PlanetGeek

O que faz a Tesla com os dados que recolhe dos automóveis

09-08-2022 | 20:00 | Aberto até de Madrugada

Começa a ser dada mais atenção à imensa quantidade de dados que a Tesla recolhe sobre os seus automóveis, e que em breve será algo comum a todos os fabricantes.

A Tesla não esconde que tira partido dos dados recolhidos dos seus automóveis, fornecendo informações valiosas para melhorar funcionalidades como o Autopilot. Mas, ao estilo do que é feito com os dados de tracking quando se visita a web, ou das apps dos smartphones, essa informação abre um vasto horizonte de possibilidades.

Num caso recente, a Tesla apresentou em sua defesa que o carro que teve o acidente viajava regularmente a alta-velocidade, não sendo um caso isolado de o ter feito só daquela vez. Mas, além da velocidade e localização, também sabe se os ocupantes levam o cinto posto, se aceleram ou travam bruscamente, onde carregam os carros, que sítios visitam, e muito mais.

Não admira que nos EUA a Tesla já se tenha expandido para a área dos seguros, sendo extremamente fácil avaliar o grau de risco de cada condutor, e de detectar qualquer infracção que a ilibe do pagamento de indemnizações: algo que qualquer seguradora adoraria ter, e que algumas vão tentando fazer pedindo aos condutores que usem as suas apps.

Isto para não falar de todas as câmaras que os carros possuem, e que podem potencialmente ser usadas para espionagem remota. Um risco que é levado bem a sério na China, que já proibiu os Tesla nas suas bases militares, e mais recentemente de passarem em Beidaihe durante o período em que por lá se reunirão os mais altos representantes do governo chinês; ou da possibilidade destes dados poderem ser acedidos ou interceptados por hackers, sem conhecimento ou consentimento dos fabricantes e condutores.

Veremos no que isto irá resultar, mas o risco para abuso destes dados parece ser daquelas coisas que não será uma questão de "se" mas sim uma questão de "quando".

Baidu segue táctica de Musk e promete Autopilot melhor que o da Tesla

09-08-2022 | 17:30 | Aberto até de Madrugada

O CEO da Baidu diz que os automóveis da JIDU terão capacidades autónomas muito mais avançadas que os Tesla, e arrisca-se a poder ter razão.

Enquanto Elon Musk vai prometendo a condução autónoma total "para breve" - há anos - e no processo removendo coisas como os radares, dizendo que bastam as câmaras; a JIDU (parceria entre a Baidu e Geely) já vai mostrando coisas como volantes "by-wire" que se recolhem automaticamente durante o modo de condução autónoma.

Ao contrário de Musk, aqui não só temos carros equipados com câmaras, mas também dezenas de sensores ultrassónicos, 5 radares, e 2 LIDARs. Para processar toda esta informação temos dois chips Nvidia Orin X, que são dos mais poderosos do momento.

A JIDU promete revelar em breve a versão final do seu primeiro carro destinado ao público, com um segundo modelo prometido antes do final do ano. E, será quase certo que neste caso as promessas serão concretizadas em menos tempo do que Musk tem demorado a concretizar o FSD da Tesla.

Notícias do dia

09-08-2022 | 16:30 | Aberto até de Madrugada

A internet nas férias - ou a saga de ter 5G no Algarve; indicador da percentagem de bateria regressa aos iPhones no icon da bateria; Oppo e OnePlus suspendem vendas na Alemanha devido a processo da Nokia; Windows pode corromper dados nos CPUs mais recentes; e Coreia do Sul vai investigar pagamentos nas app stores da Apple e Google.

Antes de passarmos às notícias, já temos novo passatempo semanal, que desta vez te pode valer um powerbank Ockred de 10000 mAh.

Índia quer proibir smartphones chineses económicos

A Índia tem lançado uma ofensiva económica contra a China, que agora se expande à intenção de proibir a venda de smartphones chineses no segmento abaixo dos 150 euros.

O objectivo é promover os fabricantes locais neste segmento que é um dos mais importantes na região; mas chegando numa altura em que o impacto de tal decisão será muito mais abrangente. O distanciamento entre ocidente e China tem feito com que muitas empresas - como a Apple - comecem a olhar para a Índia como alternativa para a produção de smartphones, e esta é uma oportunidade que seguramente não irá querer perder, sendo uma forma fácil de conquistar aliados ocidentais que estejam dispostos a fechar os olhos à forma como as coisas funcionam por lá - como, aliás, já acontecia com a China.


