PlanetGeek

Notable PHP package: PHP httpful Request

31-05-2020 | 06:54 | Manuel Lemos

By Manuel Lemos
This package can send and process HTTP requests using handler class.

It can send HTTP requests with a wrapper class around the PHP Curl extension.

The package can also provide means to register handler classes that can parse HTTP request responses with data with a given MIME type, as well serialize request data of the same MIME type to be sent as payload of the HTTP requests that are sent.

The package already comes with built-in MIME handler classes for format data types like CSV, form data, HTML, JSON and XML.

Read this article to learn more details about how this notable PHP package works.

WD processada por usar SMR em discos NAS às escondidas

30-05-2020 | 20:00 | Aberto até de Madrugada


Já se sabia que a história da Western Digital ter enganado utilizadores, vendendo discos SMR para NAS sem qualquer indicação do que eram, não se ia ficar por aí. Agora, a WD tem que enfrentar um processo de práticas enganosas.


Os discos SMR (Shingled Magnetic Recording) permitem aumentar a densidade da informação gravada nos discos, à custa da sobreposição parcial das pistas - de forma idêntica às telhas nos telhados, que ficam encaixadas umas sobre as outras. O ponto negativo é que, sempre que for necessário alterar dados a meio de uma "fileira", é necessário reescrever toda essa fileira para que os dados fiquem devidamente sobrepostos como estavam, com o consequente impacto no desempenho.

Isso fica devidamente esclarecido no caso de um processo de reconstrução de um conjunto RAID...



Enquanto que com um disco normal esse processo pode ser concluído em cerca de 1000 minutos (aproximadamente 16 horas), num dos discos WD SMR esse mesmo processo demora 13784 minutos (cerca de 230 horas, ou quase 10 dias)! Ou seja, facilmente se percebe o motivo pelo qual os utilizadores se sentem enganados e que estão na origem deste processo contra a WD.

Vai ser interessante ver qual será a defesa da WD, já que terá que explicar: 1) porque motivo não indicou claramente que estes discos usavam tecnologia SMR; 2) porque sequer adoptou SMR para estes discos NAS, já que não usou a tecnologia para aumentar a capacidade dos discos de maior volume; em vez disso aplicando-a a discos de baixa capacidade sem que tivesse reduzido o seu preço final.

Porque é que as fichas USB estão sempre a mudar?

30-05-2020 | 17:30 | Aberto até de Madrugada


As fichas USB são consideradas standard, mas a sua aplicação prática está longe ser tão standard quanto se desejaria - pelo menos até à chegada do USB-C.

O seguinte vídeo leva-nos numa nostálgica viagem que nos recorda toda a variedade de fichas USB que tivemos que suportar ao longo das décadas, e que vão das habituais USB Type-A e Micro-B, a outras que parecem ter sido criadas só para chatear os utilizadores, como a Mini USB-B e Micro USB-A.

LEGO Lamborghini Sián FKP 37

30-05-2020 | 15:30 | Aberto até de Madrugada


Depois de outras marcas automóveis de sonho terem sido alvo de tratamento LEGO, é agora a vez da icónica Lamborghini também fazer os fãs correr até às lojas para apanharem este Sián FKP 37.

O Grupo LEGO e a Automobili Lamborghini apresentaram o muito esperado LEGO Lamborghini Sián FKP 37 em grande estilo. A apresentação contou com todo o suspense, emoção e entusiasmo da apresentação de um supercarro, mas para uma miniatura à escala, construída e movida apenas com elementos LEGO Technic.

A estrela do evento, o LEGO Lamborghini Sián FKP 37 à escala 1:8 incorpora o poder sem rival, o design visionário e a elegância futurista a edição limitada do supercarro desportivo italiano. Apresentado pela primeira vez no Frankfurt Motor Show, em Setembro de 2019, apenas 63 exemplares do Lamborghini Sián FKP 37 serão produzidos, transformando esta réplica de 3.969 peças num item de colecção imperdível para os fãs de carros de luxo e de LEGO, que procuram um desafio de construção.

Com um tom verde-lima vivo e jantes douradas, o modelo tem 13cm de altura, 60 de comprimento e 25cm de largura, e 3969 peças. Conta com as icónicas portas de abertura em tesoura, suspensão frontal e traseira, caixa de 8 velocidades, e outros elementos.

O LEGO Technic Lamborghini Sián FKP 37 estará disponível nas lojas LEGO por €379.99 a partir de 1 de Junho, e globalmente a partir de 1 de Agosto de 2020.

