Planet Geek

23 de Novembro, 2014

campanha do santander: seja um amigo de valor

22-11-2014 | 18:10 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Seja um amigo de valor Santander. Assista o vídeo e descubra como você pode fazer mais pela sociedade e se tornar um verdadeiro amigo de Valor Santander.


Ler o artigo completo

topo

bauman e o tinder, botton e o amor

22-11-2014 | 15:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Na pressa de alcançar o nosso ideal de amor e felicidade, o 'vale tudo' é a regra mais cruel - para nós mesmos. Sobre o Tinder: o melhor 'match' é o do mundo da vida.


Ler o artigo completo

topo

sua majestade, queen rock montreal

22-11-2014 | 15:10 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


We Will Rock You - ou, como ficou conhecido, Queen Rock Montreal, foi filmado em 35mm e apresenta a banda em um apogeu proposital, ensaiado, inspirado e preparado. Preparado para que se tornassem aquele Queen imenso logo depois.


Ler o artigo completo

topo

a "barbie normal"

21-11-2014 | 23:50 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Boneca criada com proporções mais realistas tem o corpo de uma garota de 19 anos, acne, celulite e estrias.


Ler o artigo completo

topo

cama de gato

21-11-2014 | 23:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Os animais de estimação precisam do seu próprio lugar para dormir, então por que ele não pode ser como uma cama de verdade?


Ler o artigo completo

topo

as melhores fotos tiradas por drones em 2014

21-11-2014 | 13:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Estas fotografias inéditas, tiradas por drones, nos dá uma outra perspectiva ao redor do mundo.


Ler o artigo completo

topo

5 trilhas sonoras incríveis que você tem que ouvir: parte 2

21-11-2014 | 11:40 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Fiz a primeira parte com o simples intuito de compartilhar 5 trilhas que considero bacanas e marcantes. O debate rendeu e sugestões apareceram, então aqui vai uma segunda lista com dicas de pessoas que compartilharam suas trilhas incríveis e marcantes nos comentários do post anterior. Vamos lá?


Ler o artigo completo

topo

a banalização da sensibilidade

21-11-2014 | 11:10 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O ser humano banaliza o sentir, assim como diminui toda e qualquer experiência no campo emocional. Este é um processo de massificação do sentimento que produziu uma sociedade com pessoas vazias, superficiais e extremamente frustradas.


Ler o artigo completo

topo

ensaio sobre nossas pequenas mortes di√°rias

21-11-2014 | 11:10 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Morremos de medo de trocar hábitos, de mudar de ideias, convicções, de ver as coisas por outra ótica e damos um repeat automático nos comportamentos viciados e ranzinzas. Morremos de medo de olhar para o espelho da consciência e encarar os olhos nada atrativos das verdades de nossa alma, pois os reflexos geralmente são indigestos e desagradáveis.


Ler o artigo completo

topo

5 dicas para uma road trip perfeita

20-11-2014 | 16:50 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Quem não gosta de uma road trip? Juntar alguns amigos, ou família, e seguir pela estrada, conhecendo lugares e pessoas que nos inspiram? Confira algumas dicas para que sua viagem seja inesquecível!


Ler o artigo completo

topo

PHP and JavaScript Innovation Award Report November 2014 Edition - August 2014 nominees

20-11-2014 | 16:22 | Manuel Lemos | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

By Manuel Lemos
This is the November edition of the Innovation Award podcast hangout recorded by Manuel Lemos and Arturs Sosins to comment about the outstanding features of all the past month nominees and winners PHP and JavaScript packages, the prizes that the authors earned, starting with the nominees from the month of August 2014.

Listen to the podcast, or watch the hangout video, or read the transcript to learn why the nominated packages were considered to be innovative.

topo

Monument Valley - um jogo imperdível

20-11-2014 | 12:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Por vezes somos surpreendidos com algo novo, que não contávamos. Este jogo enquadra-se nesta categoria.
Já tinha adicionado este Monument Valley à minha wish list do Google Play.

Não o comprei logo no Google Play, apenas por uma razão: ia ser mais um para juntar à já longa lista que aguarda por uma oportunidade para ser jogado. E para isso, já tenho Machinarium...

Quando ontem verifiquei que este jogo era a "Free App of the Day" na Amazon, tratei de o adquirir. Depois, logo se via.

Movido pela curiosidade, aproveitei para instalar o jogo quando estava a tratar do jantar. Entre comer, ficar sem bateria no tablet, ver um pouco de TV, já passava da 1:30 quando decidi deixar o décimo e último nível para o dia seguinte. Sim, é um vício.


Este jogo é diferente. Temos tudo à nossa frente, e a solução nem sempre é a mais óbvia. Há que analisar com detalhe o cenário, e verificar de que forma conseguimos chegar ao final de cada nível.

O mais interessante é sermos surpreendidos pela solução para ultrapassar determinada situação.

Como podem comprovar pelas imagens, é tudo muito simples, mas igualmente cuidado, com detalhes de grande qualidade. A banda sonora acompanha o desenrolar dos acontecimentos.

Se tiveram a sorte de aproveitar a promoção de ontem, não deixem de experimentar este jogo. Caso não o tenham feito, não se deixem intimidar pelos 3,59€ que o mesmo custa no Google Play. Se não gostarem, podem sempre solicitar a anulação da compra.

Uma coisa é certa, quando a expansão de 10 novos níveis chegar ao Android, vou estar na linha da frente para a aquisição. Embora curto, vale cada cêntimo.



topo

Motorola Keylink: a nova forma de localizares as tuas chaves perdidas

20-11-2014 | 12:30 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

A Motorola tem vindo a crescer de uma forma impressionante e agora anuncia mais um produto que promete facilitar a vida dos mais esquecidos. Foi anunciado o Motorola Keylink, para nos ajudar a encontrar as nossas chaves perdidas.

Moto Keylink ajuda a encontrar chaves perdidas

Moto Keylink é um novo porta-chaves, que serve como GPS

Como podes ver pela imagem acima, trata-se de um pequeno aparelho, que serve perfeitamente com porta-chaves. Este comunicará com o nosso smartphone, fazendo uso da aplicação Motorola Connect.

Passando para um exemplo prático, imagina que não te lembras em que sítio da casa deixaste as tuas chaves. Desde que as mesmas se encontrem num raio de 100 metros, basta utilizar a aplicação da Motorola para que as tuas chaves perdidas façam barulho, facilitando assim a sua localização.

Mas o mais interessante neste pequeno acessório é que ele também funciona no sentido contrário. Desde que tenhas contigo as chaves, mas não sabes onde deixaste o smartphone, basta pressionar um botão existente no Keylink para que o smartphone comece a tocar.

A área de alcance desta funcionalidade é a mesma aplicada no sentido inverso.

Motorola Keylink

Caso possuas um equipamento que rode o novíssimo Android 5.0 Lollipop, poderás utilizar o Keylink para usufruir da nova funcionalidade Smart Lock.

Basta para isso adicionares as tuas chaves à lista de equipamentos confiáveis tornando assim o desbloqueio do teu smartphone mais facilitado, desde que, claro, as chaves estejam por perto.

Funcional tanto em Android como iOS a um preço razoável

Por esta altura deves estar a pensar que esta será mais uma funcionalidade exclusiva Android, mas desengana-te.

A Motorola anunciou ainda que a aplicação Motorola Connect estará disponível para Android e iOS, dando assim suporte às duas plataformas mais utilizadas hoje em dia.

Quanto ao custo deste novo acessório, o Keylink está listado no site da Motorola por $24.99, local onde o podes adquirir desde já.

topo

1 Ano de Clube AadM+

20-11-2014 | 12:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Poderão nem ter dado por isso, mas a verdade é que já estamos no primeiro aniversário do nosso Clube AadM+; mais uma das nossas iniciativas que só se torna possível graças à adesão de muitos vocês, e que nos permite o acesso a ainda mais gadgets - e que como tal, merece ser celebrado de forma especial.

Nos últimos meses eu bem que fui avisando de que, quem ainda ainda andasse a hesitar ou adiar a sua adesão, o deveria fazer pois viriam (ainda mais) coisas boas para breve, e aqui estão elas. Este mês, em vez de um único gadget, teremos três gadgets para distribuir entre os membros do clube, e não se tratam de três gadgets "quaisquer"; são três dos gadgets mais desejados do momento, e que irão tornar o Natal ainda mais especial para alguns dos nossos membros: um tablet Nexus 9, um smartwatch Moto 360, e um smartwatch LG G Watch R.

Depois das boas notícias a parte menos boa... É que ainda terão que sofrer até ao final do mês, para saberem quem terá direito a cada uma destas prendas - pois isso será feito durante o nosso próximo meeting mensal, no último sábado de cada mês, e que certamente irá fazer com que todos fiquem atentos ao acontecimento.

