PlanetGeek

How to Implement a PHP Page Counter System that Can Track the Accesses of Users to Many Pages in a Site

25-01-2021 | 18:24 | Manuel Lemos

By Manuel Lemos
Web page counters are traditional way of showing how popular a page is by the means of elements that appear on a page that show the count of accesses that a page had so far.

This package implements a complex page counter solution to simplify the tracking of page access count in a reliable way that can be used to track the accesses of many pages at once.

It can also show useful statistics for site managers in a private way.

MS Office e Windows em saldo desde €7

25-01-2021 | 17:30 | Aberto até de Madrugada

Temos nova campanha de descontos que permite comprar o Windows 10 Pro e Office da Microsoft por valores bastante reduzidos, com os preços a começam nos 7 euros e havendo também descontos caso sejam comprados em conjunto.

As promoções na Mmorc são muitas, abrangendo diferentes versões do Windows (incluindo versões empresariais), Office (2016, 2019, 365) e também jogos, com descontos variados consoante as categorias.

Windows e Office

Código de desconto 65%: AML65
Windows 10 Professional x 2 Keys €11.09
Microsoft Office 2016 Pro Plus Key €17.77
Windows 10 Pro + Office 2016 Pro Key €21.14

Código de desconto 44%: AML44
Windows 10 Pro Key €7.81
Windows 10 Home Key €7.60
Windows 10 Enterprise Key €9.51

Código de desconto 59%: AML59
Microsoft Office 2019 Pro plus Key €27.00
Windows 10 Pro + Office 2019 Pro Key €32.09

Microsoft Office 365 Pro plus Global €12.55
Windows 10 Pro + Office 365 Pro plus Global Bundle €17.19

Microsoft Office 2019 Home & Students Key Global €28.02
Windows 10 Pro + Office 2019 Home & Students Key Global Bundle €31.61


Antivirus Software

Código de desconto 44%: AML44
Kaspersky Internet Security 2020 1 Device 1 Year Digital Code Global €10.20
Kaspersky Total Security 2020 1 Device 1 Year Digital Code Global €10.71
Kaspersky Total Security 2020 3 Devices 1 Year Digital Code Global €14.80

McAfee Total Protection 2020 1 Device 5 Years Key Global €8.01
McAfee AntiVirus Plus 2020 Unlimited Devices 3 Years Digital Code Global €16.33
McAfee Livesafe 2020 Unlimited Devices 3 Year Digital Code Global €26.18

Eset NOD32 Antivirus 2020 1 Device 1 Year Digital Code Global €9.04
Eset Internet Security 2020 1 Device 1 Year Digital Code Global €9.54
AdLock 2020 5 Devices 1 Year Digital Code Global €10

Jogos

Minecraft Java Edition PC Digital Code Global €24.60

Esta loja - mmorc.com - suporta pagamentos com PayPal, que serve como protecção adicional, e disponibiliza o email [email protected] para responder a toda e qualquer questão relacionada com os produtos.

Notícias do dia

25-01-2021 | 16:30 | Aberto até de Madrugada

Procura reduzida do iPhone 12 mini faz Apple desviar produção para modelos maiores; SpaceX bate recorde com lançamento de 143 satélites; Beeper unifica 15 serviços de chat num só; tomada de posse de Biden dominada por meme de Bernie Sanders; Google ameaça saída da Austrália caso nova lei seja aprovada; iOS 14.3 impede transferência de fotos para Windows via USB; córnea artificial da CorNeat dá visão a pessoas cegas; Itália exige suspensão de contas TikTok sem idade verificada após morte de criança; funcionário de empresa de segurança espiou câmaras domésticas de centenas de clientes durante anos.

Antes de passarmos às notícias do dia, temos novo passatempo gadget da semana, que desta vez te pode valer uma coluna BT Anker Soundcore Mini.

Huawei prepara venda das marcas Mate e P?

A Huawei parece estar satisfeita com os resultados de separar a divisão Honor vendendo-a a um consórcio chinês para a isolar das restrições que estão a ser impostas pelos EUA e assim poder continuar a ter acesso a fornecedores (ver notícia abaixo) e vender smartphones com apps Google, e agora prepara-se para fazer o mesmo com as suas gamas Mate e P.

O processo seria o mesmo, vender as marcas a um consórcio, mas desta vez a coisa torna-se mais difícil de justificar ou "disfarçar". Ao contrário da Honor, que sempre foi uma sub-marca, as gamas Mate e P estão intimamente ligadas à marca principal Huawei. Teremos que esperar para ver se efectivamente se trata de um licenciamento das marcas e o desenvolvimento será feito de forma completamente independente, ou se será apenas uma tentativa (pouco convincente) de contornar as restrições aplicadas.


Honor diz já ter fornecedores norte-americanos

A propósito da notícia acima, a Honor tem feito render a sua separação da Huawei e diz já ter assegurado o fornecimento de vários fabricantes, incluindo a Intel, AMD, Micron, Microsoft, Qualcomm, entre outros - fornecedores com as quais estaria impedida de negociar caso ainda se encontrasse sob a alçada da Huawei.

Com a mudança de administração nos EUA (de Trump para Biden), não se sabe ainda como é que isso irá afectar as relações com a China e, mais concretamente, esta situação que colocou dezenas (ou centenas) de empresas chinesas na lista negra de restrições dos EUA, limitando seriamente a sua capacidade de produzir ou desenvolver novos produtos.


Parlamento Europeu convida CEOs da Apple, Alphabet, Facebook e Amazon para audiência

Com as eleições norte-americanas terminadas e um novo presidente (Biden) na Casa Branca, a UE relembra aos gigantes tecnológicos que os assuntos da actualidade não estão esquecidos e que há ainda muito por fazer. Nesse sentido, o Parlamento Europeu convidou os CEOs dos quatro principais gigantes tecnológicos - Facebook, Apple, Alphabet (Google) e Amazon - para comparecerem numa audiência em Bruxelas a 1 de Fevereiro.

