Planet Geek

27 de Junho, 2017

PHP and JavaScript Innovation Award Report June 2017 Edition - March 2017 nominees

27-06-2017 | 07:58 | Manuel Lemos | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

By Manuel Lemos
This is the June edition of the Innovation Award podcast hangout recorded by Manuel Lemos and Arturs Sosins to comment on the outstanding features of all the past month nominees and winners PHP and JavaScript packages, the prizes that the authors earned, starting with the nominees from the month of March 2017.

Listen to the podcast, or watch the hangout video to learn why the nominated packages were considered to be innovative, as well the current rankings of the Innovation Award Championship by author and by country.

topo

WhatsApp está a tornar-se na principal fonte de notícias em vários países

26-06-2017 | 20:21 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Pode parecer estranho que o WhatsApp esteja a roubar lugar ao Facebook como fonte de notícias, mas é precisamente isso que está a acontecer, sendo que em países como o Brasil e a Malásia, cerca de metade das pessoas já o fazem.

Embora o Twitter ainda domine em termos de informação "em tempo real", grande parte das pessoas mantém-se a par das notícias usando o Facebook. Mas, nalguns países, usar apps de mensagens para ler e partilhar notícias está a crescer a um ritmo alucinante. Na Malásia, 51% dos participantes neste inquérito (mais de 71 mil pessoas em 36 países) disse usar o WhatsApp para ver as notícias; e no Brasil esse número é de 46%.


Embora a utilização do WhatsApp para este efeito, nalguns mercados, possa ser ajudado pelo facto de ser uma app que tem direito a "tráfego incluído" em tarifários económicos, há também outros factores que contribuem para isso, como a procura por parte dos utilizadores de uma plataforma mais privada (com a confiança de que a encriptação das mensagens os manterá a salvo de potenciais represálias em países onde as vozes críticas podem dar direito a cadeia - ou pior.)

Também curioso é ver que para além da Malásia, Brasil, Chile, Singapura e Hong Kong, até a nossa vizinha Espanha parece estar a render-se ao WhatsApp para notícias, com um terço dos espanhóis neste inquérito a responder que sim.

Esta também poderá ser uma reacção ao fenómeno das fake news, que tem "poluído" as plataformas sociais como Facebook e que se tem demonstrado ser mais difícil de resolver do que se poderia pensar. Claro que também no WhatsApp se poderão partilhar notícias falsas, mas sendo um canal mais restrito, isso já dependerá principalmente daquilo que o utilizador quiser ver, e não tanto daquilo que o Facebook acha que deve recomendar.


Para mim, ainda continua a ser o Twitter a principal fonte de notícias, assim como espreitar as capas dos jornais (quando me lembro de o fazer). Apps de mensagens, ainda só uso mesmo para mensagens...  :)

topo

Lenovo ZUK Z2 Pro a €222

26-06-2017 | 17:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

O ZUK Z2 é um smartphone que já conhecemos bem, tendo sido um dos mais recomendados desde o ano passado, mas agora é vez de ceder o protagonismo para o melhorado Z2 Pro com 6GB de RAM.

O ZUK Z2 está longe de ter perdido o seu encanto (continua a ser um smartphone excelente, se o conseguirem apanhar numa promoção a preço reduzido) mas a sua elevada procura tem feito com que o seu preço esteja bem próximo daquele a que já se pode encontrar o ZUK Z2 Pro.

O ZUK Z2 Pro mantém o Snapdragon 820, mas nesta versão vem equipado com 6GB de RAM e 128GB de flash; para além disso temos um ecrã AMOLED Full HD de 5.2", e embora a câmara traseira mantenha a resolução de 13MP, trata-se de um sensor melhorado e com estabilização óptica. Este é mais um daqueles modelos que serve de prova aos que acreditam que a melhor opção para comprar um smartphone é comprar um topo de gama do ano anterior; e considerando que podem apanhar este ZUK Z2 Pro por apenas 222 euros usando o cupão de desconto Z2SPro... será difícil argumentar o contrário.


Como dissemos, isto não retira o mérito ao ZUK Z2 normal. A questão é que esse modelo tem sido praticamente impossível de encontrar em stock nas últimas semanas e, quando está disponível, tem aparecido com preços próximo dos 200 euros. Caso o consigam encontrar com preço abaixo dos 160 euros, como já esteve em tempos, ainda poderão tê-lo em consideração; mas se o preço estiver perto dos 200 euros, então aí já nem se coloca a questão, sendo este Z2 Pro a 222 euros bastante mais apetecível.

topo

Via Verde Boleias chega com vantagens para condutores e passageiros

26-06-2017 | 16:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Viajar de boleia com o polegar espetado no ar e o destino escrito num cartão já não é eficiente nos dias de hoje, e por isso a Via Verde criou o Via Verde Boleias que actualiza o processo para a era dos smartphones.

O Via Verde Boleias é um novo serviço de ridesharing que entra em funcionamento a 29 de Junho e que vem facilitar o processo de se encontrar uma boleia e com a possibilidade de se partilharem os custos.

Já todos sabemos que viajar de carro sozinho, embora comum, é muito pouco eficiente tendo em conta que o veículo poderia facilmente transportar mais pessoas com custo idêntico. O grande problema está, na maior parte das vezes, em encontrar pessoas que queiram fazer o mesmo percurso e com as quais se poderiam dividir os custos, sendo aqui que entra a ajuda do Via Verde Boleias.

Com este serviço qualquer pessoas se pode registar, como condutor ou passageiro, e definir o percurso a fazer - que tanto poderá ser ocasional (como uma viagem até um dos festivais de Verão) como regular (no caso de percursos diários para o trabalho). Sendo que para além de um número de telefone para validação, também é pedida informação sobre um cartão de débito ou crédito para a partilha de custos (para os condutores é também preciso associar o IBAN).

A plataforma não se esquece da parte da avaliação mútua, com os condutores a avaliarem os passageiros e vice-versa, e que assim permitirão uma melhor adequação de "quem viaja com quem", sendo que tanto uns como outros são completamente livres para não aceitar nenhuma boleia com a qual não se sintam confortáveis.


A partir de Setembro chega uma nova funcionalidade, que permitirá criar grupos fechados, que será de maior utilidade para empresas, universidades e outras entidades que queiram disponibilizar este serviço a um grupo mais restrito de utilizadores. Para já, os condutores terão direito a um vale de 5 euros em combustível na sua primeira viagem com boleia, e os passageiros ficam isento de comissões durante o Verão.


topo

Notícias do dia

26-06-2017 | 15:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Lei Italiana poderá forçar Apple a abrir a App Store; Google vai deixar de espiar emails do Gmail para publicidade direccionada; a Airbus adiciona asas aos helicópteros para os tornar mais rápidos; o Nissan Leaf ganha condução semi-autónoma; foram divulgados 32TB de Windows 10 de testes na internet; e o site Sci-Hub foi condenado a pagar $15 milhões por pirataria.

Antes de passarmos às notícias do dia, relembro que o nosso meeting mensal de Junho se realiza no próximo sábado 1 de Julho (devido ao S. João) e que é o último dia para participares no passatempo que te pode oferecer cartões micro SD de 64GB e 32GB.

Walmart exige a parceiros que não usem serviços da Amazon



A guerra entre a Amazon e Walmart parece estar a tornar-se mais feroz, com o gigante do retalho físico norte-americano (que ainda recentemente começou a testar um serviço de entregas usando os funcionários que regressam a casa) a dizer aos seus fornecedores e parceiros que será conveniente não utilizarem os serviços da Amazon, ou que se arriscam a deixar de fazer negócio com eles.

Se por um lado se pode compreender a posição da Walmart que, olhando para o futuro, facilmente pode imaginar a Amazon a torná-los irrelevantes; por outro lado parece demonstrar uma posição de desespero, em que já recorre a "tudo e mais alguma coisa", incluindo pressionar os seus parceiros a usarem soluções concorrentes às da Amazon. Certamente a Microsoft apreciará a ajuda, fornecendo os seus serviços Azure em alternativa ao AWS.


Lojas falsas online fazem limpeza de transacções para sites de jogos a dinheiro


Quem fizer uma compra de tecido na My Fabric Factory, ou comprar outros produtos em diversas outras lojas online, depressa descobrirá que a sua encomenda nunca será enviada e que os produtos estão permanentemente "esgotados". Uma investigação revela que estas lojas são meras fachadas usadas para fazer a limpeza de pagamentos feitos para sites de jogos a dinheiro e apostas.

Este tipo de jogos são ilegais em muitos países, e as próprias empresas de pagamentos e cartões de créditos impedem que sejam feitas transacções desse tipo. Para contornar a situação, dão uso a esteas lojas fictícias que permitem aos jogadores fazerem os pagamentos simulando a copra de produtos comuns (mas que nunca serão entregues.)


Câmara de matrícula Pearl encerra actividade


O ano passado ficamos a conhecer a câmara Pearl rearView que adicionava visão a qualquer automóvel através de uma placa de matrícula. Infelizmente, confirmam-se os receios de que o seu elevado preço ($499) não seria capaz de atrair muitos clientes, com a empresa a anunciar que vai encerrar actividade.

A empresa tinha sido fundada por vários engenheiros saídos da Apple... e que agora aprenderam que não se pode aplicar preços "à Apple" a todos os produtos, mesmo que sejam bem feitos. Talvez a metade do preço o desfecho tivesse sido outro - embora se trate de um produto num segmento sempre complicado (nos carros recentes será cada vez mais comum já virem com câmaras traseiras, dispensando a necessidade deste acessórios que serão sempre menos práticos de utilizar que um sistema integrado de raiz no automóvel).