Vendas do OnePlus 8 Pro estão a ser feitas a conta gotas

30-05-2020 | 15:21 | Apps do Android


A OnePlus está com dificuldade em arranjar OnePlus 8 Pro suficientes para as vendas, e por isso decidiu racionar a oferta lançando "Flash Sales" às quintas-feiras.


Mesmo com os preços elevados (o OnePlus 8 Pro começa nos 919 euros) e com a promessa de que irá lançar modelos mais económicos no futuro, a OnePlus parece não ter mãos a medir para o seu mais recente topo de gama, ao ponto de ter que suspender as vendas e organizar flash sales semanais, para melhor gerir as encomendas - e as expectativas dos clientes, para que não tenham que sofrer durante semanas sem saber quando é que irão receber o seu smartphone.

Estas flash sales serão realizadas às quintas-feiras às 10h00 e destinam-se ao modelo OnePlus 8 Pro 12GB+256GB em Glacial Green para todos os mercados europeus. A versão azul "Ultramarine Blue" teve honra de estrear a flash sale inicial, que ocorreu hoje.


O que a OnePlus não esclarece é se esta incapacidade em fornecer smartphones suficientes se deve realmente a uma procura elevada, ou apenas por ter produzido um número reduzido de unidades - quer deliberadamente, quer por atrasos na produção causados pelo Covid-19. Isso só saberemos quando / se a OnePlus revelar o número de OnePlus 8 Pro vendidos...

Domina a aventura espacial com o Kerbal Space Program

30-05-2020 | 13:30 | Aberto até de Madrugada


O Kerbal Space Program é um jogo de simulação espacial, e bastarão algumas horas de jogo para ficarem a perceber melhor a mecânica da navegação do que conseguiriam a ler artigos em livros ou na internet.

Embora seja um jogo já com quase uma década(!) estava a adiar falar-vos deste Kerbal Space Program (KSP) por estar à espera que saísse o novo Kerbal Space Program 2. Infelizmente, também este jogo sofreu com o confinamento do Covid-19 e viu o seu lançamento adiado para 2021. Por isso, e considerando que estamos num momento único - com o lançamento de astronautas pela SpaceX - mais vale falar dele agora, para o dar a conhecer a todos, em vez de aguardar mais um ano.



O KSP é um jogo, sim; mas é também um simulador espacial que tem em conta todos os elementos reais: peso, massa, gravidade, aceleração, velocidade, órbitas, etc. Embora eu sempre me tenha sentido interessado pelo espaço desde que me lembro (sim, era daquelas crianças que escrevia para os vários centros da NASA, e ficava imensamente orgulhoso quando eles me respondiam enviando fotos, autocolantes, e outras coisas), confesso que me escapavam muitos dos pormenores da navegação espacial.

Uma coisa é ter noção de que estar em órbita é, na verdade, estar numa trajectória de queda constante; outra é perceber porque motivo as movimentações em órbita têm que ser tão "complicadas". É esta última parte que faz com que seja complicado explicar a alguém que, se estivessem na ISS e se atirassem em direcção à Terra, acabariam unicamente numa órbita ligeiramente mais elíptica, sem nunca "caírem". Felizmente, isso é o tipo de coisa que fica logo esclarecido assim que fizerem os tutoriais iniciais do jogo, que nos levam pelos voos simples, seguido de voos sub-orbitais, atingir a órbita, e posteriormente chegar à lua e outros planetas.


Depois de dominado esses conceitos que replicam na perfeição aquilo que se faz na realidade, podemos dar asas à imaginação para criar todo o tipo de máquinas alucinadas.


Incluindo como poderia ser um mega-foguete capaz de nos fazer chegar a Marte e regressar, de uma só vez - sendo que a parte mais curiosa é que, se funciona no jogo, seguramente também funcionaria na vida real - se alguém cometesse a loucura de o construir na realidade. :)


Se tiverem qualquer mínimo de interesse pelo espaço, não deixem de experimentar o jogo, que vale todos os minutos que lhe dedicarem.

Raspberry Pi 4 ganha versão com 8GB de RAM

30-05-2020 | 12:35 | A Minha Alegre Casinha


Quem estiver a pensar dar uso a um Raspberry Pi 4 para os seus projectos mas recear que a memória RAM não fosse suficiente, já pode ficar descansado. Já está disponível a mais recente versão do RPI 4 B com 8GB de RAM.