De resto, só posso agradecer mais uma vez a adesão de todos os que nos continuam a apoiar de forma incondicional, permitindo que estas e outras iniciativas sejam bem sucedidas. E esperar que para este segundo ano de Clube AadM+ que se vai iniciar possa contar com a participação dos "pioneiros" que aderiram logo desde o primeiro dia, e de novos membros que nos permitam testar e oferecer cada vez mais, e melhores, gadgets. (E não se esqueçam que ser membro do Clube AadM+ dá-vos também benefícios adicionais nos nossos parceiros.)

topo

James Gunn divulga o "Awesome Mix Volume Zero"

20-11-2014 | 11:50 | J. B. Martins | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

awesomemix.jpg

Durante as últimas horas James Gunn, o realizador do "Guardians of The Galaxy", publicou no seu Facebook aquilo a que chamou de "Awesome Mix Volume Zero", uma espécie de prequela do já famoso "Awesome Mix Vol.1", um dos protagonistas imateriais da sua mais recente opus.

E o que é o "Awesome Mix Volume Zero", perguntam os meus caríssimos e adorados leitores? Pois nada mais que um conjunto de canções que usou para manter o pessoal acordado durante as filmagens cena do The Boot of Jemiah, o bar mais mal frequentado de Knowhere.

Como sou vosso amigo, aqui fica ele compilado e pronto para ser consumido.

 

topo

Apple lança kit de desenvolvimento para o Apple Watch

20-11-2014 | 11:21 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Faltam ainda alguns meses para o Apple Watch chegar ao mercado, mas a Apple já lançou o Watchkit, o conjunto de ferramentas para desenvolver apps para o seu smartwatch. E como bónus, a documentação incluída no kit revela pormenores interessantes sobre o seu funcionamento.

iPhone e Apple Watch

iPhone tem que estar sempre perto

A primeira e se calhar mais importante noção que se tem que ter é que o Apple Watch será (quase) sempre dependente de um iPhone. Isto quer dizer que haverá muito poucas apps que funcionem de forma independente, sem precisar de recursos ou dados vindos do telefone.

A Apple diz mesmo que “apps no Watch não são mais do que extensões das aplicações iOS que estão no telefone”, já que muito do poder de processamento virá do “cérebro” do iPhone e não do Watch.

Enquanto o utilizador interage com o Watch, há um fluxo de informação constante entre iPhone e Watch. Toques e outras mensagens vindas do Watch podem fazer executar código no vosso iPhone

Apesar de, nesta primeira fase muitas das app para o Watch irem obviamente complementar, ou estender o funcionamento de apps no iPhone, a Apple diz que “no final do próximo ano, os programadores vão poder criar apps nativas para o Watch.” (i.e que funcionam independentemente da ligação com o telefone)

Mais de uma dúzia de novas interacções e gestos

Uma das coisas mais interessantes que se ficou a saber deste kit, é a lista enorme de diferentes tipos de interacções que o Apple Watch suporta:

  1. Olhar Curto
  2. Olhar Longo
  3. Olhadela
  4. Acções sobre Notificações
  5. Swipe Vertical
  6. Swipe Horizontal
  7. Swipes dos bordos
  8. Toques
  9. “Taptic Engine”, feedback táctil
  10. Acesso Siri
  11. Force Touch
  12. Scrolling via Coroa Digital
  13. Botão Coroa Digital
  14. Toque no botão lateral (Abre app Friends)
  15. Duplo Toque no botão lateral (Activar Apple Pay via Watch)

Fora estes modos “fixos” de interacção definidos pela Apple, aparentemente não existe qualquer liberdade para criar novos gestos ou interacções, pelo que os programadores estarão restritos a estes métodos quando desenvolverem as suas apps.

O “Guia de Interface Humano para o Apple Watch” (link) contém muitas outras informações, instruções e (como não podia deixar de ser) restrições às quais os programadores terão que obedecer durante o desenvolvimento destas apps.

Notificações

Uma palavra especial aqui para o que a Apple chama de Olhares longos e curtos (Short Look, Long Look) e as “Olhadelas” (Glances), que decerto serão os tipos de interacção mais comuns, e correspondem às diferentes formas de ver e interagir com notificações.

Um Olhar curto é quando levantamos o pulso e olhamos para o relógio uns poucos segundos, e aí a notificação será breve e sucinta. Se demorarmos mais alguns segundos passamos para o Olhar Longo e a notificação torna-se mais detalhada, com mais acções possíveis e scroll.

As “Olhadelas” são troços, ou pedaços de informação (tempo, meteorologia, tarefas) curtos e que aparecem no ecrã por pouco tempo, e a única acção disponível é tocar no ecrã para abrir a app correspondente.

Ecrãs retina e Watches de diferentes tamanhos no futuro

A documentação que vos falei antes, contém também detalhes precisos sobre o tamanho e resolução do ecrã dos dois Apple Watch. O de 38mm terá um ecrã com uma resolução de 272 x 340 pixels, e o seu irmão de 42mm terá um ecrã maior de resolução 312 x 390 pixels, mas ambos têm a mesma proporção de ecrã (4:5).

Tamanho do ecrã do Apple Watch

A flexibilidade introduzida nas animações de objectos no ecrã do Watch, significa que há margem suficiente para criar ecrãs de diferentes tamanhos ou formatos no futuro, sem que as apps tenham que ser corrigidas.

Imagens sim e animadas. Vídeos, nem por isso

Outro resultado da dependência que o Apple Watch tem relativamente ao iPhone, é que não será possível ver vídeos. O espaço destinado a imagens por cada app está limitado a 20 MB, e tudo o resto será transmitido a partir do iPhone.

Mas mesmo que se pensasse em stream, a verdade é que provavelmente só dará para fazer animações (i.e. GIF animado).

Bem, estas são então algumas das novidade que foram reveladas sobre o Apple Watch, depois do lançamento do kit de desenvolvimento.

Só nos resta esperar pelo lançamento do dito cujo, para ver que tipos de apps é que os programadores serão capazes de fazer, mesmo com todas estas limitações.

Ansioso por ver o Apple Watch chegar ao mercado?

topo

Apps gratuitas na App Store perdem o "free"

20-11-2014 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A questão da clareza sobre o real custo das apps "gratuitas" é algo que parece ser difícil de resolver definitivamente, mas a Apple parece ter arranjado uma forma de simplesmente contornar o problema... e bem: removendo a designação de "gratuita" das apps.

A maioria das pessoas não terá problemas em lidar com a situação actual, em que grande parte das apps gratuitas depois nos tenta fazer gastar dinheiro através das compras "in-app" - aliás, tanto a app store da Apple como do Google identificam esses casos para que não haja surpresas. Mas na App Store a Apple encontrou uma forma confortável de evitar as confusões tão habituais no mercado norte-americano, e onde por vezes o não ser completamente literal acaba em processo nos tribunais: removendo a indicação de free no preço da app e em vez disso adoptando um mais genérico "get" (para além da exibição da mensagem se recorrem ou não a compras in-app.)

Faltará ver agora se o Google irá adoptar táctica idêntica na sua Play Store, ou no mínimo passar a mostrar a tal indicação das apps "gratuitas" mas com compras in-app directamente na lista de apps, uma vez que actualmente isso só é exibido quando se clica na respectiva app para ver as informações adicionais.

Bem... temos que nos lembrar que em tempos a App Store nem sequer nos mostrava apps que já tínhamos comprado (e desinstalado), e que era uma carga de adrenalina carregar novamente no botão de "comprar" e só depois receber a mensagem de que, como já a tínhamos comprado, não nos iria ser cobrado nada! Isso sim, era viver perigosamente... :)

topo

Fuffr chega ao Kickstarter

20-11-2014 | 10:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Lembram-se do Fuffr, a curiosa capa para iPhones que permite detectar toques feitos fora do ecrã? Agora é finalmente tempo de avançar para o próximo passo, recorrendo ao Kickstarter para angariar o valor (e interessados) suficientes para tornar o projecto realidade à escala que merece.


O Fuffr apresenta-nos um conceito interessante, que expande a tradicional área de toque do touchscreen para a superfície onde pousarmos um smartphone equipado com estas capas (que nesta fase inicial estarão apenas disponíveis para iPhones 5/5S/6 - mas no futuro sendo esperada a sua expansão para os equipamentos Android).

Isto torna possível a criação de jogos multiplayer onde não será necessário múltiplas pessoas acotovelarem-se e taparem a maior parte do ecrã com os seus dedos, e não é difícil imaginar muitas outras aplicações onde seria vantajoso ter esta experiência multitouch expandida sem que se tivessem os dedos sobre o ecrã. Ao contrário de outros projectos que nada têm para apresentar, o Fuffr já disponibilizou kits de desenvolvimento a developers, demonstrando que é mesmo capaz de cumprir com o que promete. Agora só necessitamos que haja uma adesão em massa, para que o Fuffr não seja relegado para um estatuto de "curiosidade".