SpaceX lança e aterra dois Falcon 9 em 48h



A SpaceX continua a somar sucessos, e este fim-de-semana pode gabar-se de não só ter lançado e aterrado mais um dos seus Falcon 9 reciclados, como ter feito outro lançamento em menos de 48 horas e que também conseguiu aterrar com sucesso.

Este último Falcon 9 utilizou umas novas alhetas em titânio que parecem ter superado todas as expectativas e que, segundo Elon Musk, poderão ser reutilizadas indefinidamente sem necessidade de qualquer revisão. Aos poucos... lá nos vamos aproximando de uma altura em que o lançamento de foguetes para o espaço poderá passar a ser considerado uma coisa rotineira e frequente; e o facto de isto estar a ser feito por uma empresa privada e não por entidades governamentais também dá bastante que pensar...


Curtas do dia


Resumo da madrugada




topo

E se este fosse o próximo Google Pixel?

26-06-2017 | 15:21 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O Google Pixel pode ser um excelente smartphone mas não tem sido o sucesso que a Google desejaria, só tendo vendido 1 milhão de unidades em 8 meses; mas há quem já imagine o que poderia ajudar a aumentar as vendas para o Pixel 2.


Este Pixel 2 que vos trago hoje não é um smartphone real, mas apenas uma ideia da DBS Designing de como poderia/deveria ser o próximo smartphone da Google e que seguramente seria bem mais apaixonante que o modelo actual.

O design escolhido inspira-se na mais recente vaga de modelos com ecrãs com margens reduzidas, acabando por ser um misto de Galaxy S8 e G6, em vidro e metal, e que resultaria bastante bem. Para não ficar dependente de tecnologia que parece estar a dar algumas dores de cabeça, o sensor de impressões digitais não ficaria integrado no ecrã mas sim na traseira, onde também teríamos câmara dupla (infelizmente com um pequeno ressalto) e um G iluminado multicolorido - esperemos que pudesse ser utilizado de melhor forma do que a barra de LEDs RGB usada nos Chromebook Pixel.

Para o resto das características teríamos um ecrã OLED de 5.7" QHD+, CPU octa-core, 6GB+128GB, câmaras traseira dupla de 12MP, frontal de 7MP, bateria de 3800mAh, e resistência à água IP68. O preço é que certamente não iria ser muito agradável... mas entre pagar $650 pelo Pixel actual, ou $750/850 por este... acho que a vantagem estaria do lado deste hipotético Pixel 2.

... O maior problema é se o Pixel 2 real não for capaz de dar resposta às expectativas dos utilizadores...



Publicado originalmente no AadM

topo

Mac bundle oferece 15 apps ao preço que quiseres

26-06-2017 | 14:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O Humble Bundle já nos habituou a pacotes de apps, jogos e outros conteúdos ao preço que quisermos pagar, mas há outros que fazem promoções idênticas, como é o caso deste mega bundle de apps para Mac que permite comprar 15 apps pelo preço que quiserem.

Este bundle para Mac conta com apps como o Data Rescue 4, Paragon Hard Drive Manager, MacX DVD Ripper Pro, Mac Blu-Ray Player Pro, CrossOver 16 e muitos outros - de onde destaco igualmente o sempre viciante Sid Meier's Civilization V. Em vez de custar centenas de dólares, tudo isto fica acessível por menos de $14 (para terem acesso a todas as apps terão que pagar pelo menos o valor médio já pago pelo bundle... mas será sempre um valor reduzido face a tudo o que inclui.)


Se tiverem um Mac, não deixem de espreitar esta oportunidade, mas apressem-se que só estará disponível até ao final do dia de hoje.

topo

Lei Italiana poderá forçar Apple a abrir a App Store

26-06-2017 | 13:14 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Uma lei italiana poderá fazer com que no futuro os iPhones e iPads possam correr apps não oficiais de forma idêntica ao Android ou, em alternativa, obrigar a que a Apple permita que estas apps entrem na sua App Store.

Itália aprovou uma lei que visa garantir a neutralidade no acesso às apps, dando aos consumidores novas ferramentas que possam usar no caso dos impedirem o acesso a qualquer app que possa correr nos seus dispositivos. É frequente falar-se do caso da Apple e App Store, pois se de um lado temos sistemas como o Windows, que até já foram obrigados a incluir um menu de selecção de browser para não dar preferência ao (na altura) Internet Explorer, no iOS temos a Apple a controlar ferozmente aquilo que os utilizadores podem instalar nos seus iPhones e iPads, e são bem conhecidos casos de apps que foram removidas da App Store ou impedidas de fazer aquilo que gostariam de fazer - apps que, por causa disso, só ficam acessíveis a quem tiver feito jailbreak, uma operação que vem acompanhada de toda uma nova série de potenciais problemas.

Vai ser interessante ver de que forma utilizadores e developers poderão utilizar esta lei italiana para obrigar a Apple a rever a sua posição face a apps que considera "indesejáveis". Eventualmente poderá resultar na concessão de permitir aos utilizadores instalarem apps a partir de outras origens que não a App Store (de forma idêntica ao que acontece no Android casos os utilizadores activem a opção que permite a instalação de apps de fontes não oficiais, por sua conta e risco), ou em alternativa, fazer com que a Apple seja mais permissiva quanto ao tipo de apps que possam entrar na App Store (o que não me parece provável, considerando que ainda recentemente tem feito campanha de limpeza de apps de baixa qualidade.)

Pessoalmente, parece-me que adicionar a opção de permitir a instalação de apps não oficiais seria a forma mais simples e eficaz de resolver esta situação. Para muitos utilizadores que actualmente recorrem ao jailbreak, até poderia ser uma forma de evitar que o fizessem.

topo

Notable PHP package: PHP Season of the Year

26-06-2017 | 11:54 | Manuel Lemos | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

By Manuel Lemos
Finding the path to traverse a region between two points in a map is a common problem of geography related applications.

This package implements the A* path finding algorithm to find a route between two points.

Read this article to learn more details about how this notable PHP package works.

topo

Windows 10 S também é vulnerável a ransomware

26-06-2017 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


No início de Maio ficamos a conhecer o Windows 10 S, um Windows que limita o que o utilizador pode fazer, apenas correndo apps da Windows Store. Uma das vantagens anunciadas para este Windows era ser mais seguro... mas a primeira impressão é a de que continua a ser tão fácil de infectar quanto qualquer outro Windows.

Um investigador de segurança foi desafiado a ultrapassar os sistemas de segurança do Windows 10 S para ver se o mesmo seria "à prova de ransomware" como a Microsoft anunciava; e o resultado não foi a favor da MS. Aliás, o investigador diz ter ficado surpreendido com a facilidade com que foi possível ultrapassar os sistemas de segurança e obter controlo absoluto do sistema, incluindo a capacidade de fazer coisas que um utilizador normal não deveria conseguir fazer, como ter acesso a uma linha de comandos.

O processo de controlar o sistema começou com um método frequentemente usado para infectar os Windows: um documento do Word com uma macro maliciosa. E sim, mais uma vez ficaria dependente de ser o próprio utilizador a dar permissão para que a mesma fosse executada. Ainda assim, demonstra que a "segurança" prometida neste Windows 10 S continua a não conseguir salvar o sistema dos cliques dos seus próprios utilizadores, e deixa que uma simples macro consiga dar origem a todo um processo que resulta numa vulnerabilidade capaz de dar o controlo do computador a um potencial atacante - que poderia instalar ransomware, ou ferramentas de acesso remoto, etc.

Não é fácil fazer um sistema 100% seguro (se é que é de todo possível)... e embora este Windows 10 S possa tentar fazê-lo limitando as coisas que os utilizadores podem fazer, ainda terá que ser melhorado um pouco mais para que possa dar maior sensação de segurança aos seus utilizadores, para que não receiem ficar com um computador encriptado e a pedir resgate apenas pode terem feito um clique em algo que não deviam.

topo

Samsung Galaxy Note 8 estreia câmara dupla e preço de €999

26-06-2017 | 10:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Samsung está a preparar o sucessor do malfadado Note 7 para a segunda quinzena de Setembro, e desta vez não receia usar o preço como argumento para apagar as memórias do passado, já que se espera que o Note 8 vá ter preços a começar nos 999 euros.

A novela dos Note 7 explosivos que levaram à sua recolha custaram milhões à Samsung, que agora parece querer recuperar esse dinheiro com o futuro Galaxy Note 8. O Note 8 deverá recorrer a um design idêntico ao dos S8, mas aumentando ligeiramente o tamanho do ecrã para as 6.3" (o S8+ tem um ecrã de 6.2").

Com dimensões praticamente idênticas ao do S8+ (e também os mesmos CPUs Snapdragon 835 e Exynos 8895) a Samsung terá por isso que apostar noutros factores de diferenciação e para isso, para além da característica S Pen dos Note, teremos 6GB de RAM e, uma estreia na marca, a utilização de câmara dupla na traseira: com dois sensores de 12MP, ambos com estabilização óptica. A bateria será de 3300mAh, o que demonstra que desta vez a Samsung preferiu não arriscar em espremer o máximo de capacidade para o espaço disponível... para evitar uma repetição do caso Note 7.

Outra coisa em que a Samsung terá optado por jogar pelo seguro é a continuação da utilização de um sensor de impressões digitais tradicional, que continuará a ser colocado na traseira, ao lado das câmaras, em vez de ficar integrado no ecrã. Algo que seguramente será ainda mais criticado caso a Apple lance o iPhone 8 com um sensor integrado, e que se espera que aconteça na mesma altura (a não ser que os rumores do adiamento para o final do ano se comprovem).