Depois das versões com 2GB e 4GB de RAM, o popular Raspberry Pi mostra a sua ambição para enfrentar novos desafios. Este RPI 4 com 8GB de RAM já estava nos planos há bastante tempo (o chip BCM2711 suporta até 16GB de RAM) mas o problema é que no momento em que foi lançado não existia nenhum chip de 8GB LPDDR4 que se adequasse às necessidade do RPI - coisa que ficou resolvida este ano.

Com 8GB de RAM há todo um novo mundo de possibilidades que se abre para o RPI, incluindo uma maior facilidade em lidar com as tarefas de "computador pessoal" (especialmente para quem tiver por hábito acumular muitas dezenas de tabs abertas no browser).

E, como se poderia esperar, esta versão vem acelerar o processo de desenvolvimento de uma versão do Raspbian - que agora muda de nome para Raspberry Pi OS - de 64-bits; indispensável para poder tirar partido desta quantidade de memória. Até que fique disponível, os utilizadores podem usar o Ubuntu, Gentoo, ou qualquer outra disto Linux de 64-bits que suporte o RPI.

O RPI 4 B com 8GB de RAM está disponível por €86.99 na Mauser.pt.

Tile faz chegar queixa contra Apple à CE

30-05-2020 | 11:00 | Aberto até de Madrugada


A Tile não desiste de lutar até ao fim contra a Apple e a sua entrada no segmento dos trackers, e agora faz chegar as suas queixas e preocupações à Comissão Europeia.

A azedar de relações entre a Apple e Tile já dura há mais de um ano, sendo que inicialmente as empresas pareciam estar a caminho de um entendimento para eventualmente até facilitar a utilização dos Tiles a nível do sistema, mas que depois deu uma grande reviravolta com a Apple a contratar um dos seus engenheiros e revelar as intenções de criar e lançar os seus próprios trackers - os AirTags - cujas referências vão surgindo nalguns locais, mas que a Apple ainda não se dignou a apresentar oficialmente.

É por isso natural que a Tile se sinta enganada, e agora faça chegar o seu caso à Comissão Europeia com nova queixa de práticas desleais por parte da Apple. A Tile queixa-se que a Apple abusa da sua posição dominante, fazendo com que os seus serviços estejam o acesso à localização pré-seleccionado, enquanto para todas as apps concorrentes isso esteja "off".

Infelizmente, este não é caso único, e por muito injusto que seja, não faltam histórias de grandes empresas que se aproveitam de ideias de empresas mais pequenas e as tornem "irrelevantes" ao lançar um produto idêntico. Imagino que neste caso o verdadeiro objectivo da Tile seja "chatear" o mais possível a Apple, ao ponto da Apple chegar à conclusão que mais vale a pena comprá-los por umas centenas de milhões de dólares do que continuar a arrastar o assunto...

Ganha uns earphones BT Tranya Rimor TWS [gadget do mês Clube AadM+]

30-05-2020 | 10:00 | Aberto até de Madrugada


Todos os meses temos prémios exclusivos para os membros do Clube AadM+; e este mês o gadget que temos para oferecer são uns earphones BT Tranya Rimor TWS.

Os earphones BT Tranya Rimor TWS procuram destacar-se num segmento bastante concorrido prometendo qualidade sonora "audiófila" equivalente à de modelos consagrados que custam duas ou três vezes mais. Contam com carregamento via USB-C e têm autonomia de 5 horas, que pode ser prolongada até às 25 horas usando a caixa de transporte para os recarregar.



Como é habitual, os membros do Clube AadM+ não precisam fazer nada para estarem automaticamente habilitados a esta prenda - sendo por isso recomendado que adiram ao Clube AadM+ para terem acesso a estes gadgets exclusivos todos os meses,

Aproveito também para relembrar que os membros do Clube AadM+, para além destes gadgets exclusivos mensais, também têm direito a outras vantagens, como descontos num crescente número de parceiros que se têm associado a esta iniciativa. Se ainda não aderiste, está na altura ideal para o fazeres e usufruíres de todas estas vantagens, junta-te ao Clube AadM+ e não deixes de convidar os teus amigos - quantos mais formos, melhores serão as prendas que poderemos oferecer. :)

Actualização: O gadget deste mês foi para o Pedro Soeiro.

Starship da SpaceX autorizada para voo de testes

30-05-2020 | 09:00 | Aberto até de Madrugada


Com a SpaceX a ter um protótipo da Starship em estado cada vez mais próximo para enfrentar o primeiro voo, chega a também indispensável autorização da FAA para que o possa fazer.