YouTube demasiado poderoso para ser bloqueado na Rússia?

Apesar de ter ameaçado o bloqueio do YouTube por "promover fake news e conteúdos anti-kremlin", a Rússia continua a deixar o serviço de vídeo disponível no país, em contraste com todos os demais serviços que já bloqueou.

A pergunta que se coloca é se o YouTube ficará acima do limite que até a Rússia estará disposta a atingir da censura na internet, podendo a sua potencial remoção acabar por gerar (ainda) mais perguntas entre os cidadãos russos sobre se realmente estarão a ter informação fidedigna sobre o que se passa na Ucrânia. E, como bem sabemos, a última coisa que interessa nestes casos é ter grande percentagem dos cidadãos a fazer perguntas.


WhatsApp dá 2 dias para eliminar mensagens enviadas

O WhatsApp vai dar mais tempo para que os utilizadores possam fazer o "unsend" / eliminar uma mensagem já enviada, tanto para um único utilizador como para grupos.

Até agora, os utilizadores podiam eliminar mensagens mas apenas no prazo de 1 hora 8 minutos e 16 segundos. A partir de agora, o prazo para eliminar mensagens passa a ser de 2 dias. Curiosamente, no iOS, a Apple segue em caminho inverso, tendo reduzido o prazo para eliminar mensagens de 15 minutos para 2 minutos no mais recente iOS 16 beta - parecendo sinalizar que se destina apenas a corrigir erros e não a "mudança de ideias".

💭 Rethinking your message? Now you’ll have a little over 2 days to delete your messages from your chats after you hit send.

— WhatsApp (@WhatsApp) August 8, 2022



Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: O primeiro relógio de pulso electrónico com mostrador digital foi o Pulsar lançado em 1972. O seu display era tão gastador que só exibia as horas por um segundo quando se carregava num botão, para evitar que a bateria se esgotasse rapidamente.

Chuwi GemiBook 13 a €249

09-08-2022 | 15:30 | Aberto até de Madrugada

Depois do Aerobook, trago-vos mais um portátil tentador que fica situado entre esse e o mais económico UBook: o GemiBook 13 com ecrã 2K.

O GemiBook 13 faz parte do grupo de portáteis que tem seguido a tendência full-screen que já se tornou comum nos smartphones. Ou seja, o seu ecrã conta com margens reduzidas em redor, permitindo que este portátil de 13" tenha dimensões ainda mais compactas do que seria habitual, e permitindo-lhe apostar num ecrã 2K 3:2 com resolução 2160x1440 que nos oferece área vertical mais confortável para trabalhar.

O resto das características também não são más, considerando o segmento de preço em que se insere: temos um CPU Intel Celeron J4125 quad-core com turbo até 2.4GHz, 8 GB de RAM, SSD de 256GB (expansível, com 2 slots M.2), webcam de 1 MP, bateria de 38 Wh, teclado retroiluminado, WiFi ac dual-band USB 3.0, USB-C, micro-HDMI, e Windows 10.
O Chuwi GemiBook 13 está disponível por 249 euros na Amazon Espanha - escolher cupão de desconto de 50 euros.

Mesmo tendo um CPU modesto, os 8 GB de RAM e o SSD permitem que enfrente todo o tipo de utilização comum de um computador sem grandes embaraços, incluindo aguentar com várias dezenas de páginas abertas no browser, a par de apps como o Office, edição de fotos, etc. Definitivamente mais que suficiente para uso dos mais novos (e menos novos) para fazerem os seus trabalhos ou sessões de video-conferência.


Podes acompanhar as melhores promoções diárias no nosso grupo AadM Promos.

Snapchat lança Family Center com controlos parentais

09-08-2022 | 14:30 | Aberto até de Madrugada

O Snapchat está a dar ferramentais aos pais que quiserem ter uma melhor ideia do que os filhos fazem no serviço.

Não é fácil manter um equilíbrio entre a liberdade dada aos filhos na utilização da internet, e saber o que eles andam a fazer sem invadir exageradamente a sua privacidade. No caso do Snapchat, a proposta é o novo Family Center.

Os pais terão que instalar o Snapchat e associar as suas contas às dos filhos, passando a poder ver com que pessoas eles conversaram nos últimos sete dias - mas sem poderem ver o conteúdo das mensagens. Algo ao estilo dos "metadados" que são recolhidos pela maioria dos serviços de telecomunicações para nos monitorizarem a nós também.


