 5MP integrada, certificada pelo Windows Hello, oferece imagens de alta qualidade, enquanto um microfone com noise-cancelling e colunas integradas de 5-watts oferecem uma comunicação clara e interação otimizada. E para uma consciência tranquila, o interruptor físico da câmara assegura privacidade ao utilizador quando não está a ser utilizada.

Conectividade flexível é um requisito nos ambientes de trabalho dos dias de hoje, independentemente do sítio, e é por isso que o Philips 34E1C5600HE inclui uma gama de funcionalidades para multi-taskers. Por exemplo, a tecnologia MultiView permite que os utilizadores trabalhem com vários dispositivos simultaneamente, enquanto um conector USB-C com fornecimento de energia dá uma solução fácil, de apenas um cabo, para a transferência de dados a alta velocidade e para carregamentos rápidos e poderosos, de uma só vez. Para além de todas estas funcionalidades, os utilizadores do Philips 34E1C5600HE também podem dar como garantido o seu conforto físico, graças ao LowBlue Mode, confortável para a vista, e à tecnologia FlickerFree, combinados com ajustes ergonómicos em altura e inclinação.

O Philips 34E1C5600HE estará disponível a partir de Julho com preço de venda de 619 euros.


Coluna SPC SOUND GO


A utilização de colunas Bluetooth portáteis aumenta durante os meses de Verão: os utilizadores querem desfrutar do bom tempo, por isso aproveitam ao máximo a mobilidade deste tipo de dispositivo. Consciente disso, a SPC, empresa tecnológica especializada no desenvolvimento de produtos eletrónicos de consumo, completa a sua nova gama SOUND de colunas Bluetooth, caracterizada pela sua grande autonomia, potência, qualidade de som, portabilidade e design. E fá-lo com a SPC SOUND GO, uma coluna ultracompacta que é ideal para o Verão.

Este novo modelo permite tocar música com som impecável durante 24 horas sem interrupções e tem um design reduzido e portátil graças ao seu peso de apenas 200 gramas e ao seu gancho clip. Além disso, este gancho foi especialmente concebido para ser usado como suporte base, sendo colocado na ranhura traseira do dispositivo. Esta característica única permite que a SOUND GO seja colocada numa posição vertical para experimentar uma melhor qualidade sonora, uma vez que a música passa muito mais diretamente. A nova coluna da SPC combina um design têxtil elegante, preto, em forma de quadrado com dimensões compactas de 96 x 93 x 43 mm. Claro que, se há uma coisa que faz a SPC SOUND GO destacar-se no mercado de colunas portáteis, é a sua grande autonomia de 24 horas, que, suportada por uma bateria de 1.800 mAh que pode ser totalmente carregada em 3,5 horas através da entrada USB Type-C, é uma grande vantagem para as viagens mais longas deste Verão. Como se não houvesse razões suficientes para destacar a SOUND GO, a sua certificação IPX7, que a torna impermeável, torna-a uma solução perfeita para ouvir música nas férias. Quer seja na praia ou nas montanhas, a SOUND GO traz a melhor experiência musical a qualquer canto do mundo. Tem 7W de potência e proporciona uma grande qualidade de som, mesmo a partir dos tons mais baixos. Pode ser facilmente emparelhada com outra coluna do mesmo modelo graças à sua tecnologia True Wireless para experimentar som estéreo, além de incorporar conexão Bluetooth 5.0 e uma entrada de jack de áudio de 3,5 mm.

A SPC SOUND GO estará disponível na primeira semana de Julho por um preço de 34,90 euros.


Huawei lança Huawei MateBook 16s


A Huawei acaba de anunciar o lançamento do novo Huawei MateBook 16s, o portátil com maior potencial entre os da modelos da Huawei MateBook Series. Fino e leve, é perfeito para profissionais e criativos que precisem de um dispositivo que lhes permita trabalhar sem problemas enquanto se deslocam livremente.