Se quiserem apoiar o projecto, é só darem um salto ao Kickstarter, onde poderão investir numa destas capas por valores a começar nos 59 dólares e com entregas prometidas para Abril de 2015.




FUFFR INC. | SANTA CLARA | NOVEMBER 19, 2014

Fuffr today launched a Kickstarter campaign for their first product, The Fuffr Touch Case -

Adding Multitouch Outside Your Smartphone. By tracking the placement and movement of

your fingers on the area surrounding the phone, more than one person can interact with it.

The technology opens up for many uses but with its first product, Fuffr is focusing on

opening up mobile gaming. With most smartphone games focusing on single player and

with limited controls, the Fuffr Touch Case can enable advanced controls for both single

and multiplayer games.

”Social Gaming is not new, it’s been around for ages in board games and video games, we

want to bring this fun and joy together with physical interaction to the mobile experience,”

said Mai-Li Hammargren, Fuffr’s Head of Marketing. ”We hope that this could mark the

start of a big change in mobile gaming”.

The company have already manufactured and released a Dev Kit for developers to try out.

Already, 200 Dev Kits have made it into hands of developers that are currently trying out

the API that besides supporting iOS offers additional ports towards JavaScript and Unity.

The Fuffr Touch Case, released today on Kickstarter is aimed for end consumers, with a

brand new design and updated hardware. Bundled with the product, Fuffr have included

five games showing up the Touch Case’s possibilities.

Developers all over the world are right now building the next generation of mobile games

with Fuffr technology. To make sure good content is available when the Fuffr Touch Case

is released in spring 2015, Fuffr Inc. is arranging a contest where three games will be

awarded with US$10.000 each with the winners voted by Kickstarter backers. The winning

apps will also be bundled with the Fuffr Touch Case.

The price of the Fuffr Touch Case is US$79, though a limited number of early backers can

get it for as low as US$59.

topo

App Gratis: MeliMelo

20-11-2014 | 09:30 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



A "App Gratis" de hoje é o MeliMelo, um jogo em que é necessário completar palavras com os conjuntos de letras que são apresentados no ecrã.


O MeliMelo é um jogo gratuito mas hoje, graças ao App Gratis, é possível fazer o obter à borla 2.500 moedas, que normalmente custam €6,19.
Infelizmente, o MeliMelo apenas está disponível em inglês e francês.

topo

Programadores "super-star" com agentes como as vedetas

20-11-2014 | 09:15 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Actores, músicos, escritores, atletas... todos eles contam com agentes que tratam da gestão das suas carreiras e procuram as melhores oportunidades; porque não poderá fazer-se o mesmo com os programadores? Nos EUA, uma agência já o está a fazer, e parece estar a conseguir bons resultados.

A área da programação é uma área onde não faltam pessoas. O grande problema é, como em muitos outros casos, a qualidade de cada um. Se mesmo para uma só única linguagem específica poderá ser difícil encontrar alguém que a saiba utilizar devidamente, o caso torna-se ainda mais complicado quando, na maioria dos casos reais, se necessita de uma combinação de múltiplas linguagens, tecnologias e serviços.

Se para algumas pessoas a procura de um programador se resume a procurar o preço mais baixo num site de freelancer, para outros o importante é a garantia de um trabalho bem feito, mesmo se para isso tenha que pagar valores mais elevados. E no caso da agência 10x, parece contar com um grupo de programadores "super-star" que podem garantir que o trabalho será efectivamente bem feito.

... Será que um dia destes ainda começaremos a ter época de contratações e transferências, onde programadores serão cobiçados por estas agências a troco de contratos milionários? :

topo

Asus Z97-Pro Gamer

20-11-2014 | 08:51 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Depois de termos ficado a conhecer a Z97-WS com quad-SLI, chega agora uma nova motherboard Z97 da Asus, que irá agradar aos que procuram a base para o seu próximo computador para jogos, mas a preço mais acessível: a Z97-Pro Gamer.

A ASUS Z97-Pro Gamer recorre ao chipset Z97 da Intel, e vem cheia de argumentos para convencer os mais indecisos, como a conectividade M.2 10Gibt/s, SATA Express, Gigabit Ethernet da Intel, complementadas pelas tecnologias da marca como o LANGuard, GameFirst II, SupremeFX audio e Sonic Radar II. Tecnologias que não só melhoram a fiabilidade do hardware e a sua resistência a abusos acidentais (como picos de corrente), como também a nível do software para que os jogadores têm as melhores experiências de jogo - o GameFirst II permite melhorar a latência nos jogos online, sem necessidade de se dominarem os complicados parâmetros de configurações de rede; enquanto que o Sonic Radar II permite visualizar com precisão a origem dos sons num jogo.

Enquanto que pela Z97-WS teriam que aliviar a vossa carteira em cerca de 320 euros; para esta Z97 Pro Gamer poderão fazer a festa por apenas metade do valor: esta motherboard tem um preço recomendado de 160 euros para o nosso país e estando desde já disponível nas lojas.


topo

Os PCs actualiz√°veis - mito ou realidade?

19-11-2014 | 22:11 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Os PCs sempre foram vistos como máquinas actualizáveis, em que facilmente se pode ir trocando alguns componentes de modo a ir prolongando a sua vida. No entanto, essa realidade frequentemente se depara com obstáculos intransponíveis - mas finalmente, após mais de duas décadas de computadores, posso finalmente comprovar que um PC pode mesmo ser actualizável!

Sendo um utilizador de computadores de longa data, seria fácil assumir que seria uma das pessoas que frequentemente deveria actualizar os seus PCs. Na verdade, por estranho que possa parecer, não é o caso.

Desde sempre que optei por comprar o melhor computador que o orçamento permitia, e depois aguentava-o o mais possível, até que se tornasse de tal modo tão obsoleto, que já pouco ou nada se poderia aproveitar para um novo. Mesmo nos casos em que se pudesse colocar a hipótese de actualizar componentes, havia sempre algo que se intrometia pelo meio - ou o socket do CPU tinha mudado, ou o interface dos discos, ou o formato das memórias, ou até a ficha da fonte de alimentação - e no meu anterior PC, o entrave tinha sido o slot da placa gráfica, que do AGP tinha passado para o PCIe. Por tudo isto, quando era para mudar, lá tinha que mudar "tudo", acabando por montar um computador novo.

O meu PC actual já dura desde 2009, e seguindo a mesma tradição, optei pela melhor máquina que pude. E mal sabia eu que se viria a tornar na máquina que me iria permitir fazer as tais míticas actualizações de modo a prolongar a sua vida.


Desde então as suas duas GTX 275 já deram lugar a uma GTX 670 e mais recentemente a uma GTX 970; os seus 12GB de RAM passaram a 24GB; e o espaço reservado para um SSD como disco de sistema foi preenchido. Mas, o tempo passa, e o que começava a deixar a desejar era o seu CPU, um Intel Core i7 920 (a 2,66Ghz). Enquanto ia fazendo contas sobre a possibilidade de montar uma nova máquina, ia também relembrando-me que estamos novamente em nova época de transição (DDR3 para DDR4, por exemplo) pelo que isso não seria aconselhável.

Lembrei-me então que havia CPUs bem mais potentes que o meu 920... e o facto do socket LGA 1366 já estar completamente obsoleto poderia fazer com que os pudesse encontrar a preços interessantes. Um Core i7 990X já trabalharia a 3.46GHz, passando de 4/8 cores para 6/12; sendo suficiente para me aguentar mais uns tempos. Mas para meu espanto, o preço destes CPUs, novos continua a estar na gama dos $1000, e mesmo usados no Ebay, têm preços obscenos para cima de $400-500 dólares!


Bem, para não me esticar demasiado, acabei por optar por um Core i7 970, que encontrei bem mais em conta, e que me oferece na mesma os 12 cores (hyperthreading) a 3.2GHz.




Poderá não ser um dos mais eficientes Haswell, mas pelo menos posso gabar-me de agora ter um CPU de 12 cores (que passarão a maior parte do tempo desocupados, é certo) que nem sequer os mais recentes i7 possuem. ;)


É certo que pelos 200 euros que este CPU me custou (já com portes e taxas de importação) poderia ter comprado um CPU mais recente e mais eficiente. Mas isso implicaria comprar também uma nova motherboard, levando-me de regresso ao tal problema inicial: investir agora numa máquina nova, quando se está a transitar para novos chipsets e para o suporte das DDR4... prefiro esperar mais um pouco. Assim, com este CPU, ganho uma folga que me permite aguentar mais um par de anos (espero eu), e ir vendo o que o futuro nos trará.


Até lá, posso finalmente dar por confirmada a teoria de que os PCs são actualizáveis e de que isso permite efectivamente prolongar a sua vida - mesmo sendo à custa de um CPU usado vindo do Ebay (sim, é sempre arriscado, mas já resistiu às minhas habituais 24h de stress testing, pelo que fico mais descansado.)