A FAA deu à SpaceX a autorização para realizar voos sub-orbitais com o protótipo da Starship. Claro que numa primeira fase nem sequer serão voos tão ambiciosos, com a SpaceX a contentar-se em repetir os primeiros saltos que fez com o seu "tanque voador" que serviu de percursor destes protótipos da Starship, já mais aproximados do design final.

Neste momento a Starship SN4 tem apenas um motor raptor instalado, que tem sido testado em testes estáticos, que parecem indicar que está pronta para passar à próxima fase (actualização: afinal não, ver no final). O primeiro voo de testes deverá elevar a nave até cerca dos 150 metros de altura, para depois voltar a aterrar. Se correr bem, o próximo protótipo contará com mais motores e voos a altitudes mais elevadas, até finalmente culminar com um lançamento que permita atingir a órbita terrestre (com nova autorização da FAA).

Hoje é também um dia especial para a SpaceX, pois tentará novo lançamento da primeira cápsula Crew Dragon com astronautas abordo, depois das condições atmosféricas terem ditado o adiamento na passada quarta-feitas. Logo ao final da tarde, estaremos todos a acompanhar o lançamento em directo! :)


Actualização: Terá que ficar o teste para a SN5, já que a SN4 explodiu sem motivo aparente depois de um teste de motor que parecia ter corrido bem.


Huawei oferece desconto na compra da Huawei Band 4e

30-05-2020 | 08:32 | Apps do Android


Para celebrar o dia da criança em grande estilo a Huawei apresenta uma oferta promocional para quem esteja a pensar adquirir uma pulseira inteligente.


O Dia da Criança aproxima-se e a Huawei tem o presente ideal. Para assinalar o dia de forma especial, a Huawei vai proporcionar aos consumidores a oportunidade de oferecerem aos seus filhos, sobrinhos, primos ou amigos a mais recente pulseira inteligente da marca, a Huawei Band 4e. Nesta campanha que assinala o Dia da Criança, e que é válida entre os dias 1 e 14 de Junho, vai ser possível adquirir duas Huawei Band 4e por um preço especial de apenas 39,98€, um desconto de 50% na segunda unidade.


A Huawei acredita que esta oferta irá proporcionar diversão e ajudar a criança no desenvolvimento de algumas das suas capacidades de aprendizagem. Com a Huawei Band 4e a criança terá à disposição 20 funções inteligentes, incluindo, ativar alarmes, para que não se esqueça de nenhuma aula; monitorizar o sono; visualizar dados de movimento em tempo real, como quantos passos já deu durante o dia ou mesmo localizar o telemóvel, caso o tenha. Funcionalidades que podem contribuir para que a criança perceba desde cedo a importância de uma vida mais saudável e menos sedentária.


Este novo wearable da Huawei não oferece apenas soluções para desporto, mas um design ecológico e elegante que fazem desta pulseira inteligente o assistente perfeito para qualquer um, dos 8 aos 80. Confortável com um design ergonómico que permite que todas as partes em contacto com a pele se adaptem ao pulso, esta pulseira é fabricada a partir da utilização de materiais ecológicos como o plástico reciclado, para reduzir a poluição e até o fio usado na pulseira é criado a partir de fibras recicladas. A Huawei Band 4e está equipada com um ecrã PMOLED de 0,5 polegadas, com um peso de apenas 6 gramas.


Campanha Huawei Dia da Criança

Na compra de 2 unidades Huawei Band 4e desconto na 2ª band será de 50%.

·       2 Huawei Band 4e: 39,98€

·       1 Huawei Band 4e: 24,99€


Período da Campanha: 1 a 14 de Junho


Mantenha-se seguro e compre online.


Relembramos que, neste momento especial, a Huawei  continua a priorizar os seus consumidores e nesse sentido disponibiliza uma série de canais online para conseguir em tempo real responder a todas as questões e pedidos dos seus consumidores, com soluções de serviço e apoio ao cliente especializadas, que incluem além da linha telefónica de apoio, a app suporte ou o serviço de conversação via WhatsApp.


#compreonline


YouTube estava a censurar comentários anti-China

29-05-2020 | 20:00 | Aberto até de Madrugada


O YouTube admitiu estar a censurar comentários críticos do governo Chinês, apesar do serviço nem sequer estar acessível na China.

Escrever comentários no YouTube que contivessem as palavras "共匪" ("bandido comunista") ou "五毛" (referência ao "partido dos 50 cêntimos", em alusão ao exército de pessoas que recebe 50 cêntimos por monitorizarem comentários críticos e tentarem mudar a conversa de forma a mostrar o governo chinês de forma positiva) dava direito a que fossem eliminados automaticamente num prazo de poucos segundos.