A medida parece ser apenas um teste político para avaliar a receptividade / "boa vontade" das ditas empresas às averiguações europeias, mas nesta fase poucos são os que acreditam que algum dos CEOs esteja disposto a aceitar tal convite. Veremos de que forma é que essa recusa irá afectar as futuras deliberações europeias em relação ao domínio excessivo que estes gigantes têm sobre o actual panorama tecnológico mundial.


Hacker divulga dados de 2.8M de utilizadores de site de dating

Mais uma semana, mais um roubo de dados que aparecem na internet. Desta vez são os dados referentes a 2.8 milhões de utilizadores do site de encontros MeetMindful.

Não só os dados de um site de encontros já fariam antecipar coisas sensíveis, como preferências sexuais, mas os dados vão muito para além disso, incluindo coisas como os nomes reais, emails, moradas, endereços IP, localizações, e até tokens de autenticação do Facebook. E tudo isto foi disponibilizado gratuitamente num fórum de hackers, significando que estes dados passam a estar incluídos no manancial de informação que passa a ser "pública" e que nunca mais poderá voltar a ser "secreta".


Curtas do dia


Resumo da madrugada





Galaxy S21 Ultra só tem vídeo slow-motion de 480 fps

25-01-2021 | 16:21 | Apps do Android

Quem pensar escolher o Galaxy S21 Ultra por ter câmaras mais avançadas que os S21 e S21+, poderá querer ter em atenção de que isso não se aplica ao modo super slow-motion de 960 fps.

Todos os Galaxy S21 anunciam o modo super slow-motion de 960 fps, mas este pode ser considerado a excepção à regra de que o S21 Ultra tem capacidades sempre superiores aos S21 e S21+. Embora a Samsung também anuncie que o S21 Ultra tem modo super slow-motion de 960 fps (certamente uma exigência da equipa de marketing que não aceitaria ter o Ultra com uma característica inferior à dos outros modelos), a verdade é que o Galaxy S21 Ultra se comporta pior que os modelos inferiores neste caso específico de utilização.

A Samsung esclarece que o modo super slow-motion funciona em resolução HD a 960 fps, captando 0.5 segundos de vídeo; mas no S21 Ultra a captura é feita apenas a 480 fps (por 1 segundo), sendo depois digitalmente processado para simular a captura a 960 fps.
Ora, por muito bons que sejam os algoritmos de "slow-motion", sabemos desde logo que nada é melhor do que ter uma gravação efectivamente a 960 fps para efeitos de super câmara-lenta. A limitação deve-se ao sensor de 108 MP usado no Galaxy S21 Ultra, que não permite fazer uma leitura tão rápida quanto o sensor de resolução inferior usado nos S21 e S21+.

Por outro lado, há que reconhecer que este modo super slow-motion acaba por ser usado apenas para situações bastante específicas, e que para a maioria dos utilizadores não irá fazer qualquer diferença prática ter um modo pseudo-960 fps versus um modo 960 fps real. Mas, se for o caso, já sabem que ficarão melhor servidos com um S21 ou S21+ em vez de um S21 Ultra.

Análise ao TCL 10 Plus

25-01-2021 | 15:30 | Aberto até de Madrugada



O TCL 10 Plus é mais uma proposta para o mercado de gama média, com a marca chinesa a apostar numa variação do trio de equipamentos apresentados em Abril. O ecrã AMOLED e a bateria de 4500mAh são os grandes destaques deste smartphone que pode ser encontrado no mercado nacional, com um preço a começar nos 300 euros.


Unboxing



Na lateral da caixa, como tem vindo a ser norma nos modelos lançados este ano, um conjunto de especificações que apresentam desde logo o smartphone ao consumidor.


Outra situação que se repete, é a inscrição "Display Greatness", com a TCL a destacar a tecnologia utilizada no ecrã que equipa este TCL 10 Plus.


Removendo a tampa da caixa, temos acesso ao bloco com a documentação de referência, capa de protecção e clip para instalação dos cartões SIM e SD.


Por baixo deste conjunto, o smartphone, envolvido numa película de plástico.


Numa zona inferior, os acessórios devidamente acomodados.


A acompanhar o smartphone, o cabo USB-C, carregador, auriculares, documentação e capa de silicone transparente.


Os auriculares apresentam um acabamento em dourado, com uma inscrição com o nome da marca, o que acaba por dar um toque de algum requinte ao conjunto.


O carregador, embora suporte carregamento rápido, está limitado a 18W, valor mínimo para usufruir desta classificação. 

O TCL 10 Plus

Este acaba por ser um smartphone bastante curioso, pois a TCL optou por criar um equipamento com base no hardware utilizado nos seus TCL 10 L e TCL 10 Pro, sendo este TCL 10 Plus uma junção dos dois equipamentos. Do TCL 10 Pro herda o ecrã AMOLED, sensor de impressão digital, bateria, memória RAM, armazenamento e o design. Do TCL 10 L vem o restante hardware, do qual fazem parte o processador Snapdragon 665 e as câmaras (frontal e traseira).

Especificações

Processador: Qualcomm Snapdragon 665CPU, um  Octa-Core Kryo 260 (4 núcleos a 2,0 GHz, 4 núcleos a 1,8 GHz)
GPU: Adreno 610
Ecrã: AMOLED curvo de 6,47”, resolução FHD+ com 1080 x 2340 píxeis, 398ppp e brilho máximo de 600nits, numa relação 19.5:9 que cobre 93% do corpo do smartphone.
RAM: 6GB
Armazenamento: 64,128 ou 256GB
Bateria: 4500mAh
Câmaras traseiras: 48 MP + 8 MP + 2 MP + 2 MP
Câmara frontal: 16MP
Dimensões: 158,9 x 72,88 x ~8,95 mm
Peso: 172 g

O TCL 10 Plus acaba assim por ser um TCL 10 Pro com um "motor e pneus" ligeiramente inferiores, ficando apenas a perder no processador e câmaras.