O preço deste Note 8 será também um choque para os fãs, já que fará aumentar ainda mais a fasquia já elevada dos S8, prevendo-se um preço base de 999 euros (face aos 799 euros do S8 e 899 do S8+).

topo

Android ganha icon de relógio animado 9 anos após lançamento

26-06-2017 | 09:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Demorou quase uma década, mas o Android O vai finalmente ganhar a capacidade ter um icon animado da app do relógio.

Ter icons animados não foi uma prioridade durante os primeiros anos dos sistemas operativos mobile como o Android e iOS, mas à medida que os anos passaram começou a tornar-se um pouco ridículo que certos icons não se tornassem um pouco mais úteis. No iOS, depois de muitos anos, a Apple lá o transformou num icon animado (e que não só apresentava a hora correcta, como até tinha um ponteiro dos segundos); no Android, parece que isso vai finalmente chegar com o Android O... ou recorrendo a launchers alternativos como o Action Launcher.

Também aqui a Google parece ter levado a peito a questão de permitir que o icon animado fosse realmente visível, adicionando um ponteiro dos segundos que seria perfeitamente dispensável num icon. Em vez disso, muito mais sentido faria em que tratassem do icon da app do calendário, que continua a apresentar o dia 31 continuamente, em vez de nos indicar em que dia estamos; ou o icon da app de meteorologia, que poderia apresentar o estado do tempo.

... Esperemos que esses casos não fiquem esquecidos e que esta nova capacidade de animação dos icons não fique limitada ao icon do relógio.

topo

Análise ao Xiaomi Mi 6

26-06-2017 | 08:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O Mi 6 é o novo topo de gama da Xiaomi, um smartphone que se segue aos Mi 5 e Mi 5s, equipamentos que tiveram (e ainda têm) um assinalável sucesso por todo mundo. Este Mi 6 é uma evolução dos anteriores modelos, apresentando um design mais refinado a que se junta um hardware de topo que lhe garante o lugar cimeiro em muitos testes de desempenho.


A marca Xiaomi é nesta altura sobejamente conhecida, não estando apenas do radar dos geeks, como demonstram as lojas físicas que vemos proliferar de norte a sul do país. Apesar de a marca não ter representação no ocidente, os smartphones e tablets da Xiaomi vão chegando até nós quer por estas lojas (embora a preços inflacionados) quer através das lojas online, como é o caso da Honorbuy, que nos estendeu o convite para testar o Xiaomi Mi 6.

Curiosamente, este acabou por ser o meu primeiro contacto com um Xiaomi e a interface MIUI ,que acompanha os equipamentos desta marca. Há muito que estava para testar um smartphone Xiaomi, tendo o Redmi Note 3 Pro e os Mi 5 e 5s estado no meu radar, mas por uma razão ou por outra, só agora se deu este frente e logo em grande estilo, diga-se.


O Xiaomi Mi 6



A Xiaomi opta por um empacotamento económico, sem lugar a grandes luxos. Dentro da caixa de cartão encontramos o smartphone, um manual de instruções que também traz acoplado o clip para abrir o compartimento do cartão SIM, um cabo USB Type-C e o carregador. Este é capaz de carregar o smartphone a 5V/3A, 9V/2A ou 12V/1.5A, valores que estão dentro do definido pela especificação Quick Charge 3.0 da Qualcomm. A capa de silicone, apesar de simples, é bastante útil para proteger o equipamento, pois pode ter tendência para escorregar.

Uma nota ainda para a presença de um adaptador USB-C para ficha de headphones de 3.5mm, algo que pretende minimizar o impacto da sua ausência no corpo do smartphone. Este acaba por ser um dos poucos pontos negativos a apontar ao Mi 6, pois embora a tendência seja de abdicar desta ficha, ainda há muitos utilizadores que não a dispensam - e dizer que esta medida permitiu aumentar a capacidade da bateria, acaba por parecer uma desculpa de última hora que não irá convencer o consumidor.


Em termos de design, o Mi 6 não apresenta nenhuma novidade, mas tendo em conta que estamos a falar da Xiaomi, este aspecto não é surpreendente. Para termos inovação, teremos de olhar para o Mi Mix, esse sim um equipamento que iniciou uma nova tendência com um ecrã sem margens. O Mi 6 acaba assim por ser uma feliz mistura de conceitos, com um ecrã 2.5D, laterais curvas para melhor encaixe na mão e uma traseira em vidro (ou cerâmica), que transmite ao conjunto um toque de requinte.


Do lado direito do smartphone encontramos os botões de power e volume. Do lado oposto, apenas o slot para os cartões nano-SIM, não sendo possível instalar um cartão microSD.



Em cima, um microfone e o sensor de infra-vermelhos, em baixo, as grelhas para saída de som, com a porta micro USB Type-C a aparecer no meio destas.



Na frente, em cima, a câmara frontal, uma grelha para o som da coluna frontal e o led de notificações, à direita. O destaque vai para o sensor de impressão digital, que aparece em baixo, embutido no vidro frontal. De cada lado, dois botões touch para as acções de voltar e menu, podendo o utilizador definir qual a utilização para cada um dos botões.


A traseira, neste caso em vidro, apresenta em cima à esquerda o flash e a dupla câmara traseira e na zona inferior o logótipo da marca e algumas informações técnicas. Se não utilizarem uma capa, as dedadas na traseira vão acabar por ficar marcadas, mas nada que uma passagem pelo bolso das calças não resolva.

Em termos de hardware, o Mi 6 tem um ecrã de 5.15" com resolução Ful lHD 1080 x 1920 pixels (428 pixels por polegada). Numa altura em que as grandes marcas apresentam um ecrã QHD, a Xiaomi (a par da OnePlus) mantém-se fiel ao Full HD que continua a ser mais que suficiente para a esmagadora maioria dos utilizadores. O ecrã do Mi 6 tem uma excelente qualidade de imagem, com elevado detalhe e cores fortes. A Xiaomi disponibiliza um ecrã com 600nits de brilho máximo, o que possibilita uma utilização no exterior sem preocupações com a luz solar. Por outro lado, 1nit como brilho mínimo é excelente para uma visualização nocturna, em ambientes pouco iluminados.

O Qualcomm MSM8998 Snapdragon 835, um Octa-core com 4x2.45 GHz Kryo & 4x1.9 GHz Kryo, é nesta altura um dos melhores processadores para o mercado mobile, batendo-se de igual para igual com o Exynos 8885 e o Kirin 960, pelo que poderão contar com um desempenho de elevada qualidade. Tem 6GB de RAM e o armazenamento tem duas opções, 64GB ou 128GB, o que acaba por compensar a ausência do cartão microSD.

As câmaras traseiras têm 12MP (27mm, f/1.8, OIS 4-eixos & 52mm, f/2.6), acompanhadas de um duplo flash led. A frontal tem "apenas" 8MP e grava vídeo a 1080p, ao passo que as traseiras vão até a 4K. A bateria tem 3350mAh, suficiente para um dia de utilização sem grandes preocupações.


Em utilização



A utilização de um smartphone Xiaomi fica naturalmente marcada pela interface MIUI. Esta situação recorda-me a Huawei e a sua EMUI, a qual tem vindo a evoluir de forma bastante interessante. No caso da MIUI, neste momento na versão 8, há pormenores interessantes, mas é clara a opção pelo mercado oriental, sendo esta opção compreensível pois a Xiaomi ainda não está disponível de forma oficial (smartphones) no Ocidente.

Não que a MIUI não seja interessante, é apenas... diferente. O pacote de apps de que se faz acompanhar é que é altamente dispensável, sendo possível desinstalar algumas delas. Pelo lado positivo, as constantes actualizações que a Xiaomi vai disponibilizando, algo que não tem igual nas outras marcas.

Quando testei o Mi 6, ainda não havia uma ROM Global (oficial) para o Mi 6, pelo que para utilizarem o Google Play, tivede efectuar a sua instalação de forma manual. Actualmente, já podem instalar esta ROM Global, para terem acesso aos serviços da Google.


O processador Snapdragon "apenas" tem de  alimentar um ecrã Full HD, pelo que desempenha esta missão com facilidade. Os 6GB de RAM garantem que se possa correr várias apps pesadas sem preocupações e o armazenamento está ao nível do melhor que já testei, com a instalação dos jogos e apps a ser bastante rápida.

O Mi 6, fruto do seu reduzido tamanho e graças ao formado curvo das laterais, acaba por ser um equipamento bastante conformável, podendo ser utilizado com apenas uma mão. A utilização de uma capa é altamente recomendável, pois o equipamento acaba por ser algo escorregadio, e ver a traseira de vidro a cair no chão, não deve ser nada simpático.





As câmaras



A Xiaomi não quis ficar para trás na corrida à dupla câmara traseira e apresenta neste Mi 6 um conjunto de câmaras com 12MP (27mm, f/1.8, OIS 4-eixos & 52mm, f/2.6), uma com grande abertura e outra telephoto. O modo retrato, permite obter um efeito bokeh com o fundo desfocado, algo que é sempre interessante para umas fotos cheias de estilo. O zoom 2X será por certo útil, quando não for possível uma aproximação à zona a fotografar.

A interface é bastante simples de utilizar, estando dividida em três zonas. Na parte superior, flash, modo retrato e HDR, na zona inferior, filtros, zoom, modos de fotografia e mudança entre câmara frontal e traseira. Na parte inferior, acesso às fotos e vídeos, botão de disparo e alternância entre fotografia e vídeo.

A velocidade de focagem talvez seja o ponto menos conseguido, mas não serão uns milissegundos que farão grande diferença no resultado final das fotografias.



