Planet Geek

26 de Novembro, 2014

Notícias do Dia

26-11-2014 | 16:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

O Google dá a machadada final no cliente de email genérico do Android; o Vero e OSMC são a próxima geração do Raspbmc; a EIZO revelou um curioso monitor de formato 1:1; espreitamos mais uma fantástica "pechincha" nacional de que todos se devem manter afastados; e a T-Mobile mostra-nos porque motivo temos que desconfiar sempre dos operadores, com testes de velocidade que passavam "ao lado" dos limites de velocidade aplicados aos clientes.

Antes de passarem às notícias do dia, não se esqueçam que o gadget que temos para vos oferecer esta semana é um módulo de tomada controlado via WiFi; e é já neste sábado que temos mais um dos nossos habituais meetings mensais em Gaia. Se estiverem por perto, apareçam. :)


Skype para Android ganha videochamadas em multitarefa como nos tablets


Fartos de poder fazer uma videochamada com janela flutuante enquanto fazem outras coisas no vosso tablet Android, mas não no vosso smartphone? A Microsoft resolveu finalmente resolver esse problema. Agora já poderão usar o Skype no Android no vosso smartphone para fazerem o que quiserem enquanto estão numa videochamada no Skype, com a imagem a surgir numa janela flutuante tal como acontecia na versão para tablets.


OnePlus com descontos "Black Friday"


Estamos na época "negra" das compras - a famosa Black Friday, em que temos descontos que vão dos irresistíveis aos interessantes, passando também pelos "mehhh" - e cabe a cada um decidir em que categoria se enquadram as ofertas da OnePlus para a Black Friday, Não temos OnePlus One a preço ainda mais reduzido, mas há um vasto conjunto de acessórios cujo desconto irá aumentando em função do número de partilhas, até um máximo de 20%.

Se tiverem interessados em algo e acharem que justifica um share no Facebook... aproveitem.


Victoria's Secret lança soutien desportivo com monitor cardíaco


Soutiens no Aberto até de Madrugada? É mesmo possível, graças a este novo modelo da Victoria's Secret destinado às mulheres mais activas e que tem incorporado um sensor para monitorizar a frequência cardíaca, e que certamente se tornará mais confortável do que usar as tradicionais fitas em redor do peito. No entanto, o soutien contém apenas a parte dos sensores, sendo necessário lá encaixar o módulo de transmissão.


TuneIn ganha suporte para Chromecast


Ouvir rádio via internet com o TuneIn passa agora a ser ainda mais prático e agradável para quem tiver um um Chromecast por perto. A popular app de rádio (TuneIn para Android, TuneIn para iOS) foi actualizada e passa a poder enviar os seus streams para o dongle multimédia do Google.

Quanto à necessidade de ter um televisor ligado para poder ouvir rádio... bem... isso é que não deixará de ser um pouco mais caricato.


Saída de Taylor Swift do Spotify leva fãs para o YouTube?

A mediática batalha de Taylor Swift com o Spotify (e os serviços de streaming de música em geral) poderá ser uma guerra inevitavelmente perdida a longo prazo, mas por agora parece ter efeitos já bem visíveis. Desde a sua saída do Spotify, as suas audições em streaming caíram para menos de metade, enquanto que as visualizações no YouTube dispararam.

Mesmo considerando-se que o salto terá tido ajuda de outras circunstâncias, como a promoção de novas músicas - e mesmo considerando que no YouTube os utilizadores levam com os clips publicitários - interrogo-me se o YouTube lhe pagará tanto como o Spotify por cada música ouvida (sendo que para os utilizadores... não pagam nada.)

Bem... sai a Taylor Swift, chegam a discografia completa dos Rammstein ao Spotify. Acho que se fica a ganhar... :P

Mas se tiverem preferência por um estilo musical mais português...


Spotify revela top 10 dos fadistas mais ouvidos


O streaming não discrimina o estilo musical que se queira ouvir, e para quem apreciar os artistas musicais, o Spotify revela o top 10 de fadistas mais ouvidos, e onde - sem surpresas - convivem amigavelmente os artistas das gerações mais recentes com os veteranos que dispensam apresentações.
  1. Mariza
  2. Ana Moura
  3. António Zambujo
  4. Amália Rodrigues
  5. Carminho
  6. Dulce Pontes
  7. Camané
  8. Carlos do Carmo
  9. Katia Guerreiro
  10. Gisela João

Será que também eles se sentem "enganados" pelo Spotify? (Se alguém os conhecer, que lhes pergunte e nos diga a sua resposta. :)


Curtas do Dia

Resumo da Madrugada

topo

Chrome começará a bloquear plugins NPAPI em Janeiro

26-11-2014 | 15:33 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Não se assustem se a partir de Janeiro começarem a reparar que faltam coisas nalgumas páginas que visitam, e de um novo aviso na barra de endereços do Chrome: é que o Google vai entrar numa nova fase de despedida aos plugins NPAPI, e começará a bloqueá-los a partir de Janeiro.

A ideia de adicionar novas funcionalidades aos browsers via plugins permitiu expandir as suas potencialidades, mas o sistema NPAPI foi concebido numa altura em que as preocupações eram outras e que agora se tornam numa verdadeira dor de cabeça para evitar potenciais riscos de segurança. Por isso, o Chrome vai passar a bloquear este tipo de plugins, que incluem coisas como os plugins do Silverlight, Java e Unity.

Os utilizadores que precisarem de os usar terão que o fazer expressamente, clicando no aviso do bloqueio e seleccionado se os querem correr dessa vez, ou permitir que nesse site isso aconteça sempre de forma automática. No entanto, é uma solução de recurso pois em Abril de 2015 esses plugins deixaram de ser suportados - e o código de suporte de plugins NPAPI será completamente removido do Chrome em Setembro de 2015, permitindo a limpeza do código.

Actualmente os plugins NPAPI mais utilizados são

  • Silverlight - 11%
  • Google Talk - 7%
  • Java - 3.7%
  • Facebook Video - 3%
  • Unity - 1.9%
  • Google Earth - 0.1%

Uma utilização reduzida que o Google usa como justificação para esta remoção.

Isto não quer dizer que o Chrome deixar de poder ter as suas capacidades expandidas por plugins (para além das Chrome Apps). Apenas obriga estes serviços que passem a utilizar o mais moderno PPAPI.

Podem espreitar que plugins o vosso Chrome está a usar, assim como o seu tipo (e também desactivá-los) escrevendo chrome://plugins/ na barra de endereços do browser - e aproveitam para confirmar que não têm dois plugins flash activos, que são uma das causas mais frequentes de crashes no Chrome.

topo

Rinbw é uma lista de contactos em vídeo

26-11-2014 | 14:13 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Se procuram uma forma mais dinâmica e moderna de verem a vossa lista de contactos, poderão querer espreitar este Rinbw para iOS que nos oferece uma lista de contactos... com vídeos de cinco segundos.

Provavelmente já poucos se lembram do tempo em que uma lista de contactos no telemóvel se limitava a 10 números pré-definidos atribuídos a cada uma das suas teclas, sem qualquer indicação do nome, e cabendo-nos a nós saber que tecla correspondia a quem. Desde então as coisas evoluíram e surgiram listas de contactos com nomes, mais tarde ganhando também as fotos dos contactos (e muita mais informação), e agora este Rinbw quer levar a coisa mais além, com uma lista de contactos em vídeo.

Em vez de termos uma simples foto do contacto, o Rinbw permite ver um pequeno clip de vídeo de cinco segundos - o que o torna num autêntico "Vine" para contactos.

Obviamente que é o tipo de apps que será mais adequada para usar com um grupo de amigos mais chegados, e onde estes vídeos podem dar azo a todo o tipo de "palhaçadas" que provavelmente não gostariam de partilhar com o resto do mundo - mas nunca se sabe se, graças a um destes curtos vídeos, se poderão tornar na próxima vedeta da Internet. (Podem fazer "like" nos vídeos que mais gostarem, e também ser notificados quando um dos vossos contactos actualizar o seu vídeo.)

Uma app que vem bem a propósito da geração "selfie", e que nos vai mostrar que cinco segundos são mais tempo do que poderá parecer à primeira vista. Por agora, o Rinbw está apenas disponível para iOS.

topo

Amazon Free App: Ultimate Hangman HD

26-11-2014 | 12:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos



A app gratuita de hoje da Amazon é o Ultimate Hangman HD, que não é mais do que o tradicional jogo da forca.


O Ultimate Hangman HD custa $0,99 na Amazon .

topo

Google d√° machadada final no email do Android e foca-se no Gmail

26-11-2014 | 12:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Já sabíamos que o Google tinha adicionado ao Gmail a capacidade de usar contas de outros serviços com a chegada do Lollipop, e agora dá o previsível passo seguinte... o abandono da app de email tradicional.

Muitos utilizadores recém-chegados ao Android poderiam achar estranho encontrarem uma app de Email a par do Gmail. Agora o Google quer eliminar essa confusão, e a opção é acabar com a app de email tradicional e centralizar tudo sob app do Gmail.

Imagino que a maioria dos utilizadores Android já utilizaria a app do Gmail, usando a app tradicional apenas na eventualidade de usarem outros serviços de email - coisa que agora também poderá ser feita via Gmail. Ainda assim, esta opção não deixa de ser mais um sinal de que o Google quer que os utilizadores usem os seus serviços - mesmo quando pretendem usar outros - e de que parece estar cada vez menos disposto a ser "bonzinho" e simpático para todos (e na verdade, está no seu direito, limitando-se a fazer aquilo que todos os seus concorrentes fazem, até mesmo aqueles que usam o Android como base de trabalho.)

A mim, que nunca abri sequer este "email", o seu desaparecimento não terá qualquer impacto. Mas se davam uso a esta app de Email, o que pensam desta opção do Google de vos obrigar a usar o Gmail (ou terem que procurar outra app de email)?

topo

Vero e OSMC - a próxima geração do Raspbmc

26-11-2014 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Se usam o Raspbmc para transformar o vosso Rasperry Pi num media center, mas acham que o seu desempenho deixa a desejar, trago-vos boas notícias: o criador do Raspbmc desenvolveu uma nova plataforma e uma nova geração de software que promete ser a combinação perfeita - o OSMC e o Vero.

Grande parte dos utilizadores dos Raspberry Pi usam-nos como media-centers usando o Raspbmc, uma versão do XBMC feita para correr no pequeno Raspberry Pi. Embora o Rpi tenha descodificações por hardware que lhe permite ver a grande maioria dos vídeos sem complicações, quando se trata do próprio interface e operação do sistema, a coisa fica mais complicada. Sam Nazarko é o criador do Raspbmc, e agora propõe-nos algo que poderá ser a resposta que procuravam.

O OSMC é uma evolução do Raspbmc, que agora conta com um browser e app store, e o Vero é o aparelho onde poderão correr este novo sistema sem receios de fraco desempenho: uma caixa compacta com um CPU ARMv7 A9 dual-core a 1GHz, 1GB de RAM, Gigabit ethernet, WiFi, BT 4.0, receptor IR e controlo remoto, 2x portas USB, S/PDIF óptico, HDMI 1.4 com modo 24Hz e 3D (e também com a capacidade de receber os comandos via controlo remoto do televisor). O consumo anunciado é de apenas 5W.