Na lateral superior, um microfone e a entrada para um jack de 3.5mm, elemento cada vez mais raro num smartphone.
 

Na lateral oposta, a grelha para a única saída de som, um microfone, porta USB-C e a entrada para o adaptador de cartões SIM e SD.


Do lado esquerdo, aquela que já foi em tempos uma tecla inteligente, agora limitada a activar o assistente de Google.


Na lateral direita, os botões de volume e power.


Na traseira, o duplo flash enquadra o quarteto de câmaras. O logótipo da marca, aparece numa zona central, um pouco mais a baixo.


Na frente, um furo na zona superior central do ecrã. No limite do ecrã, um pequeno entalhe, para a coluna destinada às chamadas de voz.


A capa de silicone prolonga-se para lá da lateral, protegendo a curvatura do ecrã. Esta capa apresenta uma particularidade interessante, tendo um pequeno recorte na zona da coluna, para não tapar esta zona.


Em utilização

O grande destaque vai naturalmente para o ecrã AMOLED, o qual facilmente consegue destacar-se quando colocado junto a um ecrã LCD. As cores mais quente e vivas, o preto mais profundo, são um verdadeiro deleite para o utilizador. Além da qualidade de imagem, temos ainda a possibilidade de utilizar a funcionalidade "Always On", para apresentar as horas e notificações no ecrã, com a TCL a disponibilizar alguns temas para esse efeito. 


Sob o ecrã, o sensor de impressão digital, ainda de primeira geração e por isso mesmo, com alguns atrasos na leitura, que acabam por ser agravados pelo incorrecto posicionamento do dedo. Um sensor na traseira apresenta uma concavidade que ajuda a colocar o dedo no local certo, algo que não é possível acontecer no ecrã, levando a que a eficiência do reconhecimento baixe consideravelmente. 




O comportamento geral está dentro do que se pode exigir a um equipamento de gama média, com o TCL 10 Plus a não sofrer atrasos no tempo de resposta, sendo apenas uns milésimos mais lento que um topo de gama. Face ao TCL 10 L, tem a vantagem de apresentar armazenamento com melhor desempenho, algo que se faz notar nas tarefas mais exigentes, sobretudo na instalação de aplicações.


A autonomia é outra das áreas onde há um incremento de desempenho, com os 500mAh extra e o ecrã AMOLED a contribuírem para um incremento de resultados nos testes de desempenho. Tal como no caso do TCL 10 L, ao chegar aos 10% de bateria, a carga no CPU passou para 60%, garantindo uma extensão do tempo registado no teste do GeekBench 4 Pro.




O carregamento está longe de ser rápido, levando mais de duas horas a ser concluído. A primeira fase até decorre de forma relativamente rápida, mas os últimos 20% de carga levam mais de uma hora a ser efectuados, pelo que o melhor mesmo será aproveitarem a noite para um carregamento completo. 




Em termos de software, não há lugar a novidades, pelo que convidamos os leitores a consultar as análises publicadas anteriormente, nomeadamente as do TCL 10 L e TCL 10 Pro. As actualizações de segurança continuam a não ter a atenção que seria esperada para um equipamento acabado de lançar, com o patch de segurança de Julho, a ser actualizado para o de Setembro, apenas no início de Novembro, continuando esta a ser uma área em que a TCL terá obrigatoriamente de melhorar significativamente. Curiosamente, na véspera da publicação da análise, chegou uma nova actualização, desta vez com o patch de segurança de Outubro, algo bem mais em linha com o que seria de esperar num equipamento de gama média.

As câmaras


Neste campo não há novidades face ao que apresentámos na análise do TCL 10 L, com a marca chinesa a disponibilizar o mesmo conjunto de câmaras e software neste TCL 10 Plus.


TCL 10 Plus

Os resultados estão dentro do esperado para um gama média, sempre que os cenários apresentem uma boa iluminação. O sensor ultra wide perde um pouco em termos de cor e o arredondamento apresentado nas margens das fotografias, pode arruinar o resultado final. Quando há pouca luz, o modo supernoite é uma opção a ter em conta. Quem assim pretender, pode sempre optar pela aplicação que copia a câmara da Google, com os resultados em zonas pouco iluminados a poderem sair com melhor qualidade. 



A interface da câmara segue a linha do que vem sendo apresentado pela TCL. À esquerda temos uma fila de ícones com os filtros (em tempo real), controlo do flash, temporizador, HDR, formato da imagem e definições. Na zona inferior do ecrã, ou à direita consoante a sua orientação, uma fila de modos de fotografia / vídeo, e uma segunda fila com um ícone para alternar entre a câmara traseira e frontal, o botão de disparo, atalho para o Google Lens e o acesso à galeria. São apresentados ainda dois ícones na zona inferior do ecrã, para acesso ao zoom e modo ultra wide.

Além do modo automático, vídeo, retrato, Super Macro e Pro, estão ainda disponíveis mais outras opções, que possibilitam outros tipos de utilização das câmaras.

Apreciação final

Com um preço na casa do 300€, este TCL 10 Plus não tem a vida facilitada, com a concorrência a estar bastante forte, apresentado opções para todos os gostos e feitios.


Em termos estéticos, este é um smartphone bastante interessante, com as suas linhas esbeltas a disponibilizarem um toque muito agradável na mão. Este será garantidamente um forte trunfo para a marca, bastando para tal que o consumidor possa tomar as medidas do equipamento aquando da compra.

Não se destacando decisivamente de outras opções no mercado, o TCL 10 Plus é contudo um smartphone a ter em conta por quem privilegia uma boa qualidade de ecrã e um design refinado, sendo por isso merecedor de um robusto "morno".