Mi 6 vs Mate 9

Comparando as fotografias na mesma situação, o Mi 6 consegue igualar os resultados do Mate 9, havendo situações em que se obtém mais algum detalhe nas fotos com o Mi 6.



Mi 6 vs Mate 9

Numa situação com pouca luz, o Mi 6 surpreendeu, ao conseguir um resultado bastante interessante, com muito pouco ruído. Quem optar pela compra deste Mi 6 da Xiaomi, tem garantido um bom conjunto de câmaras, capaz de proporcionar excelentes resultados.


Apreciação final



Este Xiaomi Mi 6 é o resultado de uma evolução que os equipamentos da marca têm vindo a apresentar. Estamos na presença de um equipamento que está ao nível dos melhores em termos de desempenho, disponibilizando uma experiência de utilização sem lugar a atrasos. Há no entanto que estar preparado para utilizar a interface MIUI, a qual difere bastante do Android que a Google disponibiliza. Para terem acesso ao Google Play terão que instalar o firmware Global, ou em alternativa optar pela aquisição do smartphone com este já instalado.

A terminar, os nossos agradecimentos à Honorbuy pela disponibilização do Mi 6 para análise. De referir, para os interessados, que esta loja disponibiliza o Mi 6 através do seu armazém europeu, pelo que ficam salvaguardados os tão desagradáveis problemas de alfândega e atrasos nas entregas. Nesta altura, com os portes incluídos, poderão comprar este Mi 6 com 64GB de armazenamento por 460€, com entrega a ser efectuada em 2 a 5 dias úteis.

Podem ainda utilizar o código de AadM para obter um de 5€ numa qualquer compra superior a 100€.


Quem simpatizar com a interface MIUI, ou não tiver problemas em conviver com esta, tem neste Mi 6 um smartphone de grande qualidade, com excelente qualidade de construção e um desempenho de elevada qualidade. Tudo isto, por um equipamento bem abaixo dos 500€, algo que é não é fácil de encontrar em outras marcas. Se estão confortáveis com estas limitações, então este é um smartphone que devem ter na vossa short list.


Face ao acima referido, consideramos que os aspectos positivos acabam por se sobrepor às questões do firmware, não devendo por isso penalizar a avaliação do equipamento, que é merecedor de um muito desejado "Escaldante".



Xiaomi Mi 6 

Escaldante

Prós
  • Desempenho de topo
  • Excelente qualidade de construção
  • Confortável em utilização

Contras
  • Interface MIUI não é para todos
  • Corpo tem tendência a escorregar

topo

aceite: estudar não vai te levar a lugar algum.

26-06-2017 | 08:22 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Queremos 'dar certo', queremos orgulhar nossos pais, precisamos prestar contas à sociedade, e não tem nada de errado nisso. Mas chegamos à fase adulta tão perdidos, tão distantes de nós mesmos, tão sem identidade, que mesmo diante de conquistas materiais, olhamo-nos no espelho e não sabemos quem somos.

Ler o artigo completo

topo

a deusa trina: mulher maravilha

26-06-2017 | 08:21 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Mulher Maravilha o filme que traz uma articulação de aspectos relativos a jornada do herói e a metáfora perfeita da redenção do feminino.

Ler o artigo completo

topo

o filme blade runner de 1982 no tempo.

26-06-2017 | 08:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Nietzsche, nos conta sobre a história dos dois próximos séculos, quando ele diz que o futuro pronuncia-se em cem sinais, o destino anuncia-se por toda parte, com a tortura de uma tensão, que cresce de década em década, como se estivesse encaminhando-se para uma catástrofe: inquieta, violenta, precipitada como uma correnteza que anseia por chegar ao fim e que não mais se lembra, tem medo de lembra-se. Blade Runner é isso e muito mais, nos traz mensagens sobre o passado e o futuro.

Ler o artigo completo

topo

Pixel 2 vem com Snapdragon 835 mas design idêntico ao Pixel 1?

26-06-2017 | 08:15 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Parece que há más notícias para quem esperasse ver um Pixel com design apaixonante. Os últimos rumores apontam para que o Pixel 2 de 5" será idêntico ao do ano passado, esperando-se que apenas a variante de 6" apresente um design renovado.

Recentemente foram descobertas referências aos dispositivos "walleye" e "taimen", que serão os nomes de código dos novos Pixel 2 (nas variantes pequeno/maior), em ficheiros do HTC U11; mas há também quem acredite que essas referências poderão estar desactualizadas, pois espera-se que este ano pelo menos um destes equipamentos seja feito pela LG e não pela HTC.

Isso poderá explicar porque motivo os últimos rumores credíveis apontem para que o Pixel 2 de 4.97" (o "Walleye") vá manter um design idêntico ao Pixel do ano passado, pois continuará a ser feito pela HTC; enquanto que o "Taimen" ficará a cargo da LG e adoptará um design renovado, dando uso a um ecrã OLED de 5.99" (1440p) da LG e com margens mais reduzidas (ao estilo do G6).

Em ambos os casos teremos smartphones com o mais recente Snapdragon 835 e 4GB de RAM, sendo feitas referências a capacidades de 64GB no modelo mais compacto e 128GB no modelo maior. Ainda assim, também este Taimen renovado continuará a adoptar a traseira dividida em partes de metal e vidro já usada nos primeiros Pixel (algo a que pessoalmente não acho grande piada...)

... Parece que ainda não será desta que a Google terá uns Pixeis capaz de vender milhões... a não ser que guarde um grande trunfo a nível dos preços e que nos faça regressar aos tempos dos Nexus 4 e Nexus 5 - coisa que não me parece que seja provável.

topo

Asus ZenPad 10 chega a Portugal por €269 e €289

26-06-2017 | 07:48 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Asus já fez chegar ao nosso país o seu mais recente ZenPad 10, um tablet que chega em versões HD e Full HD e com preços a começar nos 269 euros.

Quem procurar um tablet de 10.1" poderá querer espreitar estes novos ZenPad 10, equipados com ecrãs IPS Full HD (Z301MFL) ou HD (Z301ML) de 10.1", e equipados com CPUs MT8735A quad-core a 1.45GHz e MT8735W quad-core a 1.3GHz respectivamente, e com versões de 2GB+16GB, 3GB+32GB e 3GB+64GB. As câmaras são de 5MP e 2MP, e temos ainda uma bateria de 4650mAh com autonomia até 13h em reprodução de vídeo, além de uma ficha USB Type-C.

O design foi também uma forte aposta, com estes ZenPad a apresentarem uma traseira em metal com padrão texturado que não só lhe dá um aspecto único, como também contribui para uma maior facilidade em manuseá-lo sem risco de ele escorregar. A espessura é inferior a 9mm.



O ASUS ZenPad 10 já está disponível em Portugal em duas versões, com preços recomendados de 269,99 (Z301ML) e 289,99 (Z301MFL) euros. Considerando a reduzida diferença de preço, será recomendável optarem pela versão equipada com ecrã Full HD.

topo

De França com louvor

25-06-2017 | 23:46 | Gonçalo Sá | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

maud_geffray_polaar

 

Numa altura em que já começam a surgir balanços provisórios do ano musical, o álbum de estreia de MAUD GEFFRAY merece juntar-se à lista de boas surpresas. A Les Inrocks até diz que "Polaar" é o segundo melhor disco de música electrónica do primeiro semestre (logo atrás do mais recente de Arca, homónimo), escolha que talvez empole em demasia a prata da casa mas que pelo menos chama merecidas atenções para a cantora e produtora francesa.

 

Se a faixa título tinha deixado uma óptima impressão inicial, o alinhamento mostra que a metade feminina dos Scratch Massive também convence em nome próprio, apesar de nem sempre brilhar tanto como nesse single. Em contrapartida, tem o mérito de seguir noutras direcções em vez de se ficar por uma synthpop orquestral.

 

É o que acontece em "FOREVER BLIND", a nova aposta, que nasce de cruzamentos electro, house e techno e introduz uma voz feminina a meio (na linha de Grimes ou Kelly Lee Owens) quando aparentava ser apenas instrumental - como o são algumas das melhores faixas do álbum. O videoclip alarga a faceta onírica do tema e não destoaria no saudoso "Chill Out Zone", da MTV, a altas horas da madrugada de um fim de semana.

 

 

topo

Resultados de 2016 garantem à Huawei um lugar na lista da Forbes para as marcas mais valiosas

25-06-2017 | 20:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Apresentando-se como a única marca chinesa na lista, a Huawei conseguiu atingir o 88º lugar no ranking das marcas mais valiosas da Forbes.

A Forbes lançou recentemente a lista de marcas mais valiosas de 2017. A Huawei situa-se na 88ª posição, com um valor de marca de 7.3 mil milhões de dólares, com um aumento de 9% comparativamente ao ano passado e revelando-se a única marca chinesa a figurar neste ranking.


(Fonte: Forbes)

Todos os anos a Forbes seleciona 100 das marcas mais valiosas do mundo de um leque de 200 companhias internacionais. Este ano, a lista dos Top 100 conta com a presença de marcas de 15 países, com os Estados Unidos a liderar em 56 posições, seguido pela Alemanha, França, e Japão (11, 7 e 6 lugares, respetivamente).

A tecnologia é, sem dúvida, a indústria mais em voga, ocupando 18 lugares na lista, sendo que 9 estão nas 15 primeiras posições.

A Huawei superou as expectativas da indústria em 2016, graças ao reconhecimento da marca pelos seus consumidores por todo o mundo. No primeiro trimestre de 2017, a fabricante aumentou o número de exportações de smartphones o que consolidou o seu crescimento. De acordo com as consultoras IDC, SA e Trendforce, as exportações de smartphones da marca ocuparam o terceiro lugar no mundo e o primeiro na China.