A funcionalidade de controlo parental fica disponível para os pais com filhos adolescentes até aos 18 anos.

How to Create a PHP Database Connection Test Script to Check the Database Server Reachability

09-08-2022 | 14:26 | Manuel Lemos

By Manuel Lemos
How to Create a PHP Database Connection Test Script to Check the Database Server Reachability

Many PHP applications need to access a database server and execute SQL queries to store and retrieve data in database table records.

If for some reason, the database server is not available for connection, any queries that the applications need to execute will fail with an error that may not be very clear what is the real cause.

This package provides a simple solution to check the availability of the database server.

It executes a dummy SQL query that is not useful for storing and retrieving data from the database server.

It only serves the purpose of checking if the database server is accessible.

Huawei Watch Fit 2 Elegant Edition já disponível no mercado nacional

09-08-2022 | 13:32 | Apps do Android


O Huawei Watch Fit 2 Elegant Edition está disponível em dourado. 


Nos últimos anos, os smartwatches tornaram-se importantes e populares graças à sua portabilidade, conveniência, baixo consumo de energia, interação inteligente, monitorização da saúde e entretenimento. Verdadeira extensão dos smartphones, estes dispositivos podem ajudar as pessoas a gerir ativamente a sua saúde e a explorar novas experiências de utilização. O Huawei Watch Fit 2 reflete tudo isto e oferece ainda mais, tendo sido concebido com o objetivo de satisfazer as necessidades práticas do dia a dia, mas também para ajudar os utilizadores a expressar com autenticidade a sua atitude perante a vida.

 

Especialmente concebido a pensar na Geração Z, o Huawei Watch Fit 2 acaba de chegar às lojas em Portugal numa das versões mais aclamadas e aguardadas: a Elegant Edition na cor dourada. Orientado para a moda mas sem esquecer a tecnologia, este relógio inteligente apresenta um desempenho impecável e surge, características melhoradas e um ecrã deslumbrante.

 

O Huawei Watch Fit 2 herda o design simples que caracteriza a icónica Huawei Watch Fit Series, adaptando-se a qualquer pulso de forma confortável para proporcionar uma experiência de utilização perfeita. Adaptável a todos os estilos, está disponível em três versões: Active Edition (cor de rosa, azul e preto), Classic Edition (cinzento e branco) e Elegant Edition (dourado e prateado).

 

Verdadeiramente apaixonante, a Elegant Edition, em dourado, contempla uma bracelete dourada em malha milanesa, que pode ser usada no dia a dia ou em ocasiões mais especiais. Além disso, pode ser estilizada de acordo com a personalidade de cada um, bastando, para tal, comprar uma outra bracelete extra, característica que torna este modelo inegavelmente mais versátil. Através de um sistema ‘press-to-release’, sem quaisquer ferramentas, os utilizadores podem desmontar rapidamente a correia e trocar facilmente a bracelete do relógio de acordo com o seu estado de espírito. 

Coreia do Sul vai investigar pagamentos nas app stores

09-08-2022 | 13:00 | Aberto até de Madrugada

A Coreia do Sul parece ainda não estar satisfeita com as implementações dos pagamentos alternativos na App Store e Play Store.

O ano passado a Coreia do Sul exigiu que as app stores, tanto a da Apple como a da Google (e outras), permitissem que os developers usassem sistemas de pagamento externos, livres de comissões das respectivas lojas. Uma exigência que parece não estar a ser seguida na íntegra, e que agora leva a uma nova investigação.

A questão é que, tal como a Apple já fez na Europa, as empresas querem cobrar comissões sobre os pagamentos externos, de tal modo que não haja qualquer vantagem na utilização de outro sistema de pagamentos. Algo que justifica esta nova investigação e também a ameaça de multas que podem atingir 2% da facturação anual.

Facilmente se compreende que ambas as empresas estejam a arrastar e dificultar esse processo ao máximo, e que recorram a todas as tácticas e justificações para tentarem manter o lucro fácil das comissões - ignorando que, em tempos, a Apple tivesse dito que a App Store não era para dar lucro, mas apenas para render o suficiente para não dar prejuízo â Apple. Hoje em dia, rende mais de 20 mil milhões de dólares por ano, valor que se percebe que gere esse tipo de "esquecimentos".