TCL 10 Plus
Morno

Prós
  • Ecrã
  • Conforto em utilização

Contras
  • Eficiência do sensor de impressão digital
  • Desempenho apenas QB

TCL 10 Plus

Morno (3/5)

Apple alerta para MagSafe do iPhone 12 dever ser afastado de pacemakers

25-01-2021 | 14:00 | Aberto até de Madrugada

A Apple adicionou informação adicional aos avisos sobre os ímanes dos iPhone 12, referindo a necessidade de os manter afastados de dispositivos médicos como os pacemakers.

Os ímanes que constituem o sistema MagSafe nos iPhone 12 permitem o encaixe rápido de carregadores e outros acessórios, mas podem tornar-se também um problema para pessoas com implantes de pacemakers ou outros dispositivos médicos. Muitos destes dispositivos reagem a campos magnéticos ou sinais RF, e é por isso fortemente recomendado que se mantenham afastados dispositivos que possam interferir com eles.

A situação não é nova, e é algo que qualquer pessoa com um destes implantes deverá saber (até para situações como a detecção de metais num aeroporto), mas que se tornou notícia em resultado de um estudo recente que demonstrou que o MagSafe de um iPhone 12 podia desactivar pacemakers em determinadas circunstâncias - levando a Apple a alterar a sua secção referente aos ímanes e MagSafe, e incluindo a recomendação de mater os iPhones 12 e acessórios MagSafe a uma distância superior a 15 cm, ou 30 cm no caso de estarem a ser recarregados via wireless, dos dispositivos médicos implantados.

Como indicado, esta recomendação não é exclusiva dos iPhone 12, aplicando-se a todo e qualquer dispositivo com ímanes ou que emita sinais RF. Em suma, se têm pacemaker, não mantenham qualquer dispositivo electrónico nos bolsos da camisa ou na proximidade do peito, incluindo smartphones de qualquer marca.

Sensor temperatura e humidade Xiaomi a €5

25-01-2021 | 13:12 | A Minha Alegre Casinha

Saber a temperatura e humidade em casa de forma mais inteligente pode ser feito a um preço mais reduzido que nunca.

A Xiaomi há muito que tem sensores de temperatura e humidade no seu catálogo, mas são pequenos módulos Zigbee que apenas podem ser utilizados em conjunto com o seu gateway. No caso deste sensor de temperatura e humidade, troca o Zigbee por Bluetooth para poder ser acedido directamente por um smartphone sem necessidade de um gateway adicional, mas a principal vantagem é que passa a ter um ecrã digital, permitindo ver os dados de forma imediata mesmo que não se queira ter integração adicional ou sequer abrir uma app para ver esta informação.

Estes sensor de temperatura e humidade está disponível por 5 euros para uma unidade, ou por 16.50 euros para quatro unidades, com envio para Portugal por 2.54 euros - mas podem experimentar usar o código BGJASED324 para anular o custo de envio.

Claro que nada impede que este sensor seja mais tarde integrado em sistemas de automação mais alargados, passando a poder ser utilizado para controlar climatização, estores automáticos, ou outros equipamentos. No entanto para isso será conveniente avaliar se a utilização de sensores Bluetooth será a melhor opção. É que ser Bluetooth facilita a ligação a um smartphone directamente, mas complica a ligação a um gateway. No caso dos gateways originais, era necessário recorrer a uma lâmpada de cabeceira Xiaomi que actuava como mini-gateway para comunicar com sensores BT via WiFi.


Acompanha as melhores promoções diárias no nosso grupo AadM Promos.

Procura reduzida do iPhone 12 mini faz Apple direccionar produção para modelos maiores

25-01-2021 | 12:00 | Aberto até de Madrugada

Depois de anos a pedir-se um iPhone pequeno a Apple trouxe-nos o iPhone 12 mini, mas o mercado parece estar a demonstrar a preferência inequívoca pelos iPhones maiores.

Com os iPhone 12 tivemos pela primeira vez a possibilidade de optar por 3 tamanhos de iPhones de uma mesma geração. Mas, apesar de continuar a haver uma legião de fãs que se queixava da falta de um modelo pequeno, a verdade é que no panorama geral isso se está a traduzir em vendas abaixo do esperado pela Apple, ao ponto de já ter reduzido a produção de iPhone 12 mini e em seu lugar aumentado os pedidos de iPhones 12 Pro.

O iPhone 12 mini tem recebido boas críticas por parte de quem os comprou, que dizem que tem o "tamanho ideal". No entanto, isso não evita que na distribuição do volume de vendas estimado, o mais pequeno iPhone 12 esteja a ficar com a reduzida percentagem de apenas 6%. Uma percentagem que confirma a preferência do mercado pelos modelos maiores, quer isso seja devido à autonomia mais generosa proporcionada pelas baterias maiores, ou por estarem dispostos a abdicar da facilidade de manusamente para usufuruirem de um ecrã de maiores dimensões.

Talvez se / quando os smartphone e tablets com ecrãs de desenrolar se popularizarem, se possa ter o melhor dos dois mundos: dispositivos compactos quando é necessário transportá-los, mas com ecrãs grandes quando é necessário utilizá-los. Até lá, parece que continuaremos a estar perante o domínio incontestável dos smartphones com ecrãs de grandes dimensões.


P.S. Confesso que, mesmo sendo fã do formato compacto do iPhone 12 mini, se tivesse que comprar um iPhone provavelmente iria também acabar por escolher um iPhone 12 Pro, por conta das câmaras e da autonomia. Mas, uma vez que defini como pressuposto que só consideraria comprar um novo iPhone quanto passassem a ter um ecrã de 120Hz, até lá não me preciso preocupar com esse tipo de decisões.