Com o design inovador da série P e da série Mate, a Huawei testemunhou uma crescente influência no segmento primário de smartphones. Os Huawei P9 / P9 Plus venderam mais de 12 milhões de unidades globalmente, tornando-se no primeiro topo de gama da marca a superar vendas de dez milhões de unidades. Na última aposta da marca – a série P10 – a Huawei lançou uma nova cor em parceria com a Pantone (Greenery), que foi recebida com grande entusiasmo por consumidores em todo o mundo.

Quanto ao desenvolvimento da marca, a Huawei manteve a inovação na estratégia de marketing. Após o lançamento da série P10, a marca fez uma parceria com a revista de moda mais famosa do mundo, VOGUE, e lançou uma campanha para "reproduzir fotografias icónicas" com o smartphone Huawei P10, destacando a qualidade fotográfica Leica.

A Huawei colaborou, ainda, com a Galeria Saatchi e revelou uma exposição intitulada  "From Selfie to Self Expression", elevando as selfies para um novo nível de experiência artística. Estas parcerias não só transmitem os conceitos da marca da Huawei, mas também coincidem com o estilo de vida e emoções dos consumidores, criando assim um vínculo emocional mais forte.


Ao longo dos anos, a crescente influência da marca tem sido reconhecida por vários institutos de renome a nível mundial. Além de estar presente na lista das marcas mais valiosas de 2017 da Forbes, a Huawei também foi selecionada em outros rankings internacionais. Em outubro de 2016, entrou na lista das marcas mais prestigiadas do mundo, "Top 100" da Interbrand, onde atingiu o 72º lugar, tendo sido a empresa da área das tecnologias que mais rapidamente cresceu. Foi ainda selecionada para o ranking "Global 500" das marcas mais valiosas de 2017, tendo ficado na 40ª posição, subindo 7 pontos em relação ao ano anterior.

topo

ESA quer redes 5G via satélite

25-06-2017 | 20:21 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A corrida pelo domínio da internet via satélite já começou, com empresas como a SpaceX e OneWeb a quererem criar uma rede de internet no espaço com milhares de satélites, e também a ESA quer estar presenta na corrida promovendo o "5G" via satélite.

A iniciativa Satellite for 5G resulta de uma parceria com 16 empresas europeias da área, e pretende demonstrar que a aposta numa rede de satélites para servir de infraestrutura base à futura rede 5G poderá ser uma melhor solução que a infraestrutura tradicional no solo.

Uma coisa é certa, com cobertura via satélite, poderíamos ter uma cobertura global sem preocupações de se estar numa determinada zona, e ao mesmo tempo abrindo todo um número de novas aplicações a nível de comunicações de automóveis (potencialmente autónomos), aviões, navios, etc. que actualmente ficam bastante mais limitados quando estão em locais sem cobertura das redes móveis. Seria também uma excelente forma de garantir as comunicações mesmo em casos de desastres naturais (ou não) que pudessem ter destruído a infraestrutura no solo - por exemplo, no caso de incêndios, ou até mesmo em cenários de guerra, as pessoas poderiam manter-se em contacto com o resto do mundo.

Infelizmente, não parecem haver planos concretos para que este 5G via satélite arranque. Ao longo dos próximos anos irão sendo feitos testes... pelo que por agora teremos que continuar dependentes das antenas no solo e das zonas de cobertura.

topo

Tesla quer fazer fábrica na China

25-06-2017 | 17:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Enquanto por cá continuamos a sonhar com a esperança de que a Tesla escolhesse Portugal para instalar a sua Giga-Factory europeia, mais certo será que a China também tenha direito a uma fábrica da Tesla para facilitar a sua expansão naquele que é o maior mercado do mundo.

Os rumores de que a Tesla estaria interessada em abrir uma fábrica na China já circulavam nos últimos meses, ganhando credibilidade após uma visita de Elon Musk à China em Abril, e agora isso fica confirmado. A Tesla está a negociar com o governo chinês a abertura de uma fábrica na zona de Shangai, prometendo dar mais informação para o final do ano.

Enquanto fabricante estrangeiro, a importação dos Tesla para a China implica um agravamento de 25% no seu preço devido às taxas; coisa que instantaneamente desapareceria caso os veículos fossem produzidos lá. Mesmo com esta taxa de importação, a Tesla tem conseguido obter excelentes resultado no território, com a vendas a triplicarem de 2015 para 2016, e tendo já superado a fasquia dos mil milhões de dólares de vendas anuais.

Considerando que a China enfrenta também graves problemas de poluição, esta abertura de uma fábrica da Tesla na China, a par da produção do Model 3, poderá resultar numa combinação de factores que contribua ainda mais para o seu sucesso.

topo

Airbus adiciona asas aos helicópteros

25-06-2017 | 15:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Airbus quer resolver o problema do limite da velocidade máxima dos helicópteros, e para isso recorre a asas e hélices adicionais que tornam um helicóptero quase num avião.

Os helicópteros podem ser extremamente versáteis em termos de controlo e de poderem aterrar (e levantar) em praticamente qualquer lugar, mas por outro lado os seus rotores limitam a velocidade máxima a que se pode deslocar. O Racer (Rapid and Cost Effective Rotorcraft) é a proposta da Airbus para resolver este problema.

Nesta aeronave, baseada no protótipo X3 que em 2013 bateu o recorde de velocidade dos helicópteros (470km/h), a técnica passa por recorrer a mini asas assim como motores e hélices que o transformam num misto de helicóptero e avião, podendo atingir velocidades de cruzeiro de 400km/h sem perder todas as vantagens dos helicópteros tradicionais. Para aterrar, manobrar e levantar, o Racer utiliza o seu rotor principal, como qualquer helicóptero, mas quando em voo horizontal, o rotor abranda ligeiramente para não interferir com o voo a alta-velocidade, sendo 80% da sustentação proporcionada pelas asas, e a propulsão pelas hélices adicionais.

Considerando que a maioria dos helicópteros convencionais tem velocidades de cruzeiro de cerca de 250km/h, o aumento para os 400km/h seria certamente bem vindo e permitiria a utilização de helicópteros para voos a maiores distâncias de forma mais eficiente.


topo

GMail vai deixar de analisar os seus emails para fins de publicidade

25-06-2017 | 15:21 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Google parece ter ficado farta de ser acusada de espiar o email dos utilizadores, e anuncia que irá deixar de o fazer para efeitos de publicidade direccionada.


As acusações de concorrentes como a Apple, que não perdem uma oportunidade para mandar indirectas à Google de como violam a privacidade dos seus utilizadores espiando os seus emails para lhes apresentar publicidade, parecem finalmente ter dado resultado. A Google anunciou que irá deixar de analisar os emails no Gmail para apresentar publicidade.

Esta análise já não era feita para os clientes com contas empresariais, mas a Google achou que não se justificava manter o sistema nas contas gratuitas pessoas do Gmail, e que continuariam a perpetuar a imagem e ideia de que a Google espiava os emails, podendo levantar suspeitas a potenciais clientes empresariais que não ficariam agradados com essa ideia.

É uma medida positiva (a Google já sabe demasiado sobre nós, e não precisa de ler os nossos emails para isso), no entanto há que relembrar que a Google continuará a fazer a análise dos emails para outros fins que não os da apresentação de publicidade. Por exemplo, essa análise é essencial para que nos possa dar sugestões sobre datas de viagens ou reuniões que tenham sido referidas em emails, ou para fazer o tracking do processo de transporte de produtos que se compraram, e muitas outras coisas que a maioria dos utilizadores gostará de continuar a desfrutar.

E mesmo sem utilizar esta informação para efeitos de publicidade, isso não quer dizer que não continue a apresentar publicidade no Gmail, usando os outros indicadores dos nossos interesses, como sites que visitamos, anúncios em que clicamos, etc. etc.

topo

Sharp vai produzir ecrãs OLED de grandes dimensões

25-06-2017 | 13:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A LG tem detido o monopólio da produção de painéis OLED para televisores de grandes dimensões mas isso poderá mudar já no próximo ano graças à Sharp e ao seu novo dono, a Foxconn.

O mercado dos ecrãs OLED tem estado essencialmente dividido entre a LG, para os ecrãs de grandes dimensões dos televisores, e a Samsung Display para os ecrãs de tamanho mais reduzido nos smartphones e tablets. A Sharp era um dos maiores fabricantes de LCDs, e agora sob a nova gerência da Foxconn, parece querer regressar aos tempos áureos... mas desta vez com OLEDs.

Os planos parecem ser o de adicionar linhas de produção de ecrãs OLED a duas das suas fábricas, e que poderiam começar já a produzir ecrãs OLED na primavera do próximo ano. Uma delas dedicar-se-ia a produzir ecrãs para smartphones, tablets e portáteis; a outra dedicar-se-ia aos ecrãs de maiores dimensões destinados aos televisores.

Considerando a proximidade que a Foxconn tem com a Apple, esta aposta nos ecrãs OLED poderá ser um sinal das intenções da mesma de vir a utilizar OLEDs não só para o iPhone 8 deste ano, mas também para os próximos iPhones e iPads no futuro - e diminuir a sua dependência da Samsung nesta área.

topo

Lâmpadas inteligentes Xiaomi e Philips em promoção

25-06-2017 | 11:41 | A Minha Alegre Casinha | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Dar alguma inteligência à iluminação em nossas casas é algo que actualmente se pode fazer a custo mais reduzido que nunca, e para ajudar temos uma excelente promoção com lâmpadas da Xiaomi e Philips (e não só) que as deixam a preços ainda mais simpáticos.