A internet nas férias - ou a saga de ter 5G no Algarve

09-08-2022 | 11:00 | Aberto até de Madrugada

As férias deste ano estão a ser uma aventura inesperada, fazendo-me regressar à pré-história dos dados móveis e do acesso à internet.

Faço parte do número grupo de portugueses para quem, nas férias de Verão, é tradição rumar a sul para o Algarve. Mas este ano, inesperadamente, deparei-me com problemas que não imaginava que pudessem acontecer nesta altura - ou, por outro lado, podem ser apenas aquilo que normalmente designamos por retrato do "país real".

Quem por aqui passa há algum tempo saberá que, ao longo dos mais de 14 anos do Aberto até de Madrugada, nunca deixei de fazer publicações todos os dias (e já lá vão mais de 14 anos). É algo que acaba por ser mais difícil do que possam imaginar, especialmente quando se consideram coisas como, viagens ao estrangeiro, falhas no serviço de internet, doenças, ou como no caso que serve de tema hoje: as férias.

Noutros tempos, era indispensável escolher um destino que assegurasse uma ligação WiFi. Mas posteriormente, a única preocupação que tinha era a de ter dados móveis suficientes para aguentarem a manutenção do AadM (e família de blogs) durante o período de férias. Este ano, com a oferta das semanas de dados ilimitados, foi algo que nem sequer me fez pensar no assunto. Mal sabia eu o que estava para vir...

Chegado ao destino, passo pelo sofrível ritual de ligar ao WiFi do hotel. Um ritual que daqueles que obriga a passar por um portal, com registo obrigatório, e com aceitação obrigatória de aceitar uma infinita quantidade de spam (valha-nos os emails temporários). Triste, mas nada de novo. Infelizmente, depois de todo esse sofrimento, descubro que a a qualidade da internet do hotel parece ter ficado parada no tempo. Com sorte, consegue chegar aos 2 Mbits, com 0.1 Mbits de upload, e isto sem contar com as inúmeras vezes em que é preciso desligar o WiFi e voltar a fazer login para a ligação ser retomada. Hotel de quatro estrelas, internet de zero estrelas.

Mas, nada de grave, pensei eu, basta dar uso à semana de dados ilimitados via 5G. Certo?

Portugal, terra do 5G, e até oferecem tráfego ilimitado para as férias. pic.twitter.com/viBk24GArl

— Carlos Martins (@ptnik) August 8, 2022
Afinal não. O tão famoso e anunciado 5G não só é uma miragem, como o próprio 4G me faz desejar que o smartphone tivesse uma antena de esticar, à moda antiga.

Embora esteja numa zona que se possa considerar "civilizada", o sinal 4G está sempre em valores mínimos, e tanto fazer estar dentro do apartamento, na varanda, na rua, virado para cada um dos pontos cardeais, e todas as demais tentativas para conseguir captar melhor sinal. O resultado prático: uma ligação de um mísero Mbps em download e upload, também com lag excessivo e falhas frequentes.

Com tudo isto, uma publicação que normalmente demoraria cinco a dez minutos a fazer passa a ser uma aventura para mais de 30 minutos, passando por uma dezena de "desliga-liga" do 4G / WiFi. E cada visita a um site obriga a ver a página a aparecer aos poucos, como nos tempos da internet com modem dialup.

Como não gosto de ser negativista, temos sempre o lado positivo: conseguimos melhor apreciar todos os fantásticos sites que usam imagens com dezenas de megabytes, e que passam despercebidos a quem tenha ligações de 100 Mbits ou mais.

Google lança Read Along na web

09-08-2022 | 10:00 | Aberto até de Madrugada

A app de leitura Read Along para crianças passa a estar disponível directamente no browser.

A Google apresentou a sua app Read Along em 2020, com o objectivo de incentivar a leitura junto das crianças, e aprendizagem de novas línguas, com reconhecimento de voz e disponível em mais de 100 países.

Agora, o Read Along torna-se ainda mais acessível, pois passa a estar disponível directamente na web, dispensando a necessidade de um smartphone ou tablet.

Por agora o Read Along fica disponível no Chrome, Firefox, e Edge em Desktop e Android, com Safari e iOS prometidos para breve.

Ganha um powerbank Ockred de 10000 mAh

09-08-2022 | 09:00 | Aberto até de Madrugada

Todas as semanas temos gadgets para vos oferecer, e desta vez a escolha recai sobre um powerbank Ockred de 10000 mAh.