Uma medida de censura clara, que se torna de mais difícil compreensão quando se considera que o YouTube nem sequer está acessível na China, tal como acontece com os demais serviços da Google.

#YouTube "automatically" deletes a comment in Chinese, "Gongfei", which means "communist bandit", in 15 seconds.
This person tested 3 times, same result. #油管 15秒內自動刪除「共匪」留言,網友連試三次皆如此。
他們找了個比李飛飛更厲害的AI專家? pic.twitter.com/MLCeko0SIY
— Jennifer Zeng 曾錚 (@jenniferatntd) May 13, 2020


YouTube has deleted every comment I ever made about the Wumao (五毛), an internet propaganda division of the Chinese Communist Party. Who at Google decided to censor American comments on American videos hosted in America by an American platform that is already banned in China?
— Palmer Luckey (@PalmerLuckey) May 26, 2020


O YouTube já veio dizer que se tratou de um simples erro e que já foi corrigido, mas sem entrar em detalhes quando à origem desta censura - e há relatos de que isso continua a acontecer com outros termos. Seria de esperar que o YouTube (Google) fosse mais cuidadoso sobre aquilo que entra na sua lista de censura automática, e que pudesse elaborar como é que estes termos lá foram parar, quem os adicionou, e qual o motivo porque foram adicionados - sem resumir tudo isso a um "erro".

No campo das possibilidades fica a hipótese de que fosse um teste para mostrar à China a sua capacidade de seguir as regras que eles impusessem para o território, para que eventualmente o YouTube pudesse entrar na China. Por outro lado, mostra-nos a assustadora facilidade com que uma qualquer plataforma pode eliminar todas as menções a qualquer assunto que desejem silenciar... Um cenário que fará relembrar tempos não muito distantes do panorama que se vivia em Portugal, e aos quais ninguém desejará regressar.

YouTube ganha capítulos para facilitar navegação em vídeos longos

29-05-2020 | 17:30 | Aberto até de Madrugada


Demorou 15 anos, mas o YouTube copia finalmente uma das funcionalidades que existiam desde os primeiros DVDs: a possibilidade de criar capítulos para mais fácil navegação.

Não há nada mais irritante do que ir directamente para a parte que nos interessa num vídeo, e ter que andar a fazê-lo através de tentativa e erro (ao estilo do que se fazia para tentar encontrar o jogo do ZX Spectrum que se queria numa cassete de 90 minutos). Mas finalmente o YouTube lança oficialmente a capacidade de criar capítulos nos vídeos, facilitando a vida a quem se dava ao trabalho de já o fazer, de forma não-oficial, através de timestamps na descrição do vídeo a indicarem onde estava cada secção.


Os capítulos ficam visíveis através de quebras na timeline do vídeo, juntamente com o seu nome, fazendo com que o processo de encontrar a parte de interesse se torne muito mais eficiente. E para quem coloca os vídeos no YouTube o processo é tão simples quanto fazer uma lista com o momento inicial de cada capítulo e o respectivo nome.

Os capítulos no YouTube ficam disponíveis tanto na web como nas respectivas apps para Android e iOS.

Windows 10 e Office a preço reduzido

29-05-2020 | 16:30 | Aberto até de Madrugada


Bem a propósito do aumento do número de pessoas que passou a trabalhar a partir de casa por causa do coronavirus, temos nova mega-promoção da Goodoffer com diversas versões do Windows e Office a preço reduzido.

A Goodoffer24 está a levar a cabo uma nova promoção que dá acesso a descontos para todos os seus produtos de software. Para começar, temos os descontos habituais, de até 30% para a maioria dos produtos de software usando o código: AB30.


Windows

Windows 10 Pro Professional CD-KEY (32/64 Bit) 10,99€
Windows 10 Enterprise 2019 LTSC 10,49€
Windows 10 Pro Professional CD-KEY (32/64 Bit) (2 PC) 17,63€
Windows 10 Home (32/64 Bit) 10,31€

MS Office

Microsoft Office 365 (1 Year) 1 Device (Windows) 13,99€
Microsoft Office 2019 Professional Plus CD-KEY (1PC) 27,29€
Microsoft Office 2016 Pro Professional Plus CD-KEY (1 PC) 41,55€

Bundles

Windows 10 Pro + Office 2016 Pro - Bundle 51,23€
Windows 10 Home + Office 2016 Pro - Bundle 48,29€
Windows 10 Pro + Office 2019 Pro - Bundle 32,89€


O processo de compra é bastante simples, bastando ir adicionando os produtos pretendidos ao carrinho de compras, e inserir o código de desconto no campo respectivo antes de prosseguir para o checkout.