A única coisa que poderá não ser tão agradável é o preço, que é de 199 dólares (160 euros). Mas é um valor que tem que ser comparado não com um Raspberry Pi "base", mas sim relembrar que se trata de uma máquina bem mais potente (que logo à partida valeria o dobro ou mais), e que vem com coisas que no Rpi obrigariam a comprar extras, como o controlo remoto e receptor, dongle WiFi, hub USB, etc. Bem vistas as coisas, poderá não ser mau negócio para quem é fã do Raspbmc e tem confiança na promessa de que este Vero terá actualizações garantidas do OSMC durante os próximos três anos. (Ainda assim, se quiserem algo mais barato, está igualmente disponível um pack com um Raspberry Pi, por 99 dólares.)

Até 15 de Dezembro podem também usufruir de um desconto de 5% com o código "5OFFKICKSTARTER" (por não se ter recorrido ao Kickstarter para apoiar este projecto.)

topo

App Gratis: Math Panic

26-11-2014 | 10:52 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A "App Gratis" de hoje é o Math Panic, uma forma simpática de treinar a matemática.



O Math Panic custa 0,81€, e para o poderem usar gratuitamente só têm que aceder ao App Gratis e fazer a instalação a partir da app.

topo

Trailer de "Pan", uma espécie de "Peter Pan Begins"

26-11-2014 | 10:44 | J. B. Martins | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

pan.jpg

E como não há duas sem três, aqui fica o terceiro trailer consecutivo a aterrar neste estaminé.

Porque isto de mostrar a origem do herói ainda tem pano para mangas, aqui fica o trailer de "Pan" de Joe Wright, um novo olhar à história de Peter Pan e dos seus amigos da Terra do Nunca, desta vez para nos contar o que ainda não foi contado.

topo

EIZO revela monitor FlexScan com resolução de 1920x1920

26-11-2014 | 10:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Os monitores passaram dos antigos formatos 4:3 para os mais alargados 16:9, e mais recentemente temos visto até monitores ultra-wide 21:9. Mas isso não invalida que possa haver necessidade para formatos menos comuns, e é isso mesmo que a EIZO nos propõe com o seu FlexScan de 26.5" com formato 1:1.

O EIZO FlexScan EV2730Q de 26.5" é um LCD com uma incomum resolução de 1920x1920. Um monitor que faz os quadradões ecrãs 4:3 parecerem alargados, pois aqui estamos perante um quadrado perfeito.

Depois da estranheza inicial de se tratar de algo incomum, poderemos dar connosco a pensar que, efectivamente, o formato horizontal a que nos habituamos poderá ser muito bom para ver filmes e vídeos, mas muitas vezes torna-se num factor limitativo para trabalho profissional. Não faltam casos de utilizadores que optam por usar os seus monitores na vertical, para ganharem espaço útil nessa dimensão (que é mais importante para efeitos de "scroll"); e a própria opção de muitos tablets voltarem a um formato 4:3 depois de terem experimentado ecrãs 16:9, poderá ser também demonstradora de que nem sempre os "esticamentos" resultam.


Este será um monitor que irá agradar a pessoas que privilegiam a área de ecrã e que se sentem limitados com os monitores actuais - que poderão ser largos de mais quando estão na horizontal, mas também estreitos demais quando colocados na vertical. Este, acaba por ser um ecrã Full HD simultâneamente na horizontal e vertical; bem ao gosto de programadores, escritores, e até quem tenha que passar o dia a olhar para folhas de cálculo.

A única incógnita será saber o quanto o seu formato incomum irá encarecê-lo. Hoje em dia já se encontram monitores Full HD a preços ridiculamente baixos, e monitores Ultra HD começam também a estar a preços relativamente acessíveis. Se este monitor não chegar com um preço interessante, a maioria dos utilizadores provavelmente irá optar por um (ou mais) monitores com resolução superior... e se calhar ainda poupar dinheiro face a este EIZO. Mas... para isso teremos que esperar pelo seu preço, que deverá estar para breve considerando que tem chegada às lojas prevista para o início de 2015.

topo

ASUS MeMO Pad 8 FHD chega a Portugal por ‚ā¨269

26-11-2014 | 09:15 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Poderá não ser a "pechincha" de ontem, mas depois do MeMO Pad 7 HD a ASUS prepara-se para fazer chegar ao nosso país o modelo (ligeiramente) mais crescido: o tablet MeMO Pad 8 com ecrã Full HD de 8".

Tal como nos smartphones a tendência tem sido para o crescimento, também nos mini-tablets o mínimo de 7" tem-se esticado para o formato de 8" que parece ser mais do agrado dos utilizadores (no outro extremo, também tenho notado uma apetência crescente por tablets com mais de 10"). No caso deste MeMO Pad 8 FHD a ASUS não descurou na qualidade e apresenta-nos um ecrã IPS (1920x1200), CPU Intel Atom Z3560 64-bit quad-core a 1.83 GHz, 2GB de memória RAM, 16 de Flash, GPS, câmaras de 5MP e 1.2MP, 7.45mm de espessura e 292g.

Infelizmente, ainda não vem equipado com o Android Lollipop, pelo que não será possível tirar partido dos seus 64bits com o seu Android 4.4 KitKat (algo que esperamos que a Asus resolva rapidamente.) A nível de som temos duas colunas para som estereo na parte traseira; e o seu ecrã foi preparado para ser usado com canetas e lápis - sim, das "normais".

O MeMO Pad 8 FHD já se encontra em pré-venda (com um desconto de 10% sobre o preço de venda recomendado de 269€) nos principais pontos de venda ASUS e online na ASUS Shop. A venda efectiva começa no dia 4 de Dezembro.

topo

Monitor "dock" Philips Full HD com USB 3.0

26-11-2014 | 08:51 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Se não abdicam de um portátil para trabalhar, mas também não dispensam um monitor de maiores dimensões acompanhado por rato e teclado para o fazerem, este monitor "docking" da Philips poderá ser a solução, permitindo que a vossa rotina se limite à ligação de um único cabo USB entre o portátil e o monitor.

Para muitos utilizadores a chegada ao trabalho e o regresso a casa é acompanhado por um ritual de ligar e desligar fichas ao seu computador portátil: ficha de vídeo, fichas USB do rato, teclado, rede, etc. Mas com este monitor Philips USB Docking de 23" - e agora com resolução Full HD e painel IPS para maior qualidade de imagem - o processo resume-se à simples ligação de um único cabo USB 3.0 para tudo.

O monitor tem portas USB, colunas, entrada para microfone, e até ficha Ethernet, Tudo coisas que ficam imediatamente ligadas ao vosso portátil usando-se um simples cabo USB 3.0. Para além disso temos funcionalidades de poupança de energia, como o modo que detecta que o utilizador saiu da frente do monitor e reduz o brilho do ecrã; para além de também poderem rodar o monitor 90º para ficar em modo vertical.

Este monitor é compatível com os sistemas operativos Windows, MAC OS e Linux, e já está disponível nas lojas nacionais com um preço recomendado de 349 euros.

topo

T-Mobile limita a velocidade dos utilizadores - excepto nos testes de velocidade

25-11-2014 | 22:12 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Por muito que se queira dar o benefício da dúvida de que há operadores de telecomunicações e de internet que são sérios e respeitam os clientes, regularmente lá surgem motivos que nos fazem pensar que isso é uma autêntica causa perdida - como agora aconteceu com a T-Mobile norte-americana, que vai ser obrigada a mostrar as velocidades reais limitadas, uma vez que aplicava excepções sempre que utilizador fizesse testes de velocidade.

A T-Mobile, tal como alguns operadores nacionais, usa o sistema de um limite de dados mensais após o qual as velocidades caiem para valores de 128 ou 64Kbps. Não está em causa se isso é correcto ou não (pessoalmente acho que é preferível a ter a ligação cortada ou serem cobrados dados extra), o problema é que se fossem fazer um teste de velocidade, iriam estranhar obter os valores de Megabits que o vosso plano e telemóvel permitissem atingir.

Sim, tal como aquelas marcas que foram apanhadas a detectar benchmarks e a acelerar os seus processadores, também a T-Mobile usava um sistema que dá sempre a máxima velocidade a quem estiver a fazer testes de velocidade, mesmo quando estão sujeitos a limitações de velocidade. Depois de muitas reclamações dos clientes e intervenção da FCC, a T-Mobile vai ser obrigada a mudar este sistema, de modo a mostrar aos seus clientes quais as velocidades efectivas que podem obter de acordo com as limitações que estiverem a ser aplicadas no momento.

Com este tipo de situações, como se poderá ter qualquer ilusão de que, se a neutralidade dos dados e da internet não estiver claramente e inequivocamente protegida por lei, os operadores não irão fazer todos os abusos possíveis e imagináveis - como este que já estavam a fazer? (E não vamos entrar na questão de que serviços de música contam ou não para o tráfego, como infelizmente alguns operadores por cá também já vão fazendo.)

topo

discuss√Ķes sobre arquitetura

25-11-2014 | 21:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Arquitetos projetam e executam, dentre outras coisas, construções magníficas, edifícios que impressionam. Fazem curvas, ângulos retos, parábolas, elipses, cubos, quadrados e círculos. Projetam, também, enclaves fortificados, (auto)segregadores, cidades desiguais e espraiadas. Agora pergunto: e a arquitetura para quem precisa de arquitetura?


Ler o artigo completo

topo

sensibilidade, um dom de poucos

25-11-2014 | 21:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Por que Tolstoi foi Tolstoi? Ou melhor, como Tolstoi conseguiu escrever o que escreveu? Ou então Victor Hugo? Ou então Miguel Cervantes? Ou então Goethe? Ou então Machado de Assis? Ou então Kafka? Como esses sujeitinhos tiveram a capacidade de expressar tantos sentimentos, situações e pensamentos humanos e de maneira tão viva e transformadora?


Ler o artigo completo

topo

Atenção: um simples cigarro electrónico é capaz de infectar computadores com malware

25-11-2014 | 18:39 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Se fumar já faz mal aos pulmões, agora parece que faz mal ao nosso computador também, já que ficámos a saber que cigarros electrónicos fabricados na China estão a ser usados para infectar computadores com malware.

Cigarro Electrónico Computador

O computador do chefe tem malware, outra vez…

A história apareceu numa página do popular site Reddit, e nela o user Jrockilla, partilha a sua experiência com o caso de um executivo que, apesar de ter a sua maquina devidamente actualizada e protegida com software próprio contra vírus e malware, acabou por “contrair” uma destas nefastas “infecções”.

Depois de diversas horas gastas pela equipa de IT a percorrer logs e outras fontes para tentar descobrir a fonte da dita cuja infecção, tudo estava aparentemente normal.

O próximo passo, foi contactar o executivo e fazer uma simples, mas eficaz pergunta: “O que é que mudou na sua vida recentemente?”. O executivo responde que a única mudança recente foi o facto de ter deixado de fumar há já duas semanas, e ter passado a usar um cigarro electrónico.

E qual Arquimedes de Siracusa, ouve-se alguém dizer “Eureka”. Estava encontrado o problema e a origem do malware.

Um simples carregamento por USB pode ser perigoso

Claro que nunca ninguém pensaria que um cigarro electrónico pudesse conter outro material “nocivo” (além da nicotina, obviamente). Mas a verdade, é que o que a equipa de segurança encontrou, foi um engenhoso sistema que, quando o utilizador ligava o cabo usb ao cigarro para o carregar, era executado um programa que fazia um simples “telefonema para casa”, i.e. ligar-se a um servidor remoto, e dar inicio à descarga e instalação do malware.