Sempre prático para todas as ocasiões, este powerbanks permite prolongar a tranquilidade de utilizar um smartphone (ou outros equipamentos electrónicos) longe de uma tomada e carregador. No caso deste Ockred de 10000 mAh, serve de backup compacto que pode recarregar um smartphone várias vezes, esticando a sua autonomia enquanto se está longe de uma tomada ou porta USB.

Já sabem como funcionam os nossos passatempos semanais: ao longo dos próximos dias iremos colocando diferentes perguntas no formulário que se segue, e no final o mesmo será oferecido aleatoriamente entre os participantes que tiverem acertado correctamente pelo menos numa delas (sendo que mais respostas certas melhorarão as vossas probabilidades de ganharem - mas atenção, pois apenas conta a primeira resposta que derem a cada pergunta.)

Loading…

Passatempo aberto a todos os participantes com morada em Portugal.

WhatsApp bloqueia captura de ecrã nas mensagens temporárias

09-08-2022 | 08:00 | Aberto até de Madrugada

Mark Zuckerberg apresentou novas opções de privacidade no WhatsApp, incluindo o bloqueio da captura de ecrá nas mensagens temporárias.

Tem sempre piada ver uma empresa como a Meta demonstrar "preocupação" com a privacidade dos utilizadores. mas é isso que volta a acontecer, desta vez no WhatsApp. As três novidades destacadas por Zuckerberg são: a possibilidade de se sair de um grupo de conversa sem notificar os participantes, mais opções sobre quem pode ver se está online ou não e, por último, mais uma tentativa de evitar o registo de mensagens temporárias. bloqueando a captura de ecrã.

Este último passo é recorrente, sendo tentado repetidamente por diversas apps, com resultados que acabam apenas por angustiar os utilizadores.

Tirando casos muito excepcionais, não há qualquer justificação para que uma app bloqueie uma funcionalidade do sistema que deveria estar sempre à disposição dos utilizadores. Além de que, como bem se sabe, bastará usar outro smartphone ou uma câmara para tirar uma foto o ecrã, e lá se vai a suposta garantia de que não haverá registo da dita mensagem.

Mas, imagino que seja uma daquelas coisas que dê jeito à Meta fazer, para demonstrar a sua preocupação com a privacidade dos utilizadores.

Oppo e OnePlus suspendem vendas na Alemanha

09-08-2022 | 07:00 | Aberto até de Madrugada

A Nokia conseguiu bloquear a venda de smartphones Oppo e OnePlus na Alemenha devido à falta de pagamento de licenças relacionadas com o 4G e 5G.

Quem visitar os sites da OnePlus e Oppo na Alemanha irá descobrir que todas as partes relacionadas com a venda de smartphones foram removidas, e que será apenas uma questão de tempo até que também desapareçam das lojas.

A Nokia consegiu que os tribunais obrigassem a suspensão das vendas na Alemanha, devido a questões do licenciamento de tecnologias 5G e 4G pelas patentes que detém.
A Oppo e OnePlus dizem estar a tentar resolver a situação, culpando a Nokia por querer cobrar licenças de valor "demasiado elevado", mas relembrando que os clientes que já compraram smartphones poderão continuar a usá-los com toda a normalidade.

Esta medida chega em péssima altura para ambas as empresas, considerando que a OnePlus acaba de lançar o seu OnePlus 10T, e a Oppo tem feito forte campanha para reforçar a sua posição na Europa, procurando tirar partido da queda da Huawei pela falta dos serviços da Google.

Windows pode corromper dados nos CPUs mais recentes

08-08-2022 | 20:00 | Aberto até de Madrugada

A Microsoft está a alertar para o risco de corrupção de dados ao se utilizar o Windows 11 e Server 2022 com as mais recentes gerações de CPUs.

O Windows está a continuar a sua tradição de trazer funcionalidades indesejadas e dispensáveis. E, depois de ter obrigado milhões de pessoas a actualizarem-se para hardware mais recente ao abandonar o suporte dos CPUs mais antigos, presenteia-as com esta notícia de que esta combinação pode levar à corrupção de dados.

O problema estará relacionado com as novas instruções Vector Advanced Encryption Standard (AES) (VAES), afectando dados encriptados. E embora a MS tenha disponibilizado uma solução de desenrasque, o efeito secundário é que as operações de encriptação passem a demorar o dobro do tempo, o que não será propriamente aquilo que qualquer utilizador ou empresa esperará do seu investimento no hardware mais recente.