Android 12 pode trazer duplo toque na traseira

25-01-2021 | 11:00 | Aberto até de Madrugada

Depois de ter falhado o lançamento do Android 11, o gesto de duplo toque na traseira poderá finalmente regressar com o Android 12.

A Google testou a funcionalidade de reconhecer o duplo toque na traseira dos seus Android durante o processo de desenvolvimento do Android 11, mas lançou a versão final sem essa funcionalidade que tinha o nome de código "Columbus" - por conta do personagem do filme Zombieland e a sua regra "double tap". Agora, surgem indicações de que a Google continuou a trabalhar na funcionalidade e está pronta para fazer regressar o duplo toque traseiro no Android 12.

Aparentemente a primeira versão da funcionalidade era demasiado sensível e detectava toques que não eram toques, mas a situação terá sido afinada e já estará mais em linha do que se espera do seu funcionamento - para não falar no caso de que a Apple também implementou a detecção de toques traseiros no iOS 14, e não haveria desculpa para a Google não o conseguir fazer de forma idêntica.

O duplo toque traseiro poderá ser usado para fazer coisas como: fazer uma captura de ecrã, activar o Google Assistant, fazer pause/resume, abrir a secção das notificações, ou abrir as apps recentes. A grande questão é saber se esta será mais uma das funcionalidades que a Google irá lançar como exclusivo dos Pixel, ou se a ira deixar ficar acessível para todos os parceiros.

Kit Powerline D-Link Gigabit a €46.99

25-01-2021 | 10:00 | Aberto até de Madrugada

Fazer chegar a rede ou internet a qualquer local com uma tomada eléctrica é fácil usando módulos powerline como estes da D-Link com capacidade gigabit a preço acessível.

Dita a lei de Murphy que, por mais fichas de rede que se tenha espalhadas pela casa, vamos acabar por precisar de uma exactamente no local onde não não existe nenhuma. Embora o WiFi tenha vindo resolver muitos dos problemas de ligação à rede doméstica e internet, por vezes há situações onde poderia ser mais conveniente ter uma ligação ethernet por cabo, ou onde o WiFi nem sequer possa ser uma opção (por exemplo, no caso de um apartamento que queira fazer chegar a rede à garagem no subsolo) - e é aí que entram as soluções powerline como as deste kit D-Link.
Este kit powerline D-Link DHP-P601AV/E está disponível por €46.99 com envio da Amazon Espanha.

O kit consiste em dois módulos e conta com capacidade de comunicação gigabit, embora como em todas as soluções powerline, as prestações dependam da rede eléctrica e distância, por norma ficando bastante abaixo destes valores máximos teóricos. Em casos práticos reais, é habitual conseguirem-se velocidades de 200-400 Mbps, o que já será mais que suficiente para a maioria das situações, e uma boa alternativa considerando que não ficará sujeita às interferências de um local com redes WiFi saturadas.

Outra excelente vantagem de ordem prática, é que estes módulos contam com tomada de passagem, pelo que é possível ligá-los na parede sem perder o acesso a uma tomada eléctrica, dispensando a necessidade de blocos de tomadas múltiplas.


Acompanha as melhores promoções diárias no nosso grupo AadM Promos.

Como tirar partido do smartphone neste confinamento

25-01-2021 | 09:32 | Apps do Android


Algumas ideias e sugestões para potenciar o smartphone neste confinamento.


Embora o novo confinamento tenha mais exceções do que aquele vivido em março do ano passado, a frase mais ouvida dos últimos dias é que “a regra é ficar em casa” e todos sabemos que é esse o caminho a seguir se queremos diminuir o aumento de novos casos de Covid-19 que assolou o nosso país desde o início do ano. Com o novo confinamento geral decretado pelo Governo, o teletrabalho é obrigatório. Sair? Apenas se estritamente necessário. É neste sentido que a WIKO, empresa europeia de smartphones, te diz como pode o smartphone ajudar-te a ultrapassar esta fase no teu trabalho e vida familiar, a manter-te ocupado nos tempos livres e a garantir que nada falta na tua casa.
 
Como pode o smartphone ajudar-te no trabalho?

Se há algo que desde março do ano passado se tem vindo a comprovar, é que o teletrabalho é possível de realizar através de qualquer lado. O teu smartphone é uma ferramenta importante para que continues a cumprir as tuas funções, ainda que a partir de casa. Com ele podes aceder ao teu email e criar lembretes específicos para tarefas ou reuniões virtuais que tenhas marcadas. Permite-te também estar em contacto com clientes, colegas ou fornecedores através de chamadas ou videochamadas e permite-te ainda consultar fontes seguras de informações como os websites noticiosos ou da Direção Geral da Saúde para estares a par do estado do país e conseguires gerir as tuas obrigações profissionais (e pessoais!) em função do mesmo. O importante é que o teu smartphone tenha uma boa bateria, e o resto não falhará.
 
O smartphone é um aliado na tua vida pessoal e familiar? Sim!