Podemos começar pela Xiaomi Yeelight RGBW, uma lâmpada que pode adoptar a cor que desejarmos, incluindo a capacidade de reproduzir a tonalidade de branco desejada (do branco frio ao branco quente), e que está disponível por apenas 14 euros. Se não estão interessados nas variantes RGB, a Xiaomi Philips Smart Lamp disponibiliza luz branca, também ajustável entre "frio e quente", por apenas 8 euros.




Se foram fãs das fitas LED RGB, também se arranja. A Xiaomi Yeelight Smart Strip vem com 2 metros de LEDs RGB e está disponível por 26 euros. E para além destas ainda podem encontrar luzes para o tecto, ou candeeiros de mesa como o Xiaomi Philips Eyecare Smart Lamp 2 por 44 euros.

Caso estejam a remodelar a iluminação de casa e a dizer o adeus às velhas lâmpadas incandescentes que ainda forem resistindo, não deixem de considerar a hipótese de darem o salto para lâmpadas inteligentes, que já têm preços que se aproximam das lâmpadas LED "burras".

topo

OneWeb obtém aprovação para lançar 720 satélites para internet

25-06-2017 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A corrida à internet espacial via satélite começa a acelerar, e depois da SpaceX querer lançar milhares de satélites para esse efeito, é a rival OneWeb, de Richard Branson, que também obtém aprovação para lançar 720 satélites.

A FCC norte-americana autorizou a OneWeb a lançar 720 satélites para criar uma rede de internet via satélite. O objectivo será disponibilizar ligações de internet de banda-larga a todas as regiões que actualmente poderão não ter acesso à internet, sendo que um dos seus objectivos até 2022 é ligar à internet todas as escolas que ainda não tiverem ligação.

O primeiro passo deverá ser dado já em 2018, com o lançamento de dez satélites e, caso tudo corra conforme previsto, os restantes lançamentos começarão no ano seguinte. No entanto, ainda há outros aspectos que terão que ser considerados e analisados, pois com estas intenções de várias empresas em lançar mais satélites nos próximo anos do que todos os satélites já lançados nas últimas décadas, são muitas as preocupações sobre os efeitos de um possível desastre espacial e o impacto que uma nuvem de destroços poderia ter.

Ainda assim, as vantagens de uma rede de internet mundial via satélite seriam seguramente muito superiores a estes riscos (sem que no entanto sejam descartadas todas as formas de os minimizarem) e poderiam trazer uma nova revolução a nível da mudança de poder que os actuais operadores de telecomunicações detêm.

topo

Nissan Leaf ganha condução semi-autónoma

25-06-2017 | 10:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Os fabricantes automóveis estão a acelerar na adopção de sistemas de auxílio à condução, e a próxima geração do Nissan Leaf não é excepção, contando com o ProPilot que será capaz de conduzir o veículo no trânsito.

O ProPilot da Nissan é concebido para assistir a condução quando se circula numa faixa de um só sentido (como auto-estradas e vias rápidas com separador central) e é capaz de manter a velocidade automaticamente em função da velocidade e distância do veículo da frente, acelerando e travando conforme necessário, assim como tomar conta do guiador para manter o veículo na respectiva faixa de rodagem.

É um sistema que se pode considerar bastante simplista (e que outras marcas já disponibilizam há anos nos seus modelos mais equipados) mas que será sempre bem apreciada pelos condutores dos próximos Leaf.

Para além disso a Nissan já vai prometendo a evolução do sistema para os próximos anos, até que finalmente seja capaz de lidar com a condução autónoma em todo o tipo de circunstâncias, incluindo a condução no meio do tráfego citadino. Só faltou esclarecer se isso seria algo que poderia ser aplicado a esta próxima geração dos Leaf via actualização... ou se isso será algo que a Tesla continuará a ter como elemento diferenciador para os restantes fabricantes.


topo

Cubos de "gelo" em aço inox

25-06-2017 | 09:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Fartos de usar gelo que dilui as vossas bebidas? Que tal recorrer a cubos de metal que nunca se gastarão e refrescarão o que for preciso sem interferir com o seu sabor?

Quando o calor aperta torna-se ainda mais necessário recorrer ao gelo para refrescar as bebidas. É uma daquelas coisas essenciais para enfrentar o Verão, mas que por vezes tem o efeito secundário de aguar demasiado a bebida em questão. Uma alternativa é recorrer a estes cubos de aço inoxidável que cumprem o mesmo objectivo de forma ainda mais eficiente, mas que não se derretem.


Estes cubos não são de metal sólido (nem que fosse para minimizar o seu peso) tendo no seu interior uma mistura de água e etanol, o que permite acumular frio durante mais tempo que um cubo de gelo; daí serem mais eficientes.

Caso estejam interessados, estão disponíveis em conjuntos de 4 e 6 unidades, estando também disponíveis em versão esférica. Neste momento o seu preço está com desconto, com o conjunto de 4 cubos a estar disponível por $19.90 e com portes gratuitos. (Eu já mandei vir uns. :)

topo

[Grátis] Cube.IO

25-06-2017 | 08:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

 Este é um jogo altamente desafiante, onde temos de apanhar os cubos dos adversários.


O Cube.IO está grátis por tempo limitado, se gostam do género, aproveitem.



topo

toda vez que você insiste em quem não merece, desiste um pouco de si

25-06-2017 | 08:22 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



"O que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesmo". (Clarice Lispector)

Ler o artigo completo

topo

a geração cowboy e a questão ambiental

25-06-2017 | 08:21 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



O Brasil nunca teve vocação para o protagonismo no contexto mundial. E desde o Império alimentou o sonho de ser o "celeiro do mundo", abdicando do direito de se tornar um líder entre as nações mais desenvolvidas.

Ler o artigo completo

topo

o fracasso do socialismo é o sucesso dos abusos

25-06-2017 | 08:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



O Socialismo buscou no estado uma solução reguladora para as desigualdades socioeconômicas no mundo mas acabou ela mesma a reproduzindo num contrassenso a luta de classes, assim como os abusos do capitalismo o mesmo no socialismo se tornou sua fonte de fracasso moral ante um mundo necessitado por oportunidades iguais para falar de meritocracia, assim como de direitos individuais iguais para combater abismos sociais.

Ler o artigo completo

topo

Google vai deixar de espiar emails do Gmail para efeitos publicitários

24-06-2017 | 20:21 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Google parece ter ficado farta de ser acusada de espiar o email dos utilizadores, e anuncia que irá deixar de o fazer para efeitos de publicidade direccionada.

As acusações de concorrentes como a Apple, que não perdem uma oportunidade para mandar indirectas à Google de como violam a privacidade dos seus utilizadores espiando os seus emails para lhes apresentar publicidade, parecem finalmente ter dado resultado. A Google anunciou que irá deixar de analisar os emails no Gmail para apresentar publicidade.

Esta análise já não era feita para os clientes com contas empresariais, mas a Google achou que não se justificava manter o sistema nas contas gratuitas pessoas do Gmail, e que continuariam a perpetuar a imagem e ideia de que a Google espiava os emails, podendo levantar suspeitas a potenciais clientes empresariais que não ficariam agradados com essa ideia.

É uma medida positiva (a Google já sabe demasiado sobre nós, e não precisa de ler os nossos emails para isso), no entanto há que relembrar que a Google continuará a fazer a análise dos emails para outros fins que não os da apresentação de publicidade. Por exemplo, essa análise é essencial para que nos possa dar sugestões sobre datas de viagens ou reuniões que tenham sido referidas em emails, ou para fazer o tracking do processo de transporte de produtos que se compraram, e muitas outras coisas que a maioria dos utilizadores gostará de continuar a desfrutar.

E mesmo sem utilizar esta informação para efeitos de publicidade, isso não quer dizer que não continue a apresentar publicidade no Gmail, usando os outros indicadores dos nossos interesses, como sites que visitamos, anúncios em que clicamos, etc. etc.

topo

Cria um mapa físico que mostra o estado do trânsito

24-06-2017 | 17:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


São fãs das informações de trânsito do Google Maps? Então que tal fazerem um mapa que mostra a rota recomendada e o tempo estimado de viagem para casa, trabalho ou outro destino frequente?

É incrível o que se pode fazer com um diminuto e económico ESP8266, e este projecto de um mapa com indicador do estado do trânsito e a rota mais rápida, é mais um exemplo disso. Neste mundo onde o digital tomou o lugar do físico, até parece estranho alguém preferir ter um mapa físico num quadro, em vez de usar um ecrã. Mas o que é certo é que, quer seja por nostalgia ou simplesmente por ser mais prático e imediato para quem não for fã dos computadores, continua a ser um excelente projecto que tem a vantagem de combinar inúmeras funcionalidades que poderão ser úteis para muitas outras ideias.

Neste caso, para além do ESP8266, temos a utilização de um display LED de 7 segmentos com quatro dígitos, múltiplos LEDs RGB endereçáveis, e ainda bibliotecas que permitem a fácil configuração do sistema via WiFi, o acesso à API do Google Maps, de acesso e conversão do tempo actual, etc.

No final, temos um projecto que por cerca de 25 euros é capaz de mostrar o estrado do trânsito na rota pretendida, iluminando os LEDs a verde, amarelo ou vermelho, e ainda mostrar o tempo estimado de viagem - e tudo isto sem depender de qualquer smartphone e necessitando apenas de uma ligação WiFi à internet.


topo

IFTTT ganha upload para Google Photos, VoIP e dados governamentais

24-06-2017 | 15:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O IFTTT não pára de se tornar cada vez mais versátil, e com a sua mais recente actualização abre ainda mais possibilidades de combinarmos serviços para fazermos aquilo que desejarmos.