Quantos de vocês é que realmente vão dando uso aos upgrades continuados; ou acabam por também enfrentar o mesmo problema de, quando é para mudar... muda-se tudo?

topo

Twitter post ‚Äď November 19, 2014 at 09:34PM

19-11-2014 | 20:55 | Eduardo Balsa | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

25 Famous People Who Guest Starred on STAR TREK | Warped Factor – Words in the Key of Geek. http://bit.ly/14NbYDM

— drcursor (@drcursor) November 19, 2014

topo

Trailer de "Cinderella". Já vamos em quantas versões desta história?

19-11-2014 | 19:22 | J. B. Martins | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

cinderella.jpg

Continuando na senda das reciclagens, a Disney divulgou o primeiro trailer completo da sua mais recente adaptação live-action de mais um clássico animados, juntamente com um poster todo jeitoso com uma fotografia da mítica Annie Leibovitz.

cinderella_poster-620x918.png

Não sei se no final vamos ter o habitual casório, mas com Richard Robb Madden Stark ao barulho pode ser que a boda nos traga alguma surpresa.

topo

Primeiras APIs para Android Auto foram disponibilizadas pela Google

19-11-2014 | 19:00 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Depois de termos falado no novo Android TV, vamos agora falar dos mais recentes desenvolvimentos para a plataforma Android Auto. A Google já lançou as primeiras APIs para que os programadores possam começar a trabalhar nesta plataforma.

AndroidAuto-002

O novo Android Auto é em parte similar ao Android Wear, uma vez que não foi criado com o intuito de funcionar isoladamente.

A ideia que a Google tem para o Android Auto é facilitar a conexão de dispositivos, smartphones ou tablets Android, ao nosso carro. Já o podemos fazer através de Bluetooth, mas com este novo sistema a interação entre os vários dispositivos é levado para um patamar mais elevado.

Os programadores já podem criar as suas aplicações para o Android Auto

O aparecimento dos primeiros carros a suportar este sistema estão previstos para o início do próximo ano. Assim sendo a Google já disponibilizou os pacotes de desenvolvimento, a fim de os programadores poderem desde já começar a criar as suas aplicações para o novo sistema da gigante do software.

As aplicações que o Android Auto suporta atualmente são:

  • Aplicações de áudio: permite aos utilizadores navegar e reproduzir músicas, podcasts, notícias e outros conteúdos de áudio;
  • Aplicações de mensagens: permite receber as notificações do nosso smartphone ou tablet, ler mensagens em alta voz e responder através de comandos de voz.

Várias parcerias já foram celebradas para melhorar a plataforma

Para os possíveis utilizadores desta nova plataforma é importante referir que a Google já está a trabalhar com diversas entidades, de modo a que estas criem aplicações próprias para o Android Auto. Entre elas temos, por exemplo, iHeartRadio, Joyride, NPR, Pandora, Songza, Spotify, TuneIn e WhatsApp. À medida que a plataforma for crescendo, certamente mais serviços irão se juntar a estes.

Se és um dos interessados em desenvolver aplicações para o Andriod Auto, aconselho-te a dares uma vista de olhos no blog de programadores Android, assim como no guia de iniciação da plataforma.

Acreditas que o Android Auto terá sucesso por Portugal? Deixa-nos a tua opinião.

passatempo-natal_2014_wwertd

topo

√öltimas

19-11-2014 | 18:36 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Huawei, planos para 2015


Há uma natural expectativa em redor do que pode a Huawei fazer em 2015. Este pode bem ser o ano de viragem, ou não...

O P7 foi um salto qualitativo, e não deixou ninguém indiferente. O P8, como já noticiámos, prevê-se que venha a ser anunciado durante o CES, terá um papel importante no futuro próximo da marca.


Um ecrã 5.2" a 1080p com 424 ppi, CPU Kirin 930, 3GB RAM e um preço previsto de 490$ pode bem ser um forte concorrente no mercado dos topos de gama, onde apenas o ecrã ficará aquém do que a concorrência oferece.  O CPU, vamos ver...



O Mate 8 vai ser muito semelhante ao P8, mas um ecrã 2K e um preço de 650$ podem desequilibrar a balança no segmento dos phablets. Não seria nada do que já acontece com o Mate 7, com o preço muito a baixo que a concorrência pratica.

O leque de equipamentos fica completo com os  Ascend 5, 5X, 7 e 7X, tendo estes dois últimos pelo menos no papel, tudo para ser um sucesso de vendas.

Resta agora aguardar como é que a Huawei se vai portar com as actualizações para o Mate 7 e P7, algo que os OEM aparentemente parecem estar a ver com outros olhos. 


As piores "inovações" do Lollipop 


O novo Android 5.0 Lollipop vem com inúmeras melhorias e muitas coisas boas; mas vem também com bugs e algumas "inovações" do Google que poderão merecer bastantes críticas por parte dos utilizadores. Eis as principais.

Vamos ignorar por momentos os bugs que por agora originam situações caricatas, como a utilização do modo lanterna (se a deixarem ligada até se desligar automaticamente após alguns minutos) impedir o acesso à câmara até que façam reboot; ou o bug que impede apps como o Cerberus possam tirar fotografia a quem introduzir o código errado no nosso Android (e que desde Agosto tem sido dado como corrigido sem nunca o ser).

 Enquanto que anteriormente o botão de power nos dava acesso a diferentes opções, como modo silencioso (o tal que desapareceu), modo airplane, reboot, ou desligar; no Lollipop o botão de powe dá apenas acesso a desligar o equipamento. Enquanto em versões como o CM até já ganharam opções adicionais como fazer capturas de ecrã, no Android original o Google optou por seguir o caminho inverso e remover todas as opções.

Podem ler o artigo na sua integra no AadM

Borlas do dia:

Curtas:

topo

Facebook lança nova app para Grupos

19-11-2014 | 18:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Já temos uma app do Facebook, uma app para as páginas do Facebook, uma app para as mensagens do Facebook, um visualizador alternativo do Facebook, e certamente mais algumas apps do Facebook que não me estou a lembrar no momento - mas o que me faz falar de tudo isto é que agora podem juntar-lhes uma nova app do Facebook dedicada aos grupos.


O Facebook é um local de interacção, e esta nova app do Facebook Groups, disponível para Android e iOS, pretende facilitar a vida a todos os que passam a vida nos grupos do Facebook, quer sejam grupos familiares, de amigos, grupos públicos ou privados, ou até grupos para que alunos melhor possam organizar os seus trabalhos escolares.

Os grupos que visitam mais frequentemente estarão no topo da lista, mas poderão também ver novos grupos sugeridos em função das vossas preferências pessoais com base nas páginas e amigos que seguem. E antes que comecem a ficar preocupados com a obrigatoriedade de usarem esta nova app, convém esclarecer que poderão continuar a usar a app principal do FB para lhes acederem como faziam até aqui.

Posso compreender que o Facebook se tenha tornado num tal amontado de serviços que uma única app fique demasiado pesada para tratar de tudo; mas daí a dar origem a "dezenas" de apps diferenciadas, parece-me que também é passar para o extremo oposto. Claro que ninguém nos obriga a instalar esta nova app (por enquanto)... mas olhando para o que aconteceu com o Facebook Messenger, que agora obriga a usar a app independente... não seria de surpreender que, a seu tempo, isso também venha a acontecer com os grupos.

Que vos parece esta política de fragmentação de um serviço em inúmeras apps? Acham que é boa política... ou que se arriscam a afugentar utilizadores?

topo

App of the Day: Every Stripe Live Wallpaper

19-11-2014 | 18:06 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

A "App of the Day" de hoje é o Every Stripe Live Wallpaper, que como o próprio nome indica, é um fundo de ecrã animado.



O Every Stripe Live Wallpaper é grátis, mas desbloquear a versão completa custa habitualmente £0,59.

Para fazer o upgrade, devem aceder às definições/avançadas/redeem,  e utilizar o código "appoftheday", sem aspas.

topo

App Gratis : .Gif : share gifs for free

19-11-2014 | 17:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A segunda "App Gratis" de hoje é o .Gif, uma aplicação com uma colecção de gifs para todos os gostos.


O .Gif é uma app gratuita mas hoje, graças ao App Gratis, é possível fazer o upgrade à borla para a versão completa.

topo

Pr√≥ximo iPhone ter√° c√Ęmara compar√°vel a DSLRs?

19-11-2014 | 17:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Sempre que pensamos que já nada - ou pouco - há a fazer para melhorar significativamente um produto, como os smartphones, é a altura ideal para que alguém faça algo "radical" que nos mostre que estávamos errados. Já começam a circular rumores de que é precisamente isso que a Apple pretende fazer com a câmara do próximo iPhone.