O Huawei MateBook 16s alimentado por processadores Intel Core de 12ª geração até ao i9-12900H, conta com 14 núcleos e 20 threads 4 e uma frequência turbo de até 5G Hz. Os núcleos de desempenho(núcleos P) maximizam o desempenho e os núcleos de eficiência energética, controlando as tarefas pesadas, como a renderização em tempo real e o video clipping, já os núcleos de eficiência (núcleos E), proporcionam um desempenho dinâmico multi-tarefa e uma eficiência melhorada de tarefas em segundo plano. Assim, podemos dizer que o Huawei MateBook 16s foi maximizado para ser um poderoso dispositivo para ajudar os profissionais em qualquer tarefa. No que toca a gráficos, o Huawei MateBook 16s utiliza os Intel Iris Xe Graphics para fornecer capacidades de processamento gráfico excecionais, sendo ideal para designers gráficos e editores de fotografia ou vídeo. Para proporcionar um melhor desempenho, o Huawei MateBook 16s utiliza o sistema de ventoinha dupla de barbatana ultra-grande Huawei Shark que permite um desempenho eficiente, eficaz e silencioso. Refinando cada componente chave do sistema de arrefecimento, desde o desenho do ventilador de admissão de ar até aos tubos de calor e dissipadores de calor de liga de cobre ultra-fino, a Huawei tem sido capaz de apresentar melhorias significativas neste campo. Agora, mais do que nunca, as pessoas enfrentam o modelo de trabalho híbrido e precisam de um dispositivo poderoso em que possam confiar no escritório, na escola e quando trabalham a partir de casa. A pensar nisto, o Huawei MateBook 16s oferece um espaço de reunião ideal, a qualquer hora, em qualquer lugar com a sua solução de Smart Office (Conferência Inteligente) que inclui Som AI e Câmara AI. Equipado com uma câmara de 2MP 1080p no topo do ecrã com um ângulo de 88° e microfones duplos, esta opção proporciona uma experiência de conferência imersiva, segura e eficiente, que se adapta até aos ambientes mais complexos. O Modo de Fundo de câmara virtual assistido por Inteligência Artificial 5 permite que o utilizador carregue as sua imagens favoritas como fundo virtual. Através do Modo Eye Contact, o contacto visual é garantido em todos os ângulos, permitindo que ambas as partes comuniquem e se concentrem na videoconferência, tal como, numa comunicação cara a cara. O Modo FollowCam coloca o utilizador no centro do vídeo, de forma automática e sem esforço. Os algoritmos de redução de ruído assistidos por Inteligência Artificial, são uma das tecnologias subjacentes ao AI Sound, e permitem reduzir o ruído de fundo numa chamada quando o Sound TrueVoice está ligado. Já a funcionalidade Personal Voice Enhancement 6 ajuda a ouvir apenas a voz do orador e o Sound TrueHD auxilia na captação dos detalhes da voz.

O Matebook 16s estará disponível a partir de dia 12 de Julho. A versão com processador i7 estará disponível por 1.699 euros, enquanto a versão com i9 estará disponível por 1.899 euros.


Hama Fit Watch 6900


A Hama apresentou o smartwatch / fitness tracker "Fit Watch 6900" (referência: 00178607).

O "Fit Watch 6900" combina os benefícios de um smartwatch, como a exibição de notificações e análise do sono, com as funções de um fitness tracker totalmente especificado, incluindo sistema GPS para operação sem smartphone durante a atividade desportiva. É na prática de desportos e em estilos de vida saudáveis que o "Fit Watch 6900" revela o seu verdadeiro potencial. Este smartwatch / fitness tracker da Hama permite selecionar entre 9 tipos de desportos cuja análise detalhada é perfeitamente adaptada a essa atividade. Isso inclui a tradicional corrida, mas também disciplinas independentes das distâncias percorridas, como yoga ou treino do tipo High Intensity Interval Training (HIIT). Em qualquer dos casos, é possível obter informação sobre o ritmo cardíaco, calorias queimadas e objetivos alcançados determinados previamente pelo utilizador. Porque um dos fatores da prática de desporto ao ar livre são as condições atmosféricas, o Hama "Fit Watch 6900" tem uma classificação IP68. Na prática, isto garante um equipamento à prova de água, chuva e neve para uma utilização segura em vários ambientes, incluindo corta-matos em terrenos irregulares ou na prática de desportos aquáticos. O Hama "Fit Watch 6900" também é um smartwatch completo, oferecendo um ecrã tátil a cores para uma utilização facilitada, quer esteja a consultar as notificações recebidas das principais apps de mensagens, SMS, chamadas ou emails, ou a controlar a música no seu smartphone. O "Fit Watch 6900" inclui ainda análise do sono profundo, sonhos e ao acordar, sincronizando essa informação com a app Hama FIT. Finalmente, este smartwatch / fitness tracker pode ser usado para controlar a câmara de um smartphone.

O smartwatch / fitness tracker Hama "Fit Watch 6900" (referência: 00178607) está já disponível em Portugal com um preço de 79,00 euros.