Deixando o tom mais humorístico de lado, este problema não afecta só o cigarro electrónico pois diversos gadgets que há por ai (modelos radio controlados, canecas que aquecem café, ventoinhas, lanternas, etc), e mesmo até outros mais “sérios”, que apesar de parecerem aparentemente inócuos, pelo simples facto de poderem ser ligados a uma porta USB de um computador para carregar, são suficientes para causar problemas.

Não quero com isto que se sintam alarmados ou que desatem a destruir todos os gadgets que têm em casa. Não. Apenas usem este exemplo e passem a ter mais alguma atenção ao que ligam ao vosso computador. Se for demasiado barato, desconfiem sempre.

topo

√öltimas

25-11-2014 | 18:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Lollipop com degradação gradual no desempenho?


Para já, não passa de especulação, mas há vários utilizadores a queixarem-se de uma degradação no desempenho após um longo período sem reiniciar o Android. 
No caso dos meus Nexus, só tenho razões de queixa do N5. Quando saía de uma app, estava-me a redesenhar o ecrã inicial.
Fui verificar o que tinha aberto, e a lista de aplicações era enorme. Tratei de fechar a maioria delas, mas a diferença não se fez notar.

Curiosamente, agora passadas duas horas sobre o facto, o desempenho parece ter voltado ao normal, não estando o Android a redesenhar o ecrã inicial depois de sair das apps.

E os caros leitores, tem observado algum comportamento estranho?
Via AP




Sky Force 2014 redesenhado para Android TV


Este pode bem ser um bom empurrão para o Android TV.
A Infinite Dreams, responsável por trazer este jogo para o Android, vai agora criar uma nova versão deste shoot'em'up, passando a ser possível jogarem duas pessoas em simultâneo (havendo dois comandos para o Nexus Player).

São este tipo de mudanças que podem marcar a diferença e lançar o Android TV para outro nível. A ver vamos no que dá.



Borlas do dia:


Curtas:

topo

Super Tablet S Pad - as "pechinchas" tecnológicas em Portugal

25-11-2014 | 18:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Estavam com saudades da nossa rubrica das "pechinchas tecnológicas"? Pois bem aqui vem mais uma da qual se deverão manter o mais afastados possível, e também alertar para que pais, avós e outras pessoas menos informadas façam o mesmo. Desta vez o "negócio" promete um desconto de 75% num fantástico tablet, que em vez de 399 euros fica por apenas 99 euros.

Este Super Tablet S Pad é um fantástico tablet de 7" com uma igualmente fantástica resolução de 800x480 pixeis; um CPU dual-core a 1.5GHz, 512MB de RAM, 4GB de Flash (+microSD), câmara frontal, e coisas ainda mais espantosas como "external GPS support by Internet bult-in" (sim... deve ser mesmo só para ficar bonito e "fantástico") assim como o "LCD support 3D playing".

Se pensarem por algum momento que seja, que isto por 99 euros até pode não ser mau negócio... desenganem-se! Continua a ser péssimo negócio - e felizmente, não faltam outros panfletos para o demonstrar...


A vantagem de levar com publicidade na caixa do correio na minha zona, é que todas as empresas parecem ter decidido utilizar os mesmos "distribuidores", o que faz com que a grande maioria da papelada chegue toda no mesmo dia. Por isso, para além da revista que traz estas habituais "pechinchas", temos outros panfletos de outras lojas... e nas quais encontramos tablets em tudo superiores a este (resolução RAM, flash, câmara e versão Android mais recente) por valores que vão dos 77 aos 89 euros.

Portanto... deixem de lado este "imperdível" desconto de 75%, que mesmo sem desconto nenhum podem ficar muito melhor servidos com outros produtos que facilmente podemos encontrar no mercado.

topo

OAuth Pin Based Authorization for Twitter, LinkedIn, Imgur and Others

25-11-2014 | 18:13 | Manuel Lemos | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

By Manuel Lemos
Some applications need to access OAuth based APIs but since they are not based on regular Web browsers, they need to need to use an alternative method to obtain the user authorization.

Pin based authorization is a method used for instance by applications based on the command line, desktop applications, embedded systems, game consoles, and certain types of mobile apps.

Read this article to learn how the pin based OAuth authorization process works and how can you implement it in your applications using the PHP OAuth API class.

topo

Agora sim: Eis o trailer completo de "Jurassic World"

25-11-2014 | 17:34 | J. B. Martins | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

jurassicworld2.jpg

Apesar de estar anunciado para a próxima quinta-feira, o produtor Frank Marshall resolveu fazer uma pequena grande surpresa de Dia de Ação de Graças e divulgou há poucos minutos no Twitter o trailer de "Jurassic World", provavelmente para fugir à loucura que se prevê no próximo fim de semana com o primeiro teaser do novo "Star Wars".

Sem mais demoras aqui fica o menino do momento.

topo

Investigadores criam mapa da densidade populacional com base nos telemóveis

25-11-2014 | 17:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Investigadores mostraram como é possível usarem-se dados das chamadas telefónicas para criar mapas com elevada precisão da densidade populacional num país, informações que permitem analisar quase em tempo real as movimentações e migrações das populações.

Saber por onde andam os cidadãos é um critério importante para uma correcta avaliação (e planeamento) de serviços e infraestruturas; mas a forma tradicional de o fazer - com os censos - é demasiado morosa, dispendiosa, e espaçada no tempo (a cada 10 anos, em Portugal) para poder dar resposta à sociedade dinâmica em que vivemos. Investigadores recorreram aos fiéis companheiros da actualidade - os telemóveis - para criarem mapas bem mais precisos da densidade populacional.

Com base nos registos das chamadas telefónicas (sem dados sobre quem as fez, obviamente) e a sua localização, e mesmo tendo em conta que a presença e utilização dos telemóveis poderá fazer desviar ligeiramente os resultados, estes investigadores conseguiram demonstrar que esta técnica é bastante eficaz para nos dar um retrato do país, com a grande vantagem de poder ser feita quase em tempo real e mostrar as diferenças sazonais (como a concentração nos grandes centros urbanos em período de trabalho, e a deslocação para o Algarve, praias, e alguns pontos do interior nos períodos de férias.

Sabendo-se que muitos destes nossos dados andam por vezes a ser usados indevidamente sabe-se lá por quem, o mínimo que se poderia exigir é que os mesmos sejam disponibilizados publicamente para permitir a sua utilização para estudos mais úteis e que possam ser usados para melhorar a qualidade de vida de uma população. (E neste caso estamos só a falar de dados das chamadas telefónicas - imaginem só o que seria possível fazer com os dados das localizações dos telemóveis, mesmo sem fazerem chamadas, e que todos os operadores também terão nas suas bases de dados.)

topo

Notícias do dia

25-11-2014 | 16:31 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

A ASRock anunciou uma motherboard com dual ethernet de 10Gbits; o Delayed Lock minimiza a "chatice" dos códigos PIN no teu Android; a Sony volta a enfrentar (e sucumbir) ao ataque de hackers; o Pushbullet ganhou copy-paste universal entre plataformas; e mais um desastre no Indiegogo, desta vez chamado Mu Thermal Camera.

Antes de passarmos às notícias do dia, já temos um novo gadget para vos oferecer esta semana - um módulo de tomada controlado por WiFi - e também já estão todos convocados para aparecem no nosso próximo meeting mensal, que é já este sábado.


Comunicações wireless 2x mais rápidas com full-duplex


Quem já usou walkie-talkies conhece bem os problemas de se transmitir e receber informação usando o mesmo canal. Para que as pessoas se entendam é necessário que apenas uma pessoa esteja a transmitir, passando depois à escuta - um sistema conhecido por half-duplex. Mas investigadores criaram um circuito simples e compacto que permitirá comunicações wireless full-duplex na mesma frequência, que permite que dispositivos transmitam e recebam dados simultaneamente e sem interferências.

... Agora só falta esperar que estas melhorias rapidamente cheguem a produtos reais.



Samsung revela nova EyeCan+ para utilizadores tetraplégicos


Para aquelas pessoas para quem um simples gesto é difícil ou impossível, a Samsung mostrou o seu novo sistema EyeCan+ que permite controlar um PC apenas com os olhos. Sendo uma evolução, este novo sistema já não necessita de maquinaria volumosa nem da utilização de óculos especiais, necessitando apenas ser colocado na base de um ecrã a algumas dezenas de centímetros do utilizador.

Infelizmente, a Samsung não tem intenções de comercializar este produto, dizendo que é um mercado demasiado reduzido e específico. Esperemos que reconsiderem, ou que alguém aproveite a ideia para tornar isso ainda mais económico (a Samsung diz que este sistema tem um custo de $500) e ao alcance de todos os que necessitarem destes sistemas.


MEO Localizz chega aos Windows Phone


Se querem saber por andam os membros da família e usam principalmente smartphones da Microsoft, vão gostar de saber que agora o MEO Localizz também já está disponível para smartphones Windows Phone. O serviço permite localizar até 5 pessoas em tempo real, e também definir zonas de segurança, com alertas sempre que se entre ou saia dessas zonas.

Depois do primeiro mês grátis, o serviço implica o pagamento de 2,99 euros para a instalação em três telemóveis; 3,99 euros para 5 telemóveis.


Make recomenda a impressora 3D portuguesa BeeTheFirst


Bonita e inteligente, é assim que a Make descreve a "nossa" BeeTheFirst, uma impressora 3D que pretende simplificar e tornar a impressão 3D acessível a qualquer pessoa. Para que o faça de forma ainda mais abrangente só seria preciso reduzir o seu preço (1990 euros) para valores mais comportáveis para a maioria das pessoas - mas por outro lado, temos que nos relembrar que "temos aquilo que pagamos".



Curtas do Dia


Resumo da Madrugada

topo

Trailer de "The Interview", o tal filme que levou a Coreia do Norte a ameaçar os EUA com uma guerra

25-11-2014 | 15:45 | J. B. Martins | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

theinterview.jpg

Se quiserem saber o que deixou o 3.º Líder Supremo da Coreia do Norte tão furioso, passem pelo novo trailer de "The Interview". Mas cuidado: o Kim Jong-un pode estar a ver.

topo

Delayed Lock evita o código PIN no teu Android

25-11-2014 | 15:30 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Nos dias que correm é impensável andar com um smartphone que não esteja protegido com um código PIN ou outro sistema de bloqueio; mas andar a introduzir o código dezenas (ou centenas) de vezes ao longo do dia também se torna chato. Este Delayed Lock ajudará a reduzir drasticamente o número de vezes que teremos que introduzir um PIN.

No Android Lollipop o Google já adicionou a capacidade de mantermos o nosso Android desbloqueado quando estamos em determinados locais ou na proximidade de certos dispositivos Bluetooth, mas há milhões de dispositivos Android que nunca irão receber o Android 5.0. Com este Delayed Lock, esta funcionalidade pode chegar a praticamente todos os Android, mesmo os mais antigos.