Ainda recentemente falamos de um novo sensor da Sony que ficará disponível para 2015, e que poderia vir a ser utilizado pela Apple, mas parece que a melhoria poderá ser bem superior e recorrer a uma tecnologia completamente diferente da habitual - e prometendo qualidade que competirá com as DSLR.

Dando-se o devido desconto de que se trata apenas de um rumor - e com desconto adicional por se tratarem de previsões para um produto que só deverá sair daqui a quase um ano - não será de estranhar que a câmara seja um dos factores onde mais "facilmente" se possa evoluir de forma que seja claramente visível pelos consumidores.

Desde cedo que a aposta na qualidade das câmaras levou os iPhone ao topo das listas de dispositivos mais populares para tirar fotografias, e embora já muitos outros equipamentos ofereçam qualidade de imagem invejável, os iPhones continuam a ser considerados excelentes nessa área. Empresas como a Nokia já nos mostraram que é possível fazer muito mais (o seu impressionante Pureview de 41MP), e outras como a HTC tem explorado tecnologias alternativas como os Ultrapixeis - e não faltam empresas que nos apresentam soluções "diferentes" como o módulo de dupla câmara/lente da Corephotonic, ou as câmaras com tecnologia lightfield como as Lytro.

Não se se alguma destas tecnologias poderá estar pronta a entrar em produção em larga escala e produzir imagens radicalmente superiores às dos sensores actuais, mas se dermos credibilidade a este rumor, parece-me ser claro que a Apple estará empenhada em dar um grande salto na qualidade da câmara para os próximos iPhone 6S (se calhar inspirados pelo facto de agora a câmara poder "sair para fora da caixa"! ;)

topo

Amazon Free App: Monument Valley

19-11-2014 | 16:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



A app gratuita de hoje da Amazon é o Monument Valley, um jogo com cenários fantásticos, e caminhos misteriosos para descobrir.
Quem já o jogou, diz maravilhas, pelo que é uma oportunidade a não perder.


O Monument Valley custa €3,59 no Google Play.

topo

Notícias do Dia

19-11-2014 | 16:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Já podemos usar o Google Keep para apontamentos partilhados; o Android Lollipop ganhou o desbloqueio por geolocalização mas também tem muitas coisas que estão a ser criticadas;
a Jolla está de regresso, agora com um tablet que está a fazer sucesso no Indiegogo; o Let's Encrypt quer tornar os HTTPS mais fáceis de usar e gratuitos; torrents mais amigos dos autores com os uTorrent Bundles onde 90% do valor vai para os criadores; e os dados do Fitbit vão ser usados em tribunal para avaliar se um acidente teve impacto negativo na actividade física de uma pessoa.

E não se esqueçam que o gadget que temos para vos oferecer esta semana é uma chave de segurança USB que vos pode evitar dissabores; e já de seguida, as notícias do dia:


Z Launcher da Nokia chega ao Google Play


Com o anúncio de que o novo tablet N1 da Nokia viria equipado com o Z Launcher chega também o anúncio de que o mesmo passa da fase de pré-beta para... beta. Poderá não significar que esteja ainda livre de erros e eventuais problemas, mas significa que a partir de agora será bem mais fácil testarem-no, pois fica disponível no Google Play e apenas a um toque de distância para verem que tal se comporta nos vossos Androids.

Esta launcher dinâmico promete colocar as apps que vocês precisam sempre à mão, dependendo da altura do dia e outros factores, e permite fazer pesquisas rapidamente desenhando as letras no ecrã.


Apple manda remover teclado de mais um widget no iOS8


A relação da Apple com os widgets no iOS8 tem sido complicada, e não se prevê que isso mude em breve. Agora são os developers da app Neato, que incluiu um widget que permite tomar notas directamente na zona dos widgets, que receberam um aviso da Apple para removerem essa funcionalidade, pois não será suposto usar-se um teclado num widget. Uma remoção que tornará o widget completamente irrelevante...


HUD para o Google Glass


Muitos developers poderão estar a abandonar o Google Glass, mas há um que pretende convencer os pilotos a trocarem os seus tradicionais Rayban pelos Glass, apresentando-lhes um HUD com toda a informação de voo directamente no campo de visão. É certo que não passa de uma "curiosidade" (e eles avisam que não deverá ser utilizado como instrumentação de voo), mas... é sempre mais uma possibilidade de utilização deste tipo de tecnologia.


Google abre as portas ao Google Auto

O Google saber que o Android nos carros tem um enorme potencial, e já disponibilizou finalmente as APIs para que os developers tirem partido desta funcionalidade que permitirá uma maior integração e facilidade de utilização das apps nos veículos com sistemas compatíveis Android Auto.





Curtas do Dia

Resumo da Madrugada

topo

Jolla Tablet com Sailfish é sucesso no Indiegogo

19-11-2014 | 15:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Não será fácil a uma nova plataforma conquistar o seu espaço neste mundo dominado pelo Android e iOS, mas isso não impede que a Jolla continue a tentar, agora com o seu Jolla Tablet com Sailfish 2.0 e que em menos de 2h superou o objectivo de 380 mil dólares.

O Jolla Tablet está a ser proposto por um preço promocional na ordem dos $200, e vem com um ecrã de 7.9" (2048x1536), Intel Atom quad-core, 2GB de RAM, 32GB de flash + SD, câmaras de 5MP e 2MP, e bateria de 4300mAh - características aproximadas (mas ligeiramente inferiores) ao do tablet N1 recentemente anunciado pela Nokia.

A grande diferença é que neste caso temos um tablet que vem equipado com o sistema Sailfish, que os seus criadores dizem gerir o multitasking de forma mais eficiente e intuitiva que os sistemas concorrentes - e que tem sido algo que os utilizadores muito têm pedido.

Tal como aconteceu com o smartphone (dos quais ainda não foram revelados números das vendas), a vantagem do Sailfish é permitir também a utilização de apps Android, que sempre facilita o processo de adopção por parte dos utilizadores e evita o habitual "síndroma" de não aderir a uma nova plataforma por falta de apps - e dessas apps não surgirem por não haver utilizadores suficientes para que se torne atractiva para os developers.

Será isto suficiente para fazer com que o Sailfish se assuma como plataforma viável? Pela adesão à campanha do Indiegogo, poderá parecer que sim; mas é preciso não esquecer que continuamos a falar de alguns (poucos) milhares de unidades... e que ainda muito terá que ser feito para que possam fazer frente às demais plataformas que se medem em (muitos) milhões.


topo

Nokia vai licenciar a sua marca, começando já com o N1

19-11-2014 | 15:21 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Falámos-te aqui esta manhã do novo Nokia N1, um tablet Android que a marca finlandesa iria lançar. O problema (ou não) é que afinal não será bem a Nokia a responsável pelo lançamento e comercialização do tablet. Nem a Microsoft, por sinal.

Nokia N1 será fabricado pela Foxconn

Marca Nokia vai continuar através de acordos de licenciamento

O que se passa é que a empresa por detrás do Nokia N1 é a nossa conhecida Foxconn, empresa chinesa que tem vindo a fabricar muitos dos dispositivos que chegam ao mercado pela mão de marcas como a Apple ou Samsung.

Então mas qual a novidade? A novidade aqui é que o Nokia N1 é um produto totalmente desenvolvido pela Foxconn. A Nokia apenas cede direitos sobre o nome da marca e o design.

Esta é uma estratégia que já foi utilizada no passado por marcas como a Polaroid ou Kodak. Pois, eu sei que está à vista de todos os que a opção por licenciar a marca fez a estas duas empresas.

Produtos e empresas parceiras serão escolhidos com cuidado

A Nokia, claro, também conhece essas duas histórias que pouco fizeram além de agudizar o sofrimentos de empresas em declínio.

Nesse caso porque é que o pessoal da Nokia decidiu meter-se nesta aventura? Primeiro porque a empresa finlandesa não quer voltar ao desenho e produção de novos equipamentos. Em segundo porque não quer deixar morrer a marca.

Vontades contraditórias que podem ser resolvidas com o licenciamento da marca… controlado. Controlado porque a Nokia já fez saber que irá ser extremamente rigorosa com a qualidade dos produtos que irão ostentar a sua marca, tendo até confirmado que, além do Nokia N1, haverá mais produtos a serem anunciados no futuro

os dispositivos terão de parecer que foram fabricados pela Nokia

A ideia é garantir a qualidade e fazer com que os dispositivos lançados por empresas como a Foxconn pareçam ter sido fabricados pelos já conhecidos processos e exigências finlandeses.

Além disso a Nokia irá também permitir que seja utilizado um design criado pela marca, de forma que os produtos possam apresentar uma identidade visual própria.

Esta parece ser uma solução interessante para manter a marca viva. No entanto, e voltando aos casos acima citados, a história já mostrou que esta via tem os seus perigos.