É possível fazer o pagamento via PayPal - o que é sempre recomendado como medida de protecção adicional - e que também demonstra que a Goodoffer24 não tem receio de dar essa facilidade aos seus clientes. Um dos nossos leitores disse recentemente que uma das chaves que tinha tentado utilizar (alguns meses após a compra) estava a dizer que era inválida, e que bastou contactar o suporte em [email protected] para que rapidamente lhe enviassem uma nova chave, funcional, sem qualquer complicação.

Não se esqueçam que no caso dos Windows 10 e Office, o download continuará a ser feito do site da Microsoft, com a compra a disponibilizar apenas as chaves para activar os produtos:

Notícias do dia

29-05-2020 | 15:30 | Aberto até de Madrugada

Porto vai ter mini-autocarros autónomos ainda este ano; OnePlus lança Android 10 para o OnePlus 5 e 5T; LG lança TV OLED de 48" na Europa; aproveitem a oportunidade para apanhar o Cities: Skylines em saldo no Humble Bundle; nas promoções temos um Mini SSD externo Sunbow 500GB a €65.99; a Creston abusa com um sistema para levar as videoconferências do Zoom a qualquer TV a preço exorbitante; e ainda a nova vaga da "banha da cobra" com pens USB anti-5G de €378 não têm nada no interior.

Antes de passarmos às notícias, temos novo passatempo que te pode valer exemplares do livro "Introdução ao desenvolvimento moderno para a web" da FCA.

Tidal lança música em Dolby Atmos


O serviço de streaming de música Tidal tem feito questão, desde o início, de se diferenciar dos demais providenciado maior qualidade sonora, e agora dá mais um passo nesse sentido ao disponibilizar músicas em Dolby Atmos. Claro que para isso há que ter equipamento também capaz de suportar Dolby Atmos, e que as músicas estejam disponíveis nesse formato (o que neste momento ainda é bastante reduzido), mas é um passo no bom sentido.

O sistema Dolby Atmos, a par de outros similares, para além de um som base em 9.1, fornece os elementos sonoros com coordenadas num espaço tridimensional, que depois é o dispositivo receptor que "combina" por forma a colocá-los no ponto desejado, da melhor forma possível, em função do número de colunas disponíveis. (Embora, na prática, não sei se alguma música irá tirar partido disso...) Novos utilizadores podem testar o serviço durante 60 dias, e ver que tal se comporta.


USB fuzzer descobre dezenas de vulnerabilidades em Linux, Windows e macOS



Investigadores criaram o USBfuzz, um dispositivo USB destinado a testar a segurança de vários sistemas operativos, e os resultados não demoraram a surgir, com dezenas de vulnerabilidades descobertas em Windows, macOS e Linux - com a particularidade de ter sido neste último que se encontraram o maior número delas: 18.

O "fuzzing" é uma técnica curiosa para encontrar problemas, que consiste em simplesmente atirar "lixo" para os sistemas. O equivalente a carregarem num teclado à sorte sempre que um programa permite que se escreve algo, no estilo: escreverem 100 mil caracteres numa caixa de texto que esteja a perguntar por um email, ou uma data, ou simplesmente a idade. Se os programas não estiverem bem feitos isso poderá causar erros que, eventualmente, poderão permitir que atacantes comprometam o sistema. Neste caso, isso foi feito a nível do sub-sistema que faz a gestão dos dispositivos USB, e como ficou demonstrado, há muito por corrigir.


Huawei P20 Pro e Mate 10 recebem Android 10



A par da OnePlus, que fez chegar o Android 10 aos OnePlus 5 e 5T, também a Huawei se está a portar bem, fazendo chegar o seu EMUI 10 baseado em Android 10 aos "velhinhos" P20 Pro e Mate 10, com este último a ser um smartphone de 2017.

Uma actualização que não deixa de ser um pouco curiosa, considerando que nos mais recentes Mate 30 e P40 Pro a Huawei se viu relegada a usar apenas a parte open-source do Android, sem acesso aos serviços e apps da Google, por imposição do governo dos EUA.