A MS diz que essa questão do desempenho já foi resolvido no mais recente Preview Update. Mas, com todo este historial de "surpresas" a cada nova actualização, não se poderá censurar os utilizadores de ficarem receosos com toda e qualquer actualização, interrogando-se: "que novo problema é que vamos ter desta vez?"

Verão em família

08-08-2022 | 18:29 | Gonçalo Sá

Viagem à Espanha rural, "ALCARRÀS" mergulha na localidade homónima da Catalunha para mais um retrato familiar de Carla Simón depois do surpreendente "Verão 1993". Uma das apostas seguras a descobrir nas salas em tempo de férias.

Alcarras.jpg

Vencedor do Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim e filme de abertura do Curtas Vila do Conde deste ano, a segunda-longa metragem de Carla Simón não trai as boas primeiras impressões deixadas por "Verão 1993", estreia muito promissora da realizadora e argumentista catalã.

Mais uma vez ambientado no interior espanhol, o novo drama retoma o interesse pelo universo familiar e pelas cores e ritmos veraneantes, captados por uma combinação sóbria de realismo e humanismo. Mas se o olhar do primeiro filme privilegiava o universo da infância, o de "ALCARRÀS" é mais amplo e acolhe três gerações de um clã que vive da cultura de pessegueiros na Catalunha. Esse modo de vida, no entanto, parece estar à beira do fim quando a família é obrigada a ceder território ao senhorio, que desconsidera um antigo acordo verbal de patriarcas e pretende dedicar a área de cultivo à instalação de painéis solares.

Expondo aqui traços de um realismo social pouco evidentes em "Verão 1993", Simón continua, ainda assim, a concentrar-se sobretudo na dinâmica familiar, mesmo que esta seja inevitavelmente afectada pelo cenário cada vez mais notório de precariedade económica. O contraste entre a crise da tradição e o avanço do "progresso", ou pelo menos da mudança, marca de formas distintas o quotidiano do avô, pais, filhos, irmãos e primos, das disputas entre adultos à separação forçada de crianças ou à inquietação de adolescentes colocados no fosso de duas realidades.

Alcarras_2.jpeg

A realizadora e co-argumentista (dividiu os créditos da escrita com Arnau Vilaró) gosta claramente de todas estas personagens, acompanhando-as (de forma desigual) em vários arcos narrativos que formam uma moldura cativante, tirando partido de um elenco credível de actores não-profissionais oriundos da região e da forma meticulosa e paciente como a narrativa vai revelando as ligações entre os elementos do clã (modelo que o filme anterior também já tinha aplicado com inteligência).

Evitando o sentimentalismo sem deixar de ser sensível enquanto desenha um conto de Verão movido pela curiosidade observacional, em particular nas cenas com as crianças, especialmente vívidas e genuínas, "ALCARRÀS" não será, ainda assim, uma experiência tão singular como "Verão 1997", nem chega a atingir uma tensão dramática tão forte. E a nível formal não traz grandes rasgos, valendo-se de um recurso hábil à câmara à mão conjugado com a fotografa granulada de Daniela Cajías. Mas traduz um olhar pessoal e imersivo de uma autora que atesta uma maturidade assinalável à segunda longa-metragem, justa na abordagem às emoções e a conseguir equilibrar o caloroso e o melancólico sem esforço aparente. Mais um belo filme, portanto, a sinalizar um nome da cinematografia de "nuestros hermanos" que merece claramente o voto de confiança.

3,5/5

Percentagem de bateria regressa aos iPhones

08-08-2022 | 17:30 | Aberto até de Madrugada

O iOS 16 beta 5 faz regressar a muito apreciada apresentação da percentagem de bateria dentro do icon da bateria na barra de estado.

O iPhone permitia ver a percentagem da bateria na barra de estado, até à chegada do iPhone X com o icónico notch alargado que se tornou numa imagem de marca dos iPhones desde então. Com menor espaço para a barra de estado, a Apple removeu percentagem da bateria, mas no iOS 16 vai fazê-la regressar, dentro do icon da bateria.

A mais recente versão beta 5 do iOS 16 disponibiliza esse modo de visualização, com a percentagem que não necessita espaço extra, e continuando a indicar quando o iPhone está em modo de poupança de bateria (amarelo), ou em nivel crítico (vermelho), ou em carregamento (com um pequeno símbolo a par da percentagem).