Para os fãs do Google Photos, o IFTTT passa a ter integração com o serviço, permitindo não só usá-lo para detectar coisas como uma nova foto enviada para um álbum específico, como também enviar as próprias fotos para lá em resultado de alguma acção noutro serviço. Ainda relativo a serviços da Google, o Gmail passa a ter applet mais evoluído, permitindo adicionar novas opções como BCC, CC e até enviar emails que ficarão guardados como drafts.

Para os serviços de telefone passa a ser possível recorrer ao VoIP para evitar surpresas desagradáveis quando se está noutros países e não se quer lidar com taxas de roaming; e não menos interessante, passa a haver um imenso conjunto de dados disponíveis via o Data Access Project que disponibiliza informação governamental de várias entidades norte-americanas e mundiais, transportes públicos, etc. (um dia lá chegaremos ao ponto de todos os países usarem um sistema standard de disponibilizar dados de interesse cívico). Por exemplo, podemos usar o IFTTT para nos enviar email sempre que o FMI publicar um relatório sobre Portugal, ou outro país de interesse...

... Eu só acho estranho que o IFTTT ainda não tenha sido comprado por um dos gigantes como a Google, Microsoft, Apple ou Amazon... mas por outro lado, ainda bem que continua independente, que assim pode continuar a funcionar como tem funcionado, e a melhorar de ano para ano (sem se arriscar a ser mais um projecto que depois é atirado para a gaveta e descontinuado).

topo

Galaxy S8 tem modo áudio com funcionalidades interessantes

24-06-2017 | 15:21 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Quem estiver frustrado com a forma como o seu smartphone lida com as fontes sonoras, poderá gostar de saber que o Galaxy S8 conta com algumas funcionalidades interessantes para lidar com o streaming para múltiplos dispositivos e para gerir o som de apps diferentes.


Se são utilizadores de headphones bluetooth e/ou colunas bluetooth, poderão já ter tido o desejo de poder fazer o streaming de som para dois equipamentos em simultâneo. Talvez queiram partilhar a música com outra pessoa que também usa headphones bluetooth, ou então enviar para duas colunas bluetooth independentes. Com o Galaxy S8 podem fazê-lo graças ao seu sistema "Dual Audio", que permite fazer o streaming para dois dispositivos bluetooth, e com possibilidade de ajustarem o volume de forma independente.

Não menos interessante será também a sua funcionalidade "Separate App Sound". Neste caso, torna-se possível definir que uma app possa fazer o streaming de som via bluetooth, enquanto outra usa a coluna do próprio S8. Isto não só permite que possam estar a ouvir uma música nas colunas de casa enquanto ouvem outra coisa no smartphone, como também possibilita que possam ouvir música via Bluetooth no carro enquanto ouvem as instruções de navegação GPS via smartphone, sem interferir com a reprodução de música.

À medida que os nossos smartphones se vão tornando mais complexos, há que lidar com situações como estas. É de esperar que num futuro não muito distante, funcionalidades assim (e mais avançadas) se tornem comuns em todos os smartphones.


P.S. o Galaxy S8 também conta com equalizador, modo de volume elevado para ambientes ruidosos, modo de gravação para entrevistas, e até modos de som para pessoas com mais de 60 anos de idade que possam ter problemas de audição.

[fonte: Samsung]

Publicado originalmente no AadM

topo

LG mostra OLED 4K de 77" flexível e transparente

24-06-2017 | 13:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Se são daquelas pessoas que sonha um dia vir a ter janelas capazes de funcionar como ecrãs, a LG tem um novo ecrã mesmo à medida, e que até pode ser dobrado e tudo.

Já temos visto ecrãs transparentes e flexíveis, mas agora a LG mostra que neste momento não tem concorrência no sector dos OLEDs de grandes dimensões, ao criar um ecrã OLED 4K de 77", que é transparente e pode ser enrolado num diâmetro de apenas 8cm.

Claro que por agora este produto seria orientado para o sector comercial e da publicidade, onde um ecrã deste tipo irá seguramente atrair as atenções - podendo até ser usado para criar um roupeiro virtual onde uma pessoa possa ver uma representação sua em tamanho real a vestir diversas roupas virtuais. Mas seguramente haverá muitas outros sectores que poderiam beneficiar desta tecnologia, como mostradores em museus, galerias, e qualquer outro local com orçamento suficiente para os comprar.


Infelizmente ainda irá demorar um pouco, pois por agora este ecrã não passa de um protótipo e a LG ainda não tem data marcada para a sua comercialização. Mas nesse sentido nada como começar a surgir um pouco de concorrência neste segmento dos ecrãs OLED de grandes dimensões, que as coisas passam a acontecer em passo ainda mais acelerado.

topo

32TB de Windows 10 de testes revelados na internet

24-06-2017 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O Windows não é um sistema operativo open-source, mas descobrir o seu funcionamento interno tornou-se um pouco mais fácil devido a um mega-leak de 32TB de dados que incluem diversas versões internas de testes assim como o código fonte de várias secções.

Esta informação do Windows 10 foi revelada no Beta Archive, e parece dizer respeito à versão "Creators Update" que foi lançada este ano. Lá podemos encontrar diversas versões de testes do Windows 10, incluindo versões destinadas a chips ARM, assim como ferramentas para criar os sistemas Windows para smartphones.

De maior interesse para hackers e atacantes, será o facto de por lá estarem também partes do código fonte relacionadas com o sistema Play-and-Play, USB, WiFi, etc. Código que se tornará valioso para facilitar a descoberta de vulnerabilidades que possam ser exploradas em ataques futuros. Aliás, vários dos Windows 10 incluídos neste pacote são versões de debug que facilitam o processo de perceber como o Windows funciona internamente e que também serão de muita mais fácil análise do que as versões normalmente disponibilizadas no mercado.

Vai ser interessante ver como a MS irá reagir ao longo dos próximos meses, a potenciais ataques que tirem partido desta informação que foi inadvertidamente revelada... E que demonstra que nem os gigantes informáticos são imunes a erros (já em 2004 parte do código fonte do Windows tinha sido revelado por acidente). Mas antes disso, seria bom ver esclarecido se esta informação que veio a público se deveu a uma infiltração no sistema de desenvolvimento da Microsoft, ou se terá sido informação roubada a algum parceiro ou de qualquer outra origem.

topo

Pequenas empresas e lojas já podem usar os Posts on Google para publicidade gratuita

24-06-2017 | 10:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Apresentar informação em destaque, gratuitamente, num resultado de uma pesquisa do Google é algo que agora está acessível a todas as empresas e lojas via o Posts on Google.

O Posts on Google permite que empresas adicionem alguns artigos ou fotos em destaque nos resultados das pesquisas pelo seu nome, mas inicialmente estava disponível apenas para um número reduzido de entidades especiais, como museus, clubes desportivos e celebridades. Agora a Google abre essa possibilidade a todos, incluindo pequenos negócios e lojas.

Por exemplo, um café ou restaurante pode usar este sistema para fazer publicidade a uma promoção diária especial, que assim figurará directamente nos resultados das pesquisas no Google; sendo isto algo que está disponível automaticamente para todos os utilizadores que já estiverem registados e validados como fazendo parte do Google My Business - para quem ainda não estiver, é uma questão de se registarem e provarem que efectivamente são quem dizem ser (normalmente através da recepção de uma carta na morada indicada para o negócio).

Estes destaques publicitários gratuitos no Google podem redireccionar os potenciais clientes para o seu próprio site, o que será vantajoso no caso de lojas online (e outros negócios)... e simultaneamente manter estas empresas e lojas mais satisfeitas na plataforma da Google em vez de se dedicarem exclusivamente a concorrentes como o Facebook, TripAdvisor, etc.

topo

SpaceX lançou e aterrou Falcon 9 reciclado (novamente)

24-06-2017 | 09:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A SpaceX continua a somar sucessos, volta a repetir o feito de reutilizar um Falcon 9 já usado para mais um lançamento e nova aterragem bem sucedida, superando todas as expectativas.

Tratando-se de um lançamento de um satélite para uma órbita gefoestacionária, a velocidade superior de reentrada tornava o processo de aterragem mais complicado, sendo que a SpaceX já tinha alertado para a possibilidade de tal não ser possível. Mas o Falcon 9 cumpriu a sua missão na perfeição, embora com uma aterragem um pouco mais violenta que o habitual.

Este Falcon 9 já tinha viajado até ao espaço em Janeiro, e dá mais um passo para demonstrar a capacidade da SpaceX em preparar um foguete usado para novo lançamento em tempo útil (Elon Musk quer tornar esta operação em algo quase de "rotina" que possa ser feito em poucas semanas ou até dias).

É a 12ª aterragem bem sucedida de um Falcon 9 (e 8ª consecutiva), sendo a 7ª nas plataformas flutuantes; de um total de 17 tentativas. Se as coisas continuarem como até aqui, em breve poderemos esquecer as tentativas falhadas e considerar as aterragens bem sucedidas dos Falcon 9 como sendo algo praticamente garantido.

topo

[Grátis] 4 Jogos, para todos os gostos!

24-06-2017 | 08:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Hoje temos uma proposta com 4 jogos grátis, ideais para passar um pouco de tempo.