Não é segredo que, desde o início da pandemia, a tecnologia assumiu um papel fortíssimo para manter os elos entre famílias e amigos. Apesar do espaço físico que nos separa, mantemo-nos apenas à distância de um telefonema, uma videochamada, uma troca de mensagens.
Se atualmente não podemos partilhar todos o mesmo espaço, então protege-te a ti e aos outros ao usares o teu smartphone para manteres o contacto com quem te é mais querido. Podes combinar uma hora específica, depois de terminares o teletrabalho, para fazerem uma videochamada diáriaLiga aos teus pais enquanto despachas algumas tarefas. Troca mensagens e fotografias com os teus melhores amigos dos filmes que viste ou do novo projeto de DIY que começaste.
Se precisas de tratar de algum documento importante ou de recorrer aos serviços públicos, usa o teu smartphone para fazer a marcação online e aparece apenas no dia e hora em que estiver marcado. É atualmente a única forma de aceder a este tipo de serviços e evita filas!
Preocupado em como ocupar o tempo livre? O smartphone pode ajudar-te
É natural que tenhas saudades de combinar almoçaradas em grupo. De viajar. De andar despreocupado na rua. Mas numa fase em que uma vez mais temos de ficar em casa para salvar vidas, o teu smartphone pode ajudar a ocupar os tempos livres.
Smartphones com ecrãs grandes são excelentes para veres filmes ou séries, ou mesmo para fazeres download de jogos e entreteres-te durante uma tarde inteira. Combina com os teus amigos, instalem daqueles jogos multi-player, marquem uma hora e divirtam-se em conjunto, à distância. És daquelas pessoas que conseguem passar horas a falar? Então liga aos teus melhores amigos e quando deres por ti o dia passou! Podes também aproveitar para criar novos conteúdos para as tuas redes sociais e, quem sabe, descobrir uma nova faceta tua que desconhecias até agora.
Com o fecho dos ginásios, que tal apoiares-te no teu smartphone e fazeres download de uma APP de exercícios? Escolhe a que se adequa mais às tuas necessidades e aos teus objetivos, e mantém a tua atividade física durante o confinamento – vais ver que fará bem tanto ao corpo como à mente. Além disso, podes usar o teu equipamento para acompanhar a tua evolução e partilhar os resultados com os teus amigos!
 
Não sabes como gerir as necessidades da tua casa? Apoia-te no que o teu smartphone oferece

Um dos locais onde há mais aglomerados de pessoas são os supermercados, mas sabes que podias fazer as tuas compras online? Faz download da APP do teu supermercado de eleição, adiciona os produtos de que precisas ao teu carrinho e pede para serem entregues à porta da tua casa.
Além disso, com a nova regra de que os cafés e restaurantes apenas podem estar abertos em regime de take-away ou de entregas ao domicílio, faz uma busca pelas redes sociais: encontrarás, certamente, um grupo da tua localidade com os diversos restaurantes que oferecem esses serviços, com menus completos e números para onde poderás ligar para fazer o teu pedido. Assim, além de ficares em casa a cumprir o teu dever cívico, estarás também a ajudar os pequenos negócios locais que de tanta ajuda precisam atualmente – e a saborear refeições deliciosas no conforto e segurança do teu lar!
 
Apoia-te na tecnologia, e no teu smartphone, para te manteres ligado ao mundo durante este novo confinamento geral e, acima de tudo, protege-te a ti e ajuda a proteger todos aqueles que te são queridos e não só. O dever e o poder de parar esta pandemia está em cada um de nós. Vais fazer a tua parte?
  

SpaceX bate recorde com lançamento de 143 satélites

25-01-2021 | 09:00 | Aberto até de Madrugada

A SpaceX realizou o seu lançamento "partilhado" de satélites, simultaneamente conseguindo o recorde de maior número de satélites lançados numa única missão: 143.

No final de 2019 a SpaceX tinha anunciado que iria disponibilizar espaço nos seus lançamentos para incluir dezenas de pequenos satélites a custo reduzido (15 mil dólares por kg), e isso foi agora concretizado com esta missão Transporter-1, que levou para o espaço um conjunto de 133 satélites comerciais e governamentos, e também de 10 dos seus próprios satélites Starlink, que irão ficar numa órbita polar e expandir a cobertura do serviço de internet via satélite que vai crescendo a cada mês.

Embora a SpaceX não diga publicamente qual tem sido o interesse e adesão a este serviço de lançamento mais económico, alguns dos seus clientes têm falado e dito que ficaram extremamente surpreendidos pelo baixo custo e pelos prazos disponibilizados para o lançamento; pelo que, se isso servir de indicação, é de esperar que não demore muito para que se venham a ter as missões Transporter-2, Transporter-3, etc.

Falcon 9 launches 143 spacecraft to orbit — the most ever deployed on a single mission — completing SpaceX’s first dedicated SmallSat Rideshare Program mission pic.twitter.com/CJSUvKWeb4

— SpaceX (@SpaceX) January 25, 2021



O anterior recorde de lançamento pertencia a um foguete indiano, que em 2017 lançou 104 satélites.

iOS 15 deverá abandonar iPhone 6S e SE de 2016

25-01-2021 | 08:00 | Aberto até de Madrugada

Com a chegada do próximo iOS 15 esperada para Setembro, a Apple deverá abandonar os iPhones 6S e o iPhone SE de 2016.

A Apple tem mantido a tradição de manter o suporte do iOS para os iPhones mais antigos, mas também isso tem um limite. Com o iOS 15 é esperado que se diga o adeus aos iPhone 6S lançados em 2015 e ao iPhone SE de 2016.

Com ambos os modelos a terem mais de 5 anos, não será uma situação em que se possa criticar demasiado a Apple. O iOS 15 deverá por isso ficar limitado aos equipamentos que têm o chip A10 (iPhone 7, iPod 7ª geração) ou mais recente. Se isso se mantiver no caso dos iPads, poderá marcar o adeus ao iPad mini 4 de 2015 (A8), iPad Air 2 de 2014 (A8X) e o iPad 5 de 2017 (A9) - sendo que este último seria um pouco penalizado por perder as actualizações ao fim de 4 anos.

Mesmo sem direito ao último iOS, a Apple tem continuado a fazer algumas actualizações mais críticas para as versões com iOS anterior, como aconteceu para adicionar o suporte para a funcionalidade de contact tracing de Covid-19 no iOS 13. De qualquer forma, para quem tiver um destes iPhones e desejar ter acesso ao futuro iOS 15, será melhor começar a ir poupando desde já para poder contemplar a troca para um novo iPhone mais recente no final do Verão.

Itália exige suspensão de contas TikTok sem idade verificada após morte de criança

24-01-2021 | 21:00 | Aberto até de Madrugada

A entidade de protecção de dados italiana ordenou o TikTok a bloquear todas as contas sem idade verificada, no seguimento da morte de uma criança de 10 anos - aparentemente em resultado de um desafio que viu na plataforma.