Saberá a Nokia contorná-los e provar que este modelo de negócio pode ser rentável?

topo

FIA Formula E Championship

19-11-2014 | 15:15 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O novo campeonato de monolugares eléctricos, a Fórmula E, tem este fim-de-semana a sua segunda prova, no circuito de Putrajaya, na Malásia, e para que não percam nenhuma informação, a FIA disponibilizou uma app oficial para Android.


Com a app FIA Formula E Championship é possível conhecer todas as informações acerca das pistas, equipas e pilotos que participam nesta competição, onde Portugal está representado pelo piloto António Félix da Costa.


Mas também é possível utilizar uma inovação nas competições automóveis, o "Fan Boost", em que os fãs podem votar no seu piloto favorito; os três pilotos mais votados antes de cada uma das provas recebem um bónus de 5 segundos de "energia extra" que podem utilizar durante a corrida, aumentando a potência do seu monolugar de 202 para 243 cavalos (o que pode ajudar nas ultrapassagens mais "complicadas").


E se quiserem saber mais sobre a Fórmula E, podem aproveitar para visitar o Pela Estrada Fora ;-)



topo

App Gratis: LED Flashlight

19-11-2014 | 14:34 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



A "App Gratis" de hoje é o LED Flashlight, uma aplicação que transforma o flash da câmara numa lanterna.



O LED Flashlight é uma app gratuita mas hoje, graças ao App Gratis, é possível fazer o upgrade à borla para a versão sem publicidade.

topo

Google Keep já deixa partilhar notas e listas com família e amigos

19-11-2014 | 14:14 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Uma app que sirva como bloco de notas é essencial em qualquer smartphone, e no Android o Google Keep seria uma das possibilidades se não fosse um pequeno detalhe que nos podia obrigar a usar outras apps: a impossibilidade de partilhar notas e listas com outras pessoas. Uma impossibilidade que foi agora corrigida, tornando-a mais atractiva que nunca.

Se há categoria onde não existirá falta de oferta, é a das apps de apontamentos. As propostas são mais que muitas, de todas as variedades e feitios, e muitos utilizadores já terão encontrado as suas preferidas. Em muitos casos essa preferência recai sobre as apps que permitem partilhar notas e listas com outras pessoas, facilitando - por exemplo - o processo de gestão de uma lista de compras, onde todos poderão ir adicionando o que é necessário comprar na próxima ida ao super-mercado, e também gerir listas de tarefas que poderão ir sendo marcadas como feitas por diferentes pessoas.

Agora, também o Google Keep ganha a partilha e colaboração de apontamentos, tornando-se num novo candidato que poderá destronar essas apps que utilizavam. Todas as alterações são imediatamente aplicadas em tempo real, pelo que poderão ver o que está a acontecer "em directo" e não correrem o risco de estar a tratar de algo que já foi tratado por outra pessoa.

Para além disso também surgem novas opções de pesquisa, sendo possível filtrar os apontamentos por cor, listas, lembretes, se estão partilhados, se têm áudio ou fotos, etc.


Pessoalmente, não estava a utilizar o Google Keep mais intensivamente precisamente pela ausência deste factor colaboracional multi-utilizador; assim sendo... penso que poderei desinstalar algumas das apps que estava a usar. A única coisa que fica a faltar é uma versão para iOS (embora possam usar a versão web para desenrascar).

topo

As piores "inova√ß√Ķes" do Lollipop

19-11-2014 | 12:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O novo Android 5.0 Lollipop vem com inúmeras melhorias e muitas coisas boas; mas vem também com bugs e algumas "inovações" do Google que poderão merecer bastantes críticas por parte dos utilizadores. Eis as principais.

Vamos ignorar por momentos os bugs que por agora originam situações caricatas, como a utilização do modo lanterna (se a deixarem ligada até se desligar automaticamente após alguns minutos) impedir o acesso à câmara até que façam reboot; ou o bug que impede apps como o Cerberus possam tirar fotografia a quem introduzir o código errado no nosso Android (e que desde Agosto tem sido dado como corrigido sem nunca o ser).

Mesmo sem estes (e outros) bugs, há muitos aspectos que não irão ser consensuais, e cuja única esperança é que o Google se ajuste aos desejos dos utilizadores, ou que faça prevalecer a sua posição ignorando-os (como por vezes faz.)


Já por cá falamos do modo silêncio, que esperamos ser também um bug e não uma opção; e que impede que se tire o som a um smartphone mantendo as notificações e o led de aviso. Actualmente estamos limitados ao modo de vibração, ou cortar absolutamente tudo - incluindo alarmes - e sem hipótese de ver as notificações que entretanto tivessem sido recebidas.




Enquanto anteriormente tínhamos o acesso às apps recentes, agora temos uma nova visualização com "cards" de todas as apps que vamos abrindo e que se vão acumulando - e que persistem até após um reboot. Um sistema que facilita a acumulação de dezenas e dezenas de apps, e que se torna ainda mais confuso graças ao novo sistema que apresenta as múltiplas páginas abertas no Chrome (e outras apps que se actualizem para o Lollipop) como cards independentes. A ideia até pode ser boa - gerir diferentes páginas de uma app como sendo acessíveis como processos independentes - e até tem sido considerado uma vantagem por muitos, mas considerando toda a confusão que ali se acumula... faltará ver se os supostos benefícios realmente se concretizam no dia a dia. (No caso do Chrome, é possível desactivar este novo modo e continuar a usar a gestão de tabs "à moda antiga".)



Se são daqueles utilizadores que regularmente saltava para as definições a partir do atalho na área das notificações, poderão ficar frustrados por agora isso obrigar a um gesto adicional. Ao puxarem a área das notificações para baixo só terão acesso às notificações, sendo necessário um gesto adicional de puxar novamente para baixo para expandir a área de modo a que surjam opções adicionais - incluindo o atalho para as definições. É certo que poderão aceder directamente a esta menu expandido fazendo o gesto com dois dedos, mas ainda assim... talvez não tivesse sido pior terem mantido este precioso atalho acessível imediatamente na área de notificações como estava anteriormente.


E por último temos a estupidificação das opções no botão de power (imagem no topo do artigo). Enquanto que anteriormente o botão de power nos dava acesso a diferentes opções, como modo silencioso (o tal que desapareceu), modo airplane, reboot, ou desligar; no Lollipop o botão de powe dá apenas acesso a desligar o equipamento. Enquanto em versões como o CM até já ganharam opções adicionais como fazer capturas de ecrã, no Android original o Google optou por seguir o caminho inverso e remover todas as opções.


Terão sido estas as melhores opções, ou será apenas a habitual resistência à mudança? Digam-me vocês...

topo

Dicas para quem quer comprar um smartphone

19-11-2014 | 11:45 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Dicas - talvez você, especificamente, não precise destas, mas provavelmente conhece alguma pessoa que não faça a mínima ideia do tema que abordo aqui, e o vídeo, portanto, poderá ser extremamente útil para ela. Confira.



Hoje vivemos em um mundo cada vez mais conectado, onde praticamente todos tem acesso à internet e redes sociais, através do smartphone. Com uma quantidade gigante de opções de aparelhos, uma pergunta é recorrente: qual smartphone comprar? Quais critérios são importantes na hora de decidir o smartphone a ser adquirido?

O vídeo de hoje é uma tentativa de refletir sobre esse tema, e ajudar de alguma forma quem está com esse tipo de dúvida. O vídeo é um pouco longo, e, por causa disso, quase não o publiquei. Mas talvez você seja ajudado, e meu objectivo terá sido alcançado. 



topo

amor bom é amor correspondido

19-11-2014 | 11:30 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Em tempo de amores rasos, se jogar de cabeça pode ser perigoso.


Ler o artigo completo

topo

voc√™ √© um esc√Ęndalo

19-11-2014 | 11:30 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Os anos 20 foram incríveis. Década de Coco Chanel e Charles Chaplin. As saias subiram. As mangas caíram. O chapéu, só de dia. Bocas vermelhas. Olhos muito pretos. Cabelos curtos. Surge o rádio, cinema. Dadaismo, surrealismo, arte moderna. No norte, American way of life. No sul a paulicéia, desvairada ao presenciar a antropofagia da modernidade em todas as formas de expressão artística. Klaxon. É tempo de provocação.


Ler o artigo completo

topo

Wiko Jimmy é proposta low-cost que promete fazer furor este Natal

19-11-2014 | 11:07 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

O mercado dos smartphones low-cost está cada vez mais interessante e prova disso é o novo Wiko Jimmy, um smartphone Android que tem tudo para ser a prenda de Natal de muita gente.

Wiko Jimmy é um novo smartphone low-cost

Com um preço bem atractivo (não te vou estragar já a surpresa) o Wiko Jimmy é o sucessor dos bens sucedidos Iggy e Lenny e apresenta um conjunto de características deveras interessantes tendo em conta o valor pedido.

E que características são essas?