Stone Back - http://www.appsdoandroid.com/2017/04/gratis-stoneback-prehistory.html

TA: Little Red Riding Hood - http://www.appsdoandroid.com/2017/04/gratis-ta-little-red-riding-hood.html

Hook - http://www.appsdoandroid.com/2017/04/gratis-hook-um-jogo-imperdivel.html

True Skate - http://www.appsdoandroid.com/2015/04/amazon-free-app-true-skate.html



topo

devoradores de sombras – a história real de um horror oculto no coração do japão

24-06-2017 | 08:32 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



No ano 2000, Lucie, uma jovem inglesa de 21 anos, deixou o emprego como comissária de bordo de uma companhia aérea para trabalhar como hostess em bares em uma conhecida região boêmia de Tóquio. O trabalho consistia em oferecer companhia a homens solitários, mantendo um relacionamento estreito, porém não sexual. Um dia, Lucie desapareceu. As investigações sobre seu paradeiro revelaram detalhes obscuros da cultura nipônica.

Ler o artigo completo

topo

não é porque sou psicóloga (o) que estou te analisando

24-06-2017 | 08:22 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Sobre a ideia que as pessoas cultivam de que psicólogos estão te analisando a todo momento, e em qualquer lugar...

Ler o artigo completo

topo

palavreio

24-06-2017 | 08:21 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Saber o que dizer é um aprendizado de vida inteira. Usamos palavras demais quando acreditamos ter domínio do que nos sai boca afora, enquanto palavreamos de menos em momentos que nossas palavras seriam de fato necessárias. É tênue a linha entre calar e falar, assim tropeçamos diversas vezes em nosso próprio discurso. Palavras tem forças desconhecidas, saibamos usá-las.

Ler o artigo completo

topo

uma paixão pode te deixar boba, mas não burra.

24-06-2017 | 08:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Não teima com o destino. O que não é seu, nunca irá te servir. Limpe a alma, arrume o coração e pare de viver de remendos. Há oportunidades que só entrarão pela porta, quando você tiver coragem de fechar as janelas.

Ler o artigo completo

topo

Harry, o novo smartphone da Wiko

23-06-2017 | 20:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O Harry é um equipamento 4G , com 16GB de armazenamento, 3GB de RAM e corre Android 7 Nougat, pelo que deverá garantir um desempenho ao nível de um gama média-baixa.




A Wiko lança este mês um novo modelo da gama Y, o Harry, um smartphone 4G com um ecrã de 5 polegadas detecnologia IPS 3GB de memória RAM, a um preço acessível.

O processador Quad-Core 1.3 GHz Cortex-A53 e os 3GB de memória RAM tornam-no num telefone ágil e com excelente desempenho, mesmo em multitarefa. Incorpora ainda o muito recente sistema operativo Android™ 7.0 (Nougat) que, em conjunto com tudo o que foi referido, permite responder a todas as atividades com rapidez, mesmo em uso simultâneo de várias aplicações e em modo de janela múltipla, uma função que permite dividir o ecrã em dois, e trabalhar em diferentes aplicações. Mesmo assim inclui 16GB de memória interna que podem ser expandidas através de um cartão micro SD de até 128GB.

A câmara principal de 13MP com flash incorporado inclui as opções de fotografar em modo panorâmico, rápido autofócus, modo profissional, Face Beauty HDR. Com uma lente 5P e abertura F 2.0, vem também equipada com sensor Sony IMX 135, que emprega a tecnologia Exmor RS. A câmara frontal, com 5MP traz com flash no ecrã, o que permite tirar selfies em qualquer ambiente.

Harry tem uma resolução HD com um ecrã de 5 polegadas, e tecnologia IPS com 440 nits de brilho que permite ver imagens nítidas e com fortes contrastes, mesmo em plena luz do dia com uma luz solar intensa. A sua ergonomia melhorada torna-o num telemóvel fácil de utilizar, e que se pode usado para jogar ou assistir a filmes em HD de forma bastante cómoda. Este equipamento vem preparado para suportar USB OTG, que permite ler qualquer dispositivo que tenha saída USB, e é um modelo Dual SIM com uma bateria extraível de 2500mAh, que permite manter o equipamento a funcionar durante 23h em 2G e até 10h em 3G.

interface de utilizador Wiko UI conta com diversos truques, ferramentas inteligentes e widgets. Conta também com o Assistente de Telefone que, já faz parte da família Wiko, e foi desenhado para gerir diferentes opções de aplicações instaladas no equipamento, e vem equipado com o sistema Doze, que tem como função otimizar o rendimento do dispositivo através da poupança de energia.

Com um design elegante, o Harry possuiu um acabamento em metal premium, encontrando-se disponível em três versões: Dourado, Cinzento Antracite e Turquesa. Este novo modelotem um PVP recomendado de 169€ e estará disponível a partir de 29 de junho.

topo

Sci-Hub condenado a pagar $15 milhões por "pirataria"

23-06-2017 | 20:21 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Os casos de pirataria estão normalmente associados a filmes, séries e jogos, mas há quem não deixe de perseguir até outros sites que se pensariam estar a fazer serviço público, como é o caso do Sci-Hub.

O mundo da publicação de artigos científicos é um verdadeiro campo minado onde não faltam predadores interessados em dificultar ao máximo o acesso a estes artigos: leia-se, mediante apenas serviços pagos. O Sci-Hub é um site que disponibiliza esses artigos gratuitamente, e claro que também se tornou num alvo a abater.

A Elsevier é uma das maiores editoras neste campo, e acaba de ganhar um processo contra o Sci-Hub e LibGen, que foram condenadas a pagar 15 milhões de dólares. O processo, iniciado há dois anos, acabou por ter o efeito contrário ao pretendido, dando visibilidade acrescida ao site, que actualmente é utilizado por centenas de milhares de académicas em busca de artigos científicos que, de outra forma, não teriam acesso.

A fundadora do site já disse que não tem forma de pagar tal indemnização, e que não será por causa deste processo que o site deixará de funcionar. Mesmo no caso de conseguirem bloquear o seu domínio, o site já está acessível via rede TOR no endereço scihub22266oqcxt.onion que continuaria a permitir a sua normal operação. Segundo ela, um dos pontos mais obtusos, é o facto do processo alegar que o Sci-Hub causa "danos irreparáveis ao público", não compreendendo como a disponibilização de artigos científicos gratuitos que podem auxiliar outros académicos poderá resultar em "prejuízo".

Sem grandes hipóteses de irem buscar os $15 milhões, e sem grandes possibilidades de o conseguirem encerrar... o caso poderá ser dar origem a uma repetição do que aconteceu no seu início: dar ainda mais visibilidade ao site, e levar ainda mais pessoas a utilizá-lo.

topo

Upload de fotos do PC para o Instagram com o Websta

23-06-2017 | 17:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


São fãs do Instagram mas gostariam de pousar o smartphone e dar-lhe uso a partir do PC? Com o Websta for Instagram podem fazê-lo a partir do Chrome, incluindo a possibilidade de fazer o upload de fotos do PC para o Instagram.

O Instagram é um dos mais populares serviços de fotos, mas que continua a apostar principalmente nas suas apps mobile (o que faz sentido, já que será a partir desses dispositivos que mais faremos a captação e o envio das fotos). No entanto, haverá situações em que os utilizadores podem preferir interagir com o serviço a partir do PC, e é aí que entre esta extensão para Chrome: o Websta for Instagram.

Desenvolvido em Coimbra, esta extensão permite ter acesso a todas as funcionalidades do Instagram a partir do Chrome, incluindo a possibilidade de simularem a sua utilização tanto em modo vertical como horizontal. Acima de tudo, permite fazer o envio directo de fotos do PC para o Instagram, que é algo que muitos utilizadores procuram.

Se forem um desses utilizadores, não deixem de o experimentar.


topo

Sony Xperia XZ Premium chega a Portugal por €799.99

23-06-2017 | 16:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O novo topo de gama da Sony já chegou ao nosso país, e para além do hardware de topo vem com a particularidade de ter um ecrã 4K HDR e câmara capaz de gravar vídeo a 960fps.

O Xperia XZ Premium vem dar continuidade à gama que tem conquistado fãs, e sendo um topo de gama, as características não enganam: temos um ecrã 4K HDR de 5.5", um Snapdragon 835, 4GB+64GB+microSD, câmara principal de 19MP (com 4K e super slow motion de 960fps) e frontal de 13MP, bateria de 3230mAh, Android 7.1, e sensor de impressões digitais no botão de power na lateral.

Segundo a Sony é o primeiro smartphone do mundo capaz de filmar em super slow motion a 960 frames por segundo, graças ao novo sistema designado Motion Eye que permite transferência de dados muito mais rápida e que permite a captura a 960fps, assim como diversos modos de captura, incluindo a capacidade de captar fotos mesmo antes de se tocar no botão de captura (não é a primeira vez que temos isto, mas é sempre simpático). Tal como referimos aquando da sua apresentação, falta saber se desta vez, com um Snapdragon 835, já teremos oportunidade de dar uso ao ecrã 4K em mais situações do que apenas a reprodução de vídeos e visualização de fotos. Seria simpático poder dar uso a toda aquela resolução também no browser, leitura de ebooks, etc.

Idealmente, seria bom se este XZ Premium também já adoptasse um ecrã "sem margens" que lhe assentaria que nem uma luva no seu design (seguramente o próximo modelo já o fará); não sendo o caso, a Sony conta que os seus argumentos, como o ecrã e câmara, sejam suficientes para convencer o público nacional a dar 799.99 euros por ele.


P.S. Para celebrar o lançamento a Sony Mobile vai fazer um passatempo nas redes sociais, onde dará aos consumidores a oportunidade de ganhar três auscultadores MDR100ABN de cor azul, cada um no valor de 300€.

topo

Página 1 de 5471

Subscrever

Autores

Disclaimer

O Planet Geek não é responsável pelos seus conteúdos, apenas os replica a partir de cada blog.
Os artigos são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.