Embora o TikTok se tenha comprometido a impedir o registo de crianças com idade inferior a 13 anos, o serviço continua a ser facilmente utilizado por crianças com idades mais reduzidas, sendo fácil contornar a questão da idade. Daí o pedido de bloqueio temporário, até 15 de Fevereiro, de todos os utilizadores que não têm idade verificada, enquanto o caso é investigado.

A criança de 10 anos terá morrido devido a asfixia, em resultado de um desafio que convidava os participantes a tentarem suster a respiração com um cinto apertado em volta do pescoço durante o máximo de tempo possível até ficarem inconscientes. Um desafio que se segue a muitos outros que põem a vida dos participantes em risco, como o de comer cápsulas de detergente, e outros - e que voltou a causar a morte de uma pessoa.

Há poucas semanas o TikTok aplicou um conjunto de regras mais apertadas às contas de menores, mas isso só funcionará se os utilizadores se registarem com as idades correctas, o que nem sempre será o caso, especialmente entre os mais novos. O TikTok diz que não permite na sua plataforma conteúdos que incentivem actividades que ponham em risco a segurança, mas para a entidade italiana ter avançado com o pedido de suspensão será de esperar que tenham algum indício de que o desafio terá mesmo sido feito por essa via.

Para os pais, fica o alerta: convém ir mantendo o olho sobre que coisas eles andam a ver no TikTok, YouTube, ou demais plataformas por onde andarem.

Lavo lança "bateria" de hidrogénio para casas

24-01-2021 | 18:30 | Aberto até de Madrugada

Já temos uma empresa a comercializar uma bateria de hidrogénio para armazenamento de energia doméstico, como alternativa aos packs de baterias convencionais.

A micro-geração de energia eléctrica em casa faz com que o segundo passo seja encontrar formas eficientes de armazenar a energia produzida em excesso para ser utilizada quando for necessária - como guardar a energia solar acumulada de dia para utilizá-la à noite - e a Lavo acredita que a melhor forma é dispensar as baterias de lítio e recorrer ao hidrogénio.

O Lavo Green Energy Storage System tem dimensões idênticas a um pack de baterias volumoso, com 168 x 124 x 40 cm e peso de 324 kg, concebido para ficar no exterior de uma casa; mas a grande diferença é que em vez de uma mega-bateria de lítio, usa um sistema que gera e armazena hidrogénio, com capacidade equivalente para 40 kWh, cerca do triplo do que uma Powerwall 2 da Tesla permite. O conjunto continua a incluir uma bateria de lítio para permitir resposta imediata do sistema, mas com apenas 5 kW.

A empresa diz também que o conjunto deverá ter o dobro da longevidade de um sistema de baterias de lítio, aguentando cerca de 30 anos em vez de 15; por outro lado, o processo de conversão de electricidade para hidrogénio e depois utilizando uma fuel-cell para converter o hidrogénio para electricidade novamente, é menos eficiente que o de utilização de baterias, resultando numa eficiência total que se ficará pelos 50% - mas em contrapartida, neste sistema não haverá problemas com a necessidade de utilizar, e depois reciclar, compostos químicos complicados.

Os 5kW de saída poderão ser limitativos, mas poderiam ser resolvidos com a aplicação de vários sistemas em paralelo. O maior problema, é que o seu preço de 22 mil euros é superior ao que se pagaria por um pack de baterias com capacidade equivalente, o que a par da eficiência reduzida, torna-o pouco atractivo. Mas, se eventualmente conseguirem baixar o preço do sistema para um valor que seja competitivo proporcionalmente face à sua eficiência, poderá tornar-se numa opção interessante - por agora, a empresa faz a promessa do preço baixar para os 19 mil euros no final de 2022.

Córnea artificial da CorNeat dá visão a pessoas cegas

24-01-2021 | 16:30 | Aberto até de Madrugada

Há uma nova opção para tratar pessoas cegas por degeneração da córnea, sem depender de dadores ou operações complexas, a cornea artificial da CorNeat.

Poucos casos haverá da utilidade da tecnologia do que quando são usados para permitir que pessoas tenham acesso a capacidades que perderam. Neste caso, temos uma córnea artificial que literalmente consegue ultrapassar as córneas inutilizadas por uma série de doenças ou acidentes, e sem necessidade de depender de córneas doadas provenientes de cadáveres.

Embora não seja a primeira córnea artificial, a córnea KPro da CorNeat conta com algumas vantagens que parecem torná-la numa excelente opção, como o facto de poder ser aplicada com uma cirurgia relativamente simples, e de contar com base com uma estrutura que promove o crescimento e integração com as fibras oculares, garantindo uma fixação eficiente e permanente da mesma.


No primeiro caso de aplicação da mesma, o paciente de 78 anos que estava cego dos dois olhos há cerca de 10 anos, foi capaz de reconhecer membros da família e ler números numa tabela logo após a cirurgia.

Excelentes notícias para quem puder estar em situação idêntica e ficar com uma nova opção para poder recuperar a visão.

Google Messages pode em breve deixar de funcionar em smartphones não certificados

24-01-2021 | 16:21 | Apps do Android

Segundo referências encontradas no Android, o Google Messages vai deixar de funcionar em smartphones não certificados a 1 de Abril.

Poderia parecer mentira mas, de momento, tudo indica que são esses os planos da Google, preparando-se para impedir o funcionamento do Messages, que faz a gestão dos SMS e RCS nos Android.

<string name="ip_compliance_warning_message"> On March 31, Messages will stop working on uncertified devices, including this one. </string>

O Google Messages é a app utilizada por milhões de utilizadores para lidar com os SMS nos seus Android, e é também uma das poucas apps da Google que funciona em smartphone Android sem serviços da Google instalados, pelo que pode ser usada até nos smartphones Huawei sem os serviços Google. No entanto, isso deixará de acontecer em Abril, passando a ser um requisito que o smartphone tenha os serviços Google devidamente certificados.