Wiko Jimmy aposta na relação preço/qualidade

Ora o Wiko Jimmy apresenta-se com um processador quad-core a 1,3GHz acompanhado por 512MB de RAM. O ecrã tem uma diagonal de 4,5 polegadas, é do tipo TFT e tem uma resolução FWVGA de 854 x 480 pixels.

Ao nível fotográfico o Jimmy conta com dois sensores: um frontal (apenas) VGA e outro traseiro com uma resolução de 5 megapixels.

A memória interna tem uma capacidade de 4GB sendo que esta pode ser extendida através do recurso a um carão microSD de até 32GB.

Mais: o Wiko Jimmy vem com uma bateria de 1.700mAh, WiFi, acesso a redes 3G até 21Mbps, Bluetooth 4.0, Miracast e um receptor GPS.

Tudo isto funciona sobre o Android 4.4 KitKat.

Junta dois números de telefone num único Wiko Jimmy

Wiko Jimmy

E o dual-SIM, tão querido por cada vez mais gente e que costuma ser presença assídua nos equipamentos de marcas menos conhecidas? Ora essa é uma funcionalidade que não poderia faltar e o Wiko Jimmy permite por isso utilizarmos dois cartões em simultâneo, quer seja para termos acesso a duas redes distintas ou para conseguir ter no mesmo smartphone um número pessoal e outro profissional.

Então mas e o preço? Com bom low-cost que é o Wiko Jimmy vai ser colocado à venda por um valor bastante apreciável tendo em conta o que traz: 99 euros.

É certo que seria preferível ter 1GB de RAM e uma câmara frontal com pelo menos 2MP mas, sinceramente, pelo preço pedido parece-me ser uma opção bastante tentadora.

O Wiko Jimmy estará disponível nas lojas portuguesas a partir do próximo dia 21 de Novembro.

topo

Google adiciona Trusted Places ao Lollipop

19-11-2014 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Com o Android 5.0 Lollipop o Google deu-nos a possibilidade de desbloquear automaticamente um dispositivo se estiver na proximidade de um determinado aparelho bluetooth, e melhorou o desbloqueio por reconhecimento facial. Agora, adicionou também outro modo que será do agrado de muitos utilizadores: o desbloqueio por geolocalização quando estamos em locais de confiança.

As opções de desbloqueio automático evitam a necessidade de andar a fazer gestos de desbloqueio ou introduzir um PIN, mas quem olhar para o seu Lollipop acabado de instalar achará a lista de opções um pouco... limitada. Onde está a possibilidade de desbloquear um equipamento quando está em determinada rede WiFi, por exemplo? Ainda não é desta que chega a opção de desbloqueio por WiFi, mas funcionado por geolocalização, acaba por ter quase o mesmo efeito.

Com a mais recente versão do Google Play Services para o Lollipop podemos definir locais de confiança onde o equipamento ficará automaticamente desbloqueado. Os locais "Casa" e "Trabalho" poderão ser usados directamente do Google Maps, e poderão adicionar tantos outros locais quanto desejarem.

E se já estão a imaginar as potenciais "brincadeiras" que membros da família ou colegas de trabalho possam fazer com esta funcionalidade, podem ficar descansados pois é possível forçar o bloqueio do vosso Android mesmo estando nestas localizações (desligando o ecrã, voltando a ligar, e seleccionando o icon de bloqueio.)

topo

Roost - uma pilha com WiFI que dá inteligência aos sensores de fumo

19-11-2014 | 10:48 | A Minha Alegre Casinha | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O Kickstarter continua a ser terreno fértil para ideias geniais que nos fazem dizer "porque não pensei nisto antes?" e será esse o caso desta pilha de 9V inteligente com WiFi, destinada a dar uma nova vida aos detectores de fumo "sem inteligência".

Há quem adore a conveniência dos dispositivos a pilhas, que nos dão a liberdade dos os poderemos instalar onde for necessário sem ter que pensar em lá fazer chegar electricidade; mas para mim, a única coisa em que penso é que, mais cedo ou mais tarde, a pilha há-de acabar, e terei que a substituir. Este Roost que agora chega ao Kickstarter não promete energia infinita, mas é capaz de dar inteligência adicional a produtos que não a têm.


O Root tem a aparência de uma pilha de 9V, mas no seu interior tem um microcontrolador com WiFi que lhe permite ficar ligada ao mundo. O seu objectivo é ser utilizada nos sensores de fumo, onde esta capacidade lhe permitirá enviar alertas quando o alarme for activado; ver o estado do mesmo, remotamente; e também receber avisos atempados quando a carga da bateria estiver reduzida (antes do sensor de fumo começar a dar os seus apitos de bateria fraca.) A mesma poderá ser usada também em sensores de gás, água, etc.

Os seus criadores dizem que a bateria terá uma autonomia para cerca de 5 anos. e não me parece que o seu preço seja desproporcionado, começando nos $35 mas podendo ficar por cerca de $25 caso comprem os packs de 2 ou 4 unidades. A entrega está prometida para Maio de 2015, e esperemos que seja um dos casos em que tudo corre como planeado e não surjam atrasos nem imprevistos.


topo

Let's Encrypt quer tornar toda a web mais segura com HTTPS gratuito

19-11-2014 | 10:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Infelizmente vivemos num mundo onde já não se pode assumir que todos os pontos por onde passam as nossas comunicações na internet sejam de confiança. Isso obriga a que se olhem para algumas regras de segurança mínimas se tornem indispensáveis, e este Let's Encrypt, que conta com nomes bem conhecidos do mundo digital, quer facilitar o acesso ao HTTPS... gratuitamente.

As habituais ligações HTTP são ainda muito populares, mas são igualmente completamente vulneráveis. Qualquer um dos intermediários por onde passem as comunicações poderá espiar aquilo que estamos a fazer - e pior ainda, poderá interceptar e modificar esses dados, não só censurando conteúdos sem o nosso conhecimento, como até injectando conteúdos maliciosos em coisas que originalmente não os tinham. A solução é usar protocolos encriptados, como o HTTPS.

Já vimos como funciona o HTTPS e como mantém as nossas comunicações em segurança e a salvo de interferências alheias indetectáveis. E de facto há cada vez mais empresas e serviços a promover o uso do HTTPS para toda a web e todo o tipo de sites. Só que a utilização do HTTPS obriga à aquisição de certificados, que custam dinheiro e implicam toda uma burocracia que poderá implicar horas de alterações num servidor - nem sempre feitas correctamente.

Este Let's Encrypt é uma nova entidade de emissão de certificados autenticados, e que conta com o apoio da EFF, Mozilla, Akamai, Cisco, IdenTrust, e que pretende simplificar todo o processo de configuração, reduzindo-o a poucos segundos, minimizando a possibilidade de erros e... fazendo-o de forma gratuita! Se tudo correr bem, a partir do Verão de 2015 poderemos dizer adeus a todos os sites HTTP e desfrutar de uma web mais segura para todos.

topo

Apps para os Nokia cl√°ssicos passar√£o para a Opera Mobile Store

19-11-2014 | 09:15 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



A Nokia parece estar a preparar-se para apostar em força no Android "puro" - a avaliar pelo tablet N1 e smartphones que certamente se seguirão - mas não se pode esquecer de todos os milhões de equipamentos que tem no mercado. Para garantir que esses utilizadores de modelos Symbian, Asha, e até os Nokia X, poderão continuar a usar os seus telemóveis, a Nokia vai transferir a Nokia Store para a Opera Mobile Store.


A Opera Mobile Store é uma loja de apps que suporta mais de 7500 modelos diferentes de telemóveis nas mais variadas plataformas, incluindo aquelas que já foram "esquecidas" pelos seus criadores, de Symbian a Java, dos Blackberry aos Windows Mobile, e sem esquecer os mais recentes Android, iOS, e Windows Phone. Com esta transferência da Nokia Store para a Opera Mobile Store, que ocorrerá na primeira metade de 2015, a mesma ganhará ainda mais visibilidade tanto para os utilizadores como também para os developers, que estão convidados a transferir para lá as suas apps para os Nokias.

No mínimo, servirá também para chamar a atenção que nada é eterno, e que a questão da longevidade das apps e App Stores deveria ser algo que fosse discutido. É que poucas pensam na questão de que o seu smartphone de pouco lhes serviria se não tivesse o acesso a uma destas lojas. Numas plataformas, que permitem o acesso directo a lojas alternativas ou a instalação de apps "independentes", este problema contorna-se de forma relativamente simples; mas noutras, isso torna-se bem mais complicado.

Aliás, dá-se o caso de na inexistência dos servidores de activação (como acontece com o iOS), nem sequer se poder utilizar um dispositivo. Mas... isto são coisas que preocuparão quem medir o tempo de utilização dos seus equipamentos em décadas, e não de ano a ano como a maioria fará actualmente.

topo

Nem o Xperia Z3 escapa ao bendgate?