Twitter aplica aviso de violência em  tweet de Trump



Depois do primeiro aviso de mensagem enganadora, o Twitter volta aplicar novo aviso a um tweet de Trump, desta vez indicando que se trata de um tweet que viola as regras por incitar à violência, mas que é mantido por ser considerado de interesse público (embora só visível após se clicar no aviso).

Da primeira vez a medida foi recebida por Trump com a ameaça de que iria emitir uma ordem executiva para que as empresas tecnológicas não o "silenciassem", mas que parece ser apenas mais um desastre, misturando coisas e indo contra deliberações já confirmadas em Tribunal. Seja como for, a "guerra" de Trump contra o Twitter está apenas no início, e deve dar ainda muito que falar (e simultaneamente, servir para distrair de outros assuntos, como o facto de já se ter ultrapassado o número de 100 mil mortos devido ao Covid-19 nos EUA, para algo que Trump disse que "não seria qualquer problema").


Como disfarçar o acesso indevido a contas Netflix



Para terminar com uma divertida nota de serviço público, alguém descobriu que uma ex-namorada do seu irmão recorreu a um método engenhoso para continuar a ter acesso à sua conta do Netflix. Para não sobressair, limitou-se a criar um perfil com o nome "settings" e um icon que parece ser de um indicador de progresso circular. Algo que pelo menos permitiu que passasse despercebida durante um par de meses, até finalmente o detentor da conta achar estranho estar ali um botão de acesso aos settings. :)

My brothers ex had been stealing our Netflix for the past two months now by disguising her account as “settings” and honestly I ain’t even mad. I’m just really disappointed in myself for actually believing that an account named “settings” would legitimately be Netflix settings pic.twitter.com/fSn3BSCcZh
— bruh (@yellowgengar2) May 27, 2020



Curtas do dia


Resumo da madrugada

Pixel dá goleada ao iPhone no reconhecimento de voz

29-05-2020 | 15:21 | Apps do Android



Já passou mais de um ano desde que a Google prometeu acelerar consideravelmente o reconhecimento de voz nos Pixel usando um sistema offline que dispensa o processamento na cloud, e temos um exemplo prático do que isso representa, face ao reconhecimento de voz num iPhone.


Tanto os Android como os iPhones têm reconhecimento de voz surpreendentemente bom - o "problema" apenas surge quando somos confrontados com algo melhor. Estamos habituados a lidar com os sistemas de reconhecimento de voz como sendo algo que tem que ser feito com algum cuidado especial, temendo-se que a cada passo o reconhecimento possa não ser bem feito. Isso é também condicionado pelo facto do reconhecimento estar a ser feito com o atraso do processamento feito na cloud, muitas vezes com correcções a serem feitas posteriormente (de forma automática) em função do contexto.

Mas... e se o reconhecimento passar a ser feito praticamente em tempo real e à velocidade a que se fala? É isso que mostra este elucidativo exemplo, de como o reconhecimento de voz é tratado num Pixel e num iPhone.

I don't think that people appreciate how different the voice to text experience on a Pixel is from an iPhone. So here is a little head to head example. The Pixel is so responsive it feels like it is reading my mind! pic.twitter.com/zmxTKxL3LB
— James Cham ✍🏻 (@jamescham) May 27, 2020


Sabendo-se que a Apple se parece ter esquecido da Siri praticamente desde que a lançou, esperemos que com este exemplo se possa sentir mais motivada para dedicar novamente um pouco mais de atenção à sua assistente digital e à forma como reconhece o que lhe dizemos. E também seria simpático se a Google fizesse chegar este reconhecimento acelerado a mais smartphones e não apenas aos Pixel.

Xbox Series X garante retro-compatibilidade e melhoria dos jogos antigos

29-05-2020 | 14:30 | Aberto até de Madrugada


Para além do seu poder bruto e dos carregamentos instantâneos, a Xbox Series X vai apostar também na retro-compatibilidade para apelar a todos os que já tiverem uma ou mais consolas Xbox das gerações anteriores.

Hoje em dia deixa de ser aceitável que, ao comprar uma nova geração de uma consola, se perca o acesso a todos os jogos que se foram acumulando da consola da geração anterior. Com a Xbox One a MS demonstrou estar atenta a esse elemento, disponibilizando o acesso a jogos da Xbox original; e os jogos melhorados da Xbox One X mostram aquilo também irá acontecer com a futura Series X.

Tal como a Xbox One X conta com uma série de jogos que foram alvo de melhorias face aos jogos originais, devido à sua potência superior; também a Xbox Series X poderá aplicar melhorias a jogos das consolas anteriores, aplicando automaticamente coisas como HDR, resolução melhorada ou framerate mais elevado (até 120fps).