A ideia é adiarem a entrada em funcionamento do lock-screen, mas apenas quando estão em determinados locais, ou ligados a certas redes WiFi, ou na proximidade de certos dispositivos bluetooth, ou até se estiverem com o smartphone ligado ao carregador (útil para quando o têm ligado a um carregados no carro, por exemplo). Claro que isto só acontecerá depois de desbloquearem o smartphone uma primeira vez - pelo que não há o risco de alguém ligar o vosso smartphone ao carregados e imediatamente ter acesso ilimitado ao mesmo.

Embora seja possível efectuar este tipo de coisa com apps como o Tasker e o Llama, com este Delayed Lock isto torna-se bem mais simples e ao alcance de qualquer utilizador, e a poupança na introdução do "PIN" dezenas de vezes ao longo do dia mais que justifica o seu preço de 1.99 euros.

topo

O Post dos Posters [189]

25-11-2014 | 14:53 | J. B. Martins | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Os melhores posters da última semana devidamente arrumados num post ligeiro para consumir com moderação.

inside_out_ver8_280x417.jpg open_secret_280x417.jpg

pan_280x417.jpg pitch_perfect_two_ver2_280x417.jpg

spongebob_squarepants_two_ver3_280x417.jpg starry_eyes_ver5_280x417.jpg

 

topo

DrawType é um teclado iOS que te deixa desenhar o que não quiseres escrever

25-11-2014 | 14:14 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Depois de anos sem qualquer alternativa ao teclado do sistema o iOS8 tem agora assistido ao surgimento de teclados e mais teclados, de todos os estilos e feitios - e provavelmente nenhum o demonstra de melhor forma que este DrawType, que nos deixa desenhar o que quisermos.

O DrawType é um teclado que poderá ser usado até por quem não souber escrever, pois na prática funciona como uma folha em branco na qual poderemos desenhar o que quisermos (incluindo "escrever" se assim o desejarmos.) Será o teclado ideal para todos aqueles para quem "uma imagem vale por mil palavras" é mesmo para levar à letra; mesmo se para a maioria das pessoas me pareça que o tempo necessário para desenharem algo reconhecível será superior ao de escreverem a mensagem num teclado convencional.

Este teclado dá-nos as opções de desenho habituais, e quando tiverem concluído a vossa obra-prima, a mesma será copiada para a área de transferência, deixando-vos "colar" a imagem numa mensagem, ou email, ou qualquer outra app que permita a transferência de imagens.

Por 89 cêntimos não é caro, mas suspeito que será algo que apenas será utilizado como curiosidade por alguns utilizadores durante algum tempo, e que rapidamente regressarão a um teclado normal. Mas, posso sempre estar enganado e este teclado tornar-se tão popular que nos fará esquecer os teclados com teclas.

topo

Passatempo de Natal do RD entra na segunda fase!

25-11-2014 | 13:56 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Como sabes o Revolução Digital em parceria com a Sony Mobile está a oferecer um smartphone Xperia E3 que pode muito bem vir a estar no teu sapatinho este Natal. Depois de sete dias em que andámos a divulgar preciosas pistas chegou a hora de as utilizar nesta segunda fase do nosso Passatempo de Natal!

Passatempo Natal 2014

Ho ho ho, já cheira a Xperia E3

O Sony Xperia E3 é com certeza uma prenda que muitos não se importariam de receber. Trata-se de um smartphone Android que tem como particularidade oferecer a possibilidade de utilizarmos redes 4G para acedermos à internet.

Tem também outros argumentos que te convido a descobrir na página oficial do Xperia E3.

Nesta altura deves de estar é em pulgas para saberes o que fazer para te habilitares a ser o vencedor deste fantástico prémio.

Se estiveste atento nos últimos dias deverás ter contigo as sete coordenadas que fomos partilhando. Se não as tens todas ainda as podes descobrir nos artigos que fomos publicando desde a passada terça-feira.

Como te tínhamos indicado, essas coordenadas vão servir para encontrares uma “palavra mágica”… na grelha que se segue!

grelha_passatempo_2

Então? Já tens a palavra? Se sim estás certamente mais perto de conseguir ganhar o Xperia E3 pois falta apenas mais um passo: responderes a três perguntas sobre este smartphone.

Todas as respostas estão na página oficial do Xperia E3 pelo que não há mesmo razões para falhares. Podes responder às perguntas no formulário que se segue, sendo que também deverás indicar a palavra mágica que encontraste graças às coordenadas.

Não te esqueças de indicar o teu nome e número de telefone válido para que te possamos contactar no caso de ganhares (não te preocupes que não iremos utilizar esses dados para mais nenhum fim nem transmiti-los a terceiros).

A carregar…

Podes participar até ao dia 30 de Novembro às 23:59. Só será aceite uma participação por pessoa contando apenas a primeira participação.

Depois de validadas iremos compilar a lista das participações que tenham acertado nas respostas e na palavra mágica, ordenando-as por ordem de chegada.

O vencedor será a 79º participação correcta e será contactado por telefone. Se não o conseguirmos contactar haverá dois suplentes: a resposta certa número 85 e 95. O vencedor será anunciado no dia 3 de Dezembro.

Relembro-te que para teres acesso a todos os nossos artigos assim como a informações importantes sobre o passatempo podes registar-te na nossa newsletter:


Boa sorte!

FAQ

  1. Quantas fases terá este passatempo?
    Este passatempo terá duas fases distintas: uma primeira onde serão divulgadas, diariamente, coordenadas que te ajudarão a encontrar a palavra mágica essencial para a segunda fase do passatempo.
  2. Na primeira fase onde é que posso encontrar as coordenadas que me ajudarão a encontrar a palavra mágica?
    As imagens com as coordenadas serão partilhadas no final dos artigos publicados no RD
  3. Quantas coordenadas serão partilhadas por dia?
    Todos os dias será partilhada apenas uma coordenada, num dos artigos publicado nesse dia
  4. Quantas coordenadas serão partilhadas?
    Ao todo serão partilhadas 7 coordenadas
  5. Quando começa a segunda fase?
    A segunda fase deste passatempo começa a 25 de Novembro
  6. Quem pode participar?
    Este passatempo está aberto a todos os leitores do Revolução Digital que residam em Portugal
  7. Até quando posso participar?
    Podes enviar a tua participação através do formulário disponível para o efeito até ao dia 30 de Novembro às 23:59
  8. Posso enviar mais do uma participação?
    Não. Se o fizeres será contada apenas a primeira participação enviada
  9. Como será encontrado o vencedor?
    Depois de validadas as participações serão ordenadas por ordem de chegada. O vencedor será a 79ª participação correcta a ser enviada
  10. Como será contactado o vencedor?
    O vencedor será contactado telefonicamente entre os dias 1 e 3 de Dezembro. Por isso verifica bem o número de telefone que inserires no formulário
  11. Há suplentes?
    Sim. As participações certas 85 e 95 serão designadas como suplentes caso o vencedor não esteja contactável.

Boa sorte a todos!

topo

Amazon Free App: Jack Lumber

25-11-2014 | 12:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

 

A app gratuita de hoje da Amazon é o Jack Lumber, um jogo ao estilo Fruit Ninja, onde temos de cortar o que nos aparece pela frente. Neste caso, troncos.



O Jack Lumber custa 2,18€ no Google Play .







topo

Ganha uma tomada eléctrica controlada por WiFi

25-11-2014 | 12:30 | A Minha Alegre Casinha | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Semanalmente oferecemos gadgets no nosso site principal "Aberto até de Madrugada", mas desta vez a prenda será bem ao gosto de todos os que estão mais interessados na "casinha": um módulo de tomada com controlo WiFi Orvibo S20.

O Orvibo S20 WiFi é um módulo de tomada que podem encaixar em qualquer tomada eléctrica, e que a partir daí permite controlar remotamente o que lá ligarem, através do vosso smartphone Android ou iOS.

Este módulo custa menos de 20 euros, o que é um preço irresistível, ainda para mais considerando que para além do controlo manual também podem programar temporizações para ligar/desligar, assim como definir um tempo restante para que o aparelho se desligue (considerando que um simples temporizador digital de tomada por vezes custa isto ou mais... fica tudo dito.)




Já sabem como funcionam os nossos passatempos semanais: ao longo dos próximos dias iremos colocando diferentes perguntas no formulário que se segue, e no final o mesmo será oferecido aleatoriamente entre os participantes que tiverem acertado correctamente pelo menos numa delas (sendo que mais respostas certas melhorarão as vossas probabilidades de ganharem - mas atenção, pois apenas conta a primeira resposta que derem a cada pergunta.)


Loading...


Passatempo aberto a todos os participantes com morada em Portugal.

topo

Flow - um jog dial bluetooth que também detecta gestos

25-11-2014 | 12:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Embora o método mais popular de interacção com os computadores continua a ser o rato e teclado, há muitos outros modos de o fazer. Este Flow é um controlador bluetooth que será do agrado de todos os que trabalham com programas de áudio, fotografia, vídeo... e não só.

Controladores rotativos "jog dial" não são nada de novo e são usados há muito tempo, especialmente para utilização profissional nas áreas acima indicadas, mas este Flow leva o conceito a outro nível. Para além de funcionar como um jog dial wireless, em que o podemos rodar para obter um controlo com elevada precisão, o Flow é também capaz de detectar gestos na sua superfície... e mesmo gestos feitos por cima dele. Para além disso pode ser programado com atalhos para as acções mais populares.

Os seus criadores dizem que o Flow será compatível com dezenas de programas populares, como o Photoshop, Premiere, Final Cut, Spotify, e até o YouTube.

Embora seja difícil (leia-se: impossível) avaliar o "feeling" deste Flow à distância, se nos basearmos apenas na sua lista de potencialidades e no seu preço de cerca de 80 euros (89 dólares + 10 de portes para a Europa), não me parece que haja falta de interessados. E talvez por isso a campanha vá tão bem encaminhada mesmo tendo sido lançada apenas ontem.

topo

App Gratis: Battery++: Battery Saver Free

25-11-2014 | 11:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

A "App Gratis" de hoje é o Battery++, uma aplicação que promete "esticar a bateria do vosso Android.


O Battery++ é grátis, mas a versão sem anúncios custa €0,75. Para o poderem usar gratuitamente, só têm que aceder ao App Gratis e fazer a instalação a partir da app.

topo

ASRock lança motherboard com dual Ethernet 10Gbit

25-11-2014 | 11:01 | Aberto até de Madrugada | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Se uma rede gigabit já não vos chega, a ASRock acaba de anunciar uma motherboard que não só vem equipada com as habituais duas portas gigabit ethernet, como também traz duas portas de 10Gbits.

A ASRock X99 WS-E/10G é uma motherboard que virá a calhar para aqueles que já estão a fazer contas, ou já investiram, na criação de uma rede de 10Gbits em casa (ou empresa). Importa relembrar que enquanto o material de rede para velocidades gigabit pode ser encontrado ao preço de poucos euros, quando se dá o salto para os 10Gbits a coisa muda de figura: uma simples placa de rede de 10Gbits pode custar entre 400 e 800 dólares, e um switch terá preços que vão daí para cima.

Para além disso também temos quatro portas PCIe x16, que se podem multiplicar em 6 portas x8 + 1 x16; 12 portas SATA 6Gbps, SATA Express e M.2, 8 portas USB 3.0, e backpanel de baixo perfil para que possa ser montada numa caixa 1U para racks.