Nos iPhones com notch (do iPhone X até aos iPhone 13), apenas se pode ver o icon da bateria sem informação detalhada, sendo necessário aceder ao control panel para se poder ver a percentagem da bateria. Apresentá-la directamente no icon poderá não ter qualquer efeito a nível de prolongar a autonomia, mas irá satisfazer aqueles que sofrem de ansiedade da autonomia que gostam de saber exactamente em que nível está o seu iPhone.

Notícias do dia

08-08-2022 | 16:30 | Aberto até de Madrugada

FSFE pede liberdade para se instalar qualquer software em qualquer dispositivo; brincadeira de chouriço espacial torna-se viral na internet; Reino Unido vai usar smartwatches com reconhecimento facial para monitorizar criminosos estrangeiros; apps maliciosas também chegam à App Store da Apple; a praga das notificações; como funciona uma válvula solenóide; Califórnia considera "Autopilot" da Tesla enganador; e China pode atrasar iPhones 14 e faz Apple virar-se para a Índia.

Antes de passarmos às notícias, já temos novo passatempo semanal, que desta vez te pode valer uma coluna Anker Soundcore Mini.

Google processa Sonos

Depois de ter perdido nos tribunais, a Google contra-ataca a Sonos com novos processos.

As relações entre a Google a Sonos parecem não ter paz à vista. Depois da derrota nos tribunais, que obrigou a Google a remover funcionalidades dos seus smart speakers, como a capacidade de ajustar o volume de mútiplas colunas de uma só vez, a Google tenta devolver o favor, acusando a Sonos de violar várias das suas patentes relacionadas com smart speakers e comandos de voz. Diga-se que, tanto da parte da Sonos como da Google, algumas destas patentes são ridiculamente básicas e nunca deveriam sequer ter sido aceites como patentes, mas é este o mundo em que vivemos. E, quem se lixa, como sempre, são os consumidores, que compram um produto com determinadas funcionalidades, que depois podem desaparecer a qualquer momento por causa de um processo.


Nomad "oferece" 10% de comissão a quem roubou tokens

A Nomad, que viu uma série de hackers roubarem cerca de 190 milhões de dólares em crypto tokens, agora diz que não irá perseguir aqueles que devolverem pelo menos 90% do valor, assumindo que se tratavam de "white hat" hackers que estavam apenas a demonstrar a vulnerabilidade e não a "roubar" os tokens.

Num caso ideal, isto faria com que a empresa teria que lidar com um rombo de apenas 19 milhões em vez de 190 milhões. Mas, neste fase, parece ser extremamente difícil que isso venha a acontecer.


Intel apresenta GPUs Arc Pro

Com os seus GPUs Arc ainda a terem que demonstrar o que valem face aos da Nvidia e AMD nos jogos, a Intel avança para o sector profissional com a nova gama Arc Pro.

Os Intel Arc Pro A40 e A50 são destinados a workstations, com o A30M a destinar-se a portáteis de trabalho. Todos eles são concebidos para acelerar tarefas de raytracing e de vídeo, com o mais poderoso a suportar quatro monitores 4K simultâneos, dois monitores 5K a 120 Hz ou um a 240 Hz, ou ainda dois monitores 8K a 60 Hz. No entanto, com apenas 6 GB de GDDR6, parece ficar um pouco limitado face aos GPUs da concorrência.

Curtas do dia


Resumo da madrugada






Curiosidade do dia: Os actuadores solenoide foram inventados pelo físico e matemático francês André-Marie Ampère, permitindo transformar uma corrente eléctrica num movimento físico que pode ser usado para inúmeros fins, como fechar ou abrir a tranca de uma porta, ou abrir e fechar uma válvula para controlar o fluxo de líquidos ou gases.


Powerbank Charmast 10400mAh a €21

08-08-2022 | 15:30 | Aberto até de Madrugada

Para aqueles que procuram a máxima autonomia longe de uma tomada ou porta USB, este power bank compacto de 10400mAh assegura que ficarão bem servidos independentemente da ficha necessária.