Mas a parte mais importante é mesmo que, logo desde o dia de lançamento, todos os jogadores com Xbox poderão tirar partido do seu catálogo de jogos acumulados desde os tempos da Xbox original, garantindo que não terão falta de jogos para jogar, e que poderão revisitar sempre que quiserem sem terem que manter as consolas antigas.

Creston HomeTime leva o Zoom a qualquer TV

29-05-2020 | 13:00 | Aberto até de Madrugada


Com o Covid-19 a ter feito mais pela promoção das videoconferências num par de meses do que todas as tentativas das últimas décadas, a Creston tenta agora facturar à custa disso com o seu sistema HomeTime que facilita a utilização do Zoom em qualquer TV.

Com as videochamadas e videoconferências a tornarem-se mais frequentes, é inevitável que surja o pensamento: "mas porque motivo não posso fazer isto directamente a partir do televisor"? O Creston HomeTime quer dar resposta a isso... para quem estiver disposto a pagar (e bem).

O sistema consiste num módulo com uma câmara Logitech que fica colocado perto do televisor, e também com um sistema de múltiplos microfones, sendo ligado via HDMI ao televisor. E a partir daí, com recurso a um controlo remoto, podemos facilmente realizar videochamadas e videoconferências via Zoom.


O problema é que a Creston cobra a módica quantia de 6100 dólares (!) por este HomeTime, e não é o preço reduzido para divisões adicionais (3100 dólares) que o torna mais apelativo. Parece-me sinal claro que há potencial para um pequeno sistema com um Raspberry Pi Zero, que permite fazer videochamadas ligado a um televisor, por uma fracção deste valor! :)

Porto vai ter mini-autocarros autónomos ainda este ano

29-05-2020 | 11:00 | Aberto até de Madrugada


Antes do final do ano, quem circular nalgumas zonas do Porto poderá ter que partilhar as estradas com uns curiosos mini-autocarros sem condutor.

Fazendo parte do projecto FABULOS (Future Automated Bus Urban Level Operation Systems), estes mini autocarros autónomos deverão ser testados em Outubro nas áreas do Hospital de São João e Pólo Universitário. Os veículos dispensarão a presença de um condutor e terão a capacidade de lidar com potenciais obstáculos, como automóveis que parem indevidamente na via de rodagem (como infelizmente sabemos que é frequente).

Embora seja uma zona que não apresente os desafios de circular na baixa do Porto (onde muita curiosidade tenho para saber como um veículo autónomo se desenrascaria), não deixa de estar sujeita ao habitual pandemónio das horas de ponta, que já estão infelizmente a regressar ao normal após a redução forçada causada pelo Covid-19.

Se a fase de testes se revelar satisfatória, poderemos começar a ver estes mini-autocarros a fazerem percursos a tempo inteiro já a partir do próximo ano e, eventualmente, vê-los a expandir-se para outras áreas.

OnePlus lança Android 10 para o OnePlus 5 e 5T

29-05-2020 | 10:00 | Aberto até de Madrugada


A OnePlus tem boas notícias para todos os que ainda se mantêm com os seus OnePlus 5 e OnePlus 5T, e que passam a ter direito a uma actualização para o mais recente Android 10.

O panorama das actualizações na plataforma Android tem sido caótico, continuando a ser muito poucas as empresas que se dignam a disponibilizar actualizações de sistema para smartphones mais antigos - e por "antigos" refiro-me a modelos que foram lançados há um ano ou pouco mais. Felizmente, a OnePlus parece estar empenhada em se tornar numa das excepções, e uma vez que os actos falam mais que as palavras, fica desde já disponível a actualização para o Android 10 para os OnePlus 5 e 5T.

We are very excited to announce that we are currently rolling out OxygenOS version 10.0.0 based on Android 10 for the #OnePlus5 and #OnePlus5T.
Learn more: https://t.co/Twn6Prqi21 pic.twitter.com/4R5ohBBTs1
— OnePlus (@oneplus) May 27, 2020



Estes modelos foram lançados em Junho e Novembro de 2017, há quase três anos, e passam a contar com um Android actualizado que seguramente contribuirá para que os seus donos os mantenham por mais um par de anos.

Seja como for, o que é certo é que quando chegar o momento em que estejam a considerar comprar um novo smartphone, seguramente irão recordar-se da marca que não se esqueceu deles e não abandonou os seus equipamentos, mesmo os que já tinham três anos.