Tudo muito bonito, mas se estiverem a pensar comprar uma, é melhor irem-se preparando para um preço na ordem dos 800-900 dólares; um preço suficiente para que muitas pessoas comprassem um computador completo bem decente. Mas... para quem valorizar a conectividade 10Gbits, o preço até pode ficar em conta, considerando o custo de comprar uma board e depois adicionar-lhe placas de rede 10Gbits.

... E parece que ainda ontem, a ideia de passar de uma rede de 10Mbps para 100Mbps parecia... alucinante!

topo

7 Minute Workout

25-11-2014 | 11:00 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Se fazem parte daquela enorme grupo de pessoas (onde eu estou incluido) que arranja sempre uma "boa desculpa" para não fazer exercício físico, com o 7 Minute Workout deixam de ter desculpas.


O 7 Minute Workout apresenta-nos um conjunto de 13 exercícios para executar durante 30 segundos cada, com um intervalo de 10 segundos para "descansar". A única coisa que precisam para fazer os exercícios é de uma cadeira e uma parede, portanto, acabaram-se mesmo as desculpas.


Mas se a duração dos exercícios ou das pausas não vos agradar, podem alterá-las para os tempos que mais se adaptarem ao vosso caso. E nem sequer faltam as notificações para não se esquecerem do treino diário.


É claro que se quiserem podem repetir a dose e "malhar" durante mais 7 minutos ;-)


topo

NOS Roya: o novo smartphone low-cost da portuguesa NOS

25-11-2014 | 09:02 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

A NOS é uma das principais empresas no mercado das telecomunicações em Portugal, tendo alguns equipamentos low-cost de marca própria. Esta oferta foi agora alargada, com o anúncio do novo smartphone NOS Roya.

NOS Roya é a nova oferta para o mercado dos smartphones low-cost

NOS Roya apresenta características interessantes para o seu mercado alvo

Sendo o NOS Roya um equipamento criado para competir no mercado low-cost não podemos esperar especificações extraordinárias mas, para o preço pedido, são muito interessantes.

Assim sendo, temos um equipamento com um processador Snapdragon 410 quad-core a 1.2 GHz, 1 GB de RAM, 5GB de memória interna e um ecrã de 4.6 polegadas, com uma resolução de 480×854 pixels. As suas dimensões são de 132.5 x 65.4 x 9.95 mm e pesa 147 gramas.

Dimensões

Em termos de câmaras fotográficas, o NOS Roya possui uma câmara traseira de 5MP e a frontal é apenas VGA. Tem uma bateria de 2000mAh, conectividade 4G e vem com Android KitKat 4.4.4.

Apresentado que está este novo equipamento, vamos agora falar no preço a que será comercializado.

Preço acessível e variável mediante contrato

Com disponibilidade a partir do dia de ontem, dia 24 de Novembro, em preto ou branco, o NOS Roya pode ser adquirido em qualquer loja NOS por apenas 99.90€, mas o site da operadora oferece um desconto de 10€.

Obviamente estes preços podem ser diferentes se o adquirirmos aliado a um tarifário da operadora. Assim sendo, com a adesão ao tarifário Todos, ele custará 89.90€. Este preço pode ainda baixar para os 19.90€, mas para tal é necessária a adesão ao tarifário Smart S ou Smart XL.

Com o aproximar da época natalícia, esta é sem dúvida mais uma proposta a ter em conta para colocar no sapatinho de alguém que ainda esteja fora do ecossistema Android.

O que achas deste novo modelo? Acreditas que é uma boa proposta por parte da NOS ou há outro modelo que te enche mais as medidas por este preço?

topo

Os dinossauros est√£o de volta em Jurassic World

24-11-2014 | 21:45 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Se há filme que mexeu comigo durante a minha adolescência esse filme foi o Jurassic Park. Olhando para ele agora vejo-o de forma diferente mas isso é o chamado efeito da idade. Ainda assim a chegada em breve do Jurassic World não deixa de me causar muita curiosidade. Hoje quero partilhar contigo um teaser onde vemos pela primeira vez imagens do filme.

Jurassic World

Um teaser para o trailer do Jurassic World

O primeiro trailer do Jurassic World está previsto apenas para a próxima quinta-feira mas a Universal decidiu aguçar ainda mais o apetite e curiosidade do pessoal lançando um teaser… sobre o trailer.

Não deixa de ser curioso como as coisas vão evoluindo: até à pouco tempo atrás o trailer era o que tinha como missão deixar o pessoal curioso. Agora já fazem teasers para aumentar a curiosidade de algo que tem como objectivo aumentar a curiosidade. Isto faz-me lembrar o Inception :)

Voltando ao nosso Jurassic World deixo-te de seguida o teaser em causa:

Do pouco que se pode ver conseguimos aperceber-nos que o tom deste filme será muito parecido ao do primeiro, fugindo (e bem) dos filmes que lhe sucederam.

Jurassic World vai chegar às salas de cinema em Junho do próximo ano de 2015 e nessa altura saberemos o que se irá passar quando visitantes regressarão a malfadada Isla Nublar 22 anos depois dos acontecimentos do primeiro filme (o tempo exacto que irá decorrer entre a estreia do Jurassic Park e a do Jurassic World).

passatempo-natal_2014_hkjopi

topo

Nascidos para matar

24-11-2014 | 21:30 | Gonçalo Sá | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

1231428 - FURY

 

Por um lado, "Fúria" revisita situações e cenários próximos dos de outros filmes de guerra, com "O Sargento da Força Um" ou "O Resgate do Soldado Ryan" à cabeça, movendo-se por vezes em terreno demasiado reconhecível. Por outro, a nova obra de David Ayer surpreende por ser um monolítico de crueza e desencanto - tão seguro e à prova de bala como o tanque no qual decorre grande parte da acção - que talvez não se esperasse tendo em conta a filmografia do seu autor.

"Fim de Turno" já tinha apresentado um drama envolvente, então com dois polícias, mais equilibrado do que o que estava para trás, e o realizador norte-americano sai-se igualmente bem neste mergulho nos finais Segunda Guerra Mundial centrado em cinco soldados dos Aliados na Alemanha.

Do quinteto, a dupla do sargento e do recruta mais jovem merece atenção especial e lembra a dinâmica entre veterano e novato já vista e revista - em filmes de guerra e noutros, como "Dia de Treino", de Antoine Fuqua, com argumento de Ayer. Mas Brad Pitt e o muito promissor Logan Lerman (aqui a tentar afastar-se da imagem adolescente de Percy Jackson) são tão convincentes, tanto nos momentos de choque como de empatia, que a abordagem de "Fúria" acaba por parecer mais fresca do que o que realmente é.

Os outros soldados não são menos credíveis e, também por isso, é pena que o filme nunca lhes dê tanto tempo de antena. Ainda assim, todos acabam por ter espaço para brilhar: Michael Peña cumpre, mesmo sem poder mostrar o que vale como em "Fim de Turno", Shia LaBeouf comprova que há actor para além das polémicas e Jon Bernthal chega a roubar algumas cenas aos protagonistas na pele da personagem mais imprevisível e explosiva do grupo.

 

furia_2

 

Além de escolher os actores a dedo, Ayer sobressai pelo realismo e intensidade, temperados com algum humor negro, que injecta na maioria destas mais de duas horas pouco preocupadas em apontar inocentes ou culpados - quem esperar um filme de guerra patriótico e insuflado de heroísmo não o encontra aqui, uma das maiores vantagens face ao sobrevalorizado título de Spielberg no qual se poderá ter inspirado.

A forma metódica, rigorosa, e no entanto nervosa com que o realizador filma sequências de combate também eleva "Fúria" acima de boa parte da concorrência - no departamento de blockbusters, então, é cada vez mais raro termos direito a cenas de acção tão bem orquestradas como a do confronto entre dois tanques, a milhas do registo de videoclip hiperactivo com câmara à mão. Mais surpreendente é o abandono do tanque para concentrar a tensão na casa de duas alemãs, pico dramático de um filme a espaços demasiado convencional e linear mas capaz de compensar em desvios como esse - e a ocasião sublinha, talvez como nenhuma outra, a aliança inabalável entre realizador e elenco.

Contasse o desfecho com uma sequência desse fôlego e "Fúria" teria um impacto mais forte e inquietante. Infelizmente, e apesar das valências técnicas de Ayer na sucessão de disparos (já agora, a fotografia cor de chumbo com que Roman Vasyanov forra o filme não lhe fica atrás e não podia ser mais apropriada), os últimos minutos tornam-se mais arrastados do que empolgantes. Mas se o arco narrativo do quinteto podia ser mais bem resolvido, o final não chega a diluir o impacto emocional de uma viagem com muito a reter.

 

topo

GDK [52]: John Wick

24-11-2014 | 21:00 | J. B. Martins | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

 
 

GDK52.jpg

 

topo

√öltimas

24-11-2014 | 18:50 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Nexus 10/Lollipop, problemas no áudio


Uma das primeiras coisas que fiz ao terminar de configurar o Lollipop no meu Nexus 10, foi experimentar o Monument Valley.
Por norma, tenho todos os meu equipamentos sem som, facto que me levou a não detectar que o jogo estava sem efeitos sonoros. Depois de tocar nos botões de volume e ajustar o mesmo, verifiquei que o Nexus tinha ficado sem o pio.
Estranhando o facto, a solução foi a mais óbvia: reiniciar o tablet. Problema resolvido, pelo menos até agora, pelo que não liguei mais a esta questão.

Afinal parece que não sou caso único, podendo este problema não sertão simples de resolver.

É mais um dos problemas de infância do Lollipop, ao que parece causado por aplicações instaladas pelo utilizador. Resta agora descobrir as culpadas.

Snapdragon 810 MDP, o futuro aqui ao lado


Desesperados com os Snapdragon 800, 801 e 805? Têm €€€ prontos a ser utilizados num novo tablet/smartphone?

Se a resposta for afirmativa, podem sempre apostar nos 2 nvos equipamentos que a Qualcomm preparou para os develpers. 

Um smartphone com 6,2" e resolução 2560×1600 (490ppi)  4GB RAM  LP-DDR4, bateria 3020mAh battery, câmara traseira OIS de 13MP e dual flash, câmara frontal de 4MP capaz de gravar a 1080p 120fps , tecnologia QuickCharge 2.0 e sensor de impressão digital na traseira. O equipamento tem ainda um vasto conjunto de sensores, 8 microfones, porta HDMI com suporte de ecrãs 4K, USB 3.0 e emissor de ultra-sons. Nada mau!

O tablet por sua vez apresenta um ecrã de 10.1" UHD 4K (3840×2160) 16:9, 4GB de RAM LP-DDR4,câmaras iguais às do smartphone, e uma simpática bateria de 7560mAh. O tablet também tem o mesmo conjunto alargado sensores, o que junta duas câmaras 3D IR para detecção de movimento e  ainda as indispensáveis colunas frontais.
Via AndroiAuthority


Borlas do dia:


Curtas:

topo

Amazon Free App: Muffin Knight

24-11-2014 | 17:21 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A app gratuita de hoje da Amazon é o Muffin Knight, um jogo que mistura a acção com as plataformas.



O Muffin Knight custa €0,75 no Google Play.

topo

Fracos resultados de vendas podem trazer mudanças na gestão da Samsung

24-11-2014 | 16:00 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Fontes não confirmadas, mas ligadas à gestão de topo da Samsung, afirmaram ao Wall Street Journal que devido aos fracos resultados de vendas no último ano, a gestão de topo da marca coreana pode estar prestes a mudar.

Samsung Exec Walking

Como é hábito nestas coisas, as fontes são “secretas” e a Samsung obviamente que “se recusa a comentar sobre rumores e especulações”, mas contra factos não há argumentos e apesar das vendas do Galaxy S5 estarem a aumentar nos EUA, a verdade é que o modelo de topo da marca coreana, vendeu “apenas” 12 milhões de unidades nos primeiros três meses de venda, menos 4 milhões que o Galaxy S4 e no geral, as vendas estão 40% abaixo do previsto. Só para terem uma ideia, só na China as vendas da Samsung caíram 50%, e o lucro operacional do terceiro trimestre fiscal de 2014 caiu 74%.

A vida realmente não está facil para aqueles lados, e além de venderem pouco, ficámos a saber que as encomendas do Galaxy S5 foram feitas em volume excessivo, e que por isso se gastou mais do que o previsto em campanhas especiais para evacuar estes excedentes. Juntando a isto as notícias passadas sobre a intenção da Samsung em “reformular profundamente a sua linha de smartphones”, podemos estar mesmo a assistir a um ponto de viragem na gestão da marca coreana, que também está sobre forte pressão de fabricantes chineses como Xiaomi, Lenovo, Oppo ou Huawei.

Para já, as fontes do WSJ, e que segundo estes representa a maioria de opinião dentro da empresa, dizem que o actual executivo responsável pela área de smarpthones e co-CEO J.K. Shin poderá brevemente ceder o seu lugar a outro executivo e também co-CEO B.K. Yoon, que lidera as áreas de Televisores, frigoríficos e electrodomésticos Samsung. Outro candidato a liderança, mas menos provável, é Jay Y. Lee, actual vice-presidente e filho de Lee Kun-Hee, o actual presidente da companhia e grandemente responsável pela popularidade atingida pela marca a partir dos anos 90, que em Maio sofreu um problema cardíaco, o que tem suscitado só por si o aparecimento destes rumores de substituição. Além disso, a Samsung é conhecida por, no final de cada ano, “rodar” a sua estrutura organizacional, para segundo a própria, “injectar sangue novo” nas suas diversas áreas. E dado que esta “rotação” acontece por alturas do inicio do mês de Dezembro, é natural que rumores como este se tornem ainda mais fortes.

Portanto, poderemos estar à beira de ver mudanças drásticas e agressivas na gestão da Samsung, mas mais importante que isso são as consequências que estas mudanças terão nos produtos que nos chegam às mãos.

topo

GIT - the stupid content tracker

24-11-2014 | 14:37 | Entre a cadeira e o teclado | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

"Initial revision of "git", the information manager from hell ~ Apr 2005"


GIT - the stupid content tracker

"git" can mean anything, depending on your mood.

 - random three-letter combination that is pronounceable, and not
   actually used by any common UNIX command.  The fact that it is a
   mispronounciation of "get" may or may not be relevant.
 - stupid. contemptible and despicable. simple. Take your pick from the
   dictionary of slang.
 - "global information tracker": you're in a good mood, and it actually
   works for you. Angels sing, and a light suddenly fills the room. 
 - "goddamn idiotic truckload of sh*t": when it breaks

This is a stupid (but extremely fast) directory content manager.  It
doesn't do a whole lot, but what it _does_ do is track directory
contents efficiently. 

There are two object abstractions: the "object database", and the
"current directory cache".

The Object Database (SHA1_FILE_DIRECTORY)

The object database is literally just a content-addressable collection
of objects.  All objects are named by their content, which is
approximated by the SHA1 hash of the object itself.  Objects may refer
to other objects (by referencing their SHA1 hash), and so you can build
up a hierarchy of objects. 

There are several kinds of objects in the content-addressable collection
database.  They are all in deflated with zlib, and start off with a tag
of their type, and size information about the data.  The SHA1 hash is
always the hash of the _compressed_ object, not the original one.

In particular, the consistency of an object can always be tested
independently of the contents or the type of the object: all objects can
be validated by verifying that (a) their hashes match the content of the
file and (b) the object successfully inflates to a stream of bytes that
forms a sequence of <ascii tag without space> + <space> + <ascii decimal
size> + <byte\0> + <binary object data>. 

BLOB: A "blob" object is nothing but a binary blob of data, and doesn't
refer to anything else.  There is no signature or any other verification
of the data, so while the object is consistent (it _is_ indexed by its
sha1 hash, so the data itself is certainly correct), it has absolutely
no other attributes.  No name associations, no permissions.  It is
purely a blob of data (ie normally "file contents"). 

TREE: The next hierarchical object type is the "tree" object.  A tree
object is a list of permission/name/blob data, sorted by name.  In other
words the tree object is uniquely determined by the set contents, and so
two separate but identical trees will always share the exact same
object. 

Again, a "tree" object is just a pure data abstraction: it has no
history, no signatures, no verification of validity, except that the
contents are again protected by the hash itself.  So you can trust the
contents of a tree, the same way you can trust the contents of a blob,
but you don't know where those contents _came_ from. 

Side note on trees: since a "tree" object is a sorted list of
"filename+content", you can create a diff between two trees without
actually having to unpack two trees.  Just ignore all common parts, and
your diff will look right.  In other words, you can effectively (and
efficiently) tell the difference between any two random trees by O(n)
where "n" is the size of the difference, rather than the size of the
tree. 

Side note 2 on trees: since the name of a "blob" depends entirely and
exclusively on its contents (ie there are no names or permissions
involved), you can see trivial renames or permission changes by noticing
that the blob stayed the same.  However, renames with data changes need
a smarter "diff" implementation. 

CHANGESET: The "changeset" object is an object that introduces the
notion of history into the picture.  In contrast to the other objects,
it doesn't just describe the physical state of a tree, it describes how
we got there, and why. 

A "changeset" is defined by the tree-object that it results in, the
parent changesets (zero, one or more) that led up to that point, and a
comment on what happened. Again, a changeset is not trusted per se:
the contents are well-defined and "safe" due to the cryptographically
strong signatures at all levels, but there is no reason to believe that
the tree is "good" or that the merge information makes sense. The
parents do not have to actually have any relationship with the result,
for example.

Note on changesets: unlike real SCM's, changesets do not contain rename
information or file mode chane information.  All of that is implicit in
the trees involved (the result tree, and the result trees of the
parents), and describing that makes no sense in this idiotic file
manager.

TRUST: The notion of "trust" is really outside the scope of "git", but
it's worth noting a few things. First off, since everything is hashed
with SHA1, you _can_ trust that an object is intact and has not been
messed with by external sources. So the name of an object uniquely
identifies a known state - just not a state that you may want to trust.

Furthermore, since the SHA1 signature of a changeset refers to the
SHA1 signatures of the tree it is associated with and the signatures
of the parent, a single named changeset specifies uniquely a whole
set of history, with full contents. You can't later fake any step of
the way once you have the name of a changeset.

So to introduce some real trust in the system, the only thing you need
to do is to digitally sign just _one_ special note, which includes the
name of a top-level changeset.  Your digital signature shows others that
you trust that changeset, and the immutability of the history of
changesets tells others that they can trust the whole history.

In other words, you can easily validate a whole archive by just sending
out a single email that tells the people the name (SHA1 hash) of the top
changeset, and digitally sign that email using something like GPG/PGP.

In particular, you can also have a separate archive of "trust points" or
tags, which document your (and other peoples) trust.  You may, of
course, archive these "certificates of trust" using "git" itself, but
it's not something "git" does for you. 

Another way of saying the same thing: "git" itself only handles content
integrity, the trust has to come from outside. 

Current Directory Cache (".dircache/index")

The "current directory cache" is a simple binary file, which contains an
efficient representation of a virtual directory content at some random
time.  It does so by a simple array that associates a set of names,
dates, permissions and content (aka "blob") objects together.  The cache
is always kept ordered by name, and names are unique at any point in
time, but the cache has no long-term meaning, and can be partially
updated at any time. 

In particular, the "current directory cache" certainly does not need to
be consistent with the current directory contents, but it has two very
important attributes:

 (a) it can re-generate the full state it caches (not just the directory
     structure: through the "blob" object it can regenerate the data too)

     As a special case, there is a clear and unambiguous one-way mapping
     from a current directory cache to a "tree object", which can be
     efficiently created from just the current directory cache without
     actually looking at any other data.  So a directory cache at any
     one time uniquely specifies one and only one "tree" object (but
     has additional data to make it easy to match up that tree object
     with what has happened in the directory)
    
and

 (b) it has efficient methods for finding inconsistencies between that
     cached state ("tree object waiting to be instantiated") and the
     current state. 

Those are the two ONLY things that the directory cache does.  It's a
cache, and the normal operation is to re-generate it completely from a
known tree object, or update/compare it with a live tree that is being
developed.  If you blow the directory cache away entirely, you haven't
lost any information as long as you have the name of the tree that it
described. 

(But directory caches can also have real information in them: in
particular, they can have the representation of an intermediate tree
that has not yet been instantiated.  So they do have meaning and usage
outside of caching - in one sense you can think of the current directory
cache as being the "work in progress" towards a tree commit).

topo

o que jim morrison nos ensina sobre sexo

24-11-2014 | 13:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Se a sexualidade não fosse um emaranhado de afetos inconscientes, do qual só conhecemos a ponta do iceberg, poderíamos confortavelmente seguir o racional, o saudável, o politicamente correto de cada época


Ler o artigo completo

topo

o que faz o n√ļmero 13 ser t√£o azarado?

24-11-2014 | 13:10 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


O que poderia fazer um número ser tão azarado a ponto de alguns edifícios omiti-lo em suas plantas e pessoas se recusarem a mencioná-lo em suas vidas?


Ler o artigo completo

topo

da euforia à melancolia em um click

24-11-2014 | 13:10 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Para viver em comunidade é preciso se desprender do individualismo, reconhecer que o sujeito é um ser social e tem intrínseca a necessidade de relacionamento. A chamada relação interpessoal promove trocas de informações de acordo com a bagagem cultural associada à educação, história de vida e afabilidade. As redes de relacionamentos trazem duas direções: primeiro, unindo as pessoas ao transmitir informações que chegam cada vez mais rápido pela internet. Segundo, abre contradições, onde as pessoas vão perdendo o contato social, ou seja, ganham em quantidade e perdem em qualidade.


Ler o artigo completo

topo

Alienware Alpha: uma nova proposta para gaming e não só

24-11-2014 | 11:34 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Para os amantes de videojogos, e não só, chega mais uma novidade interessante. A Dell anunciou a comercialização de um novo equipamento all-in-one, denominado de Alienware Alpha.

Dell Alienware Alpha

Depois do adiamento da primeira Steam Machine para o próximo ano, este novo Alienware Alpha vem dar-nos uma ideia do que a Valve está a preparar.

Um equipamento que possuí vários ambientes, desde o Steam ao Windows 8.1

Este pequeno aparelho carrega por defeito uma interface própria, chamada de Alpha UI. Contudo podemos ainda escolher entre uma interface desenhada pela Steam ou mesmo o Windows 8.1, tornando-o assim num pequeno híbrido.

Apesar de todas estes ambientes, não vem equipado com rato nem teclado, trazendo apenas um controlador Wireless Xbox 360.

Alienware AlphaModelos e preços para todas os gostos

Falando agora em hardware, o Alienware Alpha irá variar consoante o modelo que escolhermos, assim como o seu preço.

O modelo mais barato traz um processador Intel Core i3-4130T dual-core a 2.9GHz, 4GB de RAM DDR3, um disco interno de 500GB e uma placa gráfica Nvidia GeForce GTX 860M de 2GB. O preço deste modelo está fixado nos $550, cerca de 443€.

Se optarmos por um Alienware Alpha um pouco mais potente, este custará $699, cerca de 563€, duplicando apenas a memória e armazenamento interno, mantendo as restantes características.

Já o modelo de $799, cerca de 643€, possuí um processador Intel Core i5-4590T quad-core a 3GHz, com os restantes componentes a manterem-se.

Para os que tiverem uma maior capacidade financeira e queiram uma experiência mais fluída, existe a possibilidade de adquirir um modelo com um processador Intel Core i7-4765T a 3GHz e um disco com uma capacidade total de 2TB. Quanto ao preço, este fica por $899, cerca de 724€.

Será possível modificar algum hardware ao Alienware Alpha

O Alienware Alpha proporciona ainda a possibilidade de alterarmos algum do seu hardware. É então possível trocar o CPU e a RAM, mas infelizmente a placa gráfica não poderá ser modificada.

Todos os modelos acima listados possuem conectividade Wireless AC e Bluetooth 4.0, assim como 4 portas USB, duas delas 2.0 e as outras duas 3.0, entrada RJ45, saída HDMI e cabos de áudio ópticos.

Com todas estas opções, o novo Alienware Alpha vem para agradar a vários nichos de mercado. O que têm a dizer desta nova proposta?

topo

as ilustra√ß√Ķes engra√ßadas e inteligentes de shanghai tango

24-11-2014 | 11:20 | Obvious | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


Tango cria ilustrações lindamente bobas que retratam vários animais, pessoas e objetos em suas aventuras incomuns e encontros cotidianos.


Ler o artigo completo

topo

Trailer do trailer de "Jurassic World"

24-11-2014 | 11:14 | J. B. Martins | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

jurassicworld.jpg

Sabemos que um filme é mais do que um filme quando alguém se dá ao trabalho de criar um trailer do trailer.

Fica desde já marcado um encontro para a próxima quinta.

 

topo

Como converter o Nexus 7 para F2FS

24-11-2014 | 10:47 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos


A chegada do Android Lollipop veio relembrar a lentidão que por vezes se abate sobre o Nexus 7 devido às suas memórias flash. O método de limpar a partição da cache apenas minimiza o problema temporariamente, mas hoje trazemos-vos uma solução que embora sendo mais trabalhosa, tem resultados definitivos: alterarem o vosso Nexus 7 de modo a usar o F2FS.

O F2FS é um filesystem que foi concebido de raiz para ser usado com armazenamento "flash", e que por isso pode abandonar por completo as pressupostos dos discos mecânicos; e como vantagem adicional tem uma melhoria substancial no desempenho de todas as operações de leitura e escrita na memória.

Após testar esta opção o Nexus 7 ganhou uma vida completamente nova, com uma velocidade que já nem me parecia ser possível para este tablet com mais de dois anos.)


Para se mudar o filesystem do Nexus 7 de ext4 para F2FS é necessário:
  • Desbloquear o Bootloader, e correr uma Recovery com suporte wipe/format em F2FS
  • Mudar partições (data, cache) de ext4 para F2FS, via opção Wipe no Recovery;
  • Flashar kernel com suporte  F2FS.
Em seguida iremos seguir os procedimentos passo a passo sobre como fazer tudo isto:


AVISO


Façam backup dos vosso conteúdos. Todo os dados do tablet serão eliminados!
E tal como é costume neste tipo de artigos: embora o risco de algo correr mal seja reduzido (e de haver quase sempre hipóteses de recuperação) não poderemos assumir qualquer responsabilidade caso fiquem com um tablet inutilizável. Isto é: se o desejarem fazer, façam-no por vossa conta e risco.

Apesar de um pouco extenso, é aconselhável ler a totalidade do guia antes de executar qualquer um dos passos, de forma a ficarem com uma visão geral do que é necessário, que passos devem ser executados e quais as implicações. Se nunca instalaram uma ROM e não sabem o que é ADB, Recovery, etc, convém aprender esses conceitos primeiro!


1. O que é necessário


Fazer download dos seguintes ficheiros:

1.1) Minimal ADB and Fastboot (ver a secção Prerequisites antes de instalar) https://chnfdn.s.cld.pt
1.2) Nexus Root Tookit (WugFresh) https://zf1h0k.s.cld.pt
1.3) Kernel com suporte a F2FS https://l8w0sv.s.cld.pt
1.4) Team Win Recovery Project 2.8 https://t7m59g.s.cld.pt


2. Preparativos

2.1) [Android] A opção "USB Debugging" tem que estar ligada; ver em Settings-Developer Options (ou ADB Debugging em algumas ROM's). Se não encontram a opção "Developer options", vejam como a poderão activar aqui: LINK


2.2) [Windows] O computador tem que reconhecer o dispositivo, isto é, deve ser possível ver/aceder à drive do Nexus 7 no Windows Explorer.

Instalar o Nexus Root Toolkit e em seguida instalar os drivers necessários a partir da opção "Full drivers install...". Seguir todos os passos indicados.

nota: se já têm os drivers instalados, não é necessário voltar a instalar os mesmos.

Se o Nexus não aparece, experimentar mudar de "USB Mass Storage/PTP" para "MPT" em Settings ; Storage ; USB Computer connection [...] Ver como aqui: LINK

Se o computador continuar a não reconhecer a drive do Nexus, tentem mudar de porta USB, aguardem uns segundos e deixem o Windows finalizar a instalação dos drivers necessários.



2.3) Instalar o Fast ADB, quando vos perguntar qual a pasta para a instalação podem escolher uma diferente da proposta. Eu escolhi c:\adb para simplicidade de acesso.


Copiar para esta pasta o ficheiro da recovery e do kernel anteriormente descarregados: boot-new.img e openrecovery-twrp-2.8.2.0-grouper.img.

Abrir uma janela com a linha de comandos. Se escolheram criar um atalho no desktop, podem utilizá-lo para este efeito.

Aceder à pasta onde instalaram o adb, no meu caso cd \adb

Executar o comando adb devices


Se for listado um número, por exemplo "List of devices attached 5700XXXX device" significa que o Nexus está a ser detectado. Falta no entanto autorizar a ligação USB. No ecrã do Nexus devem ter um caixa com esse pedido. Basta autorizar o mesmo.

Se não aparecer nenhum número, executar/verificar o passo 2) até conseguirem.


3. Flash do Kernel e Boot da Recovery com suporte a F2FS

Só devem executar os passos seguintes quando o computador reconhecer o Nexus 7 devidamente!

O bootloader do Nexus tem de estar desbloqueado. Se ainda não fizeram esta alteração, têm obrigatoriamente de a fazer agora. Para isso, basta utilizarem o Toolkit e seguirem o guia anteriormente publicado: LINK



Nota: seguir estes passos *exactamente* - se algum falhar, não continuar.

3.1) Ligar o Nexus 7 ao PC, isto se ainda não o fizeram

3.2) Abrir uma janela com a linha de comandos e aceder à pasta onde têm o adb instalado, no meu caso cd \adb

3.3) Executar o comando adb devices para garantir que o Nexus está a ser devidamente reconhecido.

3.4) Colocar o Nexus em modo fastboot: adb reboot bootloader

O Nexus vai reiniciar e terão uma imagem com o robot no ecrã. Podem verificar que o lock state já é UNLOCKED. Se for a primeira vez que o fazem, o windows vai instalar o respectivo driver.



3.5) Se executarem o comando fastboot devices, aparece listado o vosso Nexus. Se não for esse o caso, devem voltar ao ponto 2.2 para reinstalar o driver.


Neste momento estão criadas as condições para executar o procedimento.

3.6) Instalar o novo Kernel com o seguinte comando: fastboot flash boot boot-new.img


3.7) Correr a custom recovery: fastboot boot openrecovery-twrp-2.8.2.0-grouper.img



3.8) Ao correr a recovery ficam com o seguinte ecrã no tablet



Opcional: Fazer backup da partição /data

Podem nesta fase optar por fazer um backup da partição data. Só o podem fazer se tiverem até 50% da partição data ocupada. Quem tenha muita coisa instalada, ou o SD interno cheio, que passe esta fase. É melhor copiar fotos e música para o PC, e depois de terminado o processo, reinstalar apps e restaurar os ficheiros que considerar necessário.

Este processo é moroso, há que ter paciência.

Na janela da linha de comandos executar os seguintes comandos:

adb shell
cd /data
tar zcpf data.tar.gz --exclude=./data.tar.gz . .??*
exit

adb pull /data/data.tar.gz


No caso do Nexus das minhas miúdas, que só tem 4 ou 5 jogos (foi limpo aquando da instalação), o ficheiro ficou com 1,1GB e demorou mais de 6 minutos a copiar para o PC. A comprimir foi outro tanto. E ainda falta o restaurar dos dados...




4) Mudar partições de ext4 para F2FS


4.1) Seleccionar Wipe, Advanced Wipe, partição Data e Repair or Change File System


4.2) Seleccionar Change File System, F2FS e por último deslizem o dedo no Swype to change


4.3) Carregar no "back" três vezes até voltar ao ecrã de selecção da partição a formatar (imagem da direita na primeira fila destas imagens) e repetir o procedimento para a partição cache.

Nota: Se quiserem mais tarde voltar ao filesystem ext4 basta executar estes passos, mas escolher ext4 em vez de f2fs.


Se tudo correu como esperado, fazer "Back"



Opcional: Fazer restore do backup da partição  /data que se tinha guardado anteriormente

Na janela da linha de comandos executar as seguintes instruções:adb push data.tar.gz /data/


O 1,1GB "só" demorou um quarto de hora a ser copiado para o Nexus.

Nota: Se por acaso o Nexus não estiver a ser detectado não entrem em stress.


No Tablet, seleccionem reboot e depois bootloader. De seguida, na janela da linha de comandos voltar a corre a recovery:fastboot boot openrecovery-twrp-2.8.2.0-grouper.img.
Neste caso, e só neste caso, repetir o comando:adb push data.tar.gz /data/

Agora vamos descompactar o ficheiro e por fim apagar o mesmo:

adb shell
cd /data
tar zxvpf data.tar.gz
rm data.tar.gz
sync
exit

Fim do Opcional


5. Fim

Resumindo, formataram duas partições com um novo tipo de sistema de ficheiros e instalaram um kernel modificado que reconhece o mesmo. Voltando ao Nexus 7, podem desligar o cabo USB e escolher a opção reboot, system. 

Agora há que ter calma. O primeiro boot demora mesmo muito tempo.



Se ficaram de alguma forma algo assustados com tantos comandos e opções ou têm algum receio em danificar o Android não desesperem. A grande vantagem é que 99% das vezes é possível voltar a por o Nexus a funcionar reinstalando a "factory image" que a Google disponibiliza.


Alguns pontos que correram menos bem:

  • Tinha vários drivers instalados, a solução foi utilizar o toolkit para os remover e voltar a instalar apenas um .
  • O PC nem sempre conseguia detectar o Nexus quando estava com a recovery alternativa. A solução era desligar o Nexus e voltar a correr a recovery. Este aspecto só é importante para quem for utilizar a opção de backup da partição Data. Para alteração do formato da partição, não tem qualquer problema.



Agradecimentos: Este artigo só foi possível com a colaboração do +António Rodrigues que nos forneceu um guia que serviu de base a este, e do +Bruno Barão que compilou os comandos necessários para execução do procedimento.

topo

Resumo da semana

23-11-2014 | 17:32 | Apps do Android | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Esta semana foi tempo de acalmia, com as actualizações OTA a chegarem ao seu destino. E por destino, entendam-se os Nexus.
Sim, porque o resto ainda é paisagem, Motorola incluída.
É que os Moto X e Moto G (2014) continuam a aguardar pela chegada do Lollipop, pois apenas as unidades vendidas nos EUA é que tiveram direito à OTA.
Este lado do Atlântico continua a aguardar pela sua vez, o que não me parece de todo correcto.
Afinal de contas a Motorola é uma empresa global e não apenas limitada aos EUA.


Em termos de actualizações, e mais uma vez nos EUA, temos um outro episódio telenovelesco, ao bom estilo mexicano.
A Huawei criou um site especialmente concebido para as vendas do Mate 2 nos EUA. O feedback até tinha sido positivo, mas o anúncio da decisão de deixar morrer este phablet no Jelly Bean, foi um balde de água fria.
As criticas não demoraram muito a se fazer sentir, e a Huawei apressou-se a analisar a situação.
Esta sexta, cumprindo escrupulosamente o anunciado veio informar que o Mate 2 vai passar directamente para o Lollipop.

Pergunto-me se havia necessidade de todo este circo mediático. Não teria sido muito mais proveitoso anunciar este facto com pomba e circunstância?

Perspectiva-se que as actualizações comecem a ser mais rápidas e frequentes, mas há ainda um longo caminho a percorrer. Pergunto se alguma vez lá chegaremos...


Enquanto esperam pelas actualizações, aproveitem para ler o nosso resumo semanal.


dador.pt

Quando foi a última vez que fizeram uma doação de sangue?

A app dador.pt foi criada pela Fundação Vodafone e tem como objectivo promover a dádiva de sangue, com informações em tempo real sobre onde e quando poderão dar sangue, para além da informação acerca do estado actual das reservas nacionais de sangue, por grupo sanguíneo.

Para incentivar a divulgação da aplicação, foi criado um jogo onde os utilizadores ganham pontos mediante a divulgação que fazem da aplicação. Os pontos correspondem a medalhas de mérito que o utilizador poderá publicar no Facebook.

Então, estão à espera do quê para fazerem a vossa dádiva de sangue?



XRick - Um clássico, agora no Android

Este XRick é um clone do velhinho Rick Dangerous, um jogo ao bom estilo arcade.

O objectivo é muito simples, passar cada quadro sem ser atingido pelo obstáculos ou inimigos. Para tratar destes últimos temos uma pistola, dinamite e um dardo para os atordoar.

Os comandos originais foram ligeiramente alterados para se adequarem aos  ecrãs com detecção de toque. À esquerda o frente/trás, à direita o saltar, agachar e disparar.

De resto, é só diversão pura, com algum humor à mistura. Uma delicia!

Como bónus, temos o facto de ao perder todas as vidas não voltar-mos ao início do jogo. Ficamos no último quadro que atingimos. É uma adulteração do jogo, mas acaba por ser bem vinda face à dificuldade do mesmo.

Mesmo que nunca tenham jogado este jogo, não deixem de experimentar, vão ver que vale a pena.



FIA Formula E Championship

O novo campeonato de monolugares eléctricos, a Fórmula E, tem este fim-de-semana a sua segunda prova, no circuito de Putrajaya, na Malásia, e para que não percam nenhuma informação, a FIA disponibilizou uma app oficial para Android.

Com a app FIA Formula E Championship é possível conhecer todas as informações acerca das pistas, equipas e pilotos que participam nesta competição, onde Portugal está representado pelo piloto António Félix da Costa.

Mas também é possível utilizar uma inovação nas competições automóveis, o "Fan Boost", em que os fãs podem votar no seu piloto favorito; os três pilotos mais votados antes de cada uma das provas recebem um bónus de 5 segundos de "energia extra" que podem utilizar durante a corrida, aumentando a potência do seu monolugar de 202 para 243 cavalos (o que pode ajudar nas ultrapassagens mais "complicadas").

E se quiserem saber mais sobre a Fórmula E, podem aproveitar para visitar o Pela Estrada Fora ;-)




Por vezes somos surpreendidos com algo novo, que não contávamos. Este jogo enquadra-se nesta categoria.
Já tinha adicionado este Monument Valley à minha wish list do Google Play.

Este jogo é diferente. Temos tudo à nossa frente, e a solução nem sempre é a mais óbvia. Há que analisar com detalhe o cenário, e verificar de que forma conseguimos chegar ao final de cada nível.

O mais interessante é sermos surpreendidos pela solução para ultrapassar determinada situação.

Como podem comprovar pelas imagens, é tudo muito simples, mas igualmente cuidado, com detalhes de grande qualidade. A banda sonora acompanha o desenrolar dos acontecimentos.

Se tiveram a sorte de aproveitar a promoção de ontem, não deixem de experimentar este jogo. Caso não o tenham feito, não se deixem intimidar pelos 3,59€ que o mesmo custa no Google Play. Se não gostarem, podem sempre solicitar a anulação da compra.

Uma coisa é certa, quando a expansão de 10 novos níveis chegar ao Android, vou estar na linha da frente para a aquisição. Embora curto, vale cada cêntimo.




Já temos uma app do Facebook, uma app para as páginas do Facebook, uma app para as mensagens do Facebook, um visualizador alternativo do Facebook, e certamente mais algumas apps do Facebook que não me estou a lembrar no momento - mas o que me faz falar de tudo isto é que agora podem juntar-lhes uma nova app do Facebook dedicada aos grupos.

O Facebook é um local de interacção, e esta nova app do Facebook Groups pretende facilitar a vida a todos os que passam a vida nos grupos do Facebook, quer sejam grupos familiares, de amigos, grupos públicos ou privados, ou até grupos para que alunos melhor possam organizar os seus trabalhos escolares.

Os grupos que visitam mais frequentemente estarão no topo da lista, mas poderão também ver novos grupos sugeridos em função das vossas preferências pessoais com base nas páginas e amigos que seguem. E antes que comecem a ficar preocupados com a obrigatoriedade de usarem esta nova app, convém esclarecer que poderão continuar a usar a app principal do FB para lhes acederem como faziam até aqui.

Posso compreender que o Facebook se tenha tornado num tal amontado de serviços que uma única app fique demasiado pesada para tratar de tudo; mas daí a dar origem a "dezenas" de apps diferenciadas, parece-me que também é passar para o extremo oposto. Claro que ninguém nos obriga a instalar esta nova app (por enquanto)... mas olhando para o que aconteceu com o Facebook Messenger, que agora obriga a usar a app independente... não seria de surpreender que, a seu tempo, isso também venha a acontecer com os grupos.

Que vos parece esta política de fragmentação de um serviço em inúmeras apps? Acham que é boa política... ou que se arriscam a afugentar utilizadores?




O Yo é uma app de mensagens bastante "simples", uma vez que apenas envia o texto "Yo" para o destinatário.

Ou seja, quem recebe um "Yo" terá que adivinhar o que o remetente quer dizer (ou então, não).

Divirtam-se a enviar "Yo's" e bom fim-de-semana!






E é chegada a vez das notícias.

Notícias do mundo Android:

Google testa modalidade "contributiva" de apoio directo aos sites e que te livra da publicidade
Google já consegue descrever uma imagem por palavras
Developers vão abandonando o Google Glass que nunca mais chega
Encriptação total do Lollipop arrasa velocidade no Nexus 6
Como resolver lentidão do Lollipop no Nexus 7 de 2012
Android Lollipop e o desperdício de espaço nos tablets
ADB em 15 segundos dispensa-te de instalar o SDK Android total
Nem o Xperia Z3 escapa ao bendgate?

topo

EVA - um chuveiro inteligente que poupa √°gua

23-11-2014 | 15:11 | A Minha Alegre Casinha | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Se são daquelas pessoas que não consegue resistir a prolongar um duche durante o máximo de tempo possível, o EVA é um chuveiro inteligente que vos permitirá poupar água - e também alertar para quando já estão a demorar demasiado tempo.

Com o custo da água, gás e electricidade a aumentar, todas as formas de poupança são ainda mais bem vindas, e este EVA que transformar os chuveiros em peças inteligentes que evitam o desperdício de água.

O EVA é concebido para ser instalado entre o bocal do chuveiro e a cabeça de chuveiro, actuando como um regulador inteligente que não só controla a duração e gasto da água em cada duche, como pode também ajustar o fluxo em função da vossa proximidade. Quer isto dizer que se estiverem próximos dele levarão com uma dose generosa de água, mas quando se afastam um pouco para se ensaboarem (por exemplo), o EVA reduzirá a quantidade de água (os graus de poupança serão configuráveis por cada pessoa usando uma app).

Este EVA também monitoriza a temperatura da água, evitando desperdícios quando deixam a água a correr "para aquecer", desligando automaticamente a água quando atinge a temperatura pretendida (idealmente, todos deveríamos usar sistemas de aquecimento instantâneo, que evitassem este desperdício inicial, mas isso seria outro tema.)

Os preços começam nos $109 (mais portes) mas o maior risco é mesmo ser uma campanha do Indiegogo, que tem sido lar de muitos projectos de seriedade duvidosa e que inspiram cuidados redobrados. Seja como for, a ideia é interessante - esperemos que por esta via ou por outra, este EVA ou produtos idênticos, cheguem ao mercado e ajudem a reduzir o desperdício de água.


topo

Actualização melhora estabilidade do Galaxy Note 4

23-11-2014 | 12:30 | Revolução Digital | Sapo Tags del.icio.us Adiccionar aos Bookmarks / Favoritos

Utilizadores na Alemanha e Grécia têm vindo a receber uma nova actualização para o Samsung Galaxy Note 4 que tem como objectivo melhorar a estabilidade do mais recentes phablet da marca coreana.

Samsung Galaxy Note 4

Galaxy Note 4 torna-se mais fiável

Esta actualização vem com o número de build N910FXXU1ANK4 e foi finalizada no passado dia 17 de Novembro.

Com um tamanho de 137MB tudo indica que se trata “apenas” de uma melhoria na estabilidade do software do Note 4 e surge depois da Samsung ter lançado uma outra actualização que tinha como objectivo melhorar o desempenho da bateria, aumentando a autonomia do Note 4.

Mas não te entusiasmes em demasia se receberes nos próximos dias esta actualização: ainda não é desta que vais poder experimentar o novo Android 5.0 Lollipop pois esta actualização continua a funcionar sobre o Android 4.4.4 Kitkat.

passatempo-natal_2014_hjkw

topo

Página 1 de 4211

Subscrever

Autores

Disclaimer

O Planet Geek não é responsável pelos seus conteúdos, apenas os replica a partir de cada blog.
Os artigos são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.