Os powerbanks há muito que são companhia habitual de muitos utilizadores, permitindo uma utilização intensiva e despreocupada de smartphones e tablets, sabendo-se que a sua autonomia poderá ser prolongada assim que for necessário sem estar dependente da proximidade de uma tomada eléctrica ou carregador. E no caso deste mini powerbank da Charmast não só temos uma capacidade generosa, como um tamanho ultra-compacto como suporta USB-C PD de 18W.
Este Powerbank Charmast 10400mAh está disponível por 21.59 euros na Amazon Espanha - activar cupão de desconto de 15% aplicado no checkout.

Pode ser recarregado usando uma ficha micro-USB ou USB-C, pelo que já fica preparado para o futuro em que o USB-C se tornará cada vez mais comum, e podemos três saídas em simultâneo para recarregar até três equipamentos em paralelo. No entanto, um detalhe a ter em conta, é que não suporta carregamento enquanto ele próprio está a ser recarregado (para quem estivesse a pensar utilizá-lo como "UPS" com alimentação contínua).


Segue as melhores promoções do dia no nosso grupo AadM Promos no Facebook.

iPad Pro 2022 pode vir com novos contactos de 4 pinos

08-08-2022 | 14:30 | Aberto até de Madrugada

Para o novo iPad Pro com chip M2, a Apple pode estar a preparar a expansão da conectividade para periféricos, com duas novas fichas de 4 pinos.

Apesar de já ter adoptado o USB-C nos iPad Pro há algum tempo, parece que a Apple se prepara para reforçar a aposta numa nova "ficha" proprietária - ou, melhor dizendo, duas.

Segundo alguns rumores, a Apple vai expandir o actual sistema de três pinos para ligar acessórios como o Magic Keyboard, passando a adoptar não só o sistema magnético MagSafe como também adicionado dois novos pontos de contacto de 4 pinos nas margens laterais no topo e na parte inferior do iPad.

Esse posicionamento permitiria uma ampla gama de potencialidades a nível de "encaixe" com periféricos, e viria mesmo a calhar para dar uso ao novo DriverKit do iOS 16, que permite aos developers criarem drivers para acessórios de iPhones e iPads, ao estilo dos drivers que se usam nos sistemas operativos como Windows e Mac. Por outro lado, voltaria a representar um passo atrás face à desejada "uniformização" das ligações, significando que teremos novos dispositivos que deixam de ser compatíveis com os iPads anteriores, e coisas dos anteriores que deixam de ser compatíveis com os mais recentes.

China pode atrasar iPhones 14 - Apple vira-se para a Índia

08-08-2022 | 13:00 | Aberto até de Madrugada

As tensões crescentes entre EUA e China estão a fazer com que a Apple se prepare para o pior, reforçando a capacidade de produção na Índia.

A visita de Nancy Pelosi a Taiwan como sinal de apoio à sua independência irritou as autoridades chinesas, levando a nova onda de retaliações que facilmente pode escalar para níveis imprevisíveis.

A Apple, que está dependente da TSMC de Taiwan para os seus chips e da Foxconn na China para a montagem dos seus iPhones, fica numa posição delicada. E, apesar de estar a tentar manobrar a situação da melhor forma (já pediu a remoção das referências "Made in Taiwan"), também se vai preparando para a pior eventualidade: a de poder ficar impedida de aceder à Foxconn na China em tempo útil, levando a atrasos no lançamento da nova geração dos iPhone 14.

Fazendo uso da velha máxima "esperar o melhor mas preparar para o pior", a Apple vai, pela primeira vez, iniciar a produção dos iPhone 14 na Índia quase em simultâneo com a produção na China.

My latest survey indicates Foxconn's iPhone production site in India will ship the new 6.1" iPhone 14 almost simultaneously with China for the first time in 2H22 (India being one quarter or more behind in the past).

— 郭明錤 (Ming-Chi Kuo) (@mingchikuo) August 5, 2022

It implies that Apple is trying to reduce the geopolitical impacts on supply and sees the Indian market as the next key growth driver.

— 郭明錤 (Ming-Chi Kuo) (@mingchikuo) August 5, 2022
Até agora, a Apple sempre tinha utilizado a China para produzir os iPhones de lançamento, e só nos trimestres seguintes começava a diversificar a produção através das restantes instalações da Foxconn noutros países. Mas, está visto que isso se tornou num risco demasiado elevado que a Apple não quer correr. Não seria descabido que a China quisesse marcar a sua posição e mantivesse os iPhone 14 "reféns" até que a Apple cedesse numa qualquer situação, para o governo chinês demonstrar a sua posição de força.