19-11-2014 | 08:51 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


É o habitual; quando pensamos que o caso bendgate já poderá ser arquivado e passar à história, eis que mais relatos surgem de dobras - só que desta vez o visado não é o iPhone 6 Plus, mas sim um Sony Xperia Z3.

A queixa surge no fórum do XDA, onde um utilizador partilhou a sua infeliz surpresa ao notar que o seu Sony Xperia Z3, com poucos dias de utilização e sem qualquer tipo de utilização abusiva notória, já apresentava uma deformação bem visível - e aparentemente também num local onde a colocação dos botões poderá enfraquecer a estrutura.

Uma vez mais, não é por um único (ou dúzia) de incidentes isolados, que deveremos considerar que se trata realmente de um problema grave de fabrico; ficando sempre a dúvida se a deformação não se terá devido a pressões exageradas, que obviamente ninguém irá admitir ter feito se estiver a tentar trocar o aparelho.

O Xperia Z3 também é um equipamento que tem uma espessura reduzida (7.3mm), e suspeito que com a tendência de se emagrecerem cada vez mais os equipamentos (já se preparam smartphones com espessura inferior a 5mm!) este tipo de situações irá tornar-se cada vez mais frequente. A não ser que efectivamente as marcas apostem em dispositivos flexíveis, que se possam dobrar e voltar ao formato original sem se danificarem.

topo

A Nokia está viva…e faz tablets com Android: descobre o Nokia N1!

19-11-2014 | 08:30 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Contrariamente ao que se pensava, depois da ter sido comprada pela Microsoft e esta ter removido o seu nome dos smartphones Lumia, a verdade é que a Nokia ainda não “morreu”. E para provar que se está vivo e de boa saúde, nada melhor que lançar um novo produto, neste caso um tablet Android de seu nome Nokia N1.

Nokia N1 é o novo tablet da Nokia e funciona sobre... Android!

Fazendo renascer das cinzas a linha NSeries, a Nokia lança este Nokia N1, que é um tablet Android, na esperança de conseguir voltar ao mercado dos dispositivos móveis onde há uns anos atrás era rainha e senhora indiscutível.

Fará o Android renascer a Nokia?

Mas, apesar deste esforço este lançamento tem uns contornos bastante… curiosos, e como tal nós aqui também vamos contar-vos as coisas de forma meio “trocada”.

Nokia N1

O Nokia N1 vai custar USD$250 e vai estar disponível na China por alturas do novo ano local (19 de Fevereiro 2015), e passado pouco tempo será lançado na Rússia. Pois, eu sei. Nós, e grande parte dos outros sites, não estávamos à espera disto.

O N1 tem um ecrã de 7.9 polegadas, câmaras frontal e traseira de 5 e 8 megapixels respectivamente e uma espessura de 6.9 milímetros, ligeiramente abaixo do iPad Mini 3. Aliás este Nokia N1 é muito, mas mesmo muito parecido com o iPad, como se pode ver pelas fotos.

Nokia N1

O cérebro do Nokia N1 é um surpreendente Intel Atom Z3580 2.4 GHz de quatro núcleos a 64 bits, auxiliado por 2GB de RAM e 35GB de memória interna, e que vem de base com Android 5.0 Lollipop.

Outra particularidade é a inclusão da primeira porta USB reversível do mercado! Com esta aposta o Nokia N1 irá permitir-nos ligar o cabo USB de forma muito mais prática sem termos de nos preocupar se este está “para cima ou para baixo”.

Nokia N1 aposta também num novo launcher: o Z Launcher

Umas especificações interessantes, que à primeira vista indicam que este poderá ser um tablet muito competitivo, mais ainda se considerarmos o que a Nokia adicionou ao já (quase) perfeito Android 5.0, ou seja, o Z Launcher.

Este é um projecto “de estimação” da Nokia, e o seu objectivo é ajudar-nos a usar o nosso tablet de forma mais rápida, pois este launcher está sempre a aprender com os nossos hábitos e vai-nos mostrando as apps que usamos mais logo no ecrã inicial.

Z Launcher

Além disso, podemos facilmente aceder a outras apps desenhando com o dedo a primeira letra do seu nome, directamente no ecrã.

Se querem experimentar, o Z Launcher estará brevemente já está disponível no Google Play. Mas se quiserem mesmo, tal como nós, “meter as unhas” no Nokia N1… bem, aí então teremos que esperar. Não sabemos é quanto tempo.

topo

Dados do Fitbit v√£o ser usados em Tribunal

18-11-2014 | 22:13 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Muito temos falado entre o delicado equilíbrio entre a monitorização e registo de dados sobre a nossa actividade e localização, e os possíveis abusos de privacidade. Mas desta vez os dados de actividade do Fitbit irão ser usados em Tribunal, num processo em que se pretende comprovar o efeito negativo que um acidente terá tido no estilo de vida da pessoa visada.

A mulher em questão era personal trainer, e pretende demonstrar que depois de um acidente de que foi vítima há alguns anos, a sua capacidade física foi drasticamente reduzida - e para isso pretende usar os dados recolhidos pelo seu Fitbit. Os dados serão analisados por uma empresa especializada para determinar se o nível de actividade é consistente com o que é dito, mas mais importante é o que isto pode significar para o futuro.

Estes dados poderão estar, neste caso, a ser usados em favor da pessoa; mas nada impede que no futuro este mesmo tipo de dados possa vir a ser usado "contra" as pessoas. Alguém que se queixe de dores crónicas mas que depois tenha no seu "RunKeeper" registo de corridas semanais de dezenas de quilómetros poderá ter maior dificuldade em explicar as suas queixas, por exemplo.

A mim, não me assusta que todos estes dados sejam usados para descobrir a verdade - seja ela a favor ou contra o que se gostaria de ver demonstrado. Aliás, já por várias vezes recorri ao Google Latitude para esclarecer alguns casos daquelas "pseudo-multas" que nos chegam a casa com anos de atrasos, e onde já nem fazemos ideia de onde estaríamos naquela data. Graças ao Google Latitude, é bem simples recuar até ao dia em questão e ver precisamente (ou aproximadamente) por onde se andou e rapidamente descobrir se realmente o caso de aplica a nós... ou nem por isso.

topo

√öltimas

18-11-2014 | 18:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



NOKIA N1, o tablet vindo do frio

Não há duvidas que a história da NOKIA tem sido rocambolesca, pelo menos nestes últimos anos. Longe vão os tempos de puro domínio do mercado. O negócio com a Microsoft tem contornos no mínimo estranhos, e o fim da marca NOKIA associada aos smartphones acaba por ser um final esperado.

As novidades parecem não acabar, e depois de mais um mortal encarpado, agora ficámos a saber que em Fevereiro vai ser lançado na China um novo tablet com a marca NOKIA, com o interessante preço de 249$.

"O Nokia N1 é um tablet de 7.9" com 2048x1536, CPU Intel Atom Z3580 quad-core a 2.4GHz, 2GB de RAM, 32GB de Flash, câmaras de 8MP e 5MP, com Android, e fica-se por uma espessura de apenas 6.9mm e 318g de peso - mais fino e leve que o iPad mini, refira-se. Algo que será igualmente do agrado de todos: o Nokia N1 estreia a ficha micro USB type-C reversível, o que significa que se acabam as tentativas falhadas de tentar acertar com ficha na posição certa." via AadM

O desenvolvimento, fabrico e marketing é responsabilidade da Foxconn, estando por isso ecnotrada a razão para as semelhanças com o iPad.
O NOKIA N1 vem equipado com Android 5.0 Lollipop "puro" tendo apenas o "Z Launcher" como alteração ao que encontramos num Nexus. Bem, na  verdade parece que falta a Play Store, algo que pode facilmente ser resolvido com uns truques ninja.

Depois da China, espera-se que chegue a vez da Europa, igualmente com um preço de arromba. A ver vamos.


Cortes na Samsung


O último trimestre foi terrível para a marca Coreana, com um redução nos lucros na casa dos 49%.

Não é por isso de estranhar uma redução até 30% no número de equipamentos a lançar em 2015. Mesmo assim, esta redução não terá grande impacto face aos 56 smartphones lançados pela Samsung em 2014. Se a este número juntarmos os Tablets, que contabilizaram 27 novos modelos em 2014 temos paletes de equipamentos no mercado.

A Samsung parece não se querer ficar pela redução no número de equipamentos, estando também a considerar a possibilidade de aumentar a percentagem de componentes partilhados pelos equipamentos de gama média e de entrada. Serio? dahhhhhhhhh

Crise a quanto obrigas, não é Samsung?



Borlas do dia:


Curtas:

topo

Página 1 de 4209

Subscrever

Autores

Disclaimer

O Planet Geek não é responsável pelos seus conteúdos, apenas os replica a partir de cada blog.
Os artigos são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.