A medida poderá estar relacionada com os planos da Google em implementar mensagens RCS com encriptação end-to-end, e não querer arriscar que essa encriptação possa estar comprometida num smartphone não-certificado. De qualquer forma, seria bastante mais útil e prática que se limitasse a apresentar um aviso a alertar para esse facto, de que naquele smartphone não seria possível assegurar a total segurança das mensagens encriptadas ou, em último caso, até desactivar essa funcionalidade, mas continuar a permitir o uso das SMS e mensagens RCS convencionais.

Desta forma, é apenas mais uma app que acaba por fazer que as pessoas se mudem para o Signal, que também pode enviar e receber SMS nos Android.

 

Tomada de posse de Biden dominada por meme de Bernie Sanders

24-01-2021 | 14:30 | Aberto até de Madrugada

Joe Biden já se tornou oficialmente no novo presidente dos EUA, mas a cerimónia da tomada de posse acabou por ser dominada por uma foto de Bernie Sanders que instantaneamente se tornou num meme mundial.

Uma simples foto de um Bernie Sanders aparentemente enregelado, numa cadeira desdobrável e distanciada por conta das circunstâncias actuais tornou-se no ponto de partida para que fosse transposto para os mais diversos cenários e situações.


Tonight’s guest @BernieSanders reacts to the memes about his instantly iconic inauguration look. pic.twitter.com/BrpYJN9V1u

— Late Night with Seth Meyers (@LateNightSeth) January 22, 2021

Há até quem tenha criado um site para facilitar o processo de o colocar em qualquer local do Street View, como no Cais de Gaia, ou à frente do Padrão dos Descobrimentos.


Uma boa forma de marcar o início de uma nova presidência com boa disposição...

Influenciadora promove livros falsos a aspirantes a influenciadores

24-01-2021 | 12:33 | Aberto até de Madrugada

Se dúvidas houvesse quanto ao extremo a que algumas pessoas chegam para promover um suposto estilo de vida no Instagram e redes sociais, eis que temos um caso de uma influenciadora que chega ao ponto de promover a utilização de livros falsos, só com as capas, para ficarem bem nas fotografias.

A situação, só por si, já seria caricata, mas neste caso tornou-se ainda mais por a dita influenciadora estar a promover esses livros aos seus seguidores por preços de €19.99 (sim, os livros falsos) quando uma pequena pesquisa revelava que esses mesmos "livros" podiam ser comprados nas lojas online chinesas por 3 ou 4 euros.

Bem... talvez a próxima promoção seja vender notas falsas de 500 euros por apenas 20 euros...

Beeper unifica 15 serviços de chat num só

24-01-2021 | 12:00 | Aberto até de Madrugada

O fundador da Pebble está a lançar um novo serviço chamado Beeper que tenta resolver a multiplicidade dos serviços de mensagens, unificando 15 das mais populares plataformas, incluindo o WhatsApp, Signal e iMessages, num único interface.

Por repetidas vezes temos referido o problema da fragmentação e multiplicação das plataformas de mensagens, que recentemente voltou a ser relembrada com a fuga de utilizadores do WhatsApp para o Signal. Noutros tempos, tínhamos um ecossistema de plataformas de mensagens interoperáveis através do XMPP/Jabber, que permitia que pessoas com diferentes serviços comunicassem entre si. Pessoas no ICQ podiam mandar mensagens para pessoas no Google Talk ou Yahoo Messenger - e apesar dos avanços da tecnologia, o que temos hoje em dia é precisamente o oposto, com cada plataforma a manter os utilizadores fechados nela própria.

Eric Migicovsky está a tentar resolver isso com o curioso Beeper, um serviços que quer unificar plataformas como o WhatsApp, Signal, Telegram, Slack, Twitter, Discord, Instagram, Facebook Messenger e outros, incluindo o iMessage da Apple. E, uma vez que a pergunta que se segue é: "mas vou ter que ceder as passwords de acesso a estes serviços?" - a resposta torna-o mais interessante. Não, não será preciso fornecer passwords, já que o serviço correrá numa máquina do utilizador, desde que tenha um Mac sempre ligado e com acesso à internet. O computador funcionará como gateway para acesso a todos os serviços de mensagens e, no caso do utilizador não ter um Mac ou não quiser deixar um sempre ligado, o serviço propõe uma solução ainda mais curiosa, fornecendo um iPhone 4S com jailbreak e a app Beeper instalada, cumprindo a mesma função.

New app alert: I've been working on Beeper for a while and today we're launching! It's a single app to chat on iMessage, WhatsApp, and 13 other networks. Been using it as my default chat client for the last 2 years and there is NO going back. Check it out https://t.co/vjAtnYvdhS pic.twitter.com/rJ39rPFixb

— Eric Migicovsky (@ericmigi) January 20, 2021

A parte menos boa de tudo isto é que o Beeper será um serviço de subscrição, com pagamento menal de $10 - mas não deixa de dar resposta a uma necessidade criada pela multiplicação dos serviços de chat; e para muitos, a possibilidade de terem acesso ao iMessages quase justifica essa mensalidade.

Eis a lista de serviços de mensagens que o Beeper suporta actualmente, sendo simples adicionar o suporte para novos serviços no futuro (essa parte da integração é open-source).
  • Whatsapp
  • Facebook Messenger
  • iMessage
  • Android Messages (SMS)
  • Telegram
  • Twitter
  • Slack
  • Hangouts
  • Instagram
  • Skype
  • IRC
  • Matrix
  • Discord
  • Signal
  • Beeper network

Era inevitável que algo assim aparecesse, só não esperava é que nos chegasse do fundador da Pebble.

|