Planet Geek

20 de Setembro, 2017

Notable PHP package: PHP JSON Maker

20-09-2017 | 16:54 | Manuel Lemos | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

By Manuel Lemos
JSON is nowadays very common format to store typed information in strings.

When you have a complex object structure, usually it is necessary to create the top level object and each child object one by one.

This package makes that task simpler by allowing to create multiple nested objects using a single command.

Read this article to learn more details about how this notable PHP package works.

topo

Xiaomi Mi Mix 2 j√° dispon√≠vel por ‚ā¨499

20-09-2017 | 16:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O muito desejado Xiaomi Mi Mix 2 já está disponível, e felizmente desta vez chega com um preço bastante mais simpático que o original, colocando este topo de gama com ecrã sem margens nos 499 euros.

O Xiaomi Mi Mix 2 vem com um ecrã de 5.99" (18:9 com 2160x1080 pixeis) que o torna bastante mais compacto que o original com ecrã de 6.4", tem um Snapdragon 835 e versões de 6GB de RAM e 64GB/128GB/256GB, ou ainda uma versão especial cerâmica com 8GB+128GB. A câmara fica-se por um único sensor de 12MP na traseira (com estabilização óptica) e 5MP na frente (fazendo com que só lhe falta a câmara dupla para ter tudo o que qualquer topo de gama da actaualidade tem). A redução de tamanho também se faz sentir na bateria face ao original, passando de 4400mAh para 3400mAh, mas que deverá ser suficiente para garantir uma autonomia adequada.

O modelo base de 6GB+64GB custa 499 euros; a versão de 6GB+128GB custa 535 euros; e a versão de 6GB+256GB fica por 586 euros.



Considerando o preço de outros topo de gama "sem margens", este Mi Mix 2 torna-se numa verdadeira pechincha e será uma das grandes alternativas a quem pudesse estar interessado num Galaxy Note 8, LG V30, ou até mesmo um iPhone X.

Para ser perfeito, era só a Xiaomi disponibilizar uma versão Android One para este smartphone (ao estilo do Mi A1)... mas mesmo com MIUI acho que não haverá falta de interessados. :)

topo

Sistema converte rostos 2D em 3D

20-09-2017 | 16:29 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Bem a propósito do Face ID do iPhone X, investigadores criaram um novo algoritmo capaz de recriar um rosto em 3D a partir de uma única fotografia.

Antes de mais, importa referir que este não é um sistema concebido para enganar o Face ID (mas será curioso pô-lo à prova quando for possível) mas sim uma forma simples e prática de, com base numa única fotografia frontal de um rosto, convertê-lo num modelo 3D com qualidade aceitável.

Podem fazer testes no site do projecto, onde estão disponíveis vários fotos de vários rostos que podem ser usados como exemplo, sendo também possível enviar as vossas próprias imagens caso queiram ver que tal ficariam convertidas para 3D. Para além deste algoritmo poder facilitar a criação de coisas como a impressão em 3D de um rosto com base numa única foto, poderá também ser aplicado à criação de avatars virtuais para jogos ou serviços de videoconferência.

Não menos impressionante, o sistema é suficientemente robusto para até conseguir lidar com partes escondidas do rosto, no caso de fotos captadas quase de perfil.

topo

Notícias do dia

20-09-2017 | 15:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Espreitamos 11 novidades do iOS 11 (que também troca o formato JPEG pelo HEIC); relembramos a grande evolução da resolução nos smartphones ao longo da última década; passamos por 5 apps de Realidade Aumentada para experimentares no iOS 11; a Google prepara um Google Home Mini; e o estranho caso da app da EDP que "rouba" links do Facebook,

Antes de passarmos às notícias de hoje, relembro que o nosso meeting mensal foi antecipado para este sábado (devido ao Pixels Camp na próxima semana) e que esta semana temos para te oferecer uma micro pen USB 3.0 de 128GB.

iOS 11 impede utilização de emails Outlook.com, Office 365 e Exchange 2016



O processo de actualização para o iOS 11 tem sido pacífico, mas isso não evita que surjam alguns problemas imprevistos. Quem utilizar o Outlook.com, Office 365 ou Exchange 2016 como serviço de email na app nativa do sistema poderá querer adiar a actualização para o novo iOS, pois de momento não está a ser possível receber ou enviar email destes serviços.

De referir que isto afecta apenas a utilização da app nativa (Mail.app) de email do iOS. Quem utilizar a app do Outlook, que também permite a interligação com estes serviços (e outros) não estará sujeito a este problema. De qualquer forma, a Apple e MS estão a tentar resolver este assunto, que se espera ficar solucionado com brevidade.


HTC suspende acções em antecipação a "grande anúncio"



Parece que os rumores de que a Google irá comprar a divisão de smartphones da HTC se vão confirmar, pois a HTC anunciou que irá suspender as suas acções amanhã - sinalizando que irá ser feita uma qualquer grande revelação.

A Google já fez algo idêntico no passado, quando comprou a divisão de smartphones da Motorola, que posteriormente veio a vender à Lenovo; pelo que há muito curiosidade quanto ao que poderá acontecer desta vez. Uma coisa é certa, a HTC foi grande aliada da Google para o lançamento da plataforma Android, e também foi a escolhida para fazer um dos Pixel 2 que será revelado no próximo mês.


iOS 11 dá voz mais natural à Siri


Se acham que a Siri tem uma voz ligeiramente diferente desde que instalaram o iOS 11, não é impressão vossa. Com o novo iOS chega também uma melhoria nas capacidades vocais da Siri, que agora passam a contar com a ajuda do machine learning para determinar quais as variações mais apropriadas para cada fonema.

As melhorias são subtis mas marcam mais um pequeno passo no sentido de ter uma máquina a falar com uma voz que seja indistinguível da de uma pessoa real.


Apple Music para Android ganha comandos de voz



É sempre curioso ver a Apple a investir numa app para uma plataforma concorrente, mas ainda bem que assim acontece. Os utilizadores do Apple Music em Android tiveram direito a uma actualização com algumas das melhorias também aplicadas ao iOS 11, ganhando perfis de utilizador Apple Music, para permitir partilhar publicamente o que se está a ouvir (estilo Spotify), e também integração com os comandos de voz "Ok Google".

Agora é possível dizer-se algo como "Ok Google, play Beats 1 in Apple Music" para que se comece a ouvir música nesta app. Para além disso, também temos direito a um atalho directo para o cana Beats 1 pressionando continuamente no icon da app.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

topo

Snapdragon 836 adiado para 2018

20-09-2017 | 15:21 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Contrariamente ao que alguns rumores indicavam, o novo Snapdragon 836 da Qualcomm não estará pronto para chegar ao mercado este ano, tendo ficado adiado para o início de 2018.


O Snapdragon 835 é actualmente o mais potente SoC da Qualcomm, equipando todos os topos de gama Android da actualidade (com excepção daqueles que podem contar com os seus próprios chips, como os Exynos da Samsung ou os Kirin da Huawei) mas para os novos Pixel 2 da Google era esperada a utilização de um modelo revisto e melhorado: o Snapdragon 836. Só que a Qualcomm não conseguiu cumprir com a promessa feita à Google, e só terá este novo chip pronto no próximo ano.

As melhorias não deveriam ser substanciais face ao 835, ao estilo do que aconteceu com os anteriores Snapdragon 820 e 821, mas seriam sempre mais um argumento a favor de todos os que gostam de ter o mais recente hardware - e que assim terão que se contentar em ter "apenas" o mesmo chip topo de gama nos Pixel 2 que muitos outros têm há meses nos seus smartphones.

... Por outro lado, já estamos num ponto em que o factor crítico não é ter apenas o mais potente chip num smartphone, mas garantir que o sistema (software) é capaz de tirar o máximo partido dele e com a melhor eficiência possível. Basta ver-se o que os Androids melhoraram em termos de autonomia com a chegada do modo "Doze"... (e que no próximo Android 8.0 Oreo ficará ainda melhor)...

topo

Amazon prepara óculos inteligentes com Alexa?

20-09-2017 | 14:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Amazon está na liderança dos dispositivos de acesso aos assistentes digitais e não está disposta a facilitar a vida aos concorrentes; preparando uns óculos digitais que permitirão acesso imediato à Alexa a qualquer momento e qualquer lugar.

Enquanto a Google só agora está a preparar um Google Home Mini económico para enfrentar o Echo Dot, e a Apple ainda nem sequer tem o seu HomePod à venda, a Amazon conta já com uma família bastante extensa de produtos, com o Echo original, o Echo Dot mais pequeno e barato, o Echo Look com câmara e o Echo Show com ecrã; para além do novo Fire HD 10 também funcionar como ponto de acesso à Alexa.

E essa família poderá crescer muito em breve, pois espera-se que antes do final do ano a Amazon possa revelar uns óculos inteligentes que também permitirão interagir com a Alexa a qualquer momento, contando com sistema de som por vibração - sistema já utilizado nos Google Glass originais, e que não será propriamente uma novidade, já que em 2014 a Amazon contratou o fundador desse projecto.

Para além dos óculos espera-se que a Amazon também esteja a prepara uma câmara inteligente direccionada para funções de vigilância e segurança; o que se tornaria numa alternativa bastante apelativa às câmaras da Nest (e outras) e tornaria todo o ecossistema Alexa bastante mais atractivo para quem quer tornar a sua casa mais inteligente sem se preocupar com chatices de configurações e integrações de diferentes produtos de diferentes marcas.

topo

Livre, leve e solto

20-09-2017 | 13:48 | Gonçalo Sá | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Entre a lei do mercado as leis do desejo, "CORPO ELÉTRICO" encontra um espaço próprio tanto no cinema brasileiro recente como nas narrativas LGBTQI. E o olhar de Marcelo Caetano, na sua estreia nas longas-metragens, escolhe o optimismo à angústia sem trair a vertente de realismo social.

 

Corpo_Eletrico

 

Tendo em conta que é assinado por alguém que já colaborou em filmes como "Aquarius", de Kleber Mendonça Filho, ou "Tatuagem", de Hilton Lacerda - como co-argumentista ou assistente de realização - e que já tem curtas de ficção e documentais no currículo, não surpreende que "CORPO ELÉTRICO" tenha uma fluidez e segurança invulgares numa primeira longa-metragem.

 

Mas há mais do que isso neste drama de Marcelo Caetano, capaz de desenhar um universo específico que tira partido do melhor dos seus colaboradores (algumas cenas longas e lânguidas com planos fixos lembram "Boi Neon", de Gabriel Mascaró, outro cúmplice anterior) enquanto vai fintando lugares comuns de retratos próximos com leveza e despretensão.

 

O filme parte do quotidiano de Elias, um estilista de 23 anos que vai apresentado o microcosmos de uma pequena fábrica têxtil de São Paulo, com a acção a concentrar-se tanto na rotina laboral como no convívio entre os trabalhadores depois do trabalho. Embora tenha uma posição hierarquicamente superior, o protagonista abraça os colegas como a família que encontrou na metrópole depois de se afastar dos pais, fazendo outras alianças pelo caminho, de um professor abastado a um grupo de travestis, sem parecer preocupar-se muito com diferenças de classe, género, etnia ou orientação sexual.

 

corpo_eletrico2

 

Essa postura liberta de catalogações passa, de resto, pela visão do mundo que o realizador propõe, seja pelos encontros sexuais de Elias com outros homens, sem a ideia de um amor romântico à vista (e aí distinguindo-se dos mais habituais relatos boy meets boy), seja pela ausência evidente de grandes sinais de homofobia nas personagens secundárias, e nos colegas de trabalho em particular (afastando-se assim de modelos de abordagem ao coming out). 

 

"É um cenário improvável mas não impossível", defendeu Marcelo Caetano no final da sessão de "CORPO ELÉTRICO" no Queer Lisboa, no Cinema São Jorge, onde respondeu a algumas questões do público. E o filme agarra bem essa possibilidade, ainda que residual, concentrando-se em gente de carne e osso em vez de estereótipos (mesmo que o trecho centrado nas drag queens, a meio, ameace limitar-se ao retrato deslumbrado e edificante, embora com uma energia visual assinalável).

 

Uma das maiores qualidades deste olhar é mesmo a de se mostrar aberto a códigos de comportamento não-normativos (hetero ou homo) sem pretender impô-los ao espectador. A procura do amor romântico, por exemplo, não é uma meta nem sequer uma preocupação para o protagonista, mas está longe de ser repudiada ou criticada pelo filme - como uma sequência final se encarrega, aliás, de deixar claro - por muito que o realizador a aponte como imposição de muitas artes (do cinema à música, passando pela literatura).

 

corpo_eletrico3

 

Também ajuda muito que "CORPO ELÉTRICO" consiga irradiar esse idealismo sem cair num panfleto utópico, até porque Caetano está claramente à vontade num registo realista, dando tempo e espaço aos actores e ao improviso. E se em duas ou três cenas talvez até lhes dê demasiado (alguma concisão não prejudicaria o resultado final), isso está longe de ser um problema quando oferece, de forma tão espontânea e contagiante, uma atmosfera de convívio, partilha e comunhão - o antídodo para o cansaço, os abusos laborais (ainda que com capa diplomática) ou os acessos de solidão que não deixa de documentar.

 

Uma sequência de antologia, com um travelling no início de uma saída nocturna de Elias e dos colegas (dominada por uma profusão de rostos e conversas), é um dos melhores exemplos disso mesmo enquanto explica a inspiração do filme no título no poema "I Sing the Body Electric", de Walt Whitman. Aí, "O CORPO ELÉTRICO" dá o salto do individual para o colectivo e mais tarde, no desfecho, mostra que, como dizia a canção, o corpo é que paga (a festa). Mesmo que uns paguem mais do que outros, como o estatuto relativamente privilegiado de Elias se encarrega de garantir, apesar de tudo.

 

3,5/5

 

 

"O CORPO ELÉTRICO" é um dos filmes em competição no Queer Lisboa, que decorre até 23 de Setembro no Cinema São Jorge.

topo

5 apps de Realidade Aumentada para experimentares no iOS 11

20-09-2017 | 13:13 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A chegada do iOS 11 vem acompanhada pelo ARKit que abre as portas aos mundos da realidade aumentada, e aqui estão várias sugestões de apps que poderão explorar para avaliar as suas potencialidades.

As apps de realidade aumentada não são propriamente uma novidade; há anos que existem nas plataformas mobile. A novidade trazida pelo ARKit é que, para além de facilitar o trabalho aos developers, que podem tirar partido desta tecnologia sem necessitarem ser especialistas, utiliza o tracking óptico feito pela câmara (em combinação com os acelerómetros e giroscópio) para dispensar os habituais marcadores que anteriormente eram necessários - pelo que, para todos os efeitos, agora basta "apontar e brincar", sem qualquer pré-requisito extra.

Depois de terem feito a actualização para o iOS 11, eis algumas das apps de realidade aumentada que poderão experimentar:


  • World Brush - deixa pintar "no ar", ao estilo da popular Tilt Brush da Google para o HTC Vive
  • Edmunds - deixa visualizar o espaço ocupado por um carro, para ver se cabe na garagem
  • Stack AR - um jogo que nos desafia a empilhar blocos
  • AR Measure Kit - fazer todo o tipo de medições no mundo real
  • Thomas and Friends: Minis - um jogo do popular comboio Thomas que pode ser apresentado no mundo real - sucesso garantido entre os mais pequenos (e graúdos também)

É perfeitamente natural que ao longo das próximas semanas surjam milhares de apps em realidade aumentada, muitas das quais apenas com o intuito de se aproveitarem do factor novidade. Mas, daqui por mais alguns meses é natural que já só comecem a resistir aquelas que realmente ofereçam funcionalidades válidas - e também a surgir apps que tirem partido desta tecnologia de forma inovadora e inesperada.

topo

11 novidades do iOS 11

20-09-2017 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O novo iOS 11 da Apple já chegou, e com ele muitas novidades que justificam a sua instalação em todos os iPhones e iPads suportados.

Em primeiro lugar, embora sejam bastante visíveis as mudanças, o maior beneficiado deste iOS 11 são os iPads, que ganham bastante funcionalidades a nível de multitasking, arrastar conteúdos entre apps lado a lado (e não só), etc. Por outro lado, também se começa a notar que um certo "desinteresse" da Apple para com os iPhones mais pequenos (como o iPhone 5/5S/SE)... pois são muitas as coisas que demonstram terem sido concebidas para ecrãs maiores (um salto à App Store faz-nos sentir claustrofóbicos perante a reduzida quantidade de informação que é visível: o top de app mostra-nos apenas 3 apps, sendo necessário deslizar e deslizar para ir vendo o resto... ) Mas passemos às coisas boas.

1. Novo Control Center



A Apple chegou à conclusão que a maioria dos utilizadores nem se apercebia que o Control Center tinha múltiplas páginas, pelo que no iOS 11 optou por colocar "tudo e mais alguma coisa" num único painel. A melhor parte é que os utilizadores têm a possibilidade de configurarem os elementos que querem ver neste painel, adicionando o que é útil e removendo aquilo que não utilizam.

Bónus extra: podem adicionar a nova funcionalidade de gravação de ecrã.
A melhorar: a possibilidade de no futuro se poderem adicionar "widgets/complicações" de outras apps, ao estilo Apple Watch - ou até somente atalhos para apps usadas frequentemente.


2. Modo de emergência



Carregando 5 vezes no botão de power - ou no botão de power e volume no iPhone X - activamos o modo de emergência que permite fazer uma chamada de emergência, apresentar informação médica que se tiver inserido. Adicionalmente, este modo desactiva temporariamente os métodos de autenticação biométricos, como o Touch ID e o novo Face ID do iPhone X; sendo necessário desbloquear o iPhone ou iPad usando o código pin ou password que se tiver defnido.


3. Partilha de password WiFi



Os dias de introduzir passwords complicadas manualmente chegam ao fim com o iOS 11. Quando um dispositivo iOS se estiver a tentar ligar à mesma rede WiFi a que estão ligados, verão surgir um painel que pergunta se querem partilhar a password. Com um único toque podem dar acesso a amigos e familiares sem terem que dizer qual é a password, nem passar pela experiência de tentar escrever uma password longa e complicada (como devem ser) à primeira e sem erros.


4. Suporte para GIFs animados



Se por um lado o iOS 11 dá um passo em frente trocando o JPEG pelo novo HEIC, por outro lado mostra que não se pode cortar com o passado e que o peso dos GIFs animados é ainda demasiado grande para ser ignorado. Por isso, podemos gravar GIFs animados para o álbum de fotografias e ver essas imagens animadas em todo o seu esplendor na galeria de fotos.


5. Editor de screenshots



Fazer uma captura de ecrã é algo que quase sempre está associado ao ritual de abrir a imagem num programa de edição para fazer algo como uma anotação, corte, etc. mas que no iOS 11 deixará de ser necessário. Depois de ser feito uma captura surge um pequeno thumbnail no canto do ecrã, e tocando nele temos acesso direito a um mini editor que nos permite fazer todo o tipo de edições básicas (ou enviar a imagem para outra app mais potente para edição).


6. Offload de apps pouco utilizadas



Fartos de terem apps que mantêm instaladas apenas porque "podem vir a dar jeito um dia" mas que já não abrem há vários anos? Com a opção "Offload Unused Apps" o iOS 11 pode libertar o espaço gasto por elas. Quando precisarem delas, as mesmas serão restauradas da App Store (desde que ainda estejam disponíveis), mantendo os dados que se tivessem.


7. Câmara com leitor de QR Codes



Depois de anos a ignorar os QR Codes, a Apple reconhece também a sua utilidade e adiciona o reconhecimento automático de QR Codes à app da câmara (pode ser desactivado nos settings se acharem que é demasiado intrusivo).


8. Digitalização de documentos no Notes (no iPad)



 No iPad, a app Notes passa a poder fazer a digitalização de documentos e o reconhecimento de texto escrito com a Apple Pen. Uma novidade que, por si só, poderá fazer dispensar a necessidade de outras apps de "apontamentos".


9. AirPods mais configuráveis



Quem usar os AirPods pode agora definir acções diferentes para o double tap feito em cada um deles. Por exemplo, pode-se definir que um duplo toque no AirPod esquerdo dê acesso à Siri, mas que um duplo toque no AirPod direito faça avançar para a próxima música.

... Depois é só não baralhar um com o outro.


10. "Do Not Disturb" enquanto se conduz



Para minimizar as distracções enquanto se conduz (e não chegam os automóveis inteligente), podemos contar com um novo modo de Do Not Disturb que se activa automaticamente ao se ligar ao Bluetooth do carro (ou usar os acelerómetros para detectar que estamos num carro). Assim, as notificações deixam de chatear e roubar a atenção que deverá ser dedicada ao que se passa na estrada.


11 ... One more thing...



Como bónus... eis uma novidade indesejada... a App Store, mesmo remodelada, continua a não se ver livre de bugs (com textos e imagens sobrepostas) e - pior ainda - a Apple decidiu que não faz falta mostrar quanto ocupa um update, pelo que quer seja 1MB ou 100MB... será uma lotaria fazer uma actualização que não sabemos quanto dos nossos preciosos dados móveis irá gastar. :P


topo

Google Pixel 2 XL tamb√©m aponta para os ‚ā¨1000?

20-09-2017 | 10:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Depois do Galaxy Note 8 e do iPhone X, parece estar aberta a corrida para que todos os principais fabricantes se apressem a lançar modelos na casa dos 1000 euros, e a Google não quer ser excepção.

Infelizmente para os fãs dos Pixel da Google, se achavam que os modelos do ano anterior eram caros, os Pixel 2 deste ano deverão sê-lo ainda mais, com os últimos rumores a apontarem para que o Pixel 2 XL vá custar $849 na versão de 64GB e $949 para a versão de 128GB.

Considerando que isto são preços sem impostos nos EUA, significa que o preço efectivo facilmente superará a fasquia dos $1000 por lá (e os 1000 euros por cá), e mesmo considerando que deverá ter por base o ecrã AMOLED "full-screen" de 6" do LG V30, termos que esperar para ver se consegue convencer um mercado que, nesta altura, já consegue apanhar um Galaxy S8 por quase metade do preço!

A Google vai revelar os Pixel (e provavelmente outras novidades, como um Google Home Mini e um Chromebook Pixelbook) a 4 de Outubro, e cá estaremos para as acompanhar a par e passo.

topo

Google prepara novo Chromebook Pixelbook

20-09-2017 | 09:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Parece que a Google se prepara para regressar às origens da marca Pixel e lançar um novo Chromebook de luxo, mas desta vez sob a designação Pixelbook.

O Chromebook Pixel (e o Pixel 2 que se seguiu) mostraram que a Google era capaz de criar máquinas "de luxo" que serviam como referência na gama Chromebook - e que muitos não se importariam de ver transpostas para outros sistemas operativos. E agora, parece que vamos ter direito ao seu sucessor... que já chega atrasado.

O Chromebook Pixel original foi lançado em Fevereiro de 2013, tendo tido direito a uma actualização em Março de 2015. Mantendo o mesmo intervalo, seria de esperar um novo Pixel (Chromebook) em Abril deste ano... mas tal não veio a acontecer, fazendo temer que a Google se tivesse esquecido deste equipamento. Afinal, parece não ter passado de um simples deslize ou ajuste de calendário, para dar lugar a uma ligeira actualização da marca, que passará a Google Pixelbook.


Considerando que o Pixel anterior já vinha com 8GB e 16GB de RAM, é de esperar que este novo modelo não fique abaixo disso, e os preços de que se falam parecem comprová-lo: fala-se que a versão de 128GB irá custar $1199, a de 256GB passa para os $1399, e a de 512GB sobe para uns $1749 que, definitivamente, não parecem ser nada compatíveis com o estatuto dos Chromebook (e sem esquecer que o anterior Chromebook Pixel a $999 já era considerado uma exorbitância!)

Outra diferença é que este Pixelbook será um modelo convertível, podendo ser usado como portátil convencional ou rodando o ecrã para se transformar num tablet - tendo também um Pixelbook Pen sensível à pressão a acompanhá-lo (por $99 extra).

Sinceramente, não posso dizer que fique contente com esta tendência dos fabricantes inverterem a esperada tendência de nos trazerem melhores equipamentos a preços mais baratos... em vez disso estão descaradamente a tentar subir os preços para patamares cada vez mais irrealistas. Resta-nos esperar que o mercado lhes demonstre isso mesmo...

topo

Acessórios Huawei para um carregamento mais rápido e em mobilidade

20-09-2017 | 08:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



A Huawei tem dois novos acessórios, que proporcionam uma maior conveniência no carregamento dos seus smartphones.

Agora pode chegar ao seu destino com carregamento completo pois, estão já disponíveis dois novos acessórios Huawei que certamente lhe proporcionarão uma experiência mais conveniente com o seu smartphone: um suporte magnético e um carregador de isqueiro ultra-rápido de 4.5V5A.


A Huawei compreende que o dia a dia seja cada vez mais atarefado e, por isso, apresenta ao mercado o novo carregador de isqueiro ultra-rápido de 4.5V5A que proporciona aos seus utilizadores a oportunidade de ficar com a bateria dos seus smartphones carregada quase na sua totalidade em apenas 30 minutos. Este acessório inclui portas USB duplas Type-C, que carregam simultaneamente vários dispositivos, tendo como potência máxima de saída 27.5W e compatíveis com diferentes padrões de carga rápida:


      USB1: 4.5V5A, 5V4.5A, 9V2A, 5V2A, potência máxima de saída até 22.5W.

      USB2: 5V1A, saída de 5W


Este conta com um design circular e simplificado, confortável e compacto, e ainda com quatro proteções de segurança: monitoriza automaticamente a tensão da voltagem e desliga-se quando a tensão está acima ou abaixo do normal; monitoriza automaticamente a corrente de entrada e desliga-se quando a corrente é muito alta; tem proteções duplas, monitoriza a corrente de saída do banco de energia e mantém a corrente de saída dentro de um intervalo seguro.


Acerca do suporte magnético, este conta também com uma capa de proteção magnética original, com material magnético incorporado, simples, delicado e extremamente leve que combina com todos os detalhes do smartphone. Além de manter o smartphone no suporte, é ainda resistente a riscos, à prova de queda e à prova de impressões digitais facilitando o carregamento em experiência móvel.

                                                                                                   

O seu design é equilibrado, simples, mas premium. Construído com liga de alumínio e superfície polida, é delicado e resistente a riscos. Calcula a força e distribui o peso do smartphone com precisão, facilitando a utilização de apenas uma mão. Pode ser ajustado a 360º. A base de borracha evita danos tanto no smartphone como no carro.



Este suporte magnético e o carregador de isqueiro ultra-rápido de 4.5V5A estão ambos disponíveis desde o início de Setembro nas lojas, com um preço recomendado de 24,99€ e 39,99€ respetivamente.

topo

o de tomaso pantera - um híbrido italiano e norte-americano

20-09-2017 | 08:32 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



O Pantera foi um super esportivo produzido pela De Tomaso entre 1971 e 1992, reunindo o melhor de dois mundos. Apresentava um design italiano, com motor em posição central traseira, com linhas relativamente fluidas (dentro de seu estilo) em um perfil baixo e com boa dirigibilidade. E era impulsionado por um poderoso e volumoso motor V8 produzido pela norte-americana Ford.

Ler o artigo completo

topo

vesperata √© m√ļsica e cultura hist√≥rica no mesmo tom

20-09-2017 | 08:22 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Sem dá-los como verdade absoluta, comentam por aí que quem não dança, embala o recém-nascido. Ora, segundo os maestros que regem a trilha sonora do cotidiano, realmente, o menos ruim é dançar para não dançar. E para os simples mortais, que não são pés-de-valsa e se recusam a embalar a criança, o que fazer?

Ler o artigo completo

topo

afaste-se de quem fizer você se sentir como alguém que não vale a pena

20-09-2017 | 08:21 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Afaste-se de quem fizer você se sentir como alguém que não vale a pena, porque você sempre valerá muito, sim, para quem enxergar todas as suas qualidades, entender todas as suas manias, rir junto das mesmas bobagens, entrelaçando as mãos às suas, entrelaçando a alma à sua.

Ler o artigo completo

topo

Google vai apresentar um Google Home Mini

20-09-2017 | 08:14 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Está a ser complicado para a Google manter em segredo as novidades para o evento de 4 de Outubro, e para além dos Pixel 2 ficamos a saber que também deverá ser apresentado um Google Home mini.

Não há dúvida de que a Amazon leva (grande) vantagem em termos de equipamentos de acesso à sua assistente Alexa, não só com o seu Echo original, como o Echo Dot mais pequeno, e também versões adicionais com câmara (Echo Look) e com ecrã (Echo Show). Vantagem que a Google espera reduzir parcialmente já no próximo mês.

Para acompanhar o seu actual Google Home a Google irá revelar um novo Google Home Mini.

Este Google Home Mini deverá dar acesso a todas as funcionalidades do Google Home de maiores dimensões, como o acesso ao Google Assistant puramente por voz (e nem sequer faltando os LEDs animados no topo, embora em versão simplificada), a um preço bastante mais reduzido. Em vez dos $129 do Google Home, este Google Home Mini ficará por apenas $49 - preço equivalente ao Echo Dot.

... Uma vez que uma das primeiras coisas que se sente ao meter um Google Home em casa é precisamente a vontade de o meter em mais locais... este Google Home Mini virá mesmo a calhar para essas situações.

topo

Huawei Mate 10 Pro tamb√©m ir√° para os ‚ā¨1000?

20-09-2017 | 07:42 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Huawei tem estado bastante activa no controlo e divulgação das informações relativas ao Mate 10. Depois de uma "bicada" na Samsung a respeito das câmaras duplas e desvalorizar os novos iPhones dizendo que o Mate será o "The Real AI Phone", hoje é vez de ficarmos a conhecer a frente de um dos modelos do Mate 10.

A imagem chega-nos através do suspeito do costume, @evleaks, que apresenta a frente daquele que será o Mate 10.

Here's Mate 10 in the wild, via tip. pic.twitter.com/yFzIVoxokH
— Evan Blass (@evleaks) September 19, 2017


As novidades não se ficam por aqui, pois também surgiram hoje informações relativas a preços , memória, armazenamento e ainda aqueles que serão os painéis frontais das duas versões do Mate 10.


O Mate 10 deverá ter um ecrã de 5.9", com uma relação 18:9. A bateria aparece como tendo 4200mAh. A acreditar na informação agora disponibilizada, vão estar disponíveis três versões deste modelo. 4 GB RAM + 64 GB armazenamento por €543, 6 GB + 128 GB por €621 e 6 GB + 256 GB por €710.

O Huawei Mate 10 Pro deverá ser um pouco diferente, com o ecrã a ocupar ainda maior área frontal e com o sensor de impressões digitais a passar para a traseira do equipamento, pois não é de crer que nesta altura a Huawei esteja preparada para apresentar um sensor sobre o ecrã (o que a acontecer, seria um grande trunfo sobre a Apple). Será um pouco maior que o Mate 10, mas mantém a relação 18:9, ganha margens curvas, com um o ecrã a ocupar 90% do corpo do smartphone. A bateria terá os mesmos 4200mAh do Mate 10.

Em termos de versões, deverão existir quatro configurações: 6 GB + 64 GB por €697, 6 GB + 128 GB por €785, 6 GB + 256 GB por €870 e um bem recheado Mate 10 Pro com 8 GB + 256 GB, por uns esticados €950. Infelizmente, a tendência dos topos-de-gama a €1000 parece estar a ser seguida por todas as marcas...

Estes serão preços para o mercado chinês, aos quais terão de ser acrescidos impostos e taxas, pelo que os preços para nós deverão ser ainda mais inflacionados. No próximo dia 16 saberemos se estas informações se comprovam.

topo

App da EDP est√° a "roubar" links do Facebook?

19-09-2017 | 20:21 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O iOS disponibiliza uma funcionalidade que permite às apps tratarem de links específicos, mas o sistema está a ser abusado por algumas apps para se apoderarem de links pertencentes a outros serviços, como o Facebook.

Pode redireccionar um link para uma app é algo útil. É esse o sistema que, ao clicar num link do YouTube, nos dá a opção de podermos ver esse vídeo directamente na app do YouTube em vez de numa janela do browser; e o mesmo é utilizado um pouco por todo o lado, em serviços web que tenham apps que possam disponibilizar uma melhor experiência de utilização. Infelizmente, há quem esteja a destruir este conceito ao apoderar-se indevidamente de links que seriam destinados a outras apps.


Foi uma situação que descobri recentemente ao tentar associar o serviço do Spotify (neste caso com autenticação feita via conta do Facebook) como serviço do Google Home/Google Assistant. Durante o processo de configuração inicial, ao fazer a autenticação descobri que esse pedido, que deveria ser redireccionado para a app do Facebook estava, em vez disso, a sugerir-me abrir a app da... Gearbest!

Ora, fiquei bastante baralhado para tentar perceber porque motivo a app da Gearbest estaria a ser chamada ao barulho; mas o que é certo é que, por mais que tentasse, não consegui ultrapassar este passo da autenticação até - por fim - ter desinstalado app, permitindo que o pedido pudesse ser correctamente direccionado para o Facebook.


Ok, pensei eu, é um caso isolado... até que em conversa com um amigo, descobri que afinal há outras apps que estão a fazer o mesmo: nomeadamente a app da EDP!

Quem tiver a app EDP Online fica sujeito exactamente ao mesmo comportamento de todas as vezes que outras apps ou serviços tentarem fazer a autenticação via Facebook; oferecendo-se para ser ela a lidar com esse processo (coisa que obviamente não pode fazer).

A EDP não tem desculpa para fazer apps que se estejam a intrometer com o Facebook (a não ser que nos desse desconto na factura ao final do mês em troca de likes e partilhas ;P) pelo que, no mínimo, deverá ter a capacidade para explicar porque motivo uma tentativa de autenticação no serviço do Facebook esteja a ser redireccionado para a sua app.

Se alguém conseguir esclarecer o porquê desta situação... agradecemos. (Entretanto, já reportamos o caso à EDP e à Gearbest, com a expectativa de que rectifiquem esta situação - sendo aconselhável que façam o mesmo para qualquer outra app que exiba o mesmo comportamento.)

topo

OnePlus dizponibiliza versão de testes com correcção para o BlueBorne

19-09-2017 | 17:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Tudo tem estado demasiado calmo para os lados da OnePlus, o que diga-se em abono da verdade, não é normal, pois esta marca sempre nos habitou a estar no top da notícias do mundo Android.
A última notícia dizia respeito a um evento que está marcado para precisamente hoje, mas do qual ainda não se sabem novidades.


O que se sabe no entanto é algo bastante positivo e que por certo vai agradar aos fãs da OnePlus, especialmente a quem tem um OnePlus 3 ou OnePlus 3T. A marca chinesa esteve a trabalhar no sentido de resolver o problema referente ao BlueBorne e já disponibilizou uma solução através do canal de testes do OxygenOS.

Além desta correcção, a mais recente versão do OxygenOS apresenta uma nova animação no arranque, volta a ser possível calibrar o ecrã e tem um sistema optimizado para limpeza das aplicações que estão a correr em fundo.

topo

A evolução da resolução nos smartphones

19-09-2017 | 17:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O ecrã completo dos smartphones de há uma década cabe no espaço equivalente a dois icons num smartphone actual.

Por vezes somos tentados a pensar que os smartphones pouco ou nada têm evoluído ao longo dos anos, e que é sempre "mais do mesmo". Mas, nada como olhar para o que se tinha há uma década atrás... e tentar perceber que aquilo que víamos era o equivalente ao que actualmente temos dentro de um par de icons.

O ecrã de um iPhone original (320x480 pixeis) representa a área que agora é coberta por dois icons no novo iPhone X (2436x1125 pixeis).



O mesmo acontece, de forma ainda mais expressiva, quando se coloca o ecrã de um Android G1 (320x480 pixeis) sobre o ecrã de um Galaxy S8 (2960x1440 pixeis). Neste caso o ecrã completo do primeiro smartphone Android nem sequer chega a ocupar a área de dois icons...


Aliás, começa a ser revelador que - no caso de smartphones como o Galaxy S8 e Note 8 - a própria marca acha que os utilizadores já nem conseguirão aperceber-se de tanta resolução, com estes equipamentos a virem definidos de origem com uma resolução virtual de 1080 x 2220 pixeis para poupar recursos (o utilizador pode optar por usar a resolução máxima, ou também uma resolução inferior se assim o entender - mas interrogo-me quantos nem sequer se aperceberão dessa opção).


Portanto, da próxima vez que acharem que não se evolui nada ao longo da última década... lembrem-se que nessa altura estávamos a usar smartphones cuja resolução era equivalente à de um par de icons que actualmente vemos nos ecrãs. :)

topo

Huawei Mate 10, poss√≠veis pre√ßos e especifica√ß√Ķes

19-09-2017 | 16:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Tal como seria de esperar, a Huawei tem estado bastante activa no controlo e divulgação das informações relativas ao Mate 10. Depois de uma bicada na Samsung, apertou com a Apple, anunciando "The Real AI Phone". Hoje foi a vez de ficarmos a conhecer, aquela que será a frente de um dos modelos do Mate 10.

A imagem chega-nos através do suspeito do costume, @evleaks, que apresenta a frente daquele que será o Mate 10.

Here's Mate 10 in the wild, via tip. pic.twitter.com/yFzIVoxokH
— Evan Blass (@evleaks) September 19, 2017


As novidades não se ficam por aqui, pois também surgiram hoje informações relativas a preços , memória, armazenamento e ainda aqueles que serão os painéis frontais das duas versões do Mate 10.


O Mate 10 deverá ter um ecrã de 5,9", com uma relação 18:9. A bateria aparece como tendo 4200mAh. A acreditar na informação agora disponibilizada, vão estar disponíveis três versões deste modelo. 4 GB RAM + 64 GB armazenamento por 543€, 6 GB + 128 GB por 621€ e 6 GB + 256 GB por 710€.

O Huawei Mate 10 Pro deverá ser um pouco diferente, com o sensor de impressões digitais a passar para a traseira do equipamento, pois não é de crer que nesta altura a Huawei esteja preparada para apresentar um sensor sobre o ecrã. Será um pouco maior que o Mate 10, mas mantém a relação 18:9, ganha margens curvas, com um o ecrã a ocupar 90% do corpo do smartphone. A bateria terá os mesmos 4200mAh do Mate 10.

Em termos de versões, deverão existir quatro configurações: 6 GB + 64 GB por 697€, 6 GB + 128 GB por 785€, 6 GB + 256 GB por 870€ e um bem recheado Mate 10 Pro com 8 GB + 256 GB, por uns esticados 950€.

Estes serão preços para o mercado chinês, aos quais terão de ser acrescidos impostos e taxas, pelo que a versão mais barata do Mate 10 deverá ficar na zona dos 700€ e a do Mate Pro, nos 900€. Dia 16, teremos a confirmação destas informações.

topo

iOS 11 troca fotos JPEG pelo HEIC

19-09-2017 | 16:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O formato GIF pode parecer não ter fim à vista, mas a chegada do iOS 11 vem acompanhada por uma mudança bastante radical: as fotos passam a ser guardadas no novo formato HEIC em vez do popular JPEG.

O HEIC (High Efficiency Image File Format) chega-nos dos mesmos criadores do formato MPEG, e de certa forma aplica o mesmo conceito de compressão aplicado ao vídeo às fotografias. Para além de permitir uma compressão superior mantendo um nível de qualidade idêntico, este formato permite coisas como guardar múltiplas fotos dentro do mesmo ficheiro (por exemplo, as capturas em burst, ou fotos animadas), conter canais de áudio, e até incluir instruções sobre efeitos e alterações feitas de forma não destrutiva.

As vantagens são muitas, mas o problema é que, tal como acontece com o formato webp da Google, não é um formato reconhecido nativamente pelo Windows, o que poderá complicar o processo de utilizar estas imagens. Felizmente, o iOS 11 tenta minimizar esta questão: ao ligarem um iPhone a um PC para transferirem fotos, as mesmas poderão ser automaticamente convertidas para JPEG. Mas ainda assim podem surgir algumas surpresas: se usarem o Google Photos e Dropbox (que suportam o formato HEIC) para guardarem estas imagens, serão guardadas no seu formato original - e se depois as tentarem descarregar para um computador Windows... deixarão de as conseguir ver ou editar, a não ser que utilizem um programa adequado.

Esperemos que a Microsoft se apresse a adicionar suporte para este formato (e já agora também para webp e webm) e - quem sabe - talvez até possa vir a ser o primeiro passo para que estas imagens HEIC possam vir, finalmente, substituir o obsoleto formato GIF. :P


P.S. Para quem achar que não se justificam os potenciais problemas adicionais e não se importar de ocupar mais espaço com as fotos, há uma opção no iOS 11 para desactivar o formato HEIC em Settings > Camera > Formats - (escolhendo a opção "mais compatível" em vez de "mais eficiente").

Nota: este formato só é utilizado para os iPhone 7 ou mais recentes (nos anteriores pode-se ver as imagens mas não é utilizado para a captação das mesmas).

topo

Notícias do dia

19-09-2017 | 15:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

O dia de hoje marca a chegada do iOS 11 aos iPhone (com o muito aguardado ARKit que será acompanhado de muitas novas apps de realidade aumentada); o A11 Bionic do iPhone X e 8 confirma os (bons) resultados no Geekbench; a HP actualizou as Workstation Z8 que podem levar até 3TB de RAM e terem uma fonte de 1700W; temos dois smartphones com autonomia ultra-longa em promoção: Oukitel K10000 Pro e K6000 Plus; a possibilidade do iPhone X facilitar a vida às imitações; o curioso What3words que troca coordenadas GPS por 3 palavras; e ainda o inexplicável caso do Portal de cliente da Generali na web que obriga os utilizadores a instalarem: uma app, o Java, um leitor de PDFs e o Firefox.

E antes de passarmos às notícias de hoje, relembro que o nosso meeting mensal foi antecipado para este sábado (devido ao Pixels Camp na próxima semana) e que esta semana temos para te oferecer uma micro pen USB 3.0 de 128GB.

Amazon lança novos tablet Fire HD - mais baratos e com Alexa "always-on"



Se estavam a pensar comprar um Amazon Echo para terem acesso à Alexa, poderão querer reconsiderar, pois o novo Fire HD 10 chega com as mesmas funcionalidades e a preço bastante simpático.

O novo Fire HD 10 passa a ter ecrã Full HD, CPU quad-core a 1.8GHz, 2GB de RAM e 32GB/64GB. Embora tenha melhorado, o preço baixa dos anteriores $230 para apenas $150. Mas a principal característica é que passa a ter a Alexa sempre disponível e à escuta, tal como acontece com os Echo - e considerando o preço equivalente... poderá haver quem prefira ter um tablet com essa capacidade do que um Echo propriamente dito.


Lisboa com mais bicicletas partilhadas



A fase piloto do programa de bicicletas públicas partilhadas foi um sucesso, e a EMEL arranca hoje a nova fase do Gira.Bicicletas de Lisboa.

As 10 estações já instaladas no Parque das Nações irão ser em breve acompanhadas por muitas outras, de forma faseada, até se chegar ao objectivo de 140 estações e 1410 bicicletas. O serviço Gira tem três modalidades de adesão: o Passe Anual e o Passe Mensal, destinado apenas a residentes em Portugal, com um custo de 25€ e 15€, respectivamente; e o Passe Diário com um custo de 10€. A estes valores de subscrição do serviço acrescem as tarifas de utilização. Até ao final deste ano, a tarifa do 1º período de utilização – 0,10€, em bicicleta convencional, e 0,20€ em bicicleta electricamente assistida, por cada 30 minutos - será gratuita.

Sem grandes surpresas, durante a fase piloto, 89% das viagens feitas foram nas bicicletas eléctricas.


Já se pode fazer compras a partir das TVs Samsung



Se tiverem um súbito desejo consumista de comprar algo sem levantar o rabo do sofá, já o poderão fazer a partir das Smart TV da Samsung, graças a uma parceria com a yubuy. A app Yubuy integra de momento 21 lojas e serviços, contando com coisas como a: Arcádia Chocolates, Bliss Natura, Cinemundo, DeltaQ, Garrafeira Nacional, KIA (alguém vai comprar um carro a partir do televisor?), Lavazza, LeYa OnLine, Pizza Hut, Prozis, Benfica, Sporting, Telepizza, TOMTOM.

Refira-se que a Yubuy já estava acessível a partir das boxes dos principais operadores – a MEO, a NOS e a Vodafone – e agora passa a estar também nas Smart TVs da Samsung.

... Pena que as entregas das encomendas não possam ser feitas directamente pelo televisor... :)


Marinha norte-americana vai usar controladores da Xbox nos submarinos



Os submarinos da marinha norte-americana podem custar perto de 2 mil milhões de dólares, mas também ali se fazem sentir os cortes orçamentais. Para substituir os tradicionais periscópios e respectivos controladores - com custo de quase 40 mil dólares - a marinha vai recorrer a um sistema de câmaras e um controlador bastante mais económico: o controlador da Xbox.

Sem grandes surpresas, a marinha diz que a utilização deste controlador faz com que os marinheiros consigam usar o sistema em poucos segundos, em vez de necessitarem de dezenas ou centenas de horas de treino no anterior (e muito mais dispendioso) sistema.

... Esperemos que não haja consolas a bordo... ou ainda se arriscam a disparar torpedos ao pensarem que estão a usar o controlador da Xbox de brincar... :P


Curtas do dia


Resumo da madrugada




topo

Devolo ganha Smart WiFi para um desempenho mais eficiente

19-09-2017 | 15:21 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Quem tiver adaptadores powerline dLAN 1200+ WiFi ac vai poder contar com comunicações WiFi melhoradas já a partir de Outubro, graças à tecnologia Smart WiFi que a marca disponibilizará via actualização de firmware.



Smart WiFi: o WiFi mais inteligente

O devolo dLAN 1200+ WiFi ac está ainda mais inteligente. Este adaptador WiFi ac de alta performance da geração gigabit será o primeiro adaptador WiFi Powerline do mundo a suportar a nova tecnologia Smart WiFi, que é lançada no início de outubro. Os benefícios da Smart WiFi são:
  • Todos os dispositivos WiFi estão ligados ao ponto de acesso WiFi mais forte ainda mais rapidamente (roaming)
  • Os dispositivos WiFi mais rápidos têm prioridade (airtime fairness)
  • Smartphones, tablets, portáteis e todos os outros dispositivos WiFi estão ligados automaticamente à melhor banda de frequência (band steering; orientação de banda)

Roaming perfeito

Para a maioria das pessoas, a palavra “roaming” significa dispendiosas faturas em telecomunicações durante viagens ao estrangeiro. No contexto do WiFi, o termo refere-se a algo muito diferente, a uma função muito importante. Se múltiplos transmissores WiFi são usados dentro de uma rede – por exemplo, para cobrir uma casa com WiFi – os dispositivos terminais como smartphones, tablets ou portáteis ligam-se automaticamente ao ponto de acesso que é naquele momento o mais forte. Se o utilizador se move depois pela casa com um dispositivo recetor de WiFi, este equipamento tende a agarrar-se ao hotspot encontrado de início, mesmo quando um ponto de acesso mais forte se torna disponível. O dispositivo muda de ponto de acesso apenas quando a ligação é completamente perdida. Isto é coisa do passado graças à Smart WiFi. Agora, roaming de WiFi acontece mais rapidamente e os dispositivos terminais estão sempre ligados ao hotspot mais forte. A mudança ocorre tão rápido que o utilizador pode navegar na web, fazer stream ou jogar sem qualquer interrupção.

WiFi ainda mais rápido para dispositivos com prioridade

Dentro de uma rede WiFi, apenas um dispositivo de cada vez pode transmitir ou receber dados. O router ou adaptador Powerline WiFi alterna rapidamente pelos dispositivos, dando-lhe a vez por turnos. Isto dá ao utilizador a impressão que todos os dispositivos estão online ao mesmo tempo. Dispositivos mais antigos e lentos podem causar problemas aqui. A transmissão de dados de e para eles leva mais tempo e estes equipamentos bloqueiam os outros nódulos de rede e abrandam toda a rede WiFi. A Smart WiFi contorna a situação conferindo mais tempo (ou airtime) aos novos produtos WiFi ac, que terminam transmissões de dados mais rapidamente. Isto resulta num aumento de velocidade em toda a rede WiFi.

A derradeira organização: orientação de banda melhorada

A banda, isto é, o canal no qual a rede WiFi transmite, tem uma grande influência no desempenho da rede. Se existirem redes WiFi adicionais nas redondezas que utilizem a mesma frequência, a performance sofre uma redução junto de todos os envolvidos. Por causa disto, a Smart WiFi verifica continuamente a utilidade dos vários canais nas gamas de 2,4 e 5 GHz e tem a flexibilidade para selecionar o canal mais adequado. Isto aumenta a velocidade e fiabilidade da rede WiFi em casa e elimina por completo o processo entediante de procurar manualmente os canais em busca de um desempenho melhorado.

Início de outubro: Smart WiFi para o devolo dLAN 1200+ WiFi ac

A atualização Smart WiFi fará da devolo a única fabricante a oferecer o novo e melhorado standard WiFi para os seus adaptadores Powerline – e nenhuma compra é necessária para conseguir a atualização. Os utilizadores do dLAN 1200+ ac poderão desfrutar da Smart WiFi automaticamente através de uma atualização de firmware gratuita. Se ainda não tiver uma rede Powerline WiFi em casa, pode equipá-la com Internet sem fios rapidamente usando o prático Starter Kit dLAN 1200+ WiFi ac. A atualização Smart WIFi estará disponível para todos os adaptadores dLAN 1200+ WIFi ac a partir do início de outubro de 2017.

topo

AllCall Rio S j√° dispon√≠vel por ‚ā¨76

19-09-2017 | 14:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A AllCall tem-se distinguido no segmento dos smartphones com preços ultra-reduzidos, e agora faz-nos chegar o seu mais recente AllCall Rio S.

O AllCall Rio S ainda não é um modelo que aposta no design dos ecrãs 100% sem margens (lá chegará o momento) mas já conta com vidro 3D arredondado nos 4 lados para obter um toque mais agradável e confortável durante a utilização. O vidro utilizado será supostamente bastante mais resistente que o habitual, com uma tripla camada de protecção que a marca não tem problemas em demonstrar.


Este smartphone vem equipado com ecrã HD de 5.5", CPU MTK6737 quad-core, 2GB+16GB, microSD até 32GB, câmara dupla de 8MP (com sensores Sony), câmara frontal de 2MP, 4G, Android 7.0, bateria de 3200mAh e acabamentos bem coloridos (recorrendo a um processo outrora reservado a equipamentos mais dispendiosos); e está de momento disponível por 76 euros.


Nesta fase do campeonato seria bom ver a AllCall a garantir a actualização deste modelo para o Android 8.0 - e de preferência comprometendo-se com uma data. É que para os modelos com Android 8.0 Oreo, o caminho para actualizações futuras ficará simplificado (pelo menos na teoria), e será certamente um dos factores que começará a ter cada vez maior peso no momento de decidir entre várias alternativas.

topo

Android 8 Oreo chega aos BQ Aquaris

19-09-2017 | 13:13 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Há quem valorize os smartphones económicos, há quem valorize o suporte dado pelo fabricante a nível de actualizações; no caso dos BQ a marca tem conseguido manter-se competitiva em ambos os aspectos, e dá a conhecer que modelos vão receber o novo Android 8.0 Oreo.

Há boas notícias para os possuidores dos BQ Aquaris, pois vão ter direito a ter a mais recente versão do Android nos seus smartphones em breve. A BQ já garantiu que a actualização para o Android 8 Oreo será disponibilizada para os modelos:

  • Aquaris X e Aquaris X Pro (lançados em Junho de 2017 com Android 7.1 Nougat)
  • Aquaris U, Aquaris U Lite e Aquaris U Plus (lançados em Setembro de 2016 com Android 6.0.1 Marshmallow)
  • Aquaris V e Aquaris V Plus (lançados em Setembro de 2017 com Android 7.1.2 Nougat)
  • Aquaris U2 e Aquaris U2 Lite (lançados em Ssetembro de 2017 com Android 7.1.2 Nougat)

A BQ garante que seja feita pelo menos uma actualização para a versão seguinte do Android em todos os seus smartphones - não apenas no modelos de topo mas também nas gamas mais económicas - e ainda uma segunda actualização para a versão posterior, caso seja tecnicamente possível.

No caso dos dispositivos da gama Aquaris U, lançados em 2016 com Android 6.0.1 Marshmallow, a actualização para o Android 7.1 Nougat foi disponibilizada durante este ano, e terão agora direito à segunda (grande) actualização para o Android 8 Oreo.

topo

Mini sensor de movimento com SMS por ‚ā¨9

19-09-2017 | 12:16 | A Minha Alegre Casinha | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Já desejaram ter uma forma simples e eficaz de saberem quando há movimento em qualquer lado? Podem fazê-lo como este alarme / mini sensor de movimentos com alerta via SMS e que custa menos de 10 euros.

Hoje em dia temos milhares de formas de conseguir fazer todo o tipo de coisas, mas por vezes a solução mais prática acaba por ser também a mais simples. Neste caso, temos um simples detector de movimento portátil com GSM que, quando detecta movimento, nos pode enviar um SMS ou fazer uma chamada para que se possa ouvir o que se está a passar.


A autonomia indicada é de 5 a 7 dias (sendo que dependerá principalmente da frequência com que detectar movimentos e enviar SMS ou fazer chamadas), mas bastará manterem-no ligado ao carregador (ou a um powerbank, se não houver tomada por perto) para poderem prolongar a sua autonomia, se for caso disso. Para a maior parte dos casos, a autonomia da sua bateria interna será suficiente e o seu tamanho compacto facilitará a sua instalação de forma mais dissimulada sem preocupações com cabos ou tomadas de electricidade.

Considerando que se pode comprar este mini-alarme por apenas 9 euros, abre-se todo um novo mundo de possibilidades. :)



topo

What3words troca coordenadas GPS por 3 palavras

19-09-2017 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Que vos parece a proposta de poderem encontrar qualquer local na superfície do planeta com apenas três palavras, sem complicações de moradas ou de coordenadas complexas? É isso que o What3words faz e a Mercedes vai adoptá-lo nos seus sistemas de navegação já a partir do próximo ano.

Estamos habituados a usar moradas para definir locais, mas bem sabemos como as moradas por vezes são uma "dor de cabeça" para encontrar, e por vezes estão sujeitas a complicações com nomes de ruas iguais; para não falar dos casos em que queremos marcar um ponto que nem sequer tem morada, como no meio de um campo ou montanha. Nestes casos temos que recorrer às coordenadas... mas ditar uma sequência de números, muitas vezes em formatos diferentes (graus, minutos, segundos, ou decimal?) também não é o processo mais simples...

Este What3words é um curioso sistema que converte coordenadas de alta precisão em três palavras, que serão facilmente decoradas e transmitidas.

Assim, em vez de dizerem uma longa morada complexa ou uma sequência críptica de coordenadas, podem simplesmente dizer algo como "gazed.across.like" e terem a garantia de que serão levados até ao ponto exacto pretendido.

Este sistema divide toda a superfície terrestre numa grelha com precisão de 3 metros, e atribui uma combinação de palavras a cada um dos quadrados. Para além disso tem em conta evitar palavras semelhantes (tenta afastá-las geograficamente o mais possível) e também garante que não são usadas palavras idênticas em línguas diferentes (o sistema permite utilizar palavras em qualquer língua que seja desejada). Outro ponto de interesse é que estas coordenadas são geradas matematicamente, pelo que o processo de as criar é bastante eficiente e ocupa poucos recursos (apenas 12MB) permitindo a sua utilização em smartphones e dispositivos com capacidades mais limitadas.

Esta não é a primeira tentativa de simplificar as coordenadas. Há alguns anos a Google também adicionou o suporte para Plus Codes ao Google Maps, mas esse sistema - embora tivesse algumas vantagens interessantes, como a precisão dinâmica variável - continuava a ser algo críptico para utilização "humana". Sem dúvida que este What3words é bastante mais amigável, e parece-me ter muitas mais hipóteses de sucesso.

... A partir do próximo ano preparem-se para poder dizer: "encontramos-nos no relva.bola.nuvem" e introduzirem essas coordenadas no vosso Mercedes. :)


topo

Gr√°tis: Motorsport Manager

19-09-2017 | 10:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O Motorsport Manager de Christian West, é o melhor simulador de corridas de Fórmula 1 que existe para Android e está grátis no Google Play

Que melhor maneira de acompanhar as corridas de Fórmula 1, do que pegar no smartphone e gerir a nossa própria equipa, comprando bons pilotos, conseguindo melhores patrocinadores, adquirindo melhores engenheiros e pessoal técnico, assim como melhores instalações, para levar a nossa equipa até à vitória?


Neste jogo estamos perante um simulador, aqui não se conduzem carros de Fórmula 1, mas gere-se tudo, desde a selecção dos pilotos, patrocínios, equipa técnica, carros, o dinheiro que entra e o dinheiro que é aplicado, e também as próprias decisões durante a corrida.

Numa primeira fase há que ver os emails, ler as notícias e o que dizem sobre a nossa equipa, vemos quais os patrocinadores que andam no mercado, renovamos contratos caso seja necessário, contratamos e despedimos pessoal, caso apareçam melhores profissionais, e ouvimos os conselhos dos pilotos para as corridas que temos afixadas no calendário.

Depois passamos para as voltas de classificação, onde ganhamos bónus dos patrocinadores por atingir certos objectivos, e onde podemos e devemos testar várias configurações de pneus, método de condução dos pilotos, para ver o que vai resultar melhor na corrida, e conseguir um bom resultado para a partida.

Durante a corrida, convém observar quais as decisões das outras equipas, em relação aos pneus que estão a usar, nas saídas para as boxes, para nós próprios também decidirmos acerca de alteração de pneus, mudança de estilo de condução, e tomar decisões de acordo com os tempos dos nossos dois pilotos, e também de acordo com as mudanças climatéricas.

Temos aqui um belíssimo simulador de corridas de Fórmula 1, por isso não percam esta grande oportunidade de instalarem este Motorsport Manager já hoje, enquanto está gratuito no Google Play. Vejam aqui em baixo o vídeo de apresentação para vos deixar com apetite para o asfalto.





Por: Bruno Ramalho

topo

HP actualiza Workstation Z8 - até 3TB de RAM

19-09-2017 | 10:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A HP actualizou a sua gama de computadores Z8, e agora será difícil não encontrar uma máquina à altura para todo e qualquer tipo de trabalho mais exigente.

Os computadores em "caixote" podem ter perdido um pouco de protagonismo face aos elegantes ultrabooks e PCs All-in-One, mas quando se precisa de potência com fartura, nada lhes chega perto; e basta olhar para as novas workstations Z8 da HP.

Na sua versão topo de gama, permite levar dois CPUs Intel Xeon Skylake-SP com até 56-cores no total,até 3TB de RAM (24 módulos DDR4-2666), capacidade de disco "à discrição" - incluindo SSDs de 4TB, SSDs PCIe, discos SATA convencionais, etc-  ethernet GbE e 10 GbE, 9 slots PCIe (4 PCIe 3.0 x16, 3 PCIe 3.0 x8, 2 PCIe 3.0 x4), 8 portas USB 3.1 (incluindo Type-C), e Thunderbolt 3 (estranhamente, um opcional). Para garantir que não falta energia a tudo isto, e o que mais se quiser acrescentar (como quatro placas gráficas) há opções para fontes de alimentação a começar nos 1125W e podendo ir até aos 1700W.

O preço base começa nos $2439... mas não se deixem enganar. Se equiparem com dois dos Xeon mais potentes, 3TB de RAM, placas gráficas à altura e SSDs como o que uma máquina destas pede... facilmente se pode estar perante uma conta de mais de 20 mil dólares... Mas, se tiverem um patrão simpático e conseguirem convencê-lo de que é preciso uma máquina assim para trabalharem em condições, não custa tentar! :)

topo

Ganha micro pen USB de 128GB

19-09-2017 | 09:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Todas as semanas temos gadgets para vos oferecer, e desta vez a escolha recai sobre uma ultra-compacta pen USB de 128GB cujo maior problema será não ficar esquecida numa porta USB.

As pens USB continuam a sobreviver e a demonstrar a sua utilidade, especialmente naquelas ocasiões em que as ligações à "cloud" desaparecem e nos deixam a viver num mundo offline em que temos que ter as coisas mais importantes sempre à mão. Mas não se preocupem, que esta pen USB 3.0 SanDisk CZ43 de tamanho reduzido demonstra que carregar 128GB de dados para qualquer lado não ocupa espaço nenhum - e também dá jeito que actualmente esteja em promoção por apenas 33 euros (a versão de 64GB está a 17 euros; e a de 32GB está a 9 euros).

O seu tamanho reduzido faz também com que seja uma óptima opção para quem a quer manter continuamente num portátil, ou auto-rádio, ou media player, outro dispositivo que possa beneficiar da capacidade de armazenamento acrescida.


Já sabem como funcionam os nossos passatempos semanais: ao longo dos próximos dias iremos colocando diferentes perguntas no formulário que se segue, e no final o mesmo será oferecido aleatoriamente entre os participantes que tiverem acertado correctamente pelo menos numa delas (sendo que mais respostas certas melhorarão as vossas probabilidades de ganharem - mas atenção, pois apenas conta a primeira resposta que derem a cada pergunta.)

Loading...



Passatempo aberto a todos os participantes com morada em Portugal.

topo

HMD j√° trabalha no Android 8 Oreo para o Nokia 8

19-09-2017 | 08:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O regresso da Nokia ao mundo mobile e a sua entrada no universo Android, dificilmente poderia estar a correr de melhor forma. Os Nokia 3,5 e 6 já estão no mercado, o Nokia 8 vai ser apresentado em Portugal esta semana, pelo que não faltam opções em todos os segmentos de mercado.
Desgin e acabamentos, sempre foram aspectos que a Nokia cuidou com especial atenção e os novos smartphones não fogem a esta regra. Outra área a que está a ser dada especial atenção, é a do software, com a Nokia a apostar num Android sem grandes alterações.

As actualizações também têm merecido atenção, com os Nokia 5 e 6 a recebem o patch de segurança antes dos Pixel e Nexus. O Nokia 3 está a ter menos sorte, mas pelo menos tem a actualização para Android 8 garantida.

We are on it @nokiamobile . @Android #Oreo maturing nicely on #Nokia8 , will release when perfect. Stay tuned! pic.twitter.com/wPxEGA4rJn
— Juho Sarvikas (@sarvikas) September 16, 2017

O Nokia 8 por seu turno, já tem a actualização para o Android Oreo em fase bastante adiantada, com Juho Sarvikas, Chief Product Officer da HMD Global, a mostrar via twitter imagens sobre este assunto.

São portanto boas notícias para o fãs da Nokia, que assim poderão ficar mais descansados relativamente à questão das actualizações do Android.

topo

hannibal lecter: para além de um psicopata

19-09-2017 | 08:22 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Hannibal vai além de uma série sobre um canibal com transtorno de personalidade antissocial, buscando temáticas filosóficas e temidas por parcela da sociedade. Vale a pena assistir!

Ler o artigo completo

topo

american life - um √°lbum consciente e honesto

19-09-2017 | 08:21 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Todos já ouviram falar de Madonna em algum momento, em algum site de fofocas e todos nós já ouvimos uma música dessa artista. Com muita coragem, ousadia e talento ela enfrentou o padrão e trouxe inovações para a música, moda, etc. Sempre escrevendo músicas que tragam mensagens e que proporcionem uma reflexão, o álbum American Life foi o “dedo na ferida”. Lançado em uma época delicada politicamente e socialmente, Madonna não fez um trabalho dançante, animado, digno das pistas de dança. Dessa vez, a preocupação com o presente e a conscientização são os temas centrais nesse álbum tão bonito, lúcido e tocante.

Ler o artigo completo

topo

magos, bruxos e druidas também morrem!

19-09-2017 | 08:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Momento de introspecção sonora é quando levado pelas lufadas de vento, o pássaro voa, "Voa alto, pássaro azul"; e após desenhar vários círculos coloridos e levitantes ao redor do céu, volta à Terra assoviando as notas canoras do melhor ROCK PROGRESSIVO do (que) UNI poesia, filosofia, literatura, Natureza, mitologia, história, em prosa e VERSO.

Ler o artigo completo

topo

tieta do agreste, tua luz é toda nossa

19-09-2017 | 08:19 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



Uma pequena cidade, uma grande mulher. Tieta está para o Agreste como Madonna para o mundo: revolucionária, questionadora, à frente de seu tempo. E, claro, assim como uns se encantam, outros se chocam, afinal, uma mulher que se recusa a seguir os padrões e convenções sociais é uma pedra no sapato dos velhos defensores da moral e dos bons costumes. Mas o que realmente são a moral e os bons costumes?

Ler o artigo completo

topo

A11 Bionic do iPhone X e 8 confirma resultados no Geekbench

19-09-2017 | 08:15 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Os primeiros resultados não oficiais dos novos iPhone 8 e iPhone X no Geekbench levantaram muitas dúvidas sobre se seriam reais; e agora aí estão os resultados oficiais, que até os superam ligeiramente.

Quando surgiram no Geekbench resultados que praticamente duplicavam as prestações dos topo de gama Android concorrentes e até de um MacBook Pro, surgiram dúvidas sobre se seriam mesmo reais. Agora não há lugar para dúvidas, com os resultados do iPhone 8 a superarem até os valores obtidos anteriormente (4061 no teste single core e 9959 em multicore) com 4189 e 9983 respectivamente.


Curiosamente, se no caso do iPhone 8 e 8 Plus estes valores se mantêm bastante próximos, mesmo tendo em conta a diferença de resolução (1334x750 e 1920x1080); para o novo iPhone X a resolução acrescida de 2436x1125 já se faz sentir mais um pouco, com os resultados no Geekbench a ficarem-se pelos 4017 e 9286.

Mesmo com o Geekbench a ser acusado de ser um benchmark mais amigo da plataforma iOS que Android, no mínimo serve como um bom indicador da evolução do desempenho dos iPhones ao longo dos últimos anos, com um, aumento de quase 100% face ao CPU A9 do iPhone SE / iPhone 6S de há dois anos (e mais de 100% no processamento multicore).

topo

Nokia 8 com Android 8.0 Oreo a caminho

19-09-2017 | 07:46 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

A chegada iminente do Android 8.0 faz com que a sua disponibilidade seja um dos potenciais factores de escolha de um smartphone, e a Nokia está a fazer os possíveis para que o seu Nokia 8 receba esta versão coincidente com o seu número quanto antes.


O regresso da Nokia ao mundo mobile e a sua entrada no universo Android, dificilmente poderia estar a correr de melhor forma. Os Nokia 3, 5 e 6 já estão no mercado, o Nokia 8 vai ser apresentado em Portugal esta semana, pelo que não faltam opções em todos os segmentos de mercado. Design e acabamentos, sempre foram aspectos que a Nokia cuidou com especial atenção e os novos smartphones não fogem a esta regra. Outra área a que está a ser dada especial atenção, é a do software, com a Nokia a apostar num Android sem grandes alterações.

As actualizações também têm merecido atenção, com os Nokia 5 e 6 a recebem o patch de segurança antes dos Pixel e Nexus. O Nokia 3 está a ter menos sorte, mas pelo menos tem a actualização para Android 8 garantida.

We are on it @nokiamobile . @Android #Oreo maturing nicely on #Nokia8 , will release when perfect. Stay tuned! pic.twitter.com/wPxEGA4rJn
— Juho Sarvikas (@sarvikas) September 16, 2017

O Nokia 8 por seu turno, já tem a actualização para o Android Oreo em fase bastante adiantada, com Juho Sarvikas, Chief Product Officer da HMD Global, a mostrar no twitter imagens sobre este assunto.

São portanto boas notícias para o fãs da Nokia, que assim poderão ficar mais descansados relativamente à questão das actualizações do Android.

topo

Voz e guitarra, colecção Outono/Inverno

18-09-2017 | 22:10 | Gonçalo Sá | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

chastity_belt

 

"I Used to Spend So Much Time Alone", o terceiro álbum das CHASTITY BELT, ficou meio perdido entre os lançamentos deste Verão mas até tem um perfil mais apropriado para banda sonora dos primeiros avanços do Outono.

 

Desde o título já de si introspectivo à diluição de shoegaze, pós-punk e grunge com tanto de familiar como de personalizado, o novo lote de canções do quarteto de Seattle reforça a melancolia dos antecessores sem deixar de parte o sarcasmo adolescente - a vincar os relatos da vocalista Julia Shapiro desde "No Regerts", de 2013 (assim mesmo, com gralha no título).

 

Boas notícias para quem gosta de entrosamentos de vozes femininas e guitarras (mais insinuantes do que explosivas), para guardar ao lado de discos de colegas de geração como as Warpaint, Speedy Ortiz ou Best Coast da fase mais recente (e menos soalheira), mas também dos de veteranos como os Lush, Slowdive ou Kristin Hersh.

 

"STUCK", o novo single, é um cartão de visita convidativo e com a particularidade de ter a composição e interpretação a cargo da baterista Gretchen Grimm. O videoclip, declaradamente lo-fi, ajusta a viagem interior a um desvio para a América profunda:

 

 

topo

Portal de cliente da Generali na web obriga a instalar app, Java, PDFs e Firefox

18-09-2017 | 20:10 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Generali pode apostar na imagem de uma companhia de seguros moderna e eficaz, mas quem tentar aceder ao seu "novo" Portal de Cliente irá descobrir uma empresa que parece estar agarrada ao passado pré-histórico da web.

A internet e a web vieram revolucionar a forma como as empresas podem lidar com os seus clientes. Em vez de precisarem de assistentes para lidar com tudo o que um cliente possa precisar, torna-se bem mais simples permitir que sejam os clientes, eles próprios, a acederem a uma área de clientes onde podem ver informações sobre os produtos contratados, efectuar alterações, etc. etc. Ou pelo menos, seria essa a ideia...

Quem tentar aceder ao portal de cliente da Generali vai deparar-se com uma situação verdadeiramente inacreditável:


Em vez de encontrar o esperado ecrã de acesso que pede o nome de utilizador e password, encontra um conjunto de requisitos que, dito de forma simpática, me parecem simplesmente inaceitáveis. A Generali começa por pedir que:

  1. Se descarregue e instale uma app "webstart" ( não esquecer que estamos a falar do objectivo de aceder a um portal de cliente online, que o utilizador imaginaria poder aceder a partir do seu browser!);
  2. De seguida, como se a app não fosse suficiente, é necessário instalar o JAVA (sim, esse poço de vulnerabilidades que necessita de actualizações constantes para ir tapando os buracos); 
  3. Seguindo-se da obrigatoriedade da instalação de um leitor de PDFs (outro dos nossos queridos formatos repleto de vulnerabilidades); 
  4. E... como se ainda não bastasse... descarregar e instalar o Firefox e defini-lo como browser pré-definido.

... Com todos estes requisitos, por esta altura fico um pouco surpreendido por a Generali não exigir que os seus clientes instalem um qualquer seu sistema operativo proprietário, em vez do que estiverem a utilizar nos seus clientes.

Mas, falando mais a sério, não seria altura de alguém poder contactá-los e dizê-los que há uma fantástica tecnologia chamada HTML que, em combinação com Javascript, permite fazer tudo aquilo que sempre quiseram - e mais! - e que, milagrosamente, consegue funcionar em qualquer computador, independentemente do sistema operativo e do browser utilizado. Mais ainda; até pode funcionar a partir de um tablet ou smartphone (e se for realmente bem feito, até dispensa completamente a necessidade de investirem no desenvolvimento de apps nativas para cada plataforma)! E, o melhor de tudo, sem exigir que o utilizador tenha que se submeter ao que eles acham que é adequado... e que na verdade não é.

topo

Notable PHP package: Image Key Cypher

18-09-2017 | 19:54 | Manuel Lemos | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

By Manuel Lemos
Encrypting data is usually done using secret information that only the computer that can decrypt the data has.

This package implements an alternative approach to encrypt and decrypt data by using the contents of a graphical image as key.

Read this article to learn more details about how this notable PHP package works.

topo

Chiron, ou como a Xiaomi vai reestabelecer o equilíbrio da força

18-09-2017 | 17:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O facto de a Xiaomi lançar smartphones uns atrás dos outros, não é propriamente novidade, pois esta sempre foi uma das formas de actuação da marca Chinesa. Apresentar um modelo e apenas alguns meses depois, uma versão melhorada do mesmo, tem sido uma das suas imagens de marca.
No segmento premium, a Xiaomi tem nesta altura o Mi 6 e o Mi Mix 2, sendo que o primeiro já está com alguns meses de mercado. O Mi Note 3 acabou por não ser o smartphone que se esperava, muito devido à utilização do Snapdragon 660, no lugar do esperado 835. Esta opção, acabou por retirar o Mi Note 3 do segmento premium, passando o mesmo para a gama média, facto que não caiu bem junto da comunidade de fãs da Xiaomi.


O modelo que agora apareceu no Geekbench, apresenta um conjunto de especificações de topo, pelo que a marca chinesa deverá estar a preparar o lançamento de um novo terminal para o segmento premium. O GPU Adreno 540 e uma velocidade de funcionamento de 2,4GHz revelam um Snapdragon 835, que está acompanhado por 6GB de RAM e 256GB para armazenamento. O ecrã de 5,6" está mais na zona do Mi Note 3 (5,5") do que do Mi 6 (5,15"), pelo que este Chiron poderá ser o Mi Note 3 Pro porque muitos fãs da Xiaomi esperavam.

topo

iPhone X facilita a vida √†s imita√ß√Ķes?

18-09-2017 | 17:30 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O iPhone é um dos smartphones mais facilmente reconhecido em todo o mundo e não faltam fabricantes a copiar o seu design; com o iPhone X, o desaparecimento do característico "home button" poderá simplificar-lhes o trabalho.

Por agora o iPhone X destaca-se da maioria dos smartphones por ser um dos poucos (por agora) que adopta um ecrã "total"; mas bem sabemos que o número de smartphones de baixo custo a adoptarem ecrãs idênticos tem vindo a crescer de forma exponencial nos últimos meses: tanto com modelos que replicam o design "edge" da Samsung, como o do Mi Mix da Xiaomi - sendo apenas uma questão de tempo até que também eles tenham acesso a ecrãs que permitam replicar o design completamente sem margens do iPhone X.

No fundo, acaba por ser apenas mais uma consequência do "fim do design dos smartphones" à medida que se vão tornando apenas num ecrã a 100% (estranhamente - na visão da Apple, o iPhone X que demonstra o futuro, continua a ter uma câmara saliente). O que isto permite é que, praticamente qualquer smartphone com ecrã deste tipo, que suporte a aplicação de temas, permitirá recriar um ecrã inicial que poderá ser uma cópia fiel do que se tem num iPhone X - nem sequer faltando a replicação do corte no topo do ecrã (sim, há quem se tenha dado ao trabalho de aplicar uma simulação do corte nos Android!)



Por agora, ainda não há pressas... para além do preço elevado, a alta probabilidade de muitos clientes poderem ter que passar meses à espera de um iPhone X faz com que muito provavelmente estas cópias do iPhone X possam surgir na mesma altura em que o seu fornecimento se começar a regularizar. E depois será fácil ter um smartphone "com aspecto de iPhone X" por um preço muito mais acessível.

... E daqui por mais um ano ou dois, veremos se a "morte do design dos smartphones" terá tornado irrelevante escolher um smartphone com base na sua aparência ou se, pelo contrário, terá dado origem a que surjam modelos com aspecto mais radical precisamente para se diferenciarem (sabemos que a Samsung tem planos de apresentar um smartphone com ecrã dobrável já em 2018, por exemplo.)

topo

Aqui est√£o os fundos de ecr√£ do Xiaomi Mi A1

18-09-2017 | 16:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O Xiaomi Mi A1 está longe de ser um um smartphone de topo, pois o hardware que o equipa é utilizado em equipamentos de gama média. Há no entanto várias marcas a aproveitarem o bom desempenho desta classe de processadores, para os utilizarem em equipamentos de gama média-alta.
Os primeiros lotes do Xiaomi Mi A1 já estão a ser enviados para os clientes, mas nem todos os utilizadores do Android estão interessados na aquisição deste smartphone. Caso seja esta a vossa situação, podem sempre ter no vosso Android um dos fundos de ecrã que o Xiaomi Mi A1 apresenta.



Ao todo, são nove fundos de ecrã, que como não poderia deixar de ser, são bastante bonitos. Caso pretendam, podem fazer o download dos mesmos através deste LINK.

topo

Oukitel K10000 Pro e K6000 Plus em promoção

18-09-2017 | 16:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Os Oukitel K10000 Pro e K6000 Plus são modelos já nossos conhecidos, ideais para os fãs da autonomia prolongada, e que agora estão em promoção.


Ambos os modelos contam com o habitual ecrã Full HD de 5.5", com 4GB+64GB no caso do K6000 Plus e 3GB+32GB no K10000 Pro, e com Android 7.0 - mas onde a principal característica é a monstruosa bateria de 10000mAh no K10000 Pro, e de 6080mAh no K6000 Plus. Baterias que lhes garantem uma autonomia mais que suficiente para enfrentar todo o tipo de apps intensivas sem recearem enfrentar o aviso de bateria prestes a terminar; ou permitir que passem um fim-de-semana completamente descansado mesmo quando estiverem longe de uma tomada eléctrica.

Para evitar as complicações com a alfândega, estes modelos estão actualmente disponíveis no armazém da TomTop na Alemanha, com um preço de 149 euros para o K10000 Pro  e de 148 euros para o K6000 Plus.

Basicamente, o preço é o mesmo, sendo apenas necessário decidir se precisam da autonomia acrescida do K10000 à custa do maior peso (e RAM/ROM inferior), ou se vos chega o K6000 que se será de mais fácil transporte e utilização no dia a dia.


Caso não se importem de recorrer ao armazém chinês, há também dois produtos extra interessantes:


O primeiro é um estabilizador de 3 eixos para smartphones e action cams, da FeiyuTech, e que com o código de desconto LSRFY115 tem o seu preço reduzido de 200 euros apenas 104 euros. O segundo é uma mochila que tem uma ficha USB que facilita o processo de carregar o smartphone em andamento (colocando-se um power bank no seu interior, obviamente) e que com o código de desconto LSRUSBB fica por menos de 17 euros.

topo

Notícias do dia

18-09-2017 | 15:32 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

A EDP cede dados de clientes aos operadores de telecomunicações; CCleaner 5.33 oficial vinha com malware de origem; a Apple testou o iPhone X em Lisboa; a correia do Apple TV Remote custa mais que um cabo lightning a sério; como controlar as lâmpadas YeeLight da Xiaomi com o Google Assistant; as fantásticas ilusões em vídeo de Kevin Parry; os preços do iPhone X na Europa e onde é mais barato; os smartphones "full-screen" são o fim da diferenciação dos smartphones; e ainda o caso do Pirate Bay por browsers a render Monero com o Coinhive.

Nota especial: tendo em conta a realização do Pixels Camp no final do mês, o nosso habitual meeting mensal vai ser antecipado já para este sábado (dia 23).

Antes de passarmos às notícias de hoje, relembro que é o último dia para responderem à pergunta que vos pode valer uma extensão de tomadas múltiplas com portas USB da Xiaomi.

Apple proíbe apps "anti-vírus" na App Store



Finalmente, com a chegada do iOS 11, a Apple decidiu que era tempo de acabar com as apps que prometem fazer algo que não podem fazer: como as apps "anti-vírus" para iPhone...

A Apple já tem removido várias destas apps da App Store ao longo dos últimos meses/anos, mas agora fica explícito que uma app não deverá indicar fazer um serviço (como a "pesquisa de vírus e malware") que não pode fazer - já que no iOS as apps estão completamente isoladas umas das outras.

... Não seria má ideia incluir neste lote as apps que prometem melhorar a bateria... ;P


Samsung permite desactivar botão Bixby



A Samsung tem tantas esperanças para o seu assistente Bixby que até aplicou um botão dedicado a isso nos Galaxy S8 e Note 8. Infelizmente, o posicionamento desse botão faz com que sejam frequentes as activações acidentais do mesmo - e a Samsung vem reconhecer isso mesmo com uma nova opção oficial que permitirá desactivar o funcionamento do botão Bixby.

Infelizmente ainda não se trata daquilo que a maioria dos utilizadores poderia querer, de atribuir uma função programável ao botão (por exemplo, para lançar outra app à sua escolha) - algo que algumas apps já tentaram fazer mas cujo funcionamento foi bloqueado pela Samsung. Esperemos que mudem de ideias quanto a isso... será melhor aceitarem que cabe ao utilizador final poder decidir como quer usar o seu smartphone.


Waze com Spotify chega ao iOS



Depois do Android é a vez do Waze para iOS ganhar integração com o Spotify. Isto permite que os utilizadores possam escolher um destino e iniciar a navegação enquanto estão na app do Spotify, ou de ter acesso às suas playlists do Spotify enquanto navegam com o Waze - e também permitindo saltar entre ambas as apps (quando estão parados).

Considerando que são ambas apps "obrigatórias" para qualquer iPhone (e também para qualquer Android, entenda-se) é daquelas sinergias que só se podem aplaudir e apreciar.


Huawei manda indirecta ao iPhone X



Já são conhecidas as ambições que a Huawei tem para o seu Mate 10, que se espera ser um concorrente à altura do novo iPhone X da Apple, e por isso mesmo - agora que são conhecidos os argumentos do iPhone X - a Huawei não deixa escapar a oportunidade para dizer que o "verdadeiro smartphone com AI" ainda está para chegar... e será o Mate 10.

Considerando que a Apple também aplicou núcleos de processamento dedicados à Inteligência Artificial no seu novo chip A11, será bom que a Huawei tenha mesmo algo de muito melhor para mostrar... pois não seria bom correr o risco de desapontar o mercado nesta altura do campeonato. Saberemos em breve, pois o Mate 10 é apresentado no dia 16 de Outubro.


Curtas do dia


Resumo da madrugada




topo

Android ou iPhone: qual escolher?

18-09-2017 | 15:21 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Com a chegada do iPhone X e iPhone 8, há que efectuar uma comparação com os modelos Android concorrentes, para verificar até que ponto estes serão uma alternativa a ter em conta.


Se, quando estamos limitado aos iPhones já vimos que temos variedade dos 419 349 aos 1359 euros, mais importante será ver que tal esses preços se comparam face a modelos topo de gama da concorrência. Para isso vamos incluir modelos como os Samsung Galaxy S8, S7 e Note 8, o LG G6 (o V30 infelizmente ainda não tem preço definido para a Europa), o Huawei P10 e Mate 9, o OnePlus 5 e o Xiaomi Mi 6. Bem sei que não é uma lista exaustiva... mas já permitirá dar uma ideia das alternativas existentes face aos iPhones.

Antes de avançarmos, duas coisas a ter em consideração: para simplificar a comparação limitei a selecção de modelos aos modelos de entrada de gama de cada série (incluir as variantes com mais memória tornava tudo mais confuso); e, considerando que ao contrário do que acontece com os iPhones, nos smartphones Android existe uma enorme discrepância do preço oficial face ao preço praticado por muitas lojas, optei por utilizar o preço mais barato (de lojas minimamente reputáveis) - que na prática será aquele que qualquer interessado pagaria. Obviamente também considerei o preço reduzido do iPhone SE, que na Apple está a 420 euros mas nas lojas já se pode encontrar a 350.

Um outro pormenor... considerando o elevado preço dos Google Pixel e o facto de estarem prestes a sair de cena com a chegada dos Pixel 2, também não os incluí na tabela, pois não seriam competitivos face a todos os topo de gama deste ano.



Ora, como se pode ver, não faltam hipóteses de escolha no segmento mais baixo dos preços (abaixo dos 500 euros). Enquanto nos iPhones se está limitado a escolher o iPhone SE por 349 euros ou saltar para os 539 do iPhone 6S; nesse mesmo intervalo encontramos modelos como o Xiaomi Mi 6 (que neste momento está a 350 euros, o mesmo preço do iPhone SE), o Galaxy S7 (€425), o LG G6 (€450), o Huawei P10 (€480), o Galaxy S7 Edge (€485), e o OnePlus 5 e Mate 9 (€499) - todos eles abaixo do preço de um iPhone 6S (€539) de há 2 anos, sendo que por pouco mais (€570) também já se pode considerar a compra de um Galaxy S8.

Se subirmos para o segmento do iPhone 6S Plus e iPhone 7(€649), modelos com 2 e 1 ano de existência, já podemos considerar o Galaxy S8+ (€670) e, daí para cima, encontramos finalmente os mais recentes iPhone 8 (€829) e 8 Plus (€939), com o Galaxy Note 8 (€990) a ficar no limiar dos 1000 euros... e o iPhone X a ir para os 1179 euros.

[O Xiaomi Mi Mix 2 será outro sério candidato e terá preço abaixo dos €500]

As opções existem, e não há dúvida que por menos de 500 euros não faltam excelentes topo de gama que deixarão qualquer pessoa muito bem servida (e que obrigarão a repensar se se justifica pagar o dobro por qualquer outra máquina, por muito boa que seja). Mas, dito isto, para quem fizer questão de ter um iPhone, ter smartphones Android "bons e baratos" acaba por não ser uma alternativa - da mesma forma que quem quiser uma autocaravana não se interessará por ter um carro+roulote a preço mais vantajoso (ou vice-versa). Nessas situações, há que respeitar que cada um tenha as suas preferências... sabendo que isso se irá fazer sentir na carteira... pois racionalmente, não seria possível justificar pagar mais por um iPhone 6S de há dois anos do que por um Huawei P10, LG G6, Mi 6, OnePlus 5, ou até (por pouco mais) um Galaxy S8 deste ano

Mas, também não se pense que essa preferência é assim tão injustificada... Quem tiver comprado um iPhone 6S de há dois anos continua a ter direito a actualizações no dia em que a Apple as disponibiliza, e ganhará todas as novas funcionalidades do iOS 11 incluindo o ARKit. Ora, compare-se com outros topo de gama Android de há dois anos... e veja-se quantos deles irão ter direito ao mais recente Android 8.0. São pontos a considerar, dependendo do valor que cada um der a cada variável da equação - por exemplo, para quem tiver por hábito trocar de smartphone todos os anos, essa questão das actualizações deixa de ser crítica. E claro... também dependerá do valor/penalização atribuído ao factor preço... pois não se pode esquecer que pelo preço de um iPhone X se pode comprar um Galaxy S8+ e um LG G6 e ainda se tem direito a troco generoso... :)


Nota: tabela de todos os modelos considerados, ordenados por preço crescente.
-->
ModeloPreço (€)
iPhone SE (32GB)350
Xiaomi Mi 6 (64GB)350
Samsung Galaxy S7 (32GB)425
LG G6 (32GB)450
Huawei P10 (64GB)480
Samsung Galaxy S7 Edge (32GB)485
OnePlus 5 (64GB)499
Huawei Mate 9 (64GB)499
iPhone 6S (32GB)539
Samsung Galaxy S8 64GB570
iPhone 6S Plus (32GB)649
iPhone 7 (32GB)649
LG G6 (64GB)660
Samsung Galaxy S8+ (64GB)670
iPhone 7 Plus (32GB)789
iPhone 8 (64GB)829
iPhone 8 Plus (64GB)939
Samsung Galaxy Note8 (64GB)990
iPhone X (64GB)1179

topo

Uber com descontos de 50% para esta√ß√Ķes de transportes p√ļblicos

18-09-2017 | 14:33 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A Uber está a convidar os condutores portugueses a deixarem o carro em casa por uma semana, e para isso oferece um desconto de 50% nas viagens até oito estações nos arredores de Lisboa e Porto, de 18 a 22 de Setembro.


O desafio #DITCHYOURKEYS em Portugal

Em Lisboa e no Porto, a Uber surge não só como uma alternativa viável ao carro próprio, mas também como um complemento importante às infra-estruturas e opções de transporte existentes. A crescente procura dos utilizadores nestas cidades tem levado a que cada vez mais a aplicação esteja a ligar as zonas suburbanas ao centro da cidade, muitas das quais com um acesso mais limitado a transportes públicos.

Assim, entre 18 e 22 de setembro, o desafio #DitchYourKeys convida os portugueses que residem nos áreas periféricas destas cidades, a utilizar a Uber na Semana Europeia da Mobilidade com viagens 50% mais económicas, como complemento à utilização dos transporte públicos.

Como funciona o desafio?

O desafio #DitchYourKeys é aplicável na ligação entre oito estações dos arredores de Lisboa e do Porto e qualquer ponto do respetivo concelho, num número de viagens que não superior a dez (por utilizador), e até um desconto máximo de 5€. Conheça as estações e concelhos abrangidos.

Estações em Lisboa

  • Estação Ferroviária de Cascais (Cascais)
  • Estação Ferroviária de Oeiras (Oeiras)
  • Estação Ferroviária de Odivelas (Odivelas)
  • Estação Ferroviária da Reboleira (Amadora)
  • Estação Ferroviária do Pragal (Almada)

Estações no Porto

  • Estação Ferroviária de Santo Ovídio (Vila Nova de Gaia)
  • Estação de Metro Fórum da Maia (Maia)
  • Estação de Metro Fânzeres (Gondomar)

Caso ainda não tenham experimentado andar de Uber, aqui ficam €5 para a vossa primeira viagem. :)

topo

Swipe Casters

18-09-2017 | 13:31 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Eu tento evitar ao máximo jogos freemium que exageram no que toca a insistirem que a gente pague tudo e mais alguma coisa, apesar de o jogo ser gratuito. No outro dia descobri este Swipe Casters de Esteban Duran, um jogo gratuito de combates um a um onde temos de fazer magias com gestos no ecrã, e onde apenas abrimos a publicidade se quisermos ganhar mais uma vida, ou desbloquear alguns poderes extra.


Este jogo é como um RPG onde vamos avançando pela floresta, encontrando todo o tipo de monstros que temos de destruir com os nossos golpes de magia. Tirando a parte do inventário e árvore de especialidades, ficamos apenas com os combates de magia entre feiticeiro e monstro. Em cima no ecrã aparece o nosso feiticeiro e do lado direito o monstro a derrotar, e em cima ao centro qual o truque de magia que temos de executar.


O truque de magia que aparece em cima tem de ser executado da mesma forma em baixo, fazendo o gesto necessário com o dedo para desenhar o truque com exactidão. Se falharmos, somos derrotados pelo monstro que temos à frente e perdemos o jogo. A não ser que gastemos algumas moedas para continuar ou então visualizar um vídeo com publicidade.

Temos diferentes feiticeiros (que podem ir sendo desbloqueados com as moedas que se ganham no jogo), e cada um tem diferentes características e diferentes níveis de dificuldade. Os mais difíceis trazem consigo gestos de magia mais complexos de fazer, e um tempo mais curto para os executar.


Este é um jogo que exige muita destreza, rapidez e bons reflexos do jogador, e é altamente desafiante ir fazendo gestos cada vez mais complexos e mais rápidos, conforme a dificuldade que acarreta cada monstro mais poderoso que nos vai aparecendo pela frente.

Vejam aqui em baixo o vídeo de apresentação do jogo que nos dá uma ideia perfeita do que o jogo nos oferece, e se se acham à altura destes combates desafiantes entre feiticeiros e monstros, então é passar já pela Play Store, que não vos vai custar um tostão. Como é óbvio, é possível eliminar toda a publicidade e desbloquear todos os feiticeiros de imediato, fazendo uma compra in-app, o que não me parece de todo necessário.



Por Bruno Ramalho

topo

CCleaner 5.33 oficial vinha com malware de origem

18-09-2017 | 13:12 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Quem tiver instalado ou actualizado o CCleaner na sua versão 5.33 deverá considerar que o seu computador foi infectado com malware e deverá proceder à sua reinstalação ou restauro para um backup anterior a 15 de Agosto.

O CCleaner é um dos mais populares utilitários de "limpeza" no sistema Windows, contando com mais de 2 mil milhões de downloads e muitas centenas de milhões de utilizadores. Infelizmente, isso faz também com que se torne num alvo apetecível para hackers, que o utilizaram como plataforma de distribuição de malware.

Não é a primeira vez que assistimos a casos em que as versões oficiais de programa são trocadas por versões infectadas com malware; mas desta vez o caso torna-se mais preocupante pois o que se passou foi ter o próprio programa oficial, com um certificado de segurança válido, infectado: o que faz suspeitar que os atacantes tenham conseguido infiltrar-se na rede interna de desenvolvimento e injectado o seu malware sem terem sido detectados.

O malware afecta a versão 5.33 do CCleaner, que esteve disponível de 15 de Agosto a 12 de Setembro. Uma vez que a versão gratuita do CCleaner não faz actualizações automáticas, muitos dos utilizadores poderão estar a salvo (desta vez trata-se de um caso em que não fazer uma actualização foi mais seguro do que fazê-la). Sendo que, de agora em diante é recomendável usarem apenas a versão 5.34 já livre de elementos indesejados.

No entanto, se utilizaram a versão 5.33, têm que considerar que o vosso computador poderá estar comprometido e deverão proceder à reinstalação total do sistema ou fazer o restauro para um backup feito antes da instalação dessa versão do CCleaner.

topo

Página 1 de 5550

Subscrever

Autores

Disclaimer

O Planet Geek não é responsável pelos seus conteúdos, apenas os replica a partir de cada blog.
Os